Atualmente em pauta pelo Governo e pelo Congresso, a “reforma da Previdência” tem se tornado alvo de muitas discussões. Nesse campo de debate, quem tem razão? E por que eu, jovem, devo me preocupar com a reforma?

 

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) provoca a Igreja e seus fiéis, por meio da Campanha da Fraternidade, à reflexão sobre “políticas públicas”. Mas o que são políticas públicas? Preciso ser político para discuti-las? Por que a Igreja tem interesse em debater esse assunto?

 

 

Nos dias de hoje, as fake newssão criadas para diversos propósitos: seja comercial – a fim de fortalecer ou arruinar uma marca ou mercadoria –, seja político, ou mesmo ideológico.

 

O artigo a seguir foi escrito pelo noviço salesiano Cleyson Fellipe do Prado Silva, baseado em sua experiência pastoral em duas unidades socioeducativas (CENSE) do Paraná.

 

 

Quarta, 03 Outubro 2018 14:26

Partiu Sínodo

Escrito por

Os jovens, a fé e o discernimento vocacional. É o Sínodo dos Jovens começando no Vaticano neste 3 de outubro, com solene celebração eucarística na Basílica de São Pedro.

 

“É significativo que exatamente os jovens – com frequência fechados no estereótipo da passividade e da inexperiência – proponham e pratiquem alternativas que mostram como o mundo ou a Igreja poderiam ser” – Papa Francisco, Documento Preparatório ao Sínodo dos Bispos.

 

 

“Será que a vida, como princípio social, tem menos valor do que o patrimônio de quem quer que seja? Pior: condenou-se cegamente um inocente. E se fosse conosco?”

 

“Com espírito de misericórdia, abraçamos todos aqueles que fogem da guerra e da fome ou se veem constrangidos a deixar a própria terra por causa de discriminações, perseguições, pobreza e degradação ambiental” – Papa Francisco.

 

Com essas palavras, o papa Francisco convidou todos, mas especialmente os católicos, para realizar, no dia 23 de fevereiro, um Dia Mundial de Jejum e Oração pela Paz.

 

No calor dos debates entre a sociedade civil e o Poder Público sobre a Reforma da Previdência, foi instaurada uma CPI no Senado Federal para apurar se as contas do Governo, de fato, “não fechavam”. O relatório aprovado após 26 audiências públicas atestou que não há déficits atuais no sistema de Previdência Social, e que não é preciso dificultar as regras de aposentadoria.

 

Pagina 1 de 3