Missões (369)

Terça, 01 Novembro 2016 19:34

Polônia: qual é a sua missão?

Escrito por

 Houve quem fosse ao fim do mundo para achar uma resposta. Outros ainda não acharam... Mas a pergunta persiste, e é válida para todos: ‘Qual é a sua missão?’. A Procuradoria Missionária de Varsóvia, Polônia, transformou a indagação em uma campanha: “And what is your #mission?” (e qual é sua #missão?).

Gisenyi é uma cidade situada na parte ocidental de Ruanda, muito perto da fronteira com a República Democrática do Congo, próxima à cidade congolesa de Goma, onde estão os salesianos. Gisenyi é conhecida como atração turística e durante o genocídio em Ruanda sediou por algum tempo o governo provisório do país. É dali que escreve Iwona Błędowska, voluntária polonesa do “Voluntariado Internacional Dom Bosco”.

Depois do anúncio de que no dia 16 de outubro celebraria a última missa na Capela de Equipetrol, milhares de fiéis começaram a escrever mensagens de agradecimento ao padre Yohane Bosco Kurahashi, sacerdote salesiano de origem japonesa, que chegou a Bolívia em 22 de fevereiro de 1980: desde então, com o seu carisma, começou a fazer tantos amigos, aos quais agora faltarão as suas missas animadas com os instrumentos musicais que tão bem sabe tocar: gaita de boca, saxofone, pistão e acordeão.
Quinta, 13 Outubro 2016 14:47

O fenômeno das meninas casadas

Escrito por

Para evitar “o fenômeno das esposas-meninas é preciso cuidar da educação: mas não só da assim chamada educação ‘formal’; também da que nós chamamos ‘não formal’. Trata-se de transmitir às crianças os valores éticos, os princípios morais, aumentar a consciência dos próprios direitos”, afirma o salesiano padre George Menamparampil, do Dicastério para as Missões Salesianas, ex-coordenador nacional das Escolas Salesianas na Índia, em uma entrevista realizada por ocasião do Dia Internacional das Meninas e das Adolescentes, que se celebra em todo ‘11 de outubro’ de cada ano.

Em outubro, Mês das Missões, destacamos cinco entre os muitos exemplos da presença missionária salesiana em todo o mundo.

Segunda, 10 Outubro 2016 15:20

México: emergência para o êxodo de migrantes haitianos

Escrito por

Tijuana sempre foi uma cidade de migrantes. Faz anos que para ali chega, do sul do continente,há um intenso fluxo migratório mirando entrar nos EUA. Uma realidade que se mantém. Mas a ela se acrescenta hoje a presença de todos aqueles migrantes que foram repatriados e expulsos pelas autoridades estadunidenses.

 Os missionários de Kazembe, Zâmbia, cidade na província de Luapula, acabam de completar o projeto hidráulico que proporciona água limpa e potável aos jovens e suas famílias na Paróquia São João Bosco, no oratório e na escola. Apesar de a região ter vários rios e lagos, os residentes defrontam-se com a dificuldade de ter acesso a água limpa. O projeto salesiano incluía a perfuração de um novo poço de água na paróquia, para proporcionar água limpa e potável às comunidades em seus arredores.

Quinta, 29 Setembro 2016 15:10

Tanzânia: o sonho de um Salesiano missionário jovem

Escrito por

Chihiro Morito, clérigo salesiano, é o primeiro salesiano missionário japonês na África. Batizado aos 23 anos pelo padre Achille Loro Piana, SDB, completou várias iniciativas de voluntariado em Tóquio e sentiu nascer em si a vocação sacerdotal e missionária. No ano de 2011 deixou o emprego e os amigos, e foi como missionário a Wau, no Sudão do Sul. Depois fez a primeira profissão em Nairóbi, Quênia, em 2014, e agora serve os jovens de Moshi, Tanzânia, sobretudo, “os menos amados e os mais indesejados da nossa sociedade”, pelos quais deseja ser “a pobreza, a humildade, a obediência de Cristo”. Seu sonho é ser missionário e tornar-se o “padre Cimatti da África”.

Segunda, 26 Setembro 2016 15:30

Coreia do Sul: casa de acolhida completa 30 anos

Escrito por

 As comemorações dos 30 anos de atividades da casa salesiana ‘Nanum’, na Coreia do Sul, contaram com a participação de cerca de 300 pessoas que se reuniram, em 25 de setembro, nas estruturas da casa, no centro educacional salesiano “Shinwoldong”.

O campo de refugiados de Pugnido, o mais antigo da região de Gambela, na Etiópia ocidental, reúne cerca de 60.000 pessoas, a maior parte foi vítima de violências durante o conflito no Sudão do Sul. Desde 2006 essa missão dos salesianos cresceu e se desenvolveu a fim de melhor atender às carências da crescente população de refugiados, e dos que vivem nos seus arredores.

Pagina 9 de 27