Sexta, 22 Dezembro 2017 12:40

UniSALESIANO desenvolve equipamento para cadeirantes

Escrito por  Monique Bueno - Comunicação/Unisalesiano
Classifique este artigo
(0 votos)

Um equipamento totalmente inovador e dinâmico, que vai facilitar o dia a dia de cuidadores de pacientes acamados e cadeirantes. É assim definido o lift de transferência desenvolvido por um grupo de alunos do quarto ano do curso de Engenharia Mecânica do UniSALESIANO de Araçatuba, SP.

 

No mercado, o aparelho - uma espécie de guincho que tem o objetivo de retirar uma pessoa da cama e colocar na cadeira de rodas ou vaso sanitário, por exemplo - custa em torno de R$ 11 mil. Dentro da oficina da instituição, os acadêmicos executaram o mesmo equipamento gastando aproximadamente R$ 3,5 mil, incluindo vários diferenciais, segundo o coordenador do curso de Engenharia Mecânica, Nelson Hitoshi Takiy.

 

Ele explica que os produtos disponíveis para venda, na sua grande maioria, são hidráulicos com acionamento manual. Há os elétricos, mas o operador necessita ligar e desligar em botoeiras fixadas no equipamento. “Este lift desenvolvido pelos alunos do UniSALESIANO possui inovação tecnológica quanto à automação, onde o acionamento é realizado por controle remoto e à distância”, destacou Takiy, ao completar que o “guincho” possui também opção de ligação em tomadas elétricas ou utilização de baterias recarregáveis.

 

O professor de Automação Industrial e Física, Edval Rodrigues de Viveiros, que acompanhou o desenvolvimento do lift, explica que a ideia de construir o equipamento surgiu da necessidade de uma paciente de Valparaíso, mãe de uma ex-aluna do curso de Fisioterapia da instituição.

 

“Há uns três anos eu conheci essa senhora que é tetraplégica devido a um acidente de carro. Não faz tanto tempo que familiares entraram em contato comigo para falar da existência de um lift na internet, mas como era caro, perguntaram se a gente teria como fazer um. Eu conversei com os alunos e eles toparam”, disse.

 

Viveiros contou ainda que os responsáveis pela criação do equipamento queriam doá-lo à família. “Mas não aceitaram. A família da paciente quis arcar com o custo dele. O equipamento vai ser entregue nessa sexta-feira, dia 22. Vai ser o presente de Natal da paciente”, comemorou o professor.

 

SOFTWARE

Segundo o professor, todo o desenho técnico do aparelho foi feito dentro de um software CAD 3D chamado Inventor. Os alunos fizeram os cálculos necessários para evitar problemas e garantir, assim, um dimensionamento de suporte de até 600 quilos. “Possui um motor bem potente. Outro diferencial bacana é que pode ser dobrado e colocado dentro do carro.”

 

Participaram do desenvolvimento do lift de transferência os acadêmicos: André Casagrandi, Bruno Pires Caproni da Silva, Celso Felix de Souza Júnior, Daniel Yuji Kanezawa, Eliedson Diego Fernandes Negrão, Fabrício Luís Conde, Flávio José Marques, Lucas Figueiredo e Matheus de Souza Filbert.

 

“Somente Deus poderá recompensar esta ação de amor e caridade que os alunos demonstraram, pois este equipamento auxiliará a vida de uma pessoa. Mas outras mais poderão se beneficiar da ideia deste projeto. Estão de parabéns, não há 'nota' (no sentido acadêmico) que pague isto que o grupo realizou. Meu sincero ‘muito obrigado’”, agradeceu Viveiros.

 

Para o pró-reitor acadêmico do UniSALESIANO, André Ornellas, esse tipo de trabalho mostra o real sentido da teoria na prática envolvendo a cidadania. “O foco sempre é ajudar o ser humano. Nossos alunos não só se capacitam, mas socializam com a comunidade”, frisou.

 

Por fim, o reitor do UniSALESIANO, padre Luigi Favero, parabenizou os alunos pela criatividade e desenvoltura do aparelho. “Criaram um equipamento delicado e de grande qualidade e utilidade. Que o UniSALESIANO continue a produzir coisas para a vida, sobretudo para aqueles que mais precisam, como as pessoas com problemas de saúde”, concluiu.

 

Lido 662 vezes Modificado em Terça, 09 Janeiro 2018 14:43

Deixe um comentário