Quarta, 12 Junho 2019 18:05

Quem é Santo Antônio?

Escrito por  Com informações: Canção Nova e Portal A12
Classifique este artigo
(1 Voto)
Quem é Santo Antônio? iStock.com

Santo Antônio, celebrado pela Igreja em 13 de junho, é bem conhecido no Brasil por ser o “santo casamenteiro”. Mas sua história revela que ele é bem mais que isso. Santo Antônio é um dos Doutores da Igreja, ou seja, contribuiu significativamente para a propagação da fé católica, especialmente por ser um grande orador e pregador do Evangelho. Ele teve de contrapor sua família para seguir sua vocação e peregrinou por vários países, o que o torna um santo missionário e exemplo vocacional. Era conhecido e querido também por sua dedicação aos mais pobres e necessitados, ajudando todos os que podia, inclusive materialmente.

 

Ele nasceu em Lisboa, Portugal, em 1195, e morreu nas imediações da cidade de Pádua, na Itália, em 1231 – por isso é conhecido também como “Santo Antônio de Lisboa” ou “Santo Antônio de Pádua”. Seu nome de batismo era Fernando de Bulhões y Taveira de Azevedo. Mas, como era costume na época, mudou de nome ao se consagrar, de maneira a ressaltar que assumia uma vida nova.

 

Sua família foi contra a decisão de tornar-se padre, mas ele insistiu em sua vocação. Ingressou na Ordem dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho, e estudou Filosofia e Teologia em Coimbra, até ser ordenado sacerdote. Em Portugal, conheceu os Franciscanos e ficou muito impressionado com o testemunho dos mártires em Marrocos, bem como se identificou com a vida itinerante e de pobreza dos frades.

 

Tornou-se franciscano e partiu em missão para o Marrocos. Porém, durante a viagem, ficou tão doente que teve de voltar. Foi assim que encontrou-se pessoalmente com São Francisco de Assis. Pelo seu conhecimento e inteligência, São Francisco o colocou como responsável pela formação dos frades, sempre em consonância com a vivência e a pregação do Evangelho.

 

Santo Antônio era um grande orador. Seus sermões atraíam verdadeiras multidões e provocavam a conversão daqueles que o escutavam. Combateu, com suas pregações, as seitas contrárias à Igreja e ocupou cargos importantes dentro da Família Franciscana. Mas o que espalhou sua fama de santidade foi o olhar atento e a caridade aos pobres, aos doentes, aos famintos, aos que mais necessitavam de ajuda. Inclusive a fama de “casamenteiro” é atribuída ao fato de ajudar as jovens pobres a conseguirem o enxoval e o dote, que na época eram necessários para o casamento.

 

Santo Antônio morreu em Pádua, Itália, em 13 de junho de 1231, com apenas 36 anos. Foram tantos os milagres atribuídos ao santo que, menos de um ano depois, ele foi beatificado e canonizado (reconhecido como santo) pela Igreja.

 

Com informações: Canção Nova e Portal A12

Lido 347 vezes Modificado em Quinta, 04 Julho 2019 17:43

Deixe um comentário

1 comentário