Segunda, 04 Junho 2018 15:24

No início de fevereiro, o padre amazonense Justino Tukuya visitou Taracuá, no interior no estado, para dar aulas sobre políticas educacionais indígenas. Três meses depois, fez outra apresentação, desta vez no Vaticano, com o Papa Francisco na plateia. Justino, de 57 anos, indígena de uma comunidade tukuya na fronteira do Brasil com a Colômbia, terá assento especial em um encontro de bispos que será realizado em Roma em outubro de 2019, cujo tema será os rumos da Igreja Católica na Amazônia.