Quinta, 26 Julho 2018 17:57

Projetos missionários envolvem mais de mil jovens salesianos Destaque

Escrito por  Bueno com informações de Pe. Tiago Eliomar
Classifique este artigo
(0 votos)
Projetos missionários envolvem mais de mil jovens salesianos Foto: ISSP

Já é uma tradição. Há mais de 20 anos, nos meses de janeiro e julho, centenas de jovens trocam suas férias por um trabalho gratificante de evangelização em diversas cidades do Estado de São Paulo e agora também da região sul de Minas Gerais. Eles participam da Ação Missionária e da Semana Missionária, projetos que são desenvolvidos pela Pastoral Juvenil da Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, de São Paulo, por meio do Serviço de Animação Missionária.

 

Os dois projetos são similares, mas em cada um deles participam jovens com faixas etárias diferentes. Em janeiro, na Ação Missionária, participam jovens que já concluíram o ensino médio. Em julho, na Semana Missionária, participaram predominantemente jovens de escolas, obras sociais e paróquias salesianas que estão na fase do ensino médio. Em ambos os casos, eles estão vinculados à Articulação da Juventude Salesiana (AJS) que, assessorada pela Pastoral Juvenil Salesiana, converge os diversos grupos juvenis vinculados ao carisma salesiano, ou seja, que seguem a Jesus Cristo inspirados no jeito de Dom Bosco e seu Sistema Preventivo, que une razão, religião e amorevolezza.

 

Ambos respondem a um clamor do Papa Francisco, feita em sua encíclica Evangelii Gaudium que é uma Igreja em saída, ou seja, ao encontro do próximo também fora dos templos. Na verdade, os projetos respondem não apenas um chamado do Santo Padre, mas também e principalmente uma convocação, quando já ressuscitado, disse aos apóstolos “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc 16, 15).

 

E a juventude salesiana respondeu o chamado de Jesus e do Papa! Em janeiro, quase 400 jovens provenientes de 18 GAM´s (Grupos de Ação Missionária) participaram da Ação Missionária nas cidades de Araraquara, Caraguatatuba, Lorena e São Paulo. Neste mês de julho, mantendo um alto índice de adesão, mais de mil jovens participaram da Semana Missionária nas cidades paulistas de Aguaí e Cajuru, na região norte do Estado, Votuporanga, na região noroeste, Cananeia e Guapira na região centro sul e na cidade de Piranguçu, no sul do Estado de Minas Gerais.

 

“A Semana Missionária Vocacional, em Guapiara, SP, foi, com certeza, uma experiência única de encontro com Deus nas crianças, nos jovens e nas famílias... Atendendo ao apelo do Papa Francisco de sermos uma Igreja jovem e em saída, ao encontro daqueles que mais precisam de nós, segundo o carisma de nosso Pai Dom Bosco!”, conta João Henrique Trinca, missionário de Americana.

 

Maria Clara Fonolli, missionária de Cruzeiro, disse que “participar da Semana Missionária é mais do que fazer pessoas e famílias felizes. É abrir mão de coisas que você achava importante, que não viveria sem para fazer o bem aos que mais estão precisando. A Semana passa rápido mas com ela vem o aprendizado de Dom Bosco e sensação maravilhosa de dever cumprido”,

 

O roteiro de ambos os projetos lembra as antigas missões populares. Os jovens são recebidos em paróquias que solicitam o trabalho de missão ao Serviço de Animação Missionária ou que são procuradas por ele anteriormente. Após um amplo período de preparação, que envolve muita logística, os jovens chegam às paróquias e ficam hospedados em casas de família ou em espaços coletivos, como os salões paroquiais ou salas destinadas à catequese e permanecem durante uma semana. Nesse período, visitam e rezam nas casas das famílias do bairro, visitam doentes, realizam e participam de celebrações com a comunidade e promovem oficinas  e gincanas para crianças, jovens e adultos.

 

“Todos os dias foram mágicos e emocionantes, segurar o choro foi difícil (talvez seja por isso que chorei em todos eles), pessoas que eu nem imaginava mostrando ter tantos problemas igual a todos e todos especiais, com valores únicos e dons. Parece que todos se encaixaram e se completaram muito bem, construímos uma linda família, nosso colégio e nossa cidade foram e estavam muito bem representados, foi mágico, uma sensação única e a melhor em toda a minha vida”, conta Giovanni Araújo, missionário de Piracicaba. “Sabia que ia ser sensacional, mas chegando, logo senti a energia e a alegria de todos que estavam lá, como eu. Histórias, sonhos, vidas, personalidades diferentes, porém todos (as) com a mesma disposição para se doar durante a semana e aproveitar da melhor forma possível, isso é maravilhoso, hoje eu sinto orgulho de ter participado da famosa e linda Semana Missionária”, completa.

 

Para atender as comunidades de missão, participaram jovens das presenças salesianas das cidades de Americana, Campinas, Cruzeiro, Campinas, Guarujá, Lorena, Pindamonhangaba, Piracicaba, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba, além de um grupo especial formado pelos aspirantes e vocacionados salesianos.

 

“Viver em comunidade como missionário é sentir na pele que a doação de si próprio vale a pena e também a dedicação em estar pronto para servir, onde quer que seja, liberta a mente para um aprendizado novo. Estamos prontos para servir sempre, e nessa experiência nos sentimos doados, foi o melhor sentimento que tive”, afirmou Enrico Mendes Souza, missionário de Cruzeiro.

 

Após o término da Semana Missionária, ficam duas certezas: as pessoas das paróquias e comunidades ficam transformadas e o coração dos jovens missionários transbordante de alegria, pois Deus viu que tudo era muito bom (Gn 1, 31).

Lido 932 vezes Modificado em Quinta, 16 Agosto 2018 00:30

Deixe um comentário