Missões (369)

De 1 a 4 de novembro, os Salesianos (SDB) e as Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) da região amazônica reuniram-se em Manaus, AM, para refletir sobre os 125 anos de atividade missionária naquele território, abordando os desafios do presente e as linhas de ação necessárias para planejar o futuro, com vigor renovado.

 

O âmbito das Missões da Inspetoria Laura Vicuña, das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA, Manaus, AM) iniciou o Projeto Juventude Missionária Salesiana em 2008. Desde então até hoje esse projeto vem se tornando um grande meio para oportunizar aos jovens um momento de desenvolvimento humano e cristão através de experiências missionárias, nas quais muitos jovens, leigos e religiosos se colocam a serviço dos mais necessitados e, ao mesmo tempo, se tornam dóceis para a descoberta do projeto de Deus sobre sua vida.

 

Segunda, 01 Outubro 2018 14:48

Começou a 149ª expedição missionária salesiana!

Escrito por

"Em nome de Dom Bosco e na memória da primeira expedição missionária que partiu para anunciar aos jovens e pobres do mundo a alegria de Cristo ressuscitado". Com estas palavras, o padre Ángel Fernández Artime, X sucessor de Dom Bosco, enviou para várias partes do mundo 25  Salesianos e Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) que fazem parte da 149ª expedição missionária salesiana.

 

Após 35 anos de trabalho como missionário salesiano no leste do Equador, em 1993, dom Pietro (Pedro) Gabrielli foi nomeado pelo Papa João Paulo II como bispo do Vicariato Apostólico de Méndez. Ao obedecer a esse chamado, ele continuou o trabalho que ele mais amava: caminhar e encontrar pessoas, para compartilhar com elas o infinito amor de Deus.

 

Ucrânia, Argentina, México, Laos, Tunísia, Índia ... E também Gâmbia, onde a Congregação Salesiana lança um novo posto missionário: estes são apenas alguns dos destinos que serão visitados a partir de início de outubro pelos Filhos espirituais de Dom Bosco. No próximo domingo, 30 de setembro, da Basílica de Maria Auxiliadora em Turim, salesianos reproduzirão um gesto antigo: o envio da Expedição Missionária Salesiana, que agora abre sua 149ª edição, mas permanece atual porque o mundo ainda precisa de missionários.

 

As três províncias do sul da Tailândia, as de Yala, Pattani e Narathiwat, têm sido, nos últimos anos, territórios bastante perigosos: há de fato vários movimentos separatistas e grupos extremistas, que realizam ataques contra a população local e que, ao longo dos últimos 15 anos causaram mais de 6000 mortes de civis e feriram cerca de 12.000 pessoas.

 

Todos os anos, os Salesianos de Dom Bosco propõem um tema missionário que é amplamente partilhado e refletido em esfera mundial, culminando no evento chamado Dia Missionário Salesiano ou Jornada Missionária Salesiana. Em 2018 o tema da Jornada Missionária Salesiana chamou a atenção para o trabalho missionário realizado no oriente, com o tema “Sussurrando o Evangelho – O Primeiro Anúncio e a formação profissional na Ásia”.

 

Mariangela Branca, 23 anos, é proveniente de Roma, capital da Itália. Durante os meses de julho, agosto e setembro, ela participou de um projeto de voluntariado missionário no oratório salesiano de Kafroun, na Síria. A seguir, compartilhamos alguns trechos dos relatos sobre essa experiência, feitos pela jovem à Agência InfoSalesiana (ANS).

 

 

Sexta, 24 Agosto 2018 16:21

Myanmar - uma celebração internacional de Don Giacomin

Escrito por

Há muitas figuras criativas salesianas, especialmente os missionários, que contribuíram com o seu testemunho de vida para as raízes do carisma salesiano em cada país. A Família Salesiana de Myanmar também está descobrindo o perfil espiritual de um excepcional missionário salesiano italiano - padre Fortunato Giacomin (1920-2000), que passou seus últimos 35 anos em Anisakan - a casa-mãe dos salesianos da Birmânia.

 

Alepo é a cidade mártir da Síria. Uma cidade profundamente ferida. Nos prédios. Sobretudo nas almas. Nos corações dos seus habitantes. São tantas as pessoas a quem a guerra roubou anos. Anos de serenidade. De normalidade. Mas Alepo quer renascer. É uma cidade que não se rende. Que tenta voltar – lentamente – à normalidade. É dessa cidade “dos paradoxos” que nos fala o padre Lucas Pellicciotta, SDB, que em Alepo diz não ter achado somente sofrimento. Encontrou também muita esperança.

 

Pagina 1 de 27

Busque por data

« Novembro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Comentários