Segunda, 28 Março 2016 17:45

Chanceler alemã visita obra salesiana

Escrito por  InfoANS
Classifique este artigo
(0 votos)
Chanceler alemã visita obra salesiana InfoANS

“A maior estima”  a todos aqueles que se empenham no ‘Don-Bosco-Zentrum’ – foi o que manifestou a chanceler alemã Angela Merkel, no decorrer da sua visita a essa obra salesiana, no dia 22 de março: “É algo que não podemos regular com uma lei", continuou perante mais de 80 jornalistas. "Podemos colocar à disposição um subsídio de base, mas levar em conta cada situação de vida é um serviço que a política, por si só, não está em condições de oferecer e para o que servem pessoas com um grande coração”.

A chanceler visitou a obra “Manege gGmbH”, situada no ‘Don-Bosco-Zentrum’, que desde 2005 atua nos setores do trabalho social, da formação profissional e da assistência a jovens necessitados, levada à frente conjuntamente pelos Salesianos e pelas Irmãs de Santa Maria Madalena Postel. Atualmente cerca de 300 jovens em situação de exclusão social, entre 16 e 25 anos, provenientes de situações de vida muito complicadas, encontram apoio e perspectivas na “Manege”.

 

Muitos deles aguardaram emocionados a chegada da chanceler. Como Jennifer, de 23 anos, com um filho de cinco anos e grávida de cinco meses, que recebe auxílio na “Manege” e participa de um programa diário fixo. A chanceler ouviu a sua história e as de outras duas jovens. “Gostei demais de ver com quanta atenção nos ouvia”, afirmou Jennifer mais tarde.

 

Sucessivamente a chanceler visitou os vários setores: oficinas para decoração (de paredes), metalurgia e marcenaria; o setor da cozinha. O centro ajuda também a encontrar empresas para estágios e oferece ensino complementar e de suporte, sobretudo, de matemática e alemão. Graças a tudo isso, muitos jovens chegam a conseguir um diploma e a achar um lugar de formação profissional.

 

Depois da visita, que durou mais do que o esperado, a chanceler falou aos jornalistas. Ela se disse “muito contente” por ter conhecido o projeto de assistência da “Manege”, porque não é fácil ao Estado ajudar os jovens adultos entre 18 e 25 anos, em situações de vida difícil, mais velhos  para “a clássica assistência social”.

 

InfoANS

 

 

 

Lido 1065 vezes Modificado em Quarta, 30 Março 2016 03:03

Deixe um comentário