Quinta, 01 Junho 2017 15:02

Sri Lanka: apelo à solidariedade depois das enchentes

Escrito por  Info ANS
Classifique este artigo
(0 votos)

Com a chegada ao Sri Lanka das monções de Sudoeste, fortes inundações e consequentes deslizamentos acometeram a Ilha: foram considerados os piores dos últimos 14 anos. Segundo dados do Centro para a Gestão das Calamidades, houve pelo menos 202 mortos e 96 desaparecidos. Mais de 77.000 pessoas estão desalojadas e são mais de 1.500 as casas destruídas. Embora também uma obra salesiana tenha sido atingida pelos alagamentos, os Filhos de Dom Bosco estão no momento mais empenhados em ajudar as pessoas necessitadas.

Como sempre em tais emergências, há urgente necessidade de numerosos gêneros de primeira necessidade: arroz, comida embalada, água potável, folhas de chá, leite em pó, artigos para higiene, roupa, alimentos para bebês… Várias organizações que trabalham em contato com os Salesianos no Sri Lanka – como por exemplo a Conferência dos Superiores dos Religiosos (CMRS, em inglês),  pediram aos Salesianos que as ajudassem no fornecimento de socorro aos necessitados.

 

Nas regiões mais atingidas, os Salesianos possuem duas obras. Uma delas ficou seriamente afetada: ruíram os muros de proteção. Entretanto, por causa da situação de extrema necessidade, os Salesianos decidiram intervir antes no apoio à população atingida, usando as dependências da Casa Inspetorial, em Dungalpityia, para nelas implementar um Centro de Emergência e Socorro, posto sob a supervisão do ecônomo inspetorial, padre Elson Barretto, o qual está coordenando todas as operações de auxílio.

 

Tal centro não só está preparando e já realizando diretamente, com o suporte da Marinha do Sri Lanka, atividades de socorro urgentes, mas está também se preparando para a fase do retorno dos desalojados, procurando colchões, mosquiteiros, itens de cozinha, alimentos, baterias, ‘kits’ de pronto-socorro, produtos de higiene, remédios…Todas aquelas coisas, afinal, que milhares de famílias viram as águas arrebatarem para sempre...

 

Os Salesianos além disso estão trabalhando para que docentes e alunos dos próprios institutos (seções eletrotécnica, encanamento, soldagem, engenharia civil) se organizem em equipes de trabalho, para ajudar concretamente a reparar os danos causados pelas inundações.

 

Por último, a Inspetoria Salesiana lança um vigoroso apelo a todos os benfeitores, patrocinadores e amigos da Obra de Dom Bosco que ajudem essa população tão calamitosamente provada. De tudo se promete uma gestão profissional e detalhadamente registrada de todos os auxílios que forem recebidos.

 

Fonte: Info ANS

Lido 1065 vezes Modificado em Quarta, 07 Junho 2017 03:25

Deixe um comentário