Terça, 10 Abril 2018 15:56

Começa o II Seminário para promover os casos de beatificação e canonização da Família Salesiana

Escrito por  ANS
Classifique este artigo
(0 votos)

Começa hoje, terça-feira, 10 de abril, a segunda edição do Seminário de promoção das causas de Beatificação e Canonização da Família Salesiana, em programa até sábado próximo, 14 de abril, na Casa Geral dos Irmãos das Escolas Cristãs, em Roma.

 

A primeira edição foi celebrada em abril de 2016 e a atual visa a avaliação científica e teológica dos milagres. Entre os oradores estão o cardeal Angelo Amato, SDB, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos; o padre Boguslaw Turek e dom Carmelo Pellegrino da Congregação para as Causas dos Santos; a irmã François-Marie Léthel, OCD, docente de espiritualidade no Teresianum, a doutora Lodovica Maria Zanet, colaboradora da Postulação Geral.

 

O padre Francesco Cereda, Vigário do Reitor-mor, abrirá os trabalhos, enquanto o Reitor-mor, P. Ángel Fernández Artime, oferecerá uma reflexão sobre da Estreia de 2018.

 

O encontro conta com a presença de 90 participantes, entre consagrados, leigos e sacerdotes diocesanos, representando 13 grupos da Família Salesiana; prova que a santidade é um elemento de comunhão e força na família carismática fundada por Dom Bosco.

 

"Nossa meta com este Seminário - afirma o padre Pier Luigi Cameroni, Postulador Geral para as Causas dos Santos da Família Salesiana - é incentivar, por meio de experiências, momentos de partilha e trabalho em grupo, os conteúdos e os processos que contribuam na validação dos supostos milagres. "As Causas dos Santos, de fato, são consideradas “causas principais", tanto pela a nobreza do assunto como por seu impacto na vida do povo de Deus", disse o Papa Bento XVI. Valorizar o patrimônio de santidade iniciado por Dom Bosco até nossos dias é demonstrar a verdade da sentença pronunciada pelo padre Rua depois da morte do santo fundador: 'Que nosso lema, de agora em diante seja: a santidade dos filhos seja a prova da santidade do pai'".

Lido 393 vezes

Deixe um comentário