Quarta, 25 Julho 2018 18:48

Irmãs da CIB e CICSAL se reúnem no Brasil para Avaliação Trienal Destaque

Escrito por  Com informações: Portal FMA e RSB-Pastoral
Classifique este artigo
(0 votos)
A Madre geral, irmã Yvonne Reungoat, na abertura da Avaliação Trienal A Madre geral, irmã Yvonne Reungoat, na abertura da Avaliação Trienal Foto: Divulgação

A Superiora das Filhas de Maria Auxiliadora, madre Yvonne Reungoat, esteve no Brasil para conduzir a Avaliação Trienal das Conferências Interinspetoriais do Brasil (CIB) e do Cone Sul (CICSAL).

 

 

Realizou-se em Cachoeira do Campo, MG, nos dias 23 a 27 de julho, a Avaliação Trienal das Conferências Interinspetoriais do Brasil (CIB) e do Cone Sul da América Latina (CICSAL). Participaram as representantes das comunidades das nove inspetorias das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) no Brasil, das seis inspetorias do Cone Sul da América Latina, a Madre-geral do Instituto, Yvonne Reungoat, e cinco conselheiras gerais: Ir. Alaíde Deretti, Ir. Maria Helena Moreira, Ir. Sílvia Boullosa, Ir. Paola Battagliola e Ir. Marija Pece.

 

A Avaliação Trienal teve finalidade dupla: avaliar o caminho percorrido pelas irmãs desde o Capítulo Geral 23, realizado há três anos, e oferecer indicações para o tema do próximo CG 24.

 

O primeiro dia, 23 de julho, começou com a oração de invocação ao Espírito Santo, ao Deus Trindade que reuniu irmãs de tantos países e inspetorias diferentes. Na celebração foram acendidas velas, sinal de luz, e foi entregue a cada participante um ‘chinelo’, sinal do caminho a empreender junto com os jovens abertos e disponíveis à novidade do Espírito.

 

Depois da oração, a saudação da presidente da CICSAL, irmã Laura Guisado que, lembrando o tema “Alargai o olhar para serdes com os jovens missionárias de esperança e de alegria”, disse: “Expresso com alegria as boas-vindas, na certeza de que juntas viveremos dias de encontro e de fraternidade, de entusiasmo e de partilha. Hoje nos encontramos aqui para descobrir a beleza da diversidade, com a certeza da unidade no mesmo Espírito. O Senhor é bom e nos concede este tempo para parar, olhar, reorientar o nosso caminho e interrogar-nos sobre nossa fidelidade, para sonhar comunidades mais fraternas, evangélicas, proféticas e juvenis”.

 

Reflexão e vivência

Cada dia foi marcado pela palavra da madre Yvonne Reungoat. O primeiro tema que a Madre-geral desenvolveu foi “Na memória do Chamado”. A Madre disse: “Para deixar que Jesus nos forme e transforme precisamos deixar-nos encontrar por Ele, assimilar seus sentimentos, viver com Ele e n’Ele, entregar-nos a Ele, até viver no encontro e do encontro. Sentir a energia vital do olhar de Jesus, cultivar uma relação íntima com Ele, amá-lo com todo o coração e com toda a alma”.

 

Madre Yvonne frisou que, para todos aqueles que compartilham a missão salesiana, ela consiste essencialmente na evangelização das jovens gerações mediante a educação. “Quem encontrou Jesus não pode deixar de compartilhar essa alegria”, afirmou. Após um tempo de reflexão pessoal os participantes se encontraram nas tendas temáticas para a partilha e a ressonância da palavra ouvida. Nove tendas, cada uma com um nome evocativo do episódio bíblico dos Discípulos de Emaús (Lc 24, 15-33): caminho, Palavra, acolhimento, pão, bênção, partilha, encontro, escuta e envio.

 

Nos dias seguintes, a reflexão continuou sobre os temas propostos pela Madre-geral, alternando momentos de conhecimento, intercâmbio de experiências, aprofundamento e interiorização pessoal e em grupo.

Lido 396 vezes Modificado em Terça, 18 Setembro 2018 12:20
Logar para postar comentários

Busque por data

« Novembro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Comentários