Terça, 09 Outubro 2018 15:13

Uma presença evangélica no mundo: as Filhas da Realeza de Maria Imaculada

Escrito por  ANS
Classifique este artigo
(0 votos)

Viver no mundo para espalhar a Palavra de Deus e semear alegria: esta é a missão das Filhas da Realeza de Maria Imaculada, Instituto Secular Feminino de Direito Diocesano, fundado pelo salesiano Servo de Deus padre Carlo della Torre no dia 3 Dezembro de 1954 em Bangkok, Tailândia. O instituto é o 19º da Família Salesiana e acaba de celebrar alguns aniversários significativos da profissão de algumas mulheres consagradas e a entrada de uma jovem consagrada.

 

No último sábado, 6 de outubro, Assunta Juraluk Mayer, fez sua primeira profissão no Instituto das Filhas da Realeza de Maria Imaculada (DQM, de acordo com a sigla em Inglês). Com ela celebraram também Maria Sarintip Kitsawat, ex Responsável pela Comunicação Social Católica na Tailândia, e Sabena Sujittra Saengdaeng, professora de Fonética no "Holy Mary School, de Udon Thani, que comemorou 25 anos de fidelidade religiosa.

 

O serviço destas duas consagradas, qualificado em suas respectivas áreas, representa a expressão concreta do carisma do instituto, que conduz seus membros a viver os três conselhos evangélicos de pobreza, da castidade e de obediência no âmbito da sociedade, para ser fermento no mundo. Outras características próprias do instituto são o espírito de família, que tem sua origem no modelo da Sagrada Família de Nazaré e dos ensinamentos de Dom Bosco e a devoção a Maria e à Eucaristia.

 

Desde o início, a missão do instituto é renovar e propagar o Reino de Deus através da oração e do compromisso em sociedade, em particular por meio da catequese e da evangelização de famílias e jovens. Seguindo as instruções de seu fundador, as Filhas da Realeza de Maria acreditam que, por meio dos jovens, é possível enviar a mensagem evangélica de amor também aos pais, a outros jovens e adultos em geral. Por isso, além de oferecer seu testemunho de vida em Cristo, as consagradas comprometem-se também a educar os jovens para que se tornem bons cristãos e cidadãos honestos.

 

Atualmente, o instituto está presente em 6 dioceses, distribuídas por toda a Tailândia e tem cerca de 40 membros, entre professas perpétuas e temporárias.

Lido 200 vezes

Deixe um comentário