Segunda, 19 Junho 2017 16:08

Em 2016 desembarcaram na Itália 25.846 crianças/adolescentes desacompanhados: de seis migrantes um era menor sozinho. Diante disso, os Salesianos, com a Federação SCS (serviço civil salesiano) – Salesianos para o social, ativaram 12 obras para atender 207 menores desacompanhados. São seis obras para acolher refugiados, num total de 262 pessoas. Além disso, prestaram-se 14 serviços de cursos de língua italiana a 677 beneficiários e criaram-se quatro serviços para projetos de inserção no trabalho, para 96 pessoas.

Quarta, 14 Junho 2017 14:48

A catequese do Papa Francisco na audiência geral desta quarta-feira (14/06) foi inspirada na parábola do Filho Pródigo e na necessidade que todos nós temos de ser amados. “Ninguém pode viver sem amor e não devemos crer que o amor deva ser merecido, que se não formos belos, atraentes e fortes, ninguém pensará em nós”, afirmou Francisco diante das cerca de 20 mil pessoas presentes na Praça São Pedro, no Vaticano.

Quinta, 01 Junho 2017 15:07

A Comunidade Salesiana Dom Bosco, de Nápoles, na Itália, acolheu mais 14 menores estrangeiros desacompanhados, que desembarcaram na manhã de segunda, 29 de maio, no porto da cidade. Eles se juntam a outros 15 já presentes na Comunidade de Acolhida A Ponte, inaugurada em 23 de janeiro.

Quarta, 01 Março 2017 16:38

Ubaldino Andrade Hernández é um salesiano missionário que trabalha em Serra Leoa, na África. Durante a exposição fotográfica “Ebola, mais além do ebola”, realizada na Itália, ele esteve na Casa Geral dos Salesianos em Roma. Seu testemunho é uma demonstração de confiança total em Deus. Durante o surto de ebola no país africano, muitos estrangeiros foram embora com um “medo real da morte”. “Nós decidimos ficar como pais para muitas crianças sem lar”. Vendo as fotos da exposição, as recordações vêm à memória, seus olhos ficam nublados relembrando os momentos vividos. “Ficarmos foi a melhor opção”, afirma. Leia a seguir a entrevista concedida à Agência Salesiana de Notícias (ANS).

Quarta, 22 Fevereiro 2017 16:49

Os Salesianos são filhos de um migrante: Dom Bosco provinha das áreas rurais de Castelnuovo d’Asti e se transferiu para Turim. Os seus primeiros destinatários foram jovens migrantes; e os primeiros missionários na Argentina e no Brasil deviam ocupar-se dos migrantes italianos. Hoje os Salesianos trabalham com e para os migrantes, especialmente crianças e jovens, em todos os Continentes. Eis por que os Salesianos estão presentes no Fórum Internacional Migrações e Paz, em curso nos dias 21 e 22 de fevereiro, no Vaticano.

Segunda, 13 Fevereiro 2017 16:39

O Peru chega ao segundo decênio do século 21 com 30 milhões de habitantes, dos quais, segundo os dados oficiais, 37% têm menos de 18 anos; 12% são crianças abaixo dos cinco anos. Considerando a situação de tantas crianças pobres e entregues a si, os Salesianos iniciaram em cada uma das suas obras uma casa de acolhida; e se reúnem todos os anos para refletir sobre o trabalho educativo feito nas diferentes casas salesianas.

 

A Obra Dom Bosco, de Ayacucho, que comemora 75 anos de existência, é o lugar em que se desenvolve o 10° Encontro de Jovens e Equipes de Assistência para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade (social e moral). Participam 93 pessoas: 36 professores (entre religiosos e leigos) e 57 adolescentes, procedentes de todas as casas salesianas do Peru.

Quarta, 11 Janeiro 2017 14:30

Os eventos eclesiais que vivemos depois de dois Sínodos e da Exortação Apostólica 'Amoris laetitia’ do Papa Francisco exigem centrar o nosso olhar educativo-pastoral sobre a família. Por isso, este é o tema da Estreia 2017.

Quarta, 16 Novembro 2016 14:16

A situação dos haitianos no México é complicada. Por um lado a Administração Obama tinha anunciado que teria retomado, em cheio, a repatriação dos haitianos sem documentos; por outro lado estão as calamidades naturais que atingiram o país mais pobre do continente; e chega agora a mensagem do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, que diz que “poderiam ser expulsos até três milhões de pessoas sem documentos”. Para prestar um serviço melhor aos migrantes haitianos, os Salesianos ergueram e equiparam um centro de acolhida no “Oratório São João Bosco”, de Tijuana, centro que poderá atender até 200 pessoas.