Foi realizado em Manaus, AM, entre os dias 26 e 29 de novembro, o I Festival Juvenil Salesiano, no auditório do Pró-Menor Dom Bosco. Com o tema “Juventude Salesiana na construção da cultura da paz”, o evento procurou promover o protagonismo dos jovens. Participaram do festival, professores, alunos e educadores de outras gerências da obra salesiana.

 

As apresentações iniciais  foram realizadas pelas turmas dos cursos de auxiliar administrativo, dia 26 de novembro, e prosseguiu durante toda a semana, encerrando, dia 29, com a apresentação da Orquestra Rei Davi e dos demais cursos: informática, mecânica veicular, mecânica de motos, eletricidade predial e eletrônica. Com característica própria de show de talentos cada turma se organizou para se apresentarem no festival, frisando principalmente a identidade da juventude salesiana.

 

Danças, musicais, poesias, corais, encenações, foram alguns dos trabalhos realizados e que debateram não só os elementos da paz, proposto no tema, mas também assuntos como a violência urbana, as drogas, o preconceito e a importância da Obra para a formação humana e profissional dos alunos. Na oportunidade, foram produzidos diversos vídeos dos trabalhos apresentados, finalizando assim, as ações pastorais do ano de 2012.

 

Inspetoria Salesiana do Amazonas

 

O cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano, nomeou como vigário geral “ad ínterim” para a Arquidiocese de São Paulo Dom Tarcísio Scaramussa, SDB, bispo auxiliar da arquidiocese e vigário da Região Episcopal Sé.

 

O bispo assume a partir da publicação do ato de Nomeação. De acordo com o ato de nomeação, Dom Tarcísio assume como vigário geral da Arquidiocese sem prejuízo a outras funções que realize, como por exemplo, o fato de ser o bispo referencial do Setor Juventude.

 

Em entrevista para o site da Arquidiocese de São Paulo, o bispo disse que sente grande proximidade, apoio e fraternidade da parte de Dom Odilo, o que o faz sentir sempre sereno e seguro no serviço à Arquidiocese de São Paulo.

 

Clique aqui para ler a entrevista na íntegra

 

Inspetoria Salesiana de São Paulo

A Arquidiocese de São Paulo, por meio do Setor Juventude, realiza neste domingo, 9 de dezembro, na zona Oeste da cidade, a corrida e caminhada de rua Bote Fé na Vida, evento que tem por objetivos divulgar e estimular a participação na Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro,  em 2013.

 

O Bote Fé na Vida está sendo promovido em diversas cidades brasileiras e, na Capital paulista, é fruto de uma parceria inédita com a Secretaria Municipal de Esportes, contando com a anuência do Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer e do bispo Referencial para o Setor Juventude, Dom Tarcísio Scaramussa, SDB.

 

O percurso escolhido foi a Avenida Escola Politécnica, região da Cidade Universitária. Os participantes do Bote Fé na Vida poderão optar entre a corrida de 5km ou a caminhada de 2,5km. A caminhada está aberta a pessoas de todas as idades, mas para a corrida, a idade mínima é de 16 anos. Uma infraestrutura com médicos e enfermeiros está sendo preparada para atender eventuais necessidades médicas. Todos os participantes ganharão medalhas, camisetas do evento, chips para marcação do tempo, barras de cereais e água.

 

A largada está prevista para às 8h desde o cruzamento da Avenida Escola Politécnica com a Avenida Miguel Frias de Vasconcelos, com oração e bênção de Dom Odilo Scherer. A partir das 7h os atletas poderão receber orientações e retirar os materiais para a corrida e a caminhada.

 

Há três  linhas de ônibus que circulam na Avenida Miguel Frias de Vasconcelos: 8319/10 (Parque Continental – Praça Ramos de Azevedo); 847J/10 (City Jaraguá – Jaguaré); 847C/10 (Parque Continental – Metrô Vila Mariana).

 

Se a experiência do Bote Fé na Vida for positiva, o evento poderá compor o Circuito Municipal de Corridas de Rua, com uma corrida pelo centro histórico de São Paulo, em março de 2013.

 

Inspetoria Salesiana de São Paulo

Alguns representantes da ONG (Organização Não Governamental) salesiana “Don Bosco International” (DBI) participaram de um debate sobre o trabalho social e humanitário das congregações religiosas, intitulado “Finding the Spirit of Merciful Samaritan”  - Reencontrar o espírito do Bom Samaritano . O evento, realizado em Bruxelas, na Bélgica, no dia 27 de novembro, foi organizado pelo vice-presidente do parlamento Europeu e responsável pelo diálogo com as Igrejas, doutor  Laszlo Surjan.

 

O debate contou com a participação de membros do “Jesuit Refugee Service”, dos Frades Franciscanos, da Comissão das Conferências Episcopais Europeias (COMECE), e das “Missionary Sisters of the Queen of the Apostles” (Irmãs Missionárias da Rainha dos Apóstolos). O secretário executivo, Mattia Tosato, e o padre André Penninckx, SDB, representaram a ONG salesiana no evento, apresentando as atividades que a Congregação salesiana, as ONGS e as ‘Networks’ juvenis a ela ligadas, realizam  na Europa e em todo o mundo, em favor da juventude.

 

Na tentativa de favorecer um diálogo construtivo com os fóruns internacionais, para uma atenção maior aos jovens e suas necessidades por parte do mundo político compreendido em sua totalidade, o ‘Don Bosco International’ propõe-se como instrumento de auxílio para a difusão e a transmissão das boas práticas, experiências, reflexões da Congregação Salesiana e do mundo associativo ligados a ela.

 

O DBI pretende, por isso, ser um instrumento de educação, promoção e defesa dos valores que os Salesianos, em sintonia com a Igreja, há mais de 150 anos se empenham por viver em mais de 130 nações. Com um diálogo recíproco, ocupa-se também em informar os agentes e os Salesianos sobre as decisões tomadas em âmbito europeu e internacional sobre a juventude, além de comunicar a tais instituições as preocupações e as soluções que ,por meio da experiência dos voluntários, Salesianos e agentes, souberam captar e realizar.

 

A ONG DBI deseja ser uma plataforma de diálogo entre a Congregação e as organizações internacionais presentes na Europa – entre as quais a mesma União Europeia.  O trabalho da ONG salesiana é complementar ao trabalho cotidiano dos Salesianos e dos agentes do mundo associativo, segundo os princípios da fraternidade e da subsidiariedade.

 

Em muitas de suas falas, o reitor-mor dos Salesianos, padre Pascual Chávez, insiste na necessidade de colocar a juventude no centro de cada ação política. Grande é a preocupação de muitos agentes do mundo salesiano pelos efeitos da crise sobre os jovens e pelo grave problema do desemprego juvenil.

 

InfoANS

Nesta quinta-feira, 6 de dezembro, às 19h, no auditório do Edifício João Paulo II, no Rio de Janeiro, RJ, o arcebispo do Rio, dom Orani João Tempesta, preside o lançamento da edição portuguesa do último livro da trilogia "Jesus de Nazaré", escrita pelo papa Bento XVI sobre a vida de Cristo. Esta é a primeira atividade da Cátedra Ratzinger, da PUC-Rio. No lançamento, os livros estão sendo vendidos pela Editora Planeta, que tem os direitos para o Brasil.

 

O livro “A Infância de Jesus” — publicação lançada primeiramente no dia 20 de novembro, no Vaticano — está sendo traduzido em 20 idiomas, incluindo português para o Brasil, e publicado em 72 países, saindo simultaneamente em 50 desses, com uma tiragem inicial de um milhão de cópias.

 

De acordo com informações da assessoria de imprensa desta arquidiocese, no lançamento aqui no Brasil, o bispo auxiliar do Rio de Janeiro, dom Paulo Cezar, será o coordenador da mesa de expositores, composta pelo padre Mário França de Miranda (coordenador da Cátedra Ratzinger, PUC-Rio), pelo padre Leonardo Agostini (professor da PUC-Rio), por Luiz Paulo Horta (presidente do Centro Dom Vital) e por Maria Clara Bingemer (teóloga e professora da PUC-Rio).

 

"Ressalto, em primeiro lugar, o estilo do livro, que une rigor intelectual, profundidade e erudição com uma espiritualidade, afetividade espiritual muito grandes. Isto é fundamental. O livro é mais para ser rezado, meditado, do que estudado... Embora possa ser estudado também, pois o Papa fornece uma vasta bibliografia, cita fontes, e tudo. Creio que este tom de espiritualidade é fundamental para servir como preparação para o Natal também", comentou a teóloga e professora da PUC-Rio, Maria Clara Bingemer, por ocasião do lançamento no Vaticano.

 

Leia mais em CNBB

 

Novo livro do Papa sublinha verdade histórica do Natal
 

Pagina 581 de 613