Foi lançado no dia 03 de dezembro, na casa inspetorial de Bangalore, Índia, o projeto CREAM (‘Child Right Education and Action Movement’ - Movimento de Ação para a Educação aos Direitos da Criança e do Adolescente). O objetivo do projeto é atender às crianças mais necessitadas do estado Sudoeste, de Karnataka, e também dos centros urbanos e das áreas rurais, construindo desse modo uma cultura de tutela aos direitos das crianças e dos adolescentes.

 

A cerimônia do lançamento do projeto foi aberta pela diretora do Esquema Integrado de Proteção às Crianças do governo do Karnataka, Sashikala Shetty. Na ocasião, ela sublinhou  que cada criança, desde o seu nascimento, tem direito à sobrevivência, à proteção e ao desenvolvimento.

 

Padre Thomas Anchukandam, inspetor de Bangalore, afirmou que os salesianos na Índia participam diretamente da tutela dos direitos das crianças, por meio do Fórum para os Jovens em estado de vulnerabilidade (YaR Forum) e recordou que o indivíduo é produto da sociedade e da cultura em que vive, e das condições sociais existentes durante o seu crescimento.

 

Ainda durante a cerimônia, padre Joy Nedumparambil, diretor executivo do BREADS (Secretaria para o Desenvolvimento da Inspetoria Salesiana de Bangalore), ilustrou os detalhes e os objetivos do novo projeto.

 

O Projeto CREAM, que nasce por iniciativa da Secretaria para o Desenvolvimento da Inspetoria, se estenderá por 10 distritos do Estado do Karnataka (Bangalore, Ramnagara, Misora, Bidar, Gulbarga, Yadgir, Chitradurga, Yadgir, Bellary, Raichur e Davangere). A finalidade  é encorajar e promover a participação das crianças e adolescentes aos processos de desenvolvimento, garantindo-lhes cuidado e proteção.

 

Nos próximos anos, o CREAM deseja expandir o atendimento para 75 000 crianças e adolescentes.

 

 

InfoANS

A Juventude Missionária do Brasil está reunida desde esta quinta-feira, dia 13 de dezembro, na sede nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília, por ocasião da 5ª Assembleia Nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé. A assembleia será realizada até o dia 16 de dezembro.

 

Também participam do encontro anual as demais atividades da Pontifícia Obra: Grupos missionários, Famílias Missionárias, Idosos e Enfermos Missionários, além de um jovem animador da Juventude Missionária da Angola, África.

 

Esta é a primeira Assembleia que reúne representantes da Juventude Missionária de todos os estados brasileiros e das outras atividades da Propagação da Fé. A programação conta com a abertura do secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Ulrich Steiner, responsável pelo momento de espiritualidade missionária com o tema “Ide e fazei discípulos entre todas as nações! (Mt 28, 19)”.

 

Leia mais em Jovens Conectados

Sexta, 14 Dezembro 2012 16:52

CNBB lança concurso para o Hino da CF 2014

Escrito por

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou nesta quinta-feira, 13 de dezembro, o concurso para o Hino da Campanha da Fraternidade de 2014. Por decisão dos bispos do Conselho Episcopal Pastoral (Consep), o concurso será realizado em um único edital, letra e música, simultaneamente, podendo haver parceria de letristas e músicos.

 

A Campanha da Fraternidade de 2014 terá como tema “Fraternidade e Tráfico Humano”, e o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou.” (Gl 5,1).

 

“O objetivo geral da Campanha da Fraternidade será identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humanas, mobilizando cristãos e pessoas de boa vontade para erradicar este mal com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus”, afirmou o assessor do Setor Música Litúrgica da CNBB, padre José Carlos Sala.

 

O assessor ressalta a importância da participação de poetas e músicos para a composição de um hino que traduza em linguagem poética os conteúdos do tema, lema e objetivos da Campanha da Fraternidade, com uma melodia bela e expressiva que possibilite a participação de todos no canto.

 

A composição deve ser enviada à CNBB até dia 29 de abril de 2013.

 

Entre no site da CNBB para acessar o edital do concurso

 

Sexta, 14 Dezembro 2012 16:41

Definidos tema e lema da Campanha Missionária 2013

Escrito por

 

A equipe responsável pela Campanha Missionária 2013 se reuniu nesta quinta-feira, 13 de dezembro, na sede nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM) em Brasília para definir a organização e produção dos subsídios do evento.

 

Os principais pontos já foram definidos, entre eles o tema “Juventude em Missão” e o lema “A quem eu te enviar, irás (Jr 1, 7b)”. Conforme acontece anualmente, a Campanha Missionária dá continuidade à temática trabalhada pela Campanha da Fraternidade (CF) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que em 2013 tem como tema “Fraternidade e Juventude”.

 

O secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, padre Marcelo Gualberto, explicou o sentido do tema proposto para a Campanha Missionária. “Juventude em Missão significa que o jovem caminha em missão e que ele quer continuar essa caminhada, se fortalecendo nessa perspectiva”, disse. Com relação ao lema escolhido, a sugestão foi acatada pela equipe reunida por que a passagem relata o temor do jovem Jeremias de encarar a Missão lhe confiada por Deus, mas o próprio Deus o encoraja a suportar os obstáculos que aparecem. Também por que o texto complementou o lema da CF-2013, “Eis-me aqui, envia-me (Is 6, 8)”.

 

Durante as discussões, o diretor nacional da POM, padre Camilo Pauletti, destacou os pontos positivos e negativos do material da Campanha Missionária de 2012, enviado a toda a Igreja no Brasil, com base nas avaliações que chegaram à sede nacional. “A novena vem sendo elogiada e bastante usada; o mesmo acontece com o DVD que tem sido bem utilizado por que conta com os testemunhos dos missionários presentes em diversas realidades. Percebemos que um material vem complementando o outro”, disse.

 

Para a produção do material da Campanha de 2013, a equipe sugeriu que o foco tenha um apelo nas questões que envolvem diretamente a juventude. “A juventude é envolvida por temas muito específicos como trabalho, educação e segurança. Esta última se divide em segurança pública e familiar”, sugeriu Thiesco Crisóstomo, secretário nacional da PJ. “Temos que ter em mente que a Campanha é voltada para a Igreja no Brasil, mesmo que tenha na juventude o seu foco, portanto, precisamos ter presentes alguns pontos: sensibilizar os cristãos para a solidariedade, a partilha e ao compromisso”, pontuou padre Jaime Patias, secretário nacional da Pontifícia União Missionária.

 

Os testemunhos continuarão a ser destaque no material da Campanha Missionária, como vem acontecendo nos últimos anos, de modo especial, no DVD. E em 2013, os testemunhos de jovens missionários deverão estar presentes com o objetivo de incentivar a missão além-fronteiras. “O protagonismo dos próprios jovens fará parte do material, como meio de incentivar as Missões”, sugeriu padre Camilo. Alguns temas que serão desenvolvidos no material: Juventude Missionária (atividade da Pontifícia Obra da Propagação da Fé); jovens missionários estrangeiros no Brasil; jovens brasileiros em missão ad gentes; os desafios da juventude hoje; Santas Missões Populares; jovem e a vocação missionária; Amazônia e Dia Nacional da Juventude (DNJ).

 

Nos folhetos dos quatro domingos do Mês Missionário (outubro) ficaram definidos os seguintes temas: 1º domingo, Infância e Adolescência Missionária; 2º, motivações para a coleta; 3º Amazônia e 4º Dia Nacional da Juventude. A produção do material já foi definida e uma nova reunião deverá realizar-se no dia 20 de fevereiro de 2013.

 

A equipe que organiza a Campanha Missionária 2013 é composta pela direção e secretários das Pontifícias Obras Missionárias (POM); pelos assessores da CNBB para Dimensão Missionária, irmã Dirce Gomes, e para a Missão Continental, padre Sidnei Dornelas; pelo secretário nacional da Pastoral da Juventude, representante da Comissão para a Juventude da CNBB, Francisco Crisóstomo (Thiesco) e Nelson Tyski, da Verbo Filmes.

 

ANEC

A presidente Confederal, Paola Staiano, a delegada mundial, irmã Maritza Ortiz e o Conselho Confederal se reuniram, em 7 de dezembro, dia da vigília de Maria Imaculada, com a madre-geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA),  Yvonne Reungoat, a irmã Maria Luisa Miranda e as conselheiras gerais das FMA. O encontro foi realizado na casa geral, em Roma, e também contou com a participação  das conselheiras confederais da Itália, Áustria, Brasil, Chile, México, República Democrática do Congo e Tailândia.

 

A presidente Confederal conpartilhou com a madre e as participantes o caminho feito pela Associação, agradecendo: “O vosso apoio atencioso, a confiança e o grande afeto demonstrado a nós, representaram uma verdadeira e própria carga de vida. Além disso, a nossa grande paixão pela Associação e pelo que ela representa para cada uma de nós, foram elementos fundamentais para encontrar a coragem de seguir em frente com maior determinação", disse a presidente. 

 

Madre Yvonne Reungoat também se dirigiu ao grupo agradecendo. “Obrigada pelo que vocês são e fazem, pelo empenho em ser “Filhas de Maria Auxiliadora operando no mundo”. A madre também lembrou ao grupo sobre a preparação para o bicentenário do nascimento de Dom Bosco. “A preparação para o Bicentenário do nascimento de Dom Bosco seja para nós um estímulo para contagiar o Sistema Preventivo em círculos concêntricos, sempre mais amplos ao nosso redor. A Estreia do reitor-mor, padre Pascual Chávez, para 2013 é um convite a atualizar a pedagogia de Dom Bosco”.

 

Durante o encontro, as conselheiras confederais compartilharam os desafios, os recursos e os problemas que encontram em suas zonas de animação. Em seguida, a irmã Maritza Ortiz apresentou o trabalho em curso, do arquivo histórico da Confederação, dividido por categorias: história, cartas, jornais, fotos. Para ela, esta é uma riqueza inédita da Associação: “cultura exalumnal de las Exalumnas/os”.

 

Padre Adriano Bregolin, vigário do reitor-mor, padre Pascual Chávez, presidiu a celebração Eucarística e durante a homilia, incentivou os participantes a confiar em Maria, justamente como fazia o padre Felipe Rinaldi, que colocava cada dia, debaixo de uma pequena estátua de Nossa Senhora, as necessidades espirituais e materiais da obra salesiana.

 

O encontro foi concluído com um jantar fraterno, em clima de alegria. As ex-alunas FMA entretiveram a madre Yvonne, o padre Adriano e as conselheiras gerais com uma breve e divertida representação teatral: “ As feiticeiras...bruxas verdadeiras mas sinceras!!!”. A noite foi encerrada com um canto de benção oferecido pela madre e pelas conselheiras gerais.

 

Filhas de Maria Auxiliadora

Pagina 647 de 682