A Pastoral da Juventude da Diocese de São Gabriel, em parceria com o Conselho Municipal de Juventude e o Centro Juvenil Salesiano, realizaram nos dias 26 e 27 de outubro, o I Seminário Diocesano da Campanha Contra a Violência e Extermínio de Jovens. A iniciativa faz parte do projeto da Pastoral em buscar caminhos de compreensão dos altos índices de violência contra os jovens no Rio Negro e da necessidade de construir um itinerário formativo com orientações ao enfrentamento desta questão.

 

O seminário foi realizado com base no método Ver, Julgar e Agir. Ver: Olha a realidade – Análise de conjuntura; Refletir: Como somos atingidos pela violência e quais suas formas mais gritantes; Agir: Ações que deveremos assumir para a promoção da vida.

 

As diretrizes de enfrentamento foram elaboradas a partir das discussões nos grupos de trabalho, divididos em cinco temáticas consideradas urgências irrenunciáveis: 1- Exploração sexual infanto-juvenil; 2- Álcool e outras drogas; 3- Violência escolar; 4- Suicídio; 5- Saúde/esporte/cultura – Este último eixo surgiu nas rodas de conversas preparatórias ao seminário como elemento estratégico de prevenção a violência e qualidade de vida dos jovens.

 

O diálogo foi assessorado pelo jovem Jhonata Vicente, coordenador estadual da campanha, colaborador engajado da Pastoral da Juventude (PJ) e colaborador de movimentos sociais em Manaus. Participaram do seminário jovens representantes da paróquia de Barcelos, Santa Isabel, Cucuí, Taracuá, Iauareté, Pari Cachoeira, Dom Bosco e Catedral, movimentos estudantis e grupos juvenis de diversas vertentes.

 

Também foi significativa a presença dos salesianos e salesianas, entre eles, os padres José Jacinto, Reginaldo Cordeiro, Justino Sarmento e as irmãs Lidyane Viana, Regina Gomes, Justina e Firmina.

 

Leia mais em Inspetoria Salesiana Missionária da Amazônia

Recife, PE, foi sede do 4º Encontro Nacional que reúne representantes de diversos movimentos leigos. Entre eles, estão as novas comunidades e as associações de leigos nascidas dos carismas das congregações e ordens religiosas. O evento foi realizado entre os dias 2 e 4 de novembro,

 

A Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato, em parceria com as comissões de Juventude, Ministérios Ordenados e Vida Consagrada, e o Setor Universidades da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) são os responsáveis pela ação. O Conselho Nacional do Laicato do Brasil também apoia a iniciativa.

 

Para o presidente do Conselho, Laudelino dos Santos, trata-se de uma oportunidade importante de troca de experiências e valorização da ação missionária dos leigos na Igreja. “A cada ano, temos percebido como este evento está crescendo, acolhendo novas formas de organização do laicato”.

 

Laudelino também revelou a expectativa dos organizadores do Encontro. “Criar uma maior unidade no trabalho, afinal, somos todos Igreja, como cristãos leigos, cristãos bispos, cristãos padres, cristãos consagrados”.

 

Este encontro está inserido nas atividades promovidas pela CNBB em torno da reflexão do cinquentenário da abertura do Concílio Vaticano II. Estão presentes mais de 100 expressões laicais, refletindo sobre temas como a atuação do laicato na sociedade e na política; a missão no contexto urbano; o Ano da fé e as novas comunidades; e a ação da juventude.

 

CNBB

Foi realizada em Iauaretê, AM, entre os dias 29 e 30 de outubro o retiro anual dos jovens aspirantes que estão no Centro de Formação Indígena (CFI). Este ano o pregador do retiro foi o padre João Sucarrats, que veio ao retiro para assessorar a assembleia paroquial realizada entre os dias 31 de outubro e 04 de novembro.

 

Durante o retiro o padre João refletiu com os aspirantes acerca da pessoa de Jesus em sua via pública e oculta, bem como recordou o exemplo de fé de alguns salesianos que passaram por estas terras tendo em vista “os Dom Boscos” de hoje.

 

Durante as reflexões, exercícios de escrita e experiência de deserto, os jovens retirandos foram convidados a rever sua própria história e caminhada vocacional sob uma perspectiva de futuro. Nas palavras de um dos aspirantes os dias de meditação podem ser resumidos assim: “Foram dias importantes para cada um de nós fortalecer a própria caminhada nos rumos de Dom Bosco que nos levam a Jesus”.

 

Inspetoria Missionária Salesiana da Amazônia

Segunda, 05 Novembro 2012 16:14

Evento celebra 25 anos do VIDES

Escrito por

Como parte das celebrações do 25 º aniversário do Voluntariado Internacional para a Mulher, Educação e Desenvolvimento (VIDES), foi realizada em Trevi, Itália, entre os dias 1º e 4 novembro, o X Congresso Internacional da Associação, intitulado "Recall - Alegra-te - Renovar "(Lembre-se - Alegrai-vos - Renovar). As conclusões da conferência surgiram a partir do diálogo entre o reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, e da Madre Geral das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), Madre Yvonne Reungoat.

 

Participaram do diálogo entre os dois superiores cerca de 200 pessoas de 34 países e quatro continentes. Irmã Leonor Salazar, Diretora Geral do VIDES, moderou o diálogo, enquanto Guido Barbera, presidente da instituição, fez o discurso de introdução, no qual  afirmou que os voluntários devem ser luz para os outros, uma referência à passagem de luz, gesto que trouxe a reunião. “Dom Bosco contribuiu para o desenvolvimento da Itália”, disse o reitor-mor. “Com um total compromisso com a educação e não um envolvimento político direto". Em mensagem final, reiterou que o voluntariado é a melhor parte do ministério da juventude e desafiou os voluntários a renovarem seu compromisso com a identidade cristã e maturação de seu projeto de vida.

 

Madre Reungoat confirmou sua grande fé na juventude de hoje, alegando a ser impulsionada pela busca de sentido e sua capacidade de fazer escolhas corajosas para servir aos outros. A conclusão do diálogo e da cerimônia de entrega da luz, foi presidida pelo padre Chávez, na Basílica de San Francesco.

 

A conferência, que começou em 1º de novembro para comemorar o 25 º aniversário do VIDES, foi uma oportunidade para compartilhar as melhores práticas, aprender sobre a identidade da associação de ONGs e incentivar os voluntários e voluntárias  para enfrentarem novos desafios.

 

InfoANS

Segunda, 05 Novembro 2012 13:36

Quinta edição da Corrida dos Santos é realizada em Roma

Escrito por

A quinta edição da Corrida dos Santos foi realizada em Roma, no último dia 1º de novembro. O evento apresentou muitas características salesianas: o esporte como meio de celebrar a vida, o clima de solidariedade e uma visão cristã da data 1° de novembro, Dia de Todos os Santos.

 

O primeiro evento do dia foi realizado na Basílica de São Pedro onde, no Altar da Cátedra, o padre Francesco Cereda, Conselheiro Geral para a Formação, celebrou a Eucaristia na Solenidade de Todos os Santos, na presença de centenas de fiéis, atletas e jovens, alguns provenientes de obras Salesianas. "Assim como os santos, nós também estaremos sempre com Deus e o veremos como ele é, face a face”, explicou em sua homilia o padre Cereda. “Todos estamos caminhando na mesma direção. É importante ter em mente o sentido de nossa jornada, se não queremos nos perder na estrada, ser inconclusivos ou lutar em vão”, concluiu Cereda.

 

Após a celebração Eucarística a atenção de todos se voltou para a Praça Pio XII, que fica entre a Praça São Pedro e a Via della Conciliazione. No local, do grande arco vermelho deram a largada, em momentos diferentes, as duas seções da Corrida dos Santos: a primeira, competitiva, com cerca de 3.100 atletas profissionais, e a amadora, com cerca de 1000 participantes entre crianças, jovens e famílias. O evento foi transmitido pelo Canal 5, a rede mais importante da televisão privada italiana.

 

Padre Gilson Marcos da Silva, salesiano da inspetoria de Porto Alegre, RS, e símbolo da campanha de solidariedade "LAR Dom Bosco", promovida pela Fundação Dom Bosco no Mundo, foi um dos convidados especiais do evento. "LAR Dom Bosco" é uma casa que acolhe meninos e meninas de rua em Porto Alegre, no Sul do Brasil, e a Corrida dos Santos, mais uma vez, lançou um apelo à solidariedade para garantir a continuidade e a qualidade dos cuidados oferecidos pelo LAR Dom Bosco, colaborando com o financiamento das despesas fixas, essenciais para a continuação dos serviços oferecidos.

 

A Corrida dos Santos nasceu em 2008 com a intenção de se tornar um evento esportivo combinado com a Solenidade de Todos os Santos e para enriquecer a celebração litúrgica com um tom mais popular, além de concretizar – na imagem de uma multidão que corre – a ideia de uma Igreja que caminha. Daí vieram as escolhas dos locais de partida e de chegada. Entre as realidades que colaboram em linha com a iniciativa cabe à Fundação Dom Bosco no Mundo apoiar e promover diversos projetos de solidariedade.

 

InfoANS

 

Pagina 670 de 692