A ex-aluna salesiana foi reconhecida graças à sua coleção inspirada em valores sustentáveis.   O Movimento HotSpot (MHS), prêmio realizado pelo Ministério da Cultura, a Riachuelo e a Vale, e que destaca os mais criativos do Brasil em 10 categorias, acaba de revelar os nomes que concorrerão na categoria Moda. Entre os selecionados, uma ex-aluna do Colégio Dom Bosco de Manaus, AM: Midori Nakamura, que, ao lado de outros 22 nomes, participará da etapa de festivais regionais da premiação. Para estar entre os finalistas, Midori concorreu com 391 candidatos e teve de ser aprovada pela exigente avaliação de Susana Barbosa e Paulo Martinez, os curadores do prêmio. "Fizemos a seleção separadamente, mas certamente nossas opiniões se cruzaram em muitos momentos, porque, afinal, nós dois temos o olhar afiado para detectar talentos e reconhecer um bom trabalho", destacou Susana.   O tema "Por um mundo sustentável" norteia a coleção da ex-aluna. As peças se inspiram na Mãe Natureza e usam materiais recicláveis. Selecionada, Midori irá, agora, competir na segunda eliminatória da premiação. A etapa consiste na realização de festivais de cultura em 10 capitais do País, onde os candidatos vão exibir seus trabalhos.   Trajetória A estilista Midori Nakamura estudou no Colégio Dom Bosco até o 8º ano, formando o ensino fundamental em 1995, e continua em sintonia com os projetos da escola. Em 2013, ela será uma das convidadas do Painel de Profissões, projeto que informa os alunos do ensino médio sobre a realidade do mercado.   RSE Informa
Alunos, professores e funcionários do Instituto Nossa Senhora da Glória - INSG/Castelo e Faculdade Salesiana de Macaé, no Rio de Janeiro, se uniram para fazer o Natal do próximo mais feliz. A campanha começou no início de dezembro e arrecadou aproximadamente 200 presentes e 200 cestas básicas para as famílias das crianças participantes de três projetos sociais: Pastoral da Criança da Paróquia São Paulo Apóstolo; Oratório Dom Bosco e PosCris (Podemos Ser Crianças Saudáveis), todos em Macaé. “Esse é o espírito do Natal: solidariedade, generosidade e amor ao próximo. Obrigado a todos que nos ajudaram nesse propósito”, agradeceu o coordenador da Pastoral Salesiana, Júnior Guzzo.   Liderados pelo professor de ensino religioso, Junior Guzzo, e a irmã Gerline Deolinda o grupo preparou uma festa para a garotada, que contou  com a presença do Papai Noel. No dia 13 de dezembro, os donativos foram entregues à Pastoral da Criança, na Paróquia São Paulo Apóstolo. No dia 11, foi a vez das crianças do PosCris - que atende jovens em situação de risco social no bairro Malvinas - que receberam a visita do bom velhinho. O professor de fotografia João Barreto também participou do momento, registrando a alegria das famílias com a chegada do Papai Noel e a distribuição de presentes e cestas básicas. No dia 8, as crianças do Oratório Dom Bosco foram presenteadas. Houve, ainda, lanche comunitário e atividades esportivas e recreativas.   ANEC
Todos os jovens artistas que desejam mostrar seu talento na Jornada Mundial da Juventude Rio2013 têm agora até o dia 25 de dezembro para se inscrever no Festival da Juventude. Clique aqui para se inscrever: http://www.rio2013.com/pt/festival-da-juventude.   As categorias de participação foram divididas em música, artes cênicas, exposição, encontros e atividades religiosas. O festival representa uma integração entre culturas por meio da arte e da fé. Sua criação se deu em Paris em 1997 e foi inserido dentro da programação da JMJ. Segundo cantores, atores e expositores que participaram do evento naquele ano, o caráter de união permanece até hoje.   Na última JMJ, realizada em Madri no ano de 2011, a jovem Lilian Yamamoto passou por uma forte experiência no Festival. Ela apresentou a peça “O Canto das Írias” juntamente com a equipe de atores da qual fazia parte. O espetáculo foi realizado em português, espanhol e árabe. Segundo Lilian, o que mais a impressionou foi ver a esperança e a fé presente em cada olhar daqueles que a assistiam.   Além de promover a união entre os povos, o Festival da Juventude é também uma oportunidade para evangelizar e agregar valores à carreira artística. As apresentações e exposições não precisam ser necessariamente ligadas à religião, mas devem atender a alguns critérios, como coerência com o Magistério da Igreja e ter qualidade técnica. Já as apresentações musicais só serão aceitas as católicas, podendo ser de qualquer ritmo.   Não é difícil participar. Por exemplo, se você tem um grupo de dança na sua Igreja, reúna as melhores coreografias já apresentadas, filme e publique o vídeo na web e inscreva-o no festival. Se você trabalha com telas de pintura, uma boa dica é montar uma exposição sobre a história da Igreja no Brasil, ou então elaborar uma oficina de pintura aberta ao público. Existem várias formas de mostrar seus dons no Festival da Juventude. É só usar a criatividade! Para se inscrever, basta entrar no site oficial da JMJ Rio2013.   Jovens Conectados   Abertas as inscrições para o Festival da Juventude
O professor Neilson de Araújo, do Colégio Salesiano Dom Bosco de Parnamirim, RN, foi campeão da 39ª Taça Brasil Correios de Futsal, 1ª divisão, categoria Adulto, com a equipe potiguar Alecrim Futebol Clube, no dia 9 de dezembro, após vencer a equipe do Goiás por 4 a 2, em Açu, RN. Além do título, o professor salesiano, que atuou como goleiro da equipe, foi escolhido como o melhor da sua posição e o menos vazado do torneio. Com o primeiro lugar, em 2013 a equipe do Alecrim passará da categoria Adulto para a Divisão Especial, da qual Neilson já foi vice-campeão em 2006, jogando pelo ABC Futebol Clube de Natal. O 1º lugar no Brasileiro coroou o ano de Neilson, que já havia conquistado, também em 2012, o Campeonato Potiguar de Futsal.   RSE Informa
Terça, 18 Dezembro 2012 12:19

Governo garante proteção a Dom Pedro Casaldáliga

Escrito por
Nesta segunda-feira, 17 de dezembro, durante solenidade no Palácio do Itamaraty, em Brasília, DF, a presidente Dilma Rousseff declarou que a defesa dos direitos humanos é um assunto importante não apenas para seu governo, mas uma preocupação pessoal, por ser parte de uma geração que teve a liberdade restrita pelo Estado.   “O assunto, além de ser importante nacionalmente, me comove porque a minha geração sentiu na carne o abuso de poder, a truculência do Estado, e sabe como é importante, fundamental, o respeito pelos direitos humanos e, mais do que isso, sabe que esse é o pilar fundamental de uma sociedade”, disse Dilma em discurso durante a entrega do 18º Prêmio Direitos Humanos.   Após entregar o prêmio a 17 personalidades e entidades homenageadas nesta edição, Dilma pediu que os premiados não se deixem abater e continuem lutando em defesa dos direitos humanos. “Sei que a luta é difícil, sei que impõe sacrifícios, sei que às vezes é incompreendida e sei que nem sempre é conhecida e reconhecida e muitas vezes não é apoiada. Sei que em muitos momentos, cada um de vocês se sente só, como se tivesse enfrentando moinhos de vento intransponíveis, mas este prêmio e esta homenagem servem para dizer duas coisas: primeiro, que vocês não estão sós e, segundo, que vocês conseguiram que, até aqui, vocês foram vitoriosos”, disse.   O prêmio é entregue pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República a pessoas e entidades que tenham se destacados na promoção dos direitos humanos em todo o país. Entre os premiados desta edição, estão os bispos Dom Pedro Casaldáliga e Dom Tomás Balduíno, reconhecidos com uma homenagem especial pela defesa de direitos dos índios.   Dom Tomás Balduíno, fundador do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e bispo emérito de Goiás, continua trabalhando em defesa de comunidades indígenas. Dom Pedro Casaldáliga é conhecido pelo trabalho em comunidades indígenas na região de São Félix do Araguaia, MT. Ele recebeu diversas ameaças de morte por atuar em defesa dos índios da região e teve que ser retirado de sua casa para local desconhecido depois que uma decisão judicial a favor dos índios xavantes tornou o clima mais tenso no município matogrossense.   Durante o discurso, a presidente disse que o governo está trabalhando para garantir a proteção do religioso. “Dom Pedro Casaldáliga e Dom Tomás Balduíno são dois homens que o Brasil aprendeu a admirar e dos quais eu me orgulho de ser contemporânea. Faço questão de informar que o Estado se manterá dedicado com todos os meios de forças policiais e civis disponíveis para garantir sua segurança e proteção”, declarou.   Os ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota, da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, e da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, também participaram da premiação.   ANEC   Leia também: Entidades divulgam nota de solidariedade a Dom Pedro Casaldáliga
“Uma casa salesiana sem música é como um corpo sem alma”, com estas palavras de Dom Bosco a professora de música, Bárbara Cristofolini, encerrou o III Recital de Natal do Grupo de Canto do Colégio São Paulo, de Ascurra, SC. Realizado no dia 12 de dezembro, em parceria com o Rotaract Club de Rodeio, o evento, além de propagar a música como um dos elementos principais da educação salesiana, contribuiu para arrecadar brinquedos e alimentos para serem distribuídos no Natal, para famílias carentes da cidade de Rodeio, SC.   O Grupo de Canto do Colégio São Paulo é formado por alunos de 1º ano do Ensino Fundamental  ao 3º ano do ensino médio, que neste ano participaram de todos os eventos promovidos pela escola. Além disso, os alunos cantores também participam de visitas a hospitais e as APAES da região do Médio Vale do Itajaí (Associação de Pais Amigos dos Excepcionais), acompanhados sempre a  equipe da Articulação da Juventude Salesiana (AJS).   O recital foi realizado no Centro Cultural “José Ivanir Scoz” e contou com a participação de pais, familiares e pessoas da comunidade.   Inspetoria Salesiana São Pio X
Inicia nesta segunda-feira, 17 de dezembro, a campanha de solidariedade promovida pela ‘Fondazione Don Bosco nel Mondo’ – Fundação Dom Bosco no Mundo - para dar suporte ao projeto “Crianças e Adolescentes Felizes” da obra social salesiana “Cidade Dom Bosco”, de Corumbá, MS. A InfoANS entrevistou o diretor da obra salesiana, padre Osvaldo Scotti, SDB, que foi a Roma para participar  do  “Concerto di Natale 2012”, evento ligado à Campanha.   Leia a entrevista publicada na ANS   Pode nos dizer o que é a obra social? É uma obra em que a prioridade  é o trabalho com as crianças e os adolescentes em situação ou estado de vulnerabilidade, para os inserir na vida cívica. Em Corumbá procuramos desviar crianças e adolescentes dessa situação de perigo (prostituição, tráfico de droga…), que ali, nos limites com a Bolívia, são frequentes. Com o estudo, a formação profissional e a educação cristã evitamos que acabem nas malhas do vício e tencionamos dar-lhes uma cidadania plena, como a de todos os demais.   Quando e como nasceu a obra de Corumbá? A obra foi fundada em 1961 pelo salesiano esloveno, padre Ernesto Saksida. O primeiro núcleo foi a escola profissional, nascida em um bairro paupérrimo e violento que hoje já se transformou no  “Bairro Dom Bosco”. Estima-se que nestes 51 anos de trabalho cerca de 25 a 30 mil jovens já receberam formação, educação, válida orientação para a vida – sem contar os que receberam apoio digamos “momentâneo”. Muitos dos nossos alunos permanecem ali por 10 anos ou até mais: fazem todos os cursos, recebem um auxílio ao sair para a universidade e depois também assistência familiar: acabam criando um laço muito intenso. Há dentre os ex-alunos os que se tornaram professores universitários.   Especificamente, em que consiste o seu trabalho? Pela Cidade Dom Bosco passam todos os dias quase 3000 crianças e adolescentes: a escola de primeiro grau (1ª a 8ª séries) conta com 2000 alunos, com aulas pela manhã, à tarde e à noite; a escola profissional atende mais de 500 rapazes; vem a seguir a assistência social; e o Projeto “Crianças e Adolescentes Felizes”, com cerca de 300 deles.   Quem são os destinatários desse Projeto? São crianças e jovens que  após as aulas voltariam para casa, mas não encontrariam ninguém, porque não têm família ou apenas encontrariam algum membro da família no período da noite e com isso acabariam ficando o tempo todo na rua. São os que perambulariam pelas ruas e acabariam sendo explorados e não tendo muito o que comer, acabariam por cair nas armadilhas da droga e da prostituição. Por isso, nós os conservamos ali também após as aulas: eles comem na obra, passam a tarde conosco e voltam para casa somente à noite, quando, quem sabe, um dos pais ou alguém responsável pode cuidar deles. São os mais necessitados, porque também os outros alunos são pobres – visto que a região se caracteriza por intensa emigração, e em Corumbá só ficam os que têm menores possibilidades,  mas pelo menos têm a mãe ou uma família que os acompanha.   E como se consegue fazer tudo isso? É uma obra que se mantém com as adoções a distância. Temos atualmente 1000 patrocinadores: 750 na Itália, 250 na Eslovênia, 50 na Espanha. E mantemos alguns convênios com as autoridades locais. O Estado, por exemplo, se ocupa da manutenção da escola. Mas, ultimamente, a crise econômica tanto internacional quanto nacional, e com a valorização extraordinária da moeda brasileira  - o Real - causaram  diminuição de doações. Assim, ou achamos alternativas ou seremos obrigados a reduzir os serviços.   Quais são os votos que o senhor deseja enviar aos seus pequenos? Que todos possam realizar os seus sonhos! Também a ‘Fundação Dom Bosco no Mundo’, que lançou a campanha de solidariedade natalina de apoio ao Projeto “Crianças e Adolescentes Felizes”, de Corumbá , MS,  deseja ansiosamente poder contribuir na realização de tantos sonhos.   InfoANS
Os alunos do 8º e 9º anos do ensino fundamental e 1º ano do ensino médio do colégio Liceu Campinas, em São Paulo, estão participando do Desafio National Geografic, parte inicial do projeto “Viagem do Conhecimento”, organizado pela Editora Abril e pela Revista National Geografic Brasil. Dos 57 participantes que fizeram a prova em novembro, 24 foram credenciados a disputar a fase regional, em março de 2013.   Com o objetivo central de estimular o interesse dos alunos pela Geografia por meio da prática de pesquisa, estudos e testes de conhecimento, o Desafio National Geographic é o primeiro passo do projeto para difundir entre os jovens estudantes a cultura de viagem e o desejo de conhecer melhor o seu país e o mundo.   Clique aqui para conferir a lista dos alunos aprovados para a 2ª fase:
A Juventude Missionária do Brasil está reunida desde esta quinta-feira, dia 13 de dezembro, na sede nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília, por ocasião da 5ª Assembleia Nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé. A assembleia será realizada até o dia 16 de dezembro.   Também participam do encontro anual as demais atividades da Pontifícia Obra: Grupos missionários, Famílias Missionárias, Idosos e Enfermos Missionários, além de um jovem animador da Juventude Missionária da Angola, África.   Esta é a primeira Assembleia que reúne representantes da Juventude Missionária de todos os estados brasileiros e das outras atividades da Propagação da Fé. A programação conta com a abertura do secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Ulrich Steiner, responsável pelo momento de espiritualidade missionária com o tema “Ide e fazei discípulos entre todas as nações! (Mt 28, 19)”.   Leia mais em Jovens Conectados
Sexta, 14 Dezembro 2012 14:52

CNBB lança concurso para o Hino da CF 2014

Escrito por
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou nesta quinta-feira, 13 de dezembro, o concurso para o Hino da Campanha da Fraternidade de 2014. Por decisão dos bispos do Conselho Episcopal Pastoral (Consep), o concurso será realizado em um único edital, letra e música, simultaneamente, podendo haver parceria de letristas e músicos.   A Campanha da Fraternidade de 2014 terá como tema “Fraternidade e Tráfico Humano”, e o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou.” (Gl 5,1).   “O objetivo geral da Campanha da Fraternidade será identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humanas, mobilizando cristãos e pessoas de boa vontade para erradicar este mal com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus”, afirmou o assessor do Setor Música Litúrgica da CNBB, padre José Carlos Sala.   O assessor ressalta a importância da participação de poetas e músicos para a composição de um hino que traduza em linguagem poética os conteúdos do tema, lema e objetivos da Campanha da Fraternidade, com uma melodia bela e expressiva que possibilite a participação de todos no canto.   A composição deve ser enviada à CNBB até dia 29 de abril de 2013.   Entre no site da CNBB para acessar o edital do concurso  
Página 384 de 401
  A ex-aluna salesiana foi reconhecida graças à sua coleção inspirada em valores sustentáveis.   O Movimento HotSpot (MHS), prêmio realizado pelo Ministério da Cultura, a Riachuelo e a Vale, e que destaca os mais criativos do Brasil em 10 categorias, acaba de revelar os nomes que concorrerão na categoria Moda. Entre os selecionados, uma ex-aluna do Colégio Dom Bosco de Manaus, AM: Midori Nakamura, que, ao lado de outros 22 nomes, participará da etapa de festivais regionais da premiação. Para estar entre os finalistas, Midori concorreu com 391 candidatos e teve de ser aprovada pela exigente avaliação de Susana Barbosa e Paulo Martinez, os curadores do prêmio. "Fizemos a seleção separadamente, mas certamente nossas opiniões se cruzaram em muitos momentos, porque, afinal, nós dois temos o olhar afiado para detectar talentos e reconhecer um bom trabalho", destacou Susana.   O tema "Por um mundo sustentável" norteia a coleção da ex-aluna. As peças se inspiram na Mãe Natureza e usam materiais recicláveis. Selecionada, Midori irá, agora, competir na segunda eliminatória da premiação. A etapa consiste na realização de festivais de cultura em 10 capitais do País, onde os candidatos vão exibir seus trabalhos.   Trajetória A estilista Midori Nakamura estudou no Colégio Dom Bosco até o 8º ano, formando o ensino fundamental em 1995, e continua em sintonia com os projetos da escola. Em 2013, ela será uma das convidadas do Painel de Profissões, projeto que informa os alunos do ensino médio sobre a realidade do mercado.   RSE Informa
Alunos, professores e funcionários do Instituto Nossa Senhora da Glória - INSG/Castelo e Faculdade Salesiana de Macaé, no Rio de Janeiro, se uniram para fazer o Natal do próximo mais feliz. A campanha começou no início de dezembro e arrecadou aproximadamente 200 presentes e 200 cestas básicas para as famílias das crianças participantes de três projetos sociais: Pastoral da Criança da Paróquia São Paulo Apóstolo; Oratório Dom Bosco e PosCris (Podemos Ser Crianças Saudáveis), todos em Macaé. “Esse é o espírito do Natal: solidariedade, generosidade e amor ao próximo. Obrigado a todos que nos ajudaram nesse propósito”, agradeceu o coordenador da Pastoral Salesiana, Júnior Guzzo.   Liderados pelo professor de ensino religioso, Junior Guzzo, e a irmã Gerline Deolinda o grupo preparou uma festa para a garotada, que contou  com a presença do Papai Noel. No dia 13 de dezembro, os donativos foram entregues à Pastoral da Criança, na Paróquia São Paulo Apóstolo. No dia 11, foi a vez das crianças do PosCris - que atende jovens em situação de risco social no bairro Malvinas - que receberam a visita do bom velhinho. O professor de fotografia João Barreto também participou do momento, registrando a alegria das famílias com a chegada do Papai Noel e a distribuição de presentes e cestas básicas. No dia 8, as crianças do Oratório Dom Bosco foram presenteadas. Houve, ainda, lanche comunitário e atividades esportivas e recreativas.   ANEC
Todos os jovens artistas que desejam mostrar seu talento na Jornada Mundial da Juventude Rio2013 têm agora até o dia 25 de dezembro para se inscrever no Festival da Juventude. Clique aqui para se inscrever: http://www.rio2013.com/pt/festival-da-juventude.   As categorias de participação foram divididas em música, artes cênicas, exposição, encontros e atividades religiosas. O festival representa uma integração entre culturas por meio da arte e da fé. Sua criação se deu em Paris em 1997 e foi inserido dentro da programação da JMJ. Segundo cantores, atores e expositores que participaram do evento naquele ano, o caráter de união permanece até hoje.   Na última JMJ, realizada em Madri no ano de 2011, a jovem Lilian Yamamoto passou por uma forte experiência no Festival. Ela apresentou a peça “O Canto das Írias” juntamente com a equipe de atores da qual fazia parte. O espetáculo foi realizado em português, espanhol e árabe. Segundo Lilian, o que mais a impressionou foi ver a esperança e a fé presente em cada olhar daqueles que a assistiam.   Além de promover a união entre os povos, o Festival da Juventude é também uma oportunidade para evangelizar e agregar valores à carreira artística. As apresentações e exposições não precisam ser necessariamente ligadas à religião, mas devem atender a alguns critérios, como coerência com o Magistério da Igreja e ter qualidade técnica. Já as apresentações musicais só serão aceitas as católicas, podendo ser de qualquer ritmo.   Não é difícil participar. Por exemplo, se você tem um grupo de dança na sua Igreja, reúna as melhores coreografias já apresentadas, filme e publique o vídeo na web e inscreva-o no festival. Se você trabalha com telas de pintura, uma boa dica é montar uma exposição sobre a história da Igreja no Brasil, ou então elaborar uma oficina de pintura aberta ao público. Existem várias formas de mostrar seus dons no Festival da Juventude. É só usar a criatividade! Para se inscrever, basta entrar no site oficial da JMJ Rio2013.   Jovens Conectados   Abertas as inscrições para o Festival da Juventude
O professor Neilson de Araújo, do Colégio Salesiano Dom Bosco de Parnamirim, RN, foi campeão da 39ª Taça Brasil Correios de Futsal, 1ª divisão, categoria Adulto, com a equipe potiguar Alecrim Futebol Clube, no dia 9 de dezembro, após vencer a equipe do Goiás por 4 a 2, em Açu, RN. Além do título, o professor salesiano, que atuou como goleiro da equipe, foi escolhido como o melhor da sua posição e o menos vazado do torneio. Com o primeiro lugar, em 2013 a equipe do Alecrim passará da categoria Adulto para a Divisão Especial, da qual Neilson já foi vice-campeão em 2006, jogando pelo ABC Futebol Clube de Natal. O 1º lugar no Brasileiro coroou o ano de Neilson, que já havia conquistado, também em 2012, o Campeonato Potiguar de Futsal.   RSE Informa
Terça, 18 Dezembro 2012 12:19

Governo garante proteção a Dom Pedro Casaldáliga

Escrito por
Nesta segunda-feira, 17 de dezembro, durante solenidade no Palácio do Itamaraty, em Brasília, DF, a presidente Dilma Rousseff declarou que a defesa dos direitos humanos é um assunto importante não apenas para seu governo, mas uma preocupação pessoal, por ser parte de uma geração que teve a liberdade restrita pelo Estado.   “O assunto, além de ser importante nacionalmente, me comove porque a minha geração sentiu na carne o abuso de poder, a truculência do Estado, e sabe como é importante, fundamental, o respeito pelos direitos humanos e, mais do que isso, sabe que esse é o pilar fundamental de uma sociedade”, disse Dilma em discurso durante a entrega do 18º Prêmio Direitos Humanos.   Após entregar o prêmio a 17 personalidades e entidades homenageadas nesta edição, Dilma pediu que os premiados não se deixem abater e continuem lutando em defesa dos direitos humanos. “Sei que a luta é difícil, sei que impõe sacrifícios, sei que às vezes é incompreendida e sei que nem sempre é conhecida e reconhecida e muitas vezes não é apoiada. Sei que em muitos momentos, cada um de vocês se sente só, como se tivesse enfrentando moinhos de vento intransponíveis, mas este prêmio e esta homenagem servem para dizer duas coisas: primeiro, que vocês não estão sós e, segundo, que vocês conseguiram que, até aqui, vocês foram vitoriosos”, disse.   O prêmio é entregue pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República a pessoas e entidades que tenham se destacados na promoção dos direitos humanos em todo o país. Entre os premiados desta edição, estão os bispos Dom Pedro Casaldáliga e Dom Tomás Balduíno, reconhecidos com uma homenagem especial pela defesa de direitos dos índios.   Dom Tomás Balduíno, fundador do Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e bispo emérito de Goiás, continua trabalhando em defesa de comunidades indígenas. Dom Pedro Casaldáliga é conhecido pelo trabalho em comunidades indígenas na região de São Félix do Araguaia, MT. Ele recebeu diversas ameaças de morte por atuar em defesa dos índios da região e teve que ser retirado de sua casa para local desconhecido depois que uma decisão judicial a favor dos índios xavantes tornou o clima mais tenso no município matogrossense.   Durante o discurso, a presidente disse que o governo está trabalhando para garantir a proteção do religioso. “Dom Pedro Casaldáliga e Dom Tomás Balduíno são dois homens que o Brasil aprendeu a admirar e dos quais eu me orgulho de ser contemporânea. Faço questão de informar que o Estado se manterá dedicado com todos os meios de forças policiais e civis disponíveis para garantir sua segurança e proteção”, declarou.   Os ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota, da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, e da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, também participaram da premiação.   ANEC   Leia também: Entidades divulgam nota de solidariedade a Dom Pedro Casaldáliga
“Uma casa salesiana sem música é como um corpo sem alma”, com estas palavras de Dom Bosco a professora de música, Bárbara Cristofolini, encerrou o III Recital de Natal do Grupo de Canto do Colégio São Paulo, de Ascurra, SC. Realizado no dia 12 de dezembro, em parceria com o Rotaract Club de Rodeio, o evento, além de propagar a música como um dos elementos principais da educação salesiana, contribuiu para arrecadar brinquedos e alimentos para serem distribuídos no Natal, para famílias carentes da cidade de Rodeio, SC.   O Grupo de Canto do Colégio São Paulo é formado por alunos de 1º ano do Ensino Fundamental  ao 3º ano do ensino médio, que neste ano participaram de todos os eventos promovidos pela escola. Além disso, os alunos cantores também participam de visitas a hospitais e as APAES da região do Médio Vale do Itajaí (Associação de Pais Amigos dos Excepcionais), acompanhados sempre a  equipe da Articulação da Juventude Salesiana (AJS).   O recital foi realizado no Centro Cultural “José Ivanir Scoz” e contou com a participação de pais, familiares e pessoas da comunidade.   Inspetoria Salesiana São Pio X
Inicia nesta segunda-feira, 17 de dezembro, a campanha de solidariedade promovida pela ‘Fondazione Don Bosco nel Mondo’ – Fundação Dom Bosco no Mundo - para dar suporte ao projeto “Crianças e Adolescentes Felizes” da obra social salesiana “Cidade Dom Bosco”, de Corumbá, MS. A InfoANS entrevistou o diretor da obra salesiana, padre Osvaldo Scotti, SDB, que foi a Roma para participar  do  “Concerto di Natale 2012”, evento ligado à Campanha.   Leia a entrevista publicada na ANS   Pode nos dizer o que é a obra social? É uma obra em que a prioridade  é o trabalho com as crianças e os adolescentes em situação ou estado de vulnerabilidade, para os inserir na vida cívica. Em Corumbá procuramos desviar crianças e adolescentes dessa situação de perigo (prostituição, tráfico de droga…), que ali, nos limites com a Bolívia, são frequentes. Com o estudo, a formação profissional e a educação cristã evitamos que acabem nas malhas do vício e tencionamos dar-lhes uma cidadania plena, como a de todos os demais.   Quando e como nasceu a obra de Corumbá? A obra foi fundada em 1961 pelo salesiano esloveno, padre Ernesto Saksida. O primeiro núcleo foi a escola profissional, nascida em um bairro paupérrimo e violento que hoje já se transformou no  “Bairro Dom Bosco”. Estima-se que nestes 51 anos de trabalho cerca de 25 a 30 mil jovens já receberam formação, educação, válida orientação para a vida – sem contar os que receberam apoio digamos “momentâneo”. Muitos dos nossos alunos permanecem ali por 10 anos ou até mais: fazem todos os cursos, recebem um auxílio ao sair para a universidade e depois também assistência familiar: acabam criando um laço muito intenso. Há dentre os ex-alunos os que se tornaram professores universitários.   Especificamente, em que consiste o seu trabalho? Pela Cidade Dom Bosco passam todos os dias quase 3000 crianças e adolescentes: a escola de primeiro grau (1ª a 8ª séries) conta com 2000 alunos, com aulas pela manhã, à tarde e à noite; a escola profissional atende mais de 500 rapazes; vem a seguir a assistência social; e o Projeto “Crianças e Adolescentes Felizes”, com cerca de 300 deles.   Quem são os destinatários desse Projeto? São crianças e jovens que  após as aulas voltariam para casa, mas não encontrariam ninguém, porque não têm família ou apenas encontrariam algum membro da família no período da noite e com isso acabariam ficando o tempo todo na rua. São os que perambulariam pelas ruas e acabariam sendo explorados e não tendo muito o que comer, acabariam por cair nas armadilhas da droga e da prostituição. Por isso, nós os conservamos ali também após as aulas: eles comem na obra, passam a tarde conosco e voltam para casa somente à noite, quando, quem sabe, um dos pais ou alguém responsável pode cuidar deles. São os mais necessitados, porque também os outros alunos são pobres – visto que a região se caracteriza por intensa emigração, e em Corumbá só ficam os que têm menores possibilidades,  mas pelo menos têm a mãe ou uma família que os acompanha.   E como se consegue fazer tudo isso? É uma obra que se mantém com as adoções a distância. Temos atualmente 1000 patrocinadores: 750 na Itália, 250 na Eslovênia, 50 na Espanha. E mantemos alguns convênios com as autoridades locais. O Estado, por exemplo, se ocupa da manutenção da escola. Mas, ultimamente, a crise econômica tanto internacional quanto nacional, e com a valorização extraordinária da moeda brasileira  - o Real - causaram  diminuição de doações. Assim, ou achamos alternativas ou seremos obrigados a reduzir os serviços.   Quais são os votos que o senhor deseja enviar aos seus pequenos? Que todos possam realizar os seus sonhos! Também a ‘Fundação Dom Bosco no Mundo’, que lançou a campanha de solidariedade natalina de apoio ao Projeto “Crianças e Adolescentes Felizes”, de Corumbá , MS,  deseja ansiosamente poder contribuir na realização de tantos sonhos.   InfoANS
Os alunos do 8º e 9º anos do ensino fundamental e 1º ano do ensino médio do colégio Liceu Campinas, em São Paulo, estão participando do Desafio National Geografic, parte inicial do projeto “Viagem do Conhecimento”, organizado pela Editora Abril e pela Revista National Geografic Brasil. Dos 57 participantes que fizeram a prova em novembro, 24 foram credenciados a disputar a fase regional, em março de 2013.   Com o objetivo central de estimular o interesse dos alunos pela Geografia por meio da prática de pesquisa, estudos e testes de conhecimento, o Desafio National Geographic é o primeiro passo do projeto para difundir entre os jovens estudantes a cultura de viagem e o desejo de conhecer melhor o seu país e o mundo.   Clique aqui para conferir a lista dos alunos aprovados para a 2ª fase:
A Juventude Missionária do Brasil está reunida desde esta quinta-feira, dia 13 de dezembro, na sede nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília, por ocasião da 5ª Assembleia Nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé. A assembleia será realizada até o dia 16 de dezembro.   Também participam do encontro anual as demais atividades da Pontifícia Obra: Grupos missionários, Famílias Missionárias, Idosos e Enfermos Missionários, além de um jovem animador da Juventude Missionária da Angola, África.   Esta é a primeira Assembleia que reúne representantes da Juventude Missionária de todos os estados brasileiros e das outras atividades da Propagação da Fé. A programação conta com a abertura do secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Ulrich Steiner, responsável pelo momento de espiritualidade missionária com o tema “Ide e fazei discípulos entre todas as nações! (Mt 28, 19)”.   Leia mais em Jovens Conectados
Sexta, 14 Dezembro 2012 14:52

CNBB lança concurso para o Hino da CF 2014

Escrito por
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou nesta quinta-feira, 13 de dezembro, o concurso para o Hino da Campanha da Fraternidade de 2014. Por decisão dos bispos do Conselho Episcopal Pastoral (Consep), o concurso será realizado em um único edital, letra e música, simultaneamente, podendo haver parceria de letristas e músicos.   A Campanha da Fraternidade de 2014 terá como tema “Fraternidade e Tráfico Humano”, e o lema “É para a liberdade que Cristo nos libertou.” (Gl 5,1).   “O objetivo geral da Campanha da Fraternidade será identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humanas, mobilizando cristãos e pessoas de boa vontade para erradicar este mal com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus”, afirmou o assessor do Setor Música Litúrgica da CNBB, padre José Carlos Sala.   O assessor ressalta a importância da participação de poetas e músicos para a composição de um hino que traduza em linguagem poética os conteúdos do tema, lema e objetivos da Campanha da Fraternidade, com uma melodia bela e expressiva que possibilite a participação de todos no canto.   A composição deve ser enviada à CNBB até dia 29 de abril de 2013.   Entre no site da CNBB para acessar o edital do concurso  
Página 384 de 401