Um grupo formado por 30 jovens, com idade entre 16 e 29 anos, todos pertencentes à comunidade da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, da cidade de Rondonópolis, MT, participou no dia 24 de março, Domingo de Ramos, de uma atividade formativa da Articulação da Juventude Salesiana (AJS).   A atividade, ministrada pelo coordenador de Pastoral da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT), Gilmar Vieira, teve como tema “Como formar um grupo e jovens e facilitar o crescimento por etapas”. A ação foi acompanhada pelo padre Tiago Figueiró, delegado Inspetorial da Pastoral Juvenil da MSMT, pelo pós-noviço André Mattner (da comunidade salesiana da Obra Social Paulo VI, em Campo Grande), além dos ex-alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo, Matheus Ribeiro e Pedro Lucas.   Missão Salesiana de Mato Grosso
Será realizada no dia 7 de abril, a 2º edição da corrida e caminhada de rua “Bote Fé na Vida”. O projeto é de âmbito nacional para divulgação da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 e será realizado, em São Paulo, no Dia Mundial da Saúde, das 6h30 às 10h.   A concentração será na Praça da Sé, entre 6h30 e 7h30, quando os participantes receberão orientações, chips e outros materiais. Momentos antes da “largada”, que será às 8h, haverá uma bênção e oração conduzidas pelo cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo.   O percurso será no Centro de São Paulo, no Circuito Municipal de Corridas de Rua, caminho que passa pelos locais históricos e religiosos da cidade, como Praça da Sé, Páteo do Colégio, Mosteiro de São Bento, entre outros.   Todos os participantes, independente da modalidade (corrida ou caminhada) e da colocação que tiverem, ganharão medalhas, camisetas (com o logo do Setor juventude da Arquidiocese de São Paulo e da Jornada Mundial da Juventude), chips, barras de cereais e água, fornecidos gratuitamente pela Prefeitura Municipal de São Paulo.   O evento será realizado mesmo com chuva e terá um  total de cinco mil participantes.   Leia a notícia na íntegra no portal dos Jovens Conectados
A Secretaria de Protocolo da Congregação das Causas dos Santos transmitiu, no dia 22 de março, ao padre Pierluigi Cameroni, postulador geral da Família Salesiana para as causas dos santos, cópia dos “Nada Obsta”, por parte da Santa Sé, datados de 31 de janeiro de 2013, para que sejam iniciados a fase diocesana dos processos de beatificação dos servos de Deus, padre Carlos Braga (1898-1971) e senhor Antonino Baglieri (1951-2007).   Carlos Braga, ficando órfão de mãe, foi confiado às Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), de Tirano,  na Itália, e depois aos salesianos de Sôndrio. Durante a Primeira Guerra Mundial prestou o serviço militar. Depois de encerrado esse capítulo, pediu para ser enviado às Missões no Extremo Oriente. Chegando a Shiu Chow, no Sul da China, conheceu o padre Versiglia, cuja santidade já era conhecida. Em 1930 foi nomeado inspetor salesiano da China: imprimiu notável impulso ao desenvolvimento da obra missionária. Fundou em Pequim a primeira escola salesiana: realizava-se o sonho missionário de Dom Bosco. A obra salesiana, em decidida expansão, viu seus sonhos interrompidos pelo comunismo. Padre Braga dirigiu então sua atenção às Filipinas, onde iniciou a presença salesiana. Em 1955 foi eleito inspetor: profundo otimismo, bondade humana e alegria foram os traços salientes do padre Braga; onde quer que fosse promovia um maravilhoso espírito de família. No dia 9 de fevereiro de 2011 foi apresentado o “supplex libellus” para a abertura da sua causa de beatificação na diocese de Pampanga (Filipinas).   Nino Baglieri nasceu em Modica (Ragusa), comuna italiana da região da Sicília, em 1951. Depois de frequentar as escolas elementares e exercer o ofício de pedreiro, aos 16 anos no dia 6 de maio de 1968 caiu de um andaime de 17 metros. Internado com urgência, Nino se dá conta de que ficará totalmente paralisado: inicia assim a sua caminhada de sofrimento, passando de um hospital a outro, mas sem qualquer melhora. Voltando em 1970 à sua terra natal, iniciam para Nino 10 longos anos de escuridão, solidão, sofrimento e desesperança. No dia 24 de março de 1978, sexta-feira Santa, às 16 horas, um grupo de pessoas do movimento Renovação no Espírito reza por ele: Nino sente-se transformado. Desde aquele momento aceita a Cruz e diz o seu “sim” a Deus. Começa a ler o Evangelho e a Bíblia: descobre as maravilhas da fé. Ajudando crianças a fazer tarefas de escola, aprende a escrever com a boca. Reconta assim as suas memórias, escreve cartas a pessoas de todas as categorias em várias partes do mundo, personaliza imagens-lembranças que presenteia a quantos o vão visitar. De 6 de maio de 1982  diante, Nino festeja o Aniversário da Cruz e no mesmo ano entra para a Família Salesian como cooperador. No dia 31 de agosto de 2004 faz a Profissão Perpétua no grupo dos Voluntários com Dom Bosco (CDB). No dia 2 de março de 2007, às 8 horas, Nino Baglieri entrega  sua alma a Deus. Depois da morte, foi revestido com o uniforme e as sapatilhas de ginástica, a fim de que, como dissera, “na minha última viagem para Deus, eu possa correr-lhe ao encontro”. No dia 3 de março de 2012 foi apresentado o “supplex libellus” para o início da sua causa de beatificação na Diocese de Noto, em Siracusa (Sicília).   InfoANS      
Os alunos Igor Fisco e Sabrina Suzan, do 2º ano do ensino médio do Instituto Santa Teresa de Lorena, em São Paulo, foram classificados para a 2ª fase do Desafio National Geographic, considerada a maior Olímpiada de Geografia do país. No dia 2 de março, os alunos, acompanhados pelo professor Hélio Bassanelli, viajaram a Guarulhos, na Grande São Paulo, para fazer a prova composta por 25 questões de múltipla escolha e uma redação. Temas como Geografia, Atualidades e Conhecimentos Gerais fizeram parte do teste. Classificou-se para a segunda fase quem obteve mais de 70% de aproveitamento na primeira fase.   Para Sabrina Suzan, sua classificação nas Olímpiadas não era esperada: “Eu não esperava passar pela primeira fase, foi uma surpresa. Valeu a experiência”. Igor Fisco, ficou satisfeito com seu desempenho: “Foi muito bom ter participado, pelo fato de poder ‘testar’ meus conhecimentos. E também foi uma boa experiência por ser uma prova em outra cidade, com outro nível, como um teste para o vestibular”.   Os estudantes do IST tiveram a oportunidade de participar de uma prova de amplitude nacional, em que mais de 21.000 alunos de todo o país concorreram para chegar à segunda fase. O teste permitiu uma avaliação sobre as relações sociedade-natureza sob uma perspectiva crítica, ética, solidária e sustentável.   Em sua quinta edição, o evento integra o projeto Viagem do Conhecimento, idealizado pela revista National Geographic Brasil e realizado pela Editora Abril.   Instituto Santa Teresa   Leia Também: Alunos do Santa Teresa participam da Olimpíada Internacional Canguru de Matemática
As “boas práticas” adotadas pelas escolas salesianas de Norte a Sul do país deram a tônica do XI Encontro Nacional da Rede Salesiana de Escolas (ENARSE). Realizado nos dias 20 a 22 de março, o encontro reuniu em Brasília, DF, cerca de 200 diretores, assessores, gestores e diretores da RSE com o objetivo de valorizar a práxis inovadora das escolas nos diversos projetos da Rede. Nessa perspectiva, as palestras referentes à formação, administração, comunicação e avaliação, entre outros temas, foram pautadas na apresentação de cases de sucesso que auxiliaram os participantes do encontro a compreender e utilizar melhor os recursos e serviços oferecidos pela RSE.   Confira como foi cada dia do XI ENARSE:   Palestrantes internacionais são destaque no primeiro dia do ENARSE Experiências bem-sucedidas valorizam os projetos da RSE Material didático digital é tema do último dia do XI ENARSE   RSE Informa
A missão salesiana de Galabadja, na capital da República Centro-Africana, em Bangui, enviou nesta segunda-feira, 25 de março, informações sobre a situação na cidade, após o golpe de estado dos rebeldes de Seléka.    “Ontem foi um dia difícil em Bangui. Estávamos em plena celebração do Domingo de Ramos quando os rebeldes tomaram o palácio presidencial. Ouviam-se os tiros de metralhadoras e de armas pesadas”, contou o padre Agustín Cuevas, missionário espanhol, diretor da Obra de Galabadja, à Procuradoria Missionária Salesiana, de Madri.   “Durante a noite continuaram os disparos. Hoje pela manhã está tudo muito mais tranquilo, embora ainda se ouçam disparos – prossegue o padre Cuevas. Aqui em Galabadja estamos bem, mas sabemos que a Missão Dom Bosco, em Damala, foi atacada. Não podemos deixar a missão e nem sequer saber como estão os nossos irmãos e jovens, em Damala”, diz alarmado o padre Agustín.   Depois da fuga do presidente Bozizé e o golpe de estado pelos rebeldes de Seléka, reina em Bangui o caos e também saques. A Cruz Vermelha alerta que há um grande número de feridos e que os hospitais estão lotados. A situação está se tornando cada vez mais difícil, “há escassez de alimento, e os preços dos produtos no mercado estão muito altos” – explica o missionário: uma tendência, aliás, iniciada já há meses.   Na obra de Galabadja, os missionários salesianos cuidam das pessoas mais vulneráveis: dirigem um abrigo que acolhe mais de uma centena de crianças e uma escola elementar frequentada por outras 500. Na obra funciona também um dispensário médico, no qual passam mais de 140 pessoas por semana. Em Damala, os salesianos dirigem um Centro Profissional, no qual se formam centenas de jovens que aspiram a um futuro melhor.   InfoANS
Monday, 25 March 2013 14:09

Papa Francisco no Domingo de Ramos

Written by
Neste domingo, 24 de março, o Papa Francisco presidiu na Praça de São Pedro a Eucaristia do Domingo de Ramos. Participaram da celebração muitos jovens em razão da celebração diocesana do 28º Dia Mundial da Juventude, que será realizado em plenitude na Jornada Mundial da Juventude, em  julho, no Rio de Janeiro. Alegria, Cruz e Jovens, estes foram os três núcleos da homilia papal. Leia abaixo a síntese.   “E aqui temos a primeira palavra que vos queria dizer: alegria! Nunca sejais homens e mulheres tristes: um cristão não o pode ser jamais! Nunca vos deixeis invadir pelo desânimo! A nossa alegria não nasce do fato de possuirmos muitas coisas, mas de termos encontrado uma Pessoa: Jesus, que está no meio de nós; nasce do fato de sabermos que, com Ele, nunca estamos sozinhos, mesmo nos momentos difíceis, mesmo quando o caminho da vida se confronta com problemas e obstáculos que parecem insuperáveis; e há tantos!”. (….).   “E aqui temos a segunda palavra: Cruz. Jesus entra em Jerusalém para morrer na Cruz. E é precisamente aqui que refulge o seu ser Rei segundo Deus: o seu trono real é o madeiro da Cruz! Vem-me à mente aquilo que Bento XVI dizia aos Cardeais: Vós sois príncipes, mas de um Rei crucificado. Tal é o trono de Jesus. Jesus toma-o sobre Si… Por que a Cruz? Porque Jesus toma sobre Si o mal, a sujeira, o pecado do mundo, incluindo o nosso pecado, o pecado de todos nós, e lava-o; lava-o com o seu sangue, com a misericórdia, com o amor de Deus”. (….).   “E aqui aparece a terceira palavra: jovens! Queridos jovens, vi-vos quando entráveis em procissão; imagino-vos fazendo festa ao redor de Jesus, agitando os ramos de oliveira; imagino-vos gritando o seu nome e expressando a vossa alegria por estardes com Ele! Vós tendes uma parte importante na festa da fé! Vós trazeis-nos a alegria da fé e dizeis-nos que devemos viver a fé com um coração jovem, sempre: um coração jovem, mesmo aos 70, 80 anos! Coração jovem! Com Cristo, o coração nunca envelhece”. (....).   “Queridos amigos, na esteira do Beato João Paulo II e de Bento XVI, também eu, desde hoje, me ponho a caminho convosco. Já estamos perto da próxima etapa desta grande peregrinação da Cruz. Olho com alegria para o próximo mês de julho, no Rio de Janeiro. Vinde! Encontramo-nos naquela grande cidade do Brasil! Preparai-vos bem, sobretudo espiritualmente, nas vossas comunidades, para que o referido Encontro seja um sinal de fé para o mundo inteiro. Os jovens devem dizer ao mundo: é bom seguir Jesus; é bom andar com Jesus; é boa a mensagem de Jesus; é bom sair de nós mesmos para levar Jesus às periferias do mundo e da existência. Três palavras: alegria, cruz, jovens”.   O texto integral da homilia está disponível no site do Vaticano.   InfoANS
Com o tema “Santidade” e o lema “Ou Santos ou nada”, o Serviço de Animação Vocacional (SAV) e a Pastoral do Colégio Salesiano Dom Bosco de Porto Alegre, RS, realizaram, no dia 15 de março, o 27º VOCVIDA, encontro que busca congregar jovens que queiram refletir sobre as suas vidas e as suas escolhas. A atividade é gratuita e integra momentos de reflexão, diversão e recreação.   O  27º VOCVIDA teve início com  um momento de reflexão para que todos os participantes pensassem em suas escolhas de vida, suas relações, ações e vocações. Posteriormente, os jovens realizaram uma oração e a leitura da Bíblia e, em seguida, fizeram a encenação de quatro santos salesianos, nos dias de hoje. O encontro também contou uma série de dinâmicas de entrosamento e partilha, com o intuito que os jovens pensassem a santidade em relação a si mesmos e aos outros. No encerramento da atividade houve reflexões bíblicas referentes ao tema e danças, além da benção do padre Gilson Marcos da Silva.   Inspetoria Salesiana São Pio X
No encerramento do IV Fórum das Instituições de Ensino Superior Católicas, promovido no campus Coração Eucarístico pela Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (Anec), o reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, o diretor-presidente da  Anec, padre José Marinoni, e o presidente da Câmara de Ensino Superior da entidade, irmão Frederico Unterberger, ressaltaram a necessidade de empenho para o fortalecimento da identidade católica dessas IES. O encerramento teve a presença da vice-reitora da Universidade, professora Patrícia Bernardes, e de dirigentes de universidades e centros universitários católicos.   O reitor da PUC Minas, que também é presidente da Comissão Pastoral Episcopal para Educação e Cultura da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), lembrou que “uma boa IES católica tem de ser, em primeiro lugar, uma instituição de qualidade. Não nos é permitido levar adiante uma instituição que não ofereça qualidade de seu serviço, este que é sagrado para formar profissionais, de educar pessoas para a vida, para fazerem um mundo melhor”, disse Dom Mol.   A identidade da educação católica é recorrentemente mencionada em fóruns de entidades da área, como a própria CNBB, mencionou Dom Mol, tendo submetido à aprovação dos dirigentes presentes no Fórum, e por eles aprovada, a ideia de que as comissões que integram a CNBB sejam assessoradas por uma IES católica, no que ela tem de vocação, auxiliando na melhora dos serviços daquela entidade. Por exemplo, uma universidade que seja excelente em extensão e projetos comunitários assessoraria a Comissão de Assuntos Sociais da CNBB. A ideia será levada por Dom Mol à CNBB.   O presidente da Câmara de Ensino Superior da Anec disse que será implementada dentro da entidade a Pastoral Universitária, visando o fortalecimento da identidade católica, já que a Pastoral é tema transversal que abrange várias atividades das IES Católicas. “Há a necessidade de construirmos unidade para termos uma identidade própria de nossas universidades e centros universitários”, disse.   Também reitor da Universidade Católica Dom Bosco, padre José Marinoni, ao citar o Documento de Aparecida, que é o texto conclusivo da V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e do Caribe, publicado em 2007, lembrou a necessidade de resgatar e potencializar a identidade católica dessas IES, fazendo com que ela seja percebida tanto internamente como externamente a essas instituições. Ainda de acordo com citação desse Documento, tudo o que é realizado em uma instituição católica deve ter como objetivo a formação do ser humano e, como parâmetro, Jesus Cristo, disse. “Fortalecer a identidade católica é fundamental  para todos os projetos terem finalidade última da promoção da dignidade da pessoa, com Jesus. Então, assim, daremos razões aos jovens para acreditar na vida”. O padre José Marinoni ressaltou, ainda, a necessidade de os educadores viverem concretamente ao lado dos jovens, estar com eles, possibilitando a eles, a vivência do Evangelho.   ANEC
Cerca de 500 jovens participaram  da 5ª edição da Madrugada Jovem realizada neste sábado, 23 de março, nas dependências do Colégio e Faculdade Dom Bosco, em Manaus, AM. O evento teve início oficialmente no sábado, às 23h, e foi encerrado no domingo, 24 de março, às 06h. Participaram do evento alunos, ex-alunos e simpatizantes das casas salesianas, provenientes de cinco presenças salesianas: Pró-Menor Dom Bosco no Alvorada, Dom Bosco Leste, Paróquia São José Centro e São José Aleixo, além do Colégio e Faculdade Dom Bosco.   Durante o evento a juventude, de diferentes partes de Manaus, pôde curtir uma noite inteira de oração, música e gincanas. Um dos pontos marcantes da Madrugada Jovem foi a celebração Eucarística de Ramos e Paixão do Senhor, presidida pelo salesiano Antonio de Assis, padre Bira, que trabalhou a carta do Papa Bento.O evento foi encerrado às 6h, do dia 24 de março, com a oração conclusiva e os agradecimentos à equipe organizadora.   A Madrugada Jovem teve início no ano de  2009 no Colégio Dom Bosco com o intuito de celebrar o Dia Mundial da Juventude, comemorado anualmente no dia que celebra-se o Domingo de Ramos. Motivados pela mensagem enviada pelo Papa Bento, por ocasião do XXVII Dia Mundial da Juventude, os jovens participam do evento demonstrando fôlego, entusiasmo e alegria.   Inspetoria Salesiana do Amazonas   Relacionada: Colégio Dom Bosco recebe 5ª Madrugada Jovem – Manaus
Page 678 of 734
Um grupo formado por 30 jovens, com idade entre 16 e 29 anos, todos pertencentes à comunidade da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus, da cidade de Rondonópolis, MT, participou no dia 24 de março, Domingo de Ramos, de uma atividade formativa da Articulação da Juventude Salesiana (AJS).   A atividade, ministrada pelo coordenador de Pastoral da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT), Gilmar Vieira, teve como tema “Como formar um grupo e jovens e facilitar o crescimento por etapas”. A ação foi acompanhada pelo padre Tiago Figueiró, delegado Inspetorial da Pastoral Juvenil da MSMT, pelo pós-noviço André Mattner (da comunidade salesiana da Obra Social Paulo VI, em Campo Grande), além dos ex-alunos do Colégio Salesiano São Gonçalo, Matheus Ribeiro e Pedro Lucas.   Missão Salesiana de Mato Grosso
Será realizada no dia 7 de abril, a 2º edição da corrida e caminhada de rua “Bote Fé na Vida”. O projeto é de âmbito nacional para divulgação da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 e será realizado, em São Paulo, no Dia Mundial da Saúde, das 6h30 às 10h.   A concentração será na Praça da Sé, entre 6h30 e 7h30, quando os participantes receberão orientações, chips e outros materiais. Momentos antes da “largada”, que será às 8h, haverá uma bênção e oração conduzidas pelo cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo.   O percurso será no Centro de São Paulo, no Circuito Municipal de Corridas de Rua, caminho que passa pelos locais históricos e religiosos da cidade, como Praça da Sé, Páteo do Colégio, Mosteiro de São Bento, entre outros.   Todos os participantes, independente da modalidade (corrida ou caminhada) e da colocação que tiverem, ganharão medalhas, camisetas (com o logo do Setor juventude da Arquidiocese de São Paulo e da Jornada Mundial da Juventude), chips, barras de cereais e água, fornecidos gratuitamente pela Prefeitura Municipal de São Paulo.   O evento será realizado mesmo com chuva e terá um  total de cinco mil participantes.   Leia a notícia na íntegra no portal dos Jovens Conectados
A Secretaria de Protocolo da Congregação das Causas dos Santos transmitiu, no dia 22 de março, ao padre Pierluigi Cameroni, postulador geral da Família Salesiana para as causas dos santos, cópia dos “Nada Obsta”, por parte da Santa Sé, datados de 31 de janeiro de 2013, para que sejam iniciados a fase diocesana dos processos de beatificação dos servos de Deus, padre Carlos Braga (1898-1971) e senhor Antonino Baglieri (1951-2007).   Carlos Braga, ficando órfão de mãe, foi confiado às Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), de Tirano,  na Itália, e depois aos salesianos de Sôndrio. Durante a Primeira Guerra Mundial prestou o serviço militar. Depois de encerrado esse capítulo, pediu para ser enviado às Missões no Extremo Oriente. Chegando a Shiu Chow, no Sul da China, conheceu o padre Versiglia, cuja santidade já era conhecida. Em 1930 foi nomeado inspetor salesiano da China: imprimiu notável impulso ao desenvolvimento da obra missionária. Fundou em Pequim a primeira escola salesiana: realizava-se o sonho missionário de Dom Bosco. A obra salesiana, em decidida expansão, viu seus sonhos interrompidos pelo comunismo. Padre Braga dirigiu então sua atenção às Filipinas, onde iniciou a presença salesiana. Em 1955 foi eleito inspetor: profundo otimismo, bondade humana e alegria foram os traços salientes do padre Braga; onde quer que fosse promovia um maravilhoso espírito de família. No dia 9 de fevereiro de 2011 foi apresentado o “supplex libellus” para a abertura da sua causa de beatificação na diocese de Pampanga (Filipinas).   Nino Baglieri nasceu em Modica (Ragusa), comuna italiana da região da Sicília, em 1951. Depois de frequentar as escolas elementares e exercer o ofício de pedreiro, aos 16 anos no dia 6 de maio de 1968 caiu de um andaime de 17 metros. Internado com urgência, Nino se dá conta de que ficará totalmente paralisado: inicia assim a sua caminhada de sofrimento, passando de um hospital a outro, mas sem qualquer melhora. Voltando em 1970 à sua terra natal, iniciam para Nino 10 longos anos de escuridão, solidão, sofrimento e desesperança. No dia 24 de março de 1978, sexta-feira Santa, às 16 horas, um grupo de pessoas do movimento Renovação no Espírito reza por ele: Nino sente-se transformado. Desde aquele momento aceita a Cruz e diz o seu “sim” a Deus. Começa a ler o Evangelho e a Bíblia: descobre as maravilhas da fé. Ajudando crianças a fazer tarefas de escola, aprende a escrever com a boca. Reconta assim as suas memórias, escreve cartas a pessoas de todas as categorias em várias partes do mundo, personaliza imagens-lembranças que presenteia a quantos o vão visitar. De 6 de maio de 1982  diante, Nino festeja o Aniversário da Cruz e no mesmo ano entra para a Família Salesian como cooperador. No dia 31 de agosto de 2004 faz a Profissão Perpétua no grupo dos Voluntários com Dom Bosco (CDB). No dia 2 de março de 2007, às 8 horas, Nino Baglieri entrega  sua alma a Deus. Depois da morte, foi revestido com o uniforme e as sapatilhas de ginástica, a fim de que, como dissera, “na minha última viagem para Deus, eu possa correr-lhe ao encontro”. No dia 3 de março de 2012 foi apresentado o “supplex libellus” para o início da sua causa de beatificação na Diocese de Noto, em Siracusa (Sicília).   InfoANS      
Os alunos Igor Fisco e Sabrina Suzan, do 2º ano do ensino médio do Instituto Santa Teresa de Lorena, em São Paulo, foram classificados para a 2ª fase do Desafio National Geographic, considerada a maior Olímpiada de Geografia do país. No dia 2 de março, os alunos, acompanhados pelo professor Hélio Bassanelli, viajaram a Guarulhos, na Grande São Paulo, para fazer a prova composta por 25 questões de múltipla escolha e uma redação. Temas como Geografia, Atualidades e Conhecimentos Gerais fizeram parte do teste. Classificou-se para a segunda fase quem obteve mais de 70% de aproveitamento na primeira fase.   Para Sabrina Suzan, sua classificação nas Olímpiadas não era esperada: “Eu não esperava passar pela primeira fase, foi uma surpresa. Valeu a experiência”. Igor Fisco, ficou satisfeito com seu desempenho: “Foi muito bom ter participado, pelo fato de poder ‘testar’ meus conhecimentos. E também foi uma boa experiência por ser uma prova em outra cidade, com outro nível, como um teste para o vestibular”.   Os estudantes do IST tiveram a oportunidade de participar de uma prova de amplitude nacional, em que mais de 21.000 alunos de todo o país concorreram para chegar à segunda fase. O teste permitiu uma avaliação sobre as relações sociedade-natureza sob uma perspectiva crítica, ética, solidária e sustentável.   Em sua quinta edição, o evento integra o projeto Viagem do Conhecimento, idealizado pela revista National Geographic Brasil e realizado pela Editora Abril.   Instituto Santa Teresa   Leia Também: Alunos do Santa Teresa participam da Olimpíada Internacional Canguru de Matemática
As “boas práticas” adotadas pelas escolas salesianas de Norte a Sul do país deram a tônica do XI Encontro Nacional da Rede Salesiana de Escolas (ENARSE). Realizado nos dias 20 a 22 de março, o encontro reuniu em Brasília, DF, cerca de 200 diretores, assessores, gestores e diretores da RSE com o objetivo de valorizar a práxis inovadora das escolas nos diversos projetos da Rede. Nessa perspectiva, as palestras referentes à formação, administração, comunicação e avaliação, entre outros temas, foram pautadas na apresentação de cases de sucesso que auxiliaram os participantes do encontro a compreender e utilizar melhor os recursos e serviços oferecidos pela RSE.   Confira como foi cada dia do XI ENARSE:   Palestrantes internacionais são destaque no primeiro dia do ENARSE Experiências bem-sucedidas valorizam os projetos da RSE Material didático digital é tema do último dia do XI ENARSE   RSE Informa
A missão salesiana de Galabadja, na capital da República Centro-Africana, em Bangui, enviou nesta segunda-feira, 25 de março, informações sobre a situação na cidade, após o golpe de estado dos rebeldes de Seléka.    “Ontem foi um dia difícil em Bangui. Estávamos em plena celebração do Domingo de Ramos quando os rebeldes tomaram o palácio presidencial. Ouviam-se os tiros de metralhadoras e de armas pesadas”, contou o padre Agustín Cuevas, missionário espanhol, diretor da Obra de Galabadja, à Procuradoria Missionária Salesiana, de Madri.   “Durante a noite continuaram os disparos. Hoje pela manhã está tudo muito mais tranquilo, embora ainda se ouçam disparos – prossegue o padre Cuevas. Aqui em Galabadja estamos bem, mas sabemos que a Missão Dom Bosco, em Damala, foi atacada. Não podemos deixar a missão e nem sequer saber como estão os nossos irmãos e jovens, em Damala”, diz alarmado o padre Agustín.   Depois da fuga do presidente Bozizé e o golpe de estado pelos rebeldes de Seléka, reina em Bangui o caos e também saques. A Cruz Vermelha alerta que há um grande número de feridos e que os hospitais estão lotados. A situação está se tornando cada vez mais difícil, “há escassez de alimento, e os preços dos produtos no mercado estão muito altos” – explica o missionário: uma tendência, aliás, iniciada já há meses.   Na obra de Galabadja, os missionários salesianos cuidam das pessoas mais vulneráveis: dirigem um abrigo que acolhe mais de uma centena de crianças e uma escola elementar frequentada por outras 500. Na obra funciona também um dispensário médico, no qual passam mais de 140 pessoas por semana. Em Damala, os salesianos dirigem um Centro Profissional, no qual se formam centenas de jovens que aspiram a um futuro melhor.   InfoANS
Monday, 25 March 2013 14:09

Papa Francisco no Domingo de Ramos

Written by
Neste domingo, 24 de março, o Papa Francisco presidiu na Praça de São Pedro a Eucaristia do Domingo de Ramos. Participaram da celebração muitos jovens em razão da celebração diocesana do 28º Dia Mundial da Juventude, que será realizado em plenitude na Jornada Mundial da Juventude, em  julho, no Rio de Janeiro. Alegria, Cruz e Jovens, estes foram os três núcleos da homilia papal. Leia abaixo a síntese.   “E aqui temos a primeira palavra que vos queria dizer: alegria! Nunca sejais homens e mulheres tristes: um cristão não o pode ser jamais! Nunca vos deixeis invadir pelo desânimo! A nossa alegria não nasce do fato de possuirmos muitas coisas, mas de termos encontrado uma Pessoa: Jesus, que está no meio de nós; nasce do fato de sabermos que, com Ele, nunca estamos sozinhos, mesmo nos momentos difíceis, mesmo quando o caminho da vida se confronta com problemas e obstáculos que parecem insuperáveis; e há tantos!”. (….).   “E aqui temos a segunda palavra: Cruz. Jesus entra em Jerusalém para morrer na Cruz. E é precisamente aqui que refulge o seu ser Rei segundo Deus: o seu trono real é o madeiro da Cruz! Vem-me à mente aquilo que Bento XVI dizia aos Cardeais: Vós sois príncipes, mas de um Rei crucificado. Tal é o trono de Jesus. Jesus toma-o sobre Si… Por que a Cruz? Porque Jesus toma sobre Si o mal, a sujeira, o pecado do mundo, incluindo o nosso pecado, o pecado de todos nós, e lava-o; lava-o com o seu sangue, com a misericórdia, com o amor de Deus”. (….).   “E aqui aparece a terceira palavra: jovens! Queridos jovens, vi-vos quando entráveis em procissão; imagino-vos fazendo festa ao redor de Jesus, agitando os ramos de oliveira; imagino-vos gritando o seu nome e expressando a vossa alegria por estardes com Ele! Vós tendes uma parte importante na festa da fé! Vós trazeis-nos a alegria da fé e dizeis-nos que devemos viver a fé com um coração jovem, sempre: um coração jovem, mesmo aos 70, 80 anos! Coração jovem! Com Cristo, o coração nunca envelhece”. (....).   “Queridos amigos, na esteira do Beato João Paulo II e de Bento XVI, também eu, desde hoje, me ponho a caminho convosco. Já estamos perto da próxima etapa desta grande peregrinação da Cruz. Olho com alegria para o próximo mês de julho, no Rio de Janeiro. Vinde! Encontramo-nos naquela grande cidade do Brasil! Preparai-vos bem, sobretudo espiritualmente, nas vossas comunidades, para que o referido Encontro seja um sinal de fé para o mundo inteiro. Os jovens devem dizer ao mundo: é bom seguir Jesus; é bom andar com Jesus; é boa a mensagem de Jesus; é bom sair de nós mesmos para levar Jesus às periferias do mundo e da existência. Três palavras: alegria, cruz, jovens”.   O texto integral da homilia está disponível no site do Vaticano.   InfoANS
Com o tema “Santidade” e o lema “Ou Santos ou nada”, o Serviço de Animação Vocacional (SAV) e a Pastoral do Colégio Salesiano Dom Bosco de Porto Alegre, RS, realizaram, no dia 15 de março, o 27º VOCVIDA, encontro que busca congregar jovens que queiram refletir sobre as suas vidas e as suas escolhas. A atividade é gratuita e integra momentos de reflexão, diversão e recreação.   O  27º VOCVIDA teve início com  um momento de reflexão para que todos os participantes pensassem em suas escolhas de vida, suas relações, ações e vocações. Posteriormente, os jovens realizaram uma oração e a leitura da Bíblia e, em seguida, fizeram a encenação de quatro santos salesianos, nos dias de hoje. O encontro também contou uma série de dinâmicas de entrosamento e partilha, com o intuito que os jovens pensassem a santidade em relação a si mesmos e aos outros. No encerramento da atividade houve reflexões bíblicas referentes ao tema e danças, além da benção do padre Gilson Marcos da Silva.   Inspetoria Salesiana São Pio X
No encerramento do IV Fórum das Instituições de Ensino Superior Católicas, promovido no campus Coração Eucarístico pela Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (Anec), o reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, o diretor-presidente da  Anec, padre José Marinoni, e o presidente da Câmara de Ensino Superior da entidade, irmão Frederico Unterberger, ressaltaram a necessidade de empenho para o fortalecimento da identidade católica dessas IES. O encerramento teve a presença da vice-reitora da Universidade, professora Patrícia Bernardes, e de dirigentes de universidades e centros universitários católicos.   O reitor da PUC Minas, que também é presidente da Comissão Pastoral Episcopal para Educação e Cultura da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), lembrou que “uma boa IES católica tem de ser, em primeiro lugar, uma instituição de qualidade. Não nos é permitido levar adiante uma instituição que não ofereça qualidade de seu serviço, este que é sagrado para formar profissionais, de educar pessoas para a vida, para fazerem um mundo melhor”, disse Dom Mol.   A identidade da educação católica é recorrentemente mencionada em fóruns de entidades da área, como a própria CNBB, mencionou Dom Mol, tendo submetido à aprovação dos dirigentes presentes no Fórum, e por eles aprovada, a ideia de que as comissões que integram a CNBB sejam assessoradas por uma IES católica, no que ela tem de vocação, auxiliando na melhora dos serviços daquela entidade. Por exemplo, uma universidade que seja excelente em extensão e projetos comunitários assessoraria a Comissão de Assuntos Sociais da CNBB. A ideia será levada por Dom Mol à CNBB.   O presidente da Câmara de Ensino Superior da Anec disse que será implementada dentro da entidade a Pastoral Universitária, visando o fortalecimento da identidade católica, já que a Pastoral é tema transversal que abrange várias atividades das IES Católicas. “Há a necessidade de construirmos unidade para termos uma identidade própria de nossas universidades e centros universitários”, disse.   Também reitor da Universidade Católica Dom Bosco, padre José Marinoni, ao citar o Documento de Aparecida, que é o texto conclusivo da V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e do Caribe, publicado em 2007, lembrou a necessidade de resgatar e potencializar a identidade católica dessas IES, fazendo com que ela seja percebida tanto internamente como externamente a essas instituições. Ainda de acordo com citação desse Documento, tudo o que é realizado em uma instituição católica deve ter como objetivo a formação do ser humano e, como parâmetro, Jesus Cristo, disse. “Fortalecer a identidade católica é fundamental  para todos os projetos terem finalidade última da promoção da dignidade da pessoa, com Jesus. Então, assim, daremos razões aos jovens para acreditar na vida”. O padre José Marinoni ressaltou, ainda, a necessidade de os educadores viverem concretamente ao lado dos jovens, estar com eles, possibilitando a eles, a vivência do Evangelho.   ANEC
Cerca de 500 jovens participaram  da 5ª edição da Madrugada Jovem realizada neste sábado, 23 de março, nas dependências do Colégio e Faculdade Dom Bosco, em Manaus, AM. O evento teve início oficialmente no sábado, às 23h, e foi encerrado no domingo, 24 de março, às 06h. Participaram do evento alunos, ex-alunos e simpatizantes das casas salesianas, provenientes de cinco presenças salesianas: Pró-Menor Dom Bosco no Alvorada, Dom Bosco Leste, Paróquia São José Centro e São José Aleixo, além do Colégio e Faculdade Dom Bosco.   Durante o evento a juventude, de diferentes partes de Manaus, pôde curtir uma noite inteira de oração, música e gincanas. Um dos pontos marcantes da Madrugada Jovem foi a celebração Eucarística de Ramos e Paixão do Senhor, presidida pelo salesiano Antonio de Assis, padre Bira, que trabalhou a carta do Papa Bento.O evento foi encerrado às 6h, do dia 24 de março, com a oração conclusiva e os agradecimentos à equipe organizadora.   A Madrugada Jovem teve início no ano de  2009 no Colégio Dom Bosco com o intuito de celebrar o Dia Mundial da Juventude, comemorado anualmente no dia que celebra-se o Domingo de Ramos. Motivados pela mensagem enviada pelo Papa Bento, por ocasião do XXVII Dia Mundial da Juventude, os jovens participam do evento demonstrando fôlego, entusiasmo e alegria.   Inspetoria Salesiana do Amazonas   Relacionada: Colégio Dom Bosco recebe 5ª Madrugada Jovem – Manaus
Page 678 of 734