Dom Eduardo Pinheiro da Silva, SDB, bispo Auxiliar da Arquidiocese de Campo Grande e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) fala sobre a Campanha da Fraternidade 2013 e questões ligadas à juventude.
Teve início no dia 13 de março, na Casa Geral, em Roma, o curso online de Comunicação Social, que envolverá as Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) empenhadas no campo da Comunicação Social. O curso foi inaugurado pela irmã Giuseppina Teruggi, conselheira geral para a Comunicação, que fez uma saudação às participantes, em nome da madre geral do Instituto das FMA, Yvonne Reungoat.   O curso online será realizado em uma sala virtual e será enriquecido semanalmente, com contribuições para a reflexão, o estudo, o aprofundamento e avaliação. Além disso, o curso contará com o acompanhamento das coordenadoras de Comunicação Social, em âmbito inspetorial, para uma relativa animação.   O curso online foi pensado e preparado pela comissão internacional de comunicação, constituída pelo âmbito da Comunicação Social, por algumas FMA peritas, provenientes dos vários continentes e por alguns leigos.   Até agora o curso conta com a participação de 45 FMA e um leigo, provenientes da África 7; América 25; Ásia 4 e Europa 10.   O primeiro módulo do curso traz o tema comunicar: teoria e prática, que prevê como objetivo a aprendizagem e a compreensão da realidade da comunicação e o conhecimento dos elementos básicos que fundamentam a comunicação.   Filhas de Maria Auxiliadora
Foi realizado no dia 17 de março, na casa Inspetorial das Filhas de Maria Auxiliadora,  em Porto Alegre, RS, o encontro das equipes de Animadores Vocacionais do Rio Grande do Sul. O encontro foi conduzido pelo padre Tiago Lopes, responsável pela Animação Vocacional no estado, e teve como temas: A Animação Vocacional e o Acompanhamento Vocacional.   As primeiras atividades do encontro foram assessoradas pela irmã FMA Siloé Salete Simadon, que trabalhou e dinamizou dois momentos importantes para o desenvolvimento das atividades dos Animadores Vocacionais, junto aos jovens e adolescentes.   Padre Gilson Marcos da Silva, delegado inspetorial da Animação Vocacional também participou do encontro apresentando a nova metodologia para os trabalhos do Serviço de Animação Vocacional no âmbito da inspetoria. Posteriormente, cada um dos participantes apresentou os trabalhos realizados durante o ano de 2012 e os projetos para serem desenvolvidos em 2013.   O encontro foi encerrado com a celebração da Eucaristia, presidida pelo padre Gilson e concelebrada pelos padres Tiago e  Asídio Deretti, ambos de Porto Alegre.   Inspetoria Salesiana São Pio X   Relacionada: Animadores vocacionais participam de encontro
Thursday, 21 March 2013 16:42

CNBB apresenta a Cidade da Fé

Written by
Evento que será realizado de 20 a 26 de julho nasce para dar suporte aos peregrinos e à Igreja do Brasil durante a JMJ Rio 2013   Imagine um local que reúna toda a diversidade católica e ainda sirva de apoio aos peregrinos e religiosos (as) da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Rio de Janeiro. É sob esse contexto de entretenimento e centro de apoio que a CNBB, em parceria com a Promocat Marketing Integrado – empresa responsável pela promoção e organização do evento – criou a “Cidade da Fé”, evento que será realizado em conjunto com a Jornada, no Centro de exposições Riocentro, localizado na Barra da Tijuca.   Cidade da Fé é o nome dado ao local que reunirá eventos como a tradicional Feira de artigos religiosos ExpoCatólica – Feira Internacional de Livros e Artigos Religiosos; o FÉSTIVAL, – Festival Internacional de Turismo Religioso – setor que conta com o apoio dos estados brasileiros e do Ministério do Turismo; a Expo Vocacional, área da ExpoCatólica destinada às Congregações religiosas, e, o Bote Fé Brasil, última edição do evento que marcou a peregrinação da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora pelas dioceses do Brasil.   Segundo Dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário geral da CNBB, “os eventos regionais do Bote Fé e a Campanha da Fraternidade de 2013 sobre a Juventude, estão contribuindo ativamente para a promoção e divulgação da JMJ Rio 2013, além de despertar nos jovens a importância de sua participação na vida da Igreja. Concluir essa caminhada de quase dois anos com um evento de abrangência internacional foi uma forma encontrada para agradecer a acolhida e o envolvimento de toda a Igreja do Brasil nesse projeto, que deixará frutos em todas as comunidades”.   O evento ocupará mais de 70 mil metros quadrados do Riocentro, começando dentro da programação oficial da Semana Missionária e se estendendo para os dias da própria Jornada. “Serão sete dias de muitas atrações como shows e entretenimento, exposições culturais, fóruns, congressos, tudo preparado especialmente para receber as centenas de milhares de pessoas de mais de 190 países que estarão no Rio de Janeiro para a JMJ Rio 2013″ – relata Fábio Castro, coordenador operacional da Cidade da Fé e diretor geral da Promocat Marketing.   Segundo padre Valdeir dos Santos Goulart, coordenador geral do evento e assessor da CNBB, a Cidade da Fé foi aprovada pelos organizadores da Jornada: “Quando tivemos a ideia da realização deste evento, logo apresentamos ao COL (Comitê Organizador Local da JMJ Rio 2013) que solicitou autorização ao Pontifício Conselho para os Leigos (PCL). Com a devida autorização, passamos a construir o projeto em parceria com a Promocat, aproveitando toda estrutura oferecida pelo Riocentro” – disse padre Valdeir. “Uma estrutura tão grande, que servirá como Centro de Apoio para a Igreja do Brasil, onde as dioceses e congregações além das Embaixadas e Consulados poderão acolher e dar suporte a seus peregrinos. Um verdadeiro ponto de encontro para atender a Igreja” – completou.   No local as paróquias, congregações, grupos, movimentos e dioceses terão uma estrutura apropriada para reunir seus membros durante a Jornada, com várias ações e áreas de apoio como postos de saúde e acesso a internet, por exemplo. Em parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro, linhas de ônibus especiais ligarão os principais pontos de hospedagem e turísticos da Cidade até o Riocentro, além de ônibus exclusivos para transportar os milhares de padres, bispos e religiosos (as) que estarão na cidade. O projeto conta também com o apoio dos Governos Estadual, Municipal e Federal, além da Arquidiocese do Rio de Janeiro.   Além das atrações de responsabilidade da CNBB, outros eventos oficiais da JMJ Rio 2013 também serão realizados na Cidade da Fé. “A partir do dia 23 de julho as áreas do Riocentro estarão exclusivamente voltadas para atender as necessidades da Jornada, não promovendo concorrência com os eventos dos Atos Centrais” – disse padre Carlos Sávio, coordenador pastoral da Cidade da Fé e membro da Comissão Episcopal para a Juventude da CNBB.   Clique aqui para saber sobre os eventos realizados simultaneamente na Cidade da Fé.   Jovens Conectados    
Nesta quarta-feira,  20 de março, a abertura do IV Fórum de IES Católicas realizou-se  com a reflexão do grão-chanceler da PUC Minas e arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, ele citou que cada instituição de Ensino Superior católica é um instrumento indispensável para que a Igreja sirva, ensine o Evangelho e encontre caminhos.   O IV Fórum de IES Católicas, acontece até esta sexta-feira, 22 de março, no auditório 3 do prédio 43 do campus Coração Eucarístico da Universidade, com o tema central Fraternidade e Juventude Universitária. A ocasião foi aberta com a apresentação do Coral PUC Minas, sob a regência do maestro Marco Antônio Drumond. O evento é preparatório para o Congresso Mundial de Universidades Católicas, que a PUC Minas sediará de 18 a 21 de julho, com o tema Novos Tempos, Novos Sentidos.   Também participaram da abertura do evento, dirigentes de instituições e de entidades da área, o padre José Marinoni; o presidente da Câmara de Ensino Superior da Anec, o reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães; o diretor da Anec e reitor da Universidade Católica Dom Bosco, irmão Frederico Unterberger; e o presidente Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), do Conselho Superior da Anec e reitor da PUC Goiás, professor Wolmir Therezio Amado.   Leia a notícia na íntegra no portal da ANEC  
Começou nesta quarta-feira, 20 de março, na Pontifícia Universidade Lateranense (PUL), em Roma, o I Encontro Internacional de Jovens Católicos pela Justiça Social. O evento, iniciado com a presença do salesiano Dom Enrico dal Covolo, reitor da Pontifícia, e do reitor-mor, padre Pascual Chávez Villanueva, foi organizado em torno do tema “Renovar a sociedade mediante o evangelho”.   Durante a saudação aos jovens presentes e aos jovens conectados via web, Dom dal Covolo chamou a atenção à novidade eclesial representada pelo Papa Francisco. A seguir, ele deu início aos trabalhos indicando a finalidade do Encontro: “Este não é simplesmente um encontro, que dentro de poucos dias se encerrará. Nós desejamos ao invés disso, que este encontro possa trabalhar e dar vida, com as vossas ideias e iniciativas, a um Observatório permanente, que ajude a Igreja não só a dialogar com os jovens,  mas também a tomar decisões juntamente convosco”.   Depois de um intervalo musical, da banda ‘Rock Band Christian’, o reitor-mor subiu ao palco dos palestrantes e discursou inspirado, de modo particular, tanto pelo Magistério de Bento XVI quanto pelas reflexões carismáticas do que foi o VIII Sucessor de Dom Bosco, padre Juan Edmundo Vecchi.   Padre Chávez articulou a sua relação partindo do argumento que nenhum cristão pode se subtrair da vocação e missão da evangelização, e que, antes de delinear as modalidades operativas desse empenho, é necessário estar “enamorados de Deus” e ter experimentado a verdade, a bondade, a beleza do Evangelho. Fundamental é o “estar com o Senhor”, porque – relembrou o reitor-mor – “Jesus não confia o seu Evangelho a quem não lhe deu antes a própria vida”.   Para concluir, padre Chávez recordou a importância do testemunho alegre - tema também da Estreia para 2013 –, convidando os jovens a mostrar ao mundo que a Fé carrega em si felicidade e alegria verdadeira, plena e duradoura; convidando a testemunhar, por primeiros, o rosto feliz e jubiloso de Fé.   Para os demais dias do encontro estão previstas a presença de outras autorizadas. Nesta quinta-feira, 21 de março, o encontro contou com a presença do cardeal, Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga SDB, arcebispo de Tegucigalpa (Honduras) e presidente da Caritas Internationalis.No sábado, 23 de março, Dom Mario Toso, secretário do Pontifício Conselho para a Justiça e a Paz, introduzirá os trabalhos do dia.     O encontro será  encerrado no domingo, 24 de março, com a participação na eucaristia na Praça de São Pedro.   InfoANS    
O Colégio Salesiano Dom Bosco de Porto Alegre comemorou no dia 19 de março, os seus 61 anos de educação salesiana na Capital do Rio Grande do Sul. Para comemorar a data, foram realizadas diversas ações no colégio voltadas para os alunos como atividades de capoeira, karatê, ginástica e artes. Por causaa da celebração, durante todo o ano letivo quadros de Dom Bosco, fundador da Família Salesiana e do padre José Massimi, fundador da Instituição, estarão expostos no colégio para os alunos, representando a história e a filosofia da educação salesiana.   História   O Colégio Salesiano Dom Bosco de Porto Alegre faz parte de um imenso número de instituições da Congregação Salesiana espalhadas por mais de 130 países. A sua história começa em 1942, com a chegada a Porto Alegre do padre José Massimi, da Congregação dos Salesianos de Dom Bosco. Sua fundação insere-se em um contexto das grandes mudanças que ocorriam na sociedade brasileira na metade do século XX. País eminentemente rural, aos poucos vai assistindo à implantação das grandes indústrias, nos grandes centros urbanos. Como consequência da crescente urbanização se inicia o êxodo rural, necessidade de mão de obra para os empregos que surgiam, inchaço nas cidades e juventude abandonada. É neste contexto que o padre José Mássimi, vindo da cidade de Rio Grande, dá início à ação educativa salesiana.   A Casa entrou em funcionamento no dia 19 de março de 1952 com 125 alunos matriculados. Todos eles tinham iniciação em algum ofício, tais como: fabricação de brinquedos, sapataria, tipografia, marcenaria e cerâmica. Hoje, o colégio atua desde a Educação Infantil até o 3º ano do Ensino Médio e Ensino Técnico, através do uso da pedagogia salesiana e do Sistema Preventivo de Dom Bosco.   Inspetoria Salesiana São Pio X  
A Pastoral Juvenil Salesiana realizou, no dia 19 de março, o primeiro encontro do ano com os assessores de pastoral leigos das presenças da Inspetoria Salesiana de São Paulo. O encontro realizou-se no Centro Inspetorial, em São Paulo, e foi coordenado pelo delegado para a Pastoral Juvenil Salesiana, padre Roque Luiz Sibioni.   A atividade, realizada durante todo o dia, teve início com um momento de espiritualidade, seguido por uma apresentação da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento de Projetos (SPD).   Após a apresentação, os 36 participantes deram início ao conteúdo de formação, assistindo ao vídeo “Juventude: crises, cruzes e luzes”, do padre Zezinho. Com base no vídeo, os assessores realizaram um trabalho em grupo, identificando crises, cruzes e luzes em suas realidades, partilhando as reflexões em plenária.   Ainda durante o encontro, os assessores fizeram uma análise dos cenários de cada área trabalhada na Inspetoria (escolas, instituições de ensino superior, obras sociais e paróquias), considerando os aspectos levantados para a realização do planejamento de trabalho. Eles também realizaram uma avaliação sobre as expectativas em relação ao trabalho do delegado inspetorial para a Pastoral Juvenil e sobre como a inspetoria pode trabalhar para auxiliar na melhoria dos trabalhos em âmbito local e regional.   O encontro também teve um momento dedicado para tratar do calendário de atividades para este ano, incluindo a Jornada Mundial da Juventude.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Teve início nesta quarta-feira, 20 de março, o XI Encontro Nacional da Rede Salesiana de Escolas (XI ENARSE). Com o tema “Partilhar e inovar para ressignificar a Comunidade Educativa Pastoral”, o XI ENARSE reúne em Brasília, DF, cerca de 200 pessoas, entre diretores, gerentes e assessores nacionais; gestores e animadores dos polos regionais e diretores das mais de 100 instituições de ensino participantes da RSE em todo o Brasil.   A mesa de abertura do ENARSE foi composta pelo presidente da Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco no Brasil (Cisbrasil) e da Rede Salesiana Brasil (RSB), padre Nilson Faria dos Santos; pela presidente da Conferência das Inspetorias das Filhas de Maria Auxiliadora no Brasil (CIB) e vice-presidente da RSB, irmã Rosa Idália Pesca; e pelo padre Natale Vitali, delegado do Conselho Geral dos Salesianos de Dom Bosco para a América Cone Sul.   Padre Natale dirigiu algumas palavras aos participantes, em nome do reitor-mor dos Salesianos, padre Pascual Chávez, ressaltando que, ao nos prepararmos para celebrar o bicentenário de Dom Bosco, é necessário que a Família Salesiana assuma três compromissos fundamentais: acreditar na educação salesiana; acreditar no Sistema Educativo de Dom Bosco e acreditar nos jovens. "O educador salesiano deve educar e evangelizar. Ficar próximo aos jovens, fazer com que eles se sintam amados", ressaltou.   Uma das novidades para o encontro deste ano foi a presença de palestrantes internacionais como a do padre Miguel Angel Garcia Morcuende, salesiano, responsável pelo Setor Escola do Dicastério para a Pastoral Juvenil dos Salesianos de Dom Bosco e  Juan Antonio Ojeda Ortiz, lassalista e ex-secretário-geral da Federação das Escolas Católicas da Espanha.   Padre Miguel proferiu a primeira conferência do XI ENARSE, com o tema “Ressignificar a educação salesiana”, centrando sua apresentação no papel da liderança educativa nas escolas salesianas. Em seguida, Juan Antonio abordou o tema “As escolas católicas: ilhas ou elos?”, enfocando as dificuldades para colocar em prática a vontade de efetivar uma rede educacional. Juan Antonio ressaltou ainda que, para um bom trabalho em rede nos ambientes externos, é preciso trabalhar em rede também no ambiente interno à escolas, permitindo que haja colaboração entre os diferentes níveis educativos, áreas disciplinares e agentes educacionais (professores, pais, alunos, monitores, funcionários etc.).   O segundo dia do ENARSE, 21 de março, será dedicado à apresentação dos programas, projetos e recursos oferecidos às unidades da Rede Salesiana de Escolas, bem como ao estudo de como esses itens se desenvolveram no último ano.   Na manhã de 22 de março serão apresentadas as inovações do material didático digital da RSE. Em seguida os participantes farão reuniões por polos regionais, para aprofundar as discussões concernentes ao encontro e discutir suas aplicações práticas.   RSE Informa  
Foi realizado nesta quarta-feira, dia 19 de março, na comunidade salesiana do Vaticano, um encontro fraterno por ocasião do início oficial do Pontificado do Papa Francisco e da solenidade de São José. Participaram do encontro o reitor-mor, padre Pascual Chávez, seu vigário, padre Adriano Bregolin, entre outros. Também nesta quarta-feira, o reitor-mor, por causa da celebração Eucarística de início do Ministério Petrino do Papa Francisco enviou ao novo Sumo Pontífice uma carta. Leia um trecho da carta :   Santo e beatíssimo Padre,   Eis-me com esta missiva à sua presença para manifestar-lhe os sentimentos de homenagem e bons votos da Congregação e de toda a Família Salesiana, por sua eleição a bispo de Roma e a Sumo Pontífice. Escrevo a Vossa Santidade no dia do solene início do seu Pontificado, que almejo duradouro e repleto das bênçãos de Deus. Como estávamos convencidos de ter em Bento XVI um grande Pastor, do mesmo modo rendemos agora graças a Deus por ter-nos dado um outro grande Pastor na pessoa do seu sucessor, exatamente em Vossa Santidade, amadíssimo Papa Francisco.   Clique aqui para ler a carta na íntegra   InfoANS    
Page 679 of 734
Dom Eduardo Pinheiro da Silva, SDB, bispo Auxiliar da Arquidiocese de Campo Grande e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) fala sobre a Campanha da Fraternidade 2013 e questões ligadas à juventude.
Teve início no dia 13 de março, na Casa Geral, em Roma, o curso online de Comunicação Social, que envolverá as Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) empenhadas no campo da Comunicação Social. O curso foi inaugurado pela irmã Giuseppina Teruggi, conselheira geral para a Comunicação, que fez uma saudação às participantes, em nome da madre geral do Instituto das FMA, Yvonne Reungoat.   O curso online será realizado em uma sala virtual e será enriquecido semanalmente, com contribuições para a reflexão, o estudo, o aprofundamento e avaliação. Além disso, o curso contará com o acompanhamento das coordenadoras de Comunicação Social, em âmbito inspetorial, para uma relativa animação.   O curso online foi pensado e preparado pela comissão internacional de comunicação, constituída pelo âmbito da Comunicação Social, por algumas FMA peritas, provenientes dos vários continentes e por alguns leigos.   Até agora o curso conta com a participação de 45 FMA e um leigo, provenientes da África 7; América 25; Ásia 4 e Europa 10.   O primeiro módulo do curso traz o tema comunicar: teoria e prática, que prevê como objetivo a aprendizagem e a compreensão da realidade da comunicação e o conhecimento dos elementos básicos que fundamentam a comunicação.   Filhas de Maria Auxiliadora
Foi realizado no dia 17 de março, na casa Inspetorial das Filhas de Maria Auxiliadora,  em Porto Alegre, RS, o encontro das equipes de Animadores Vocacionais do Rio Grande do Sul. O encontro foi conduzido pelo padre Tiago Lopes, responsável pela Animação Vocacional no estado, e teve como temas: A Animação Vocacional e o Acompanhamento Vocacional.   As primeiras atividades do encontro foram assessoradas pela irmã FMA Siloé Salete Simadon, que trabalhou e dinamizou dois momentos importantes para o desenvolvimento das atividades dos Animadores Vocacionais, junto aos jovens e adolescentes.   Padre Gilson Marcos da Silva, delegado inspetorial da Animação Vocacional também participou do encontro apresentando a nova metodologia para os trabalhos do Serviço de Animação Vocacional no âmbito da inspetoria. Posteriormente, cada um dos participantes apresentou os trabalhos realizados durante o ano de 2012 e os projetos para serem desenvolvidos em 2013.   O encontro foi encerrado com a celebração da Eucaristia, presidida pelo padre Gilson e concelebrada pelos padres Tiago e  Asídio Deretti, ambos de Porto Alegre.   Inspetoria Salesiana São Pio X   Relacionada: Animadores vocacionais participam de encontro
Thursday, 21 March 2013 16:42

CNBB apresenta a Cidade da Fé

Written by
Evento que será realizado de 20 a 26 de julho nasce para dar suporte aos peregrinos e à Igreja do Brasil durante a JMJ Rio 2013   Imagine um local que reúna toda a diversidade católica e ainda sirva de apoio aos peregrinos e religiosos (as) da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Rio de Janeiro. É sob esse contexto de entretenimento e centro de apoio que a CNBB, em parceria com a Promocat Marketing Integrado – empresa responsável pela promoção e organização do evento – criou a “Cidade da Fé”, evento que será realizado em conjunto com a Jornada, no Centro de exposições Riocentro, localizado na Barra da Tijuca.   Cidade da Fé é o nome dado ao local que reunirá eventos como a tradicional Feira de artigos religiosos ExpoCatólica – Feira Internacional de Livros e Artigos Religiosos; o FÉSTIVAL, – Festival Internacional de Turismo Religioso – setor que conta com o apoio dos estados brasileiros e do Ministério do Turismo; a Expo Vocacional, área da ExpoCatólica destinada às Congregações religiosas, e, o Bote Fé Brasil, última edição do evento que marcou a peregrinação da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora pelas dioceses do Brasil.   Segundo Dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário geral da CNBB, “os eventos regionais do Bote Fé e a Campanha da Fraternidade de 2013 sobre a Juventude, estão contribuindo ativamente para a promoção e divulgação da JMJ Rio 2013, além de despertar nos jovens a importância de sua participação na vida da Igreja. Concluir essa caminhada de quase dois anos com um evento de abrangência internacional foi uma forma encontrada para agradecer a acolhida e o envolvimento de toda a Igreja do Brasil nesse projeto, que deixará frutos em todas as comunidades”.   O evento ocupará mais de 70 mil metros quadrados do Riocentro, começando dentro da programação oficial da Semana Missionária e se estendendo para os dias da própria Jornada. “Serão sete dias de muitas atrações como shows e entretenimento, exposições culturais, fóruns, congressos, tudo preparado especialmente para receber as centenas de milhares de pessoas de mais de 190 países que estarão no Rio de Janeiro para a JMJ Rio 2013″ – relata Fábio Castro, coordenador operacional da Cidade da Fé e diretor geral da Promocat Marketing.   Segundo padre Valdeir dos Santos Goulart, coordenador geral do evento e assessor da CNBB, a Cidade da Fé foi aprovada pelos organizadores da Jornada: “Quando tivemos a ideia da realização deste evento, logo apresentamos ao COL (Comitê Organizador Local da JMJ Rio 2013) que solicitou autorização ao Pontifício Conselho para os Leigos (PCL). Com a devida autorização, passamos a construir o projeto em parceria com a Promocat, aproveitando toda estrutura oferecida pelo Riocentro” – disse padre Valdeir. “Uma estrutura tão grande, que servirá como Centro de Apoio para a Igreja do Brasil, onde as dioceses e congregações além das Embaixadas e Consulados poderão acolher e dar suporte a seus peregrinos. Um verdadeiro ponto de encontro para atender a Igreja” – completou.   No local as paróquias, congregações, grupos, movimentos e dioceses terão uma estrutura apropriada para reunir seus membros durante a Jornada, com várias ações e áreas de apoio como postos de saúde e acesso a internet, por exemplo. Em parceria com a Prefeitura do Rio de Janeiro, linhas de ônibus especiais ligarão os principais pontos de hospedagem e turísticos da Cidade até o Riocentro, além de ônibus exclusivos para transportar os milhares de padres, bispos e religiosos (as) que estarão na cidade. O projeto conta também com o apoio dos Governos Estadual, Municipal e Federal, além da Arquidiocese do Rio de Janeiro.   Além das atrações de responsabilidade da CNBB, outros eventos oficiais da JMJ Rio 2013 também serão realizados na Cidade da Fé. “A partir do dia 23 de julho as áreas do Riocentro estarão exclusivamente voltadas para atender as necessidades da Jornada, não promovendo concorrência com os eventos dos Atos Centrais” – disse padre Carlos Sávio, coordenador pastoral da Cidade da Fé e membro da Comissão Episcopal para a Juventude da CNBB.   Clique aqui para saber sobre os eventos realizados simultaneamente na Cidade da Fé.   Jovens Conectados    
Nesta quarta-feira,  20 de março, a abertura do IV Fórum de IES Católicas realizou-se  com a reflexão do grão-chanceler da PUC Minas e arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, ele citou que cada instituição de Ensino Superior católica é um instrumento indispensável para que a Igreja sirva, ensine o Evangelho e encontre caminhos.   O IV Fórum de IES Católicas, acontece até esta sexta-feira, 22 de março, no auditório 3 do prédio 43 do campus Coração Eucarístico da Universidade, com o tema central Fraternidade e Juventude Universitária. A ocasião foi aberta com a apresentação do Coral PUC Minas, sob a regência do maestro Marco Antônio Drumond. O evento é preparatório para o Congresso Mundial de Universidades Católicas, que a PUC Minas sediará de 18 a 21 de julho, com o tema Novos Tempos, Novos Sentidos.   Também participaram da abertura do evento, dirigentes de instituições e de entidades da área, o padre José Marinoni; o presidente da Câmara de Ensino Superior da Anec, o reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães; o diretor da Anec e reitor da Universidade Católica Dom Bosco, irmão Frederico Unterberger; e o presidente Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), do Conselho Superior da Anec e reitor da PUC Goiás, professor Wolmir Therezio Amado.   Leia a notícia na íntegra no portal da ANEC  
Começou nesta quarta-feira, 20 de março, na Pontifícia Universidade Lateranense (PUL), em Roma, o I Encontro Internacional de Jovens Católicos pela Justiça Social. O evento, iniciado com a presença do salesiano Dom Enrico dal Covolo, reitor da Pontifícia, e do reitor-mor, padre Pascual Chávez Villanueva, foi organizado em torno do tema “Renovar a sociedade mediante o evangelho”.   Durante a saudação aos jovens presentes e aos jovens conectados via web, Dom dal Covolo chamou a atenção à novidade eclesial representada pelo Papa Francisco. A seguir, ele deu início aos trabalhos indicando a finalidade do Encontro: “Este não é simplesmente um encontro, que dentro de poucos dias se encerrará. Nós desejamos ao invés disso, que este encontro possa trabalhar e dar vida, com as vossas ideias e iniciativas, a um Observatório permanente, que ajude a Igreja não só a dialogar com os jovens,  mas também a tomar decisões juntamente convosco”.   Depois de um intervalo musical, da banda ‘Rock Band Christian’, o reitor-mor subiu ao palco dos palestrantes e discursou inspirado, de modo particular, tanto pelo Magistério de Bento XVI quanto pelas reflexões carismáticas do que foi o VIII Sucessor de Dom Bosco, padre Juan Edmundo Vecchi.   Padre Chávez articulou a sua relação partindo do argumento que nenhum cristão pode se subtrair da vocação e missão da evangelização, e que, antes de delinear as modalidades operativas desse empenho, é necessário estar “enamorados de Deus” e ter experimentado a verdade, a bondade, a beleza do Evangelho. Fundamental é o “estar com o Senhor”, porque – relembrou o reitor-mor – “Jesus não confia o seu Evangelho a quem não lhe deu antes a própria vida”.   Para concluir, padre Chávez recordou a importância do testemunho alegre - tema também da Estreia para 2013 –, convidando os jovens a mostrar ao mundo que a Fé carrega em si felicidade e alegria verdadeira, plena e duradoura; convidando a testemunhar, por primeiros, o rosto feliz e jubiloso de Fé.   Para os demais dias do encontro estão previstas a presença de outras autorizadas. Nesta quinta-feira, 21 de março, o encontro contou com a presença do cardeal, Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga SDB, arcebispo de Tegucigalpa (Honduras) e presidente da Caritas Internationalis.No sábado, 23 de março, Dom Mario Toso, secretário do Pontifício Conselho para a Justiça e a Paz, introduzirá os trabalhos do dia.     O encontro será  encerrado no domingo, 24 de março, com a participação na eucaristia na Praça de São Pedro.   InfoANS    
O Colégio Salesiano Dom Bosco de Porto Alegre comemorou no dia 19 de março, os seus 61 anos de educação salesiana na Capital do Rio Grande do Sul. Para comemorar a data, foram realizadas diversas ações no colégio voltadas para os alunos como atividades de capoeira, karatê, ginástica e artes. Por causaa da celebração, durante todo o ano letivo quadros de Dom Bosco, fundador da Família Salesiana e do padre José Massimi, fundador da Instituição, estarão expostos no colégio para os alunos, representando a história e a filosofia da educação salesiana.   História   O Colégio Salesiano Dom Bosco de Porto Alegre faz parte de um imenso número de instituições da Congregação Salesiana espalhadas por mais de 130 países. A sua história começa em 1942, com a chegada a Porto Alegre do padre José Massimi, da Congregação dos Salesianos de Dom Bosco. Sua fundação insere-se em um contexto das grandes mudanças que ocorriam na sociedade brasileira na metade do século XX. País eminentemente rural, aos poucos vai assistindo à implantação das grandes indústrias, nos grandes centros urbanos. Como consequência da crescente urbanização se inicia o êxodo rural, necessidade de mão de obra para os empregos que surgiam, inchaço nas cidades e juventude abandonada. É neste contexto que o padre José Mássimi, vindo da cidade de Rio Grande, dá início à ação educativa salesiana.   A Casa entrou em funcionamento no dia 19 de março de 1952 com 125 alunos matriculados. Todos eles tinham iniciação em algum ofício, tais como: fabricação de brinquedos, sapataria, tipografia, marcenaria e cerâmica. Hoje, o colégio atua desde a Educação Infantil até o 3º ano do Ensino Médio e Ensino Técnico, através do uso da pedagogia salesiana e do Sistema Preventivo de Dom Bosco.   Inspetoria Salesiana São Pio X  
A Pastoral Juvenil Salesiana realizou, no dia 19 de março, o primeiro encontro do ano com os assessores de pastoral leigos das presenças da Inspetoria Salesiana de São Paulo. O encontro realizou-se no Centro Inspetorial, em São Paulo, e foi coordenado pelo delegado para a Pastoral Juvenil Salesiana, padre Roque Luiz Sibioni.   A atividade, realizada durante todo o dia, teve início com um momento de espiritualidade, seguido por uma apresentação da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento de Projetos (SPD).   Após a apresentação, os 36 participantes deram início ao conteúdo de formação, assistindo ao vídeo “Juventude: crises, cruzes e luzes”, do padre Zezinho. Com base no vídeo, os assessores realizaram um trabalho em grupo, identificando crises, cruzes e luzes em suas realidades, partilhando as reflexões em plenária.   Ainda durante o encontro, os assessores fizeram uma análise dos cenários de cada área trabalhada na Inspetoria (escolas, instituições de ensino superior, obras sociais e paróquias), considerando os aspectos levantados para a realização do planejamento de trabalho. Eles também realizaram uma avaliação sobre as expectativas em relação ao trabalho do delegado inspetorial para a Pastoral Juvenil e sobre como a inspetoria pode trabalhar para auxiliar na melhoria dos trabalhos em âmbito local e regional.   O encontro também teve um momento dedicado para tratar do calendário de atividades para este ano, incluindo a Jornada Mundial da Juventude.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Teve início nesta quarta-feira, 20 de março, o XI Encontro Nacional da Rede Salesiana de Escolas (XI ENARSE). Com o tema “Partilhar e inovar para ressignificar a Comunidade Educativa Pastoral”, o XI ENARSE reúne em Brasília, DF, cerca de 200 pessoas, entre diretores, gerentes e assessores nacionais; gestores e animadores dos polos regionais e diretores das mais de 100 instituições de ensino participantes da RSE em todo o Brasil.   A mesa de abertura do ENARSE foi composta pelo presidente da Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco no Brasil (Cisbrasil) e da Rede Salesiana Brasil (RSB), padre Nilson Faria dos Santos; pela presidente da Conferência das Inspetorias das Filhas de Maria Auxiliadora no Brasil (CIB) e vice-presidente da RSB, irmã Rosa Idália Pesca; e pelo padre Natale Vitali, delegado do Conselho Geral dos Salesianos de Dom Bosco para a América Cone Sul.   Padre Natale dirigiu algumas palavras aos participantes, em nome do reitor-mor dos Salesianos, padre Pascual Chávez, ressaltando que, ao nos prepararmos para celebrar o bicentenário de Dom Bosco, é necessário que a Família Salesiana assuma três compromissos fundamentais: acreditar na educação salesiana; acreditar no Sistema Educativo de Dom Bosco e acreditar nos jovens. "O educador salesiano deve educar e evangelizar. Ficar próximo aos jovens, fazer com que eles se sintam amados", ressaltou.   Uma das novidades para o encontro deste ano foi a presença de palestrantes internacionais como a do padre Miguel Angel Garcia Morcuende, salesiano, responsável pelo Setor Escola do Dicastério para a Pastoral Juvenil dos Salesianos de Dom Bosco e  Juan Antonio Ojeda Ortiz, lassalista e ex-secretário-geral da Federação das Escolas Católicas da Espanha.   Padre Miguel proferiu a primeira conferência do XI ENARSE, com o tema “Ressignificar a educação salesiana”, centrando sua apresentação no papel da liderança educativa nas escolas salesianas. Em seguida, Juan Antonio abordou o tema “As escolas católicas: ilhas ou elos?”, enfocando as dificuldades para colocar em prática a vontade de efetivar uma rede educacional. Juan Antonio ressaltou ainda que, para um bom trabalho em rede nos ambientes externos, é preciso trabalhar em rede também no ambiente interno à escolas, permitindo que haja colaboração entre os diferentes níveis educativos, áreas disciplinares e agentes educacionais (professores, pais, alunos, monitores, funcionários etc.).   O segundo dia do ENARSE, 21 de março, será dedicado à apresentação dos programas, projetos e recursos oferecidos às unidades da Rede Salesiana de Escolas, bem como ao estudo de como esses itens se desenvolveram no último ano.   Na manhã de 22 de março serão apresentadas as inovações do material didático digital da RSE. Em seguida os participantes farão reuniões por polos regionais, para aprofundar as discussões concernentes ao encontro e discutir suas aplicações práticas.   RSE Informa  
Foi realizado nesta quarta-feira, dia 19 de março, na comunidade salesiana do Vaticano, um encontro fraterno por ocasião do início oficial do Pontificado do Papa Francisco e da solenidade de São José. Participaram do encontro o reitor-mor, padre Pascual Chávez, seu vigário, padre Adriano Bregolin, entre outros. Também nesta quarta-feira, o reitor-mor, por causa da celebração Eucarística de início do Ministério Petrino do Papa Francisco enviou ao novo Sumo Pontífice uma carta. Leia um trecho da carta :   Santo e beatíssimo Padre,   Eis-me com esta missiva à sua presença para manifestar-lhe os sentimentos de homenagem e bons votos da Congregação e de toda a Família Salesiana, por sua eleição a bispo de Roma e a Sumo Pontífice. Escrevo a Vossa Santidade no dia do solene início do seu Pontificado, que almejo duradouro e repleto das bênçãos de Deus. Como estávamos convencidos de ter em Bento XVI um grande Pastor, do mesmo modo rendemos agora graças a Deus por ter-nos dado um outro grande Pastor na pessoa do seu sucessor, exatamente em Vossa Santidade, amadíssimo Papa Francisco.   Clique aqui para ler a carta na íntegra   InfoANS    
Page 679 of 734