Uma pequena equipe guiada pelo historiador padre Francesco Motto, SDB, partiu nesta quarta-feira, dia 20 de fevereiro, da Itália para a Patagônia e o arquipélago da Terra do Fogo, no sul da América do Sul, para gravar uma docuficção - género cinematográfico que procura captar a realidade - sobre um acontecimento histórico de interesse eclesial e salesiano: o I Centenário do Levantamento de uma cruz monumental no ponto mais meridional da Patagônia, no Cabo Froward, situado na costa norte do estreito de Magalhães.   A primeira cruz erguida – feita por duas traves de ferro, de 12 metros, cuja haste vertical afundava três metros no terreno rochoso – foi inaugurada no dia 21 de dezembro de 1913, pelo salesiano do Uruguai, padre Luigi Heitor Salaberry, diretor do Instituto São José, de Punta Arenas. A cruz foi erguida por causa do 16º Centenário do Edito de Constantino, o Grande, de 313 D.C., que concedeu a liberdade religiosa em todo o Império Romano em virtude da vitória obtida sobre Maxêncio, depois do sonho da Santa Cruz e da visão “in hoc signo vinces” (sob este sinal vencerás).   Em 1943 o padre Luigi Heitor Salaberry benzeu uma segunda cruz, de cimento armado, que substituiu a anterior, parcialmente deteriorada com o tempo.  Em abril de 1987 essa cruz foi substituída por outra metálica; de estrutura tubular e 50 metros de altura, para celebrar a viagem apostólica do Papa João Paulo II ao Chile.   "A docuficção também será uma oportunidade para documentar com rigor histórico a heroica, ainda que desafortunada, atividade salesiana entre os índios da Patagônia meridional e das ilhas fueguinas", disse o padre Francesco Motto. Padre Motto espera realizar a pré-estreia do filme em dezembro deste ano, simultaneamente, em Punta Arenas, Chile, e em Turim, na Itália.   InfoANS  
Wednesday, 20 February 2013 14:46

Arquidiocese de Natal sedia o lançamento da CF 2013

Written by
No ano em que  a Jornada Mundial da Juventude é realizada no Brasil a Campanha da Fraternidade (CF) de 2013 vem com o tema: Fraternidade e Juventude e o lema: Eis-me aqui, envia-me (Is 6,8) e se propõe a olhar a realidade dos jovens, acolhendo-os com a riqueza de suas diversidades, propostas e potencialidades, para entendê-los e auxiliá-los neste contexto de profundo impacto cultural e de relações midiáticas, além de fazer-se solidária em seus sofrimentos e angústias, especialmente junto aos que mais sofrem com os desafios.   Nos dias 14 e 15 de fevereiro, a terra berço da Campanha da Fraternidade, recebeu autoridades da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o núncio apostólico no Brasil (representante do papa), Dom Giovanni D’Aniello, além de vários bispos da região Nordeste. No dia 14, toda a programação realizou-se em Nísia Floresta, RN, onde os bispos visitaram tanto o município como a comunidade Timbó. Já no dia 15 a programação foi em Natal, no Centro de Convenções, Via Costeira, onde foi realizado um seminário com a temática: “Igreja: fundamento de fraternidade”.   Cerca de 2.000 pessoas participaram do seminário; entre grupos, caravanas juvenis, não só de Natal, mas de cidades do Interior e estados vizinhos. A solenidade foi iniciada com o lançamento do Documentário dos 50 anos de CF e continuou com a programação durante todo o dia, com palestras que abordaram aspectos históricos da CF. Dunga, missionário da Canção Nova, foi um dos palestrantes do dia e abordou o tema da Campanha deste ano “Fraternidade e Juventude”. Em sua fala Dunga disse que a nossa igreja precisa acolher melhor os jovens, principalmente os que virão para a JMJ2013 No período da tarde padre Fábio de Melo falou sobre o lema da Campanha 2013: “Eis-me aqui, envia-me”. Após a palestra, ele realizou um show com sua banda, no encerramento celebrativo da programação, levando a todos muita emoção e fé.   Concelebração   Às 19h, do dia 15, ocorreu a Concelebração de abertura da Campanha da Fraternidade 2013 na Catedral Metropolitana de Natal. Logo no início os jovens da Pastoral da Juventude realizaram uma apresentação retratando a realidade dos jovens nos dias de hoje, trazendo um momento de reflexão para todos.   O celebrante, Dom Leonardo Steiner, disse em sua homilia, que somos todos aprendizes e fazedores da vontade do Pai, que somos protagonistas da civilização do amor e disse ainda: “Vivam com Jesus, Testemunhem o Jesus!” e incentivou todos a falarem: “Eis-me aqui, envia-me!”. Após a celebração todos continuaram na catedral para participar da vigília e adoração, que contou com a presença da cantora Eliana Ribeiro, da Comunidade Canção Nova.     Vários jovens participaram do momento inicial da vigília, trazendo para o altar, como oferta, o que representa a juventude católica. A palavra de Deus foi a primeira a entrar, com muita alegria, demonstrando que a juventude se firma cada vez mais na escritura bíblica, em seguida trouxeram as réplicas dos símbolos da JMJ, a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora, em seguida entraram trazendo os símbolos de cada movimento, grupos de jovens, grupos de oração em que a juventude está inserida na cidade. Por fim, e mais importante, entrou o Santíssimo Sacramento, que ficou exposto no Altar para ser adorado diante de tantos jovens que, com muito fervor, clamavam por misericórdia, pela paz do mundo inteiro, pelo amor fraterno entre as nações e tantos outros motivos que existem.   Coletiva   Ao mesmo tempo em que as palestras eram realizadas no salão nobre do Centro de Convenções, em uma sala reservada, houve uma coletiva de imprensa com Dom Leonardo Steiner, secretário geral da CNBB e bispo auxiliar de Brasília, e também com Dom Eduardo Pinheiro, presidente da Comissão para a Juventude da CNBB e bispo auxiliar de Campo Grande, MS.   Assista à entrevista realizada com Dom Eduardo Pinheiro na Vigilia de lançamento da Campanha da Fraternidade.     Dom Leonardo Steiner, explicou que o objetivo geral da campanha é acolher os jovens no contexto de mudança de época, propiciando caminhos para seu protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção de uma sociedade fraterna fundamentada na cultura da vida, da justiça e da paz..   O presidente da Comissão para a Juventude da CNBB, Dom Eduardo Pinheiro, destacou que a renovação da Igreja Católica está intrinsecamente ligada à juventude. “Temos que perceber o jovem cada vez mais engajado no processo de renovação da igreja. É bom pensarmos o jovem como presente, no sentido de dom, mas também como presente, no sentido temporal, pois o jovem não é o futuro e, sim, o presente da sociedade”.   Carta de Dom Giovan D’ Aniello   O vigário-geral da Arquidiocese de Natal, padre Edilson Nobre, durante a solenidade de lançamento da CF leu uma carta enviada pelo núncio apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’aniello, em razão dos 50 anos da CF. Na carta, Dom Giovani agradece pelo convite de participar do lançamento e  fala sobre este momento em que vivemos. “Além de ser um momento comemorativo, será também de revisão da Campanha da Fraternidade, frisando a necessidade de um aprimoramento do conteúdo da Campanha para que esta possa ser sempre mais um “forte poder de evangelização”.   O vigário-geral falou também sobre a importância da participação dos jovens na JMJ como testemunhas vivas do Cristo. “Esse tema é para ser refletido e meditado: fazer discípulos e chamar outras pessoas para a comunhão e o convívio com o Senhor. Esse mandato, essa missão já esta anunciada nos Evangelhos. E, na verdade, só faz discípulo quem já é discípulo, quem convive com o Senhor”.   História   A Campanha da fraternidade foi uma das primeiras ações realizadas pela Arquidiocese de Natal que rapidamente se expandiu e hoje é realizada, anualmente, por todas as Dioceses e Arquidioceses do Brasil. A primeira Campanha foi realizada no município de Nísia Floresta, na comunidade rural Timbó, no dia 8 de abril de 1962, por iniciativa do então Administrador Apostólico, Dom Eugênio de Araújo Sales.   Niely Silva  
Wednesday, 20 February 2013 14:08

Programa de salesianos da Índia recebe certificado

Written by
A rede “Homelink/Missing Child Search Network” (HLK/MCS), promovida pelos salesianos da Índia, foi contemplada com o Certificado de Apreço 2013 - prêmio pela Inovação Social, criado pela Associação Nacional das Empresas de Software e Serviços (NASSCOM). O prêmio foi entregue no dia 13 de fevereiro, em Mumbai, na Índia, no fórum sobre a Liderança Indiana da NASSCOM e foi recebido pelo padre  salesiano, Joe Prabhu, diretor Nacional da rede HLK/MCS.   A rede HLK/MCS é um dos programas promovidos e organizados pelo Fórum Indiano “Don Bosco Young at Risk” (YaR), organização empenhada em servir os jovens em situação de risco da Ásia Meridional, e em influenciar as políticas do estado, nacionais e internacionais, que lhes digam respeito.   A NASSCOM é a primeira organização indiana que une e direciona as políticas públicas à indústria do software indiano. Ela decidiu premiar o sistema da rede HLK/MCS por seu grau de inovação e o uso das tecnologias informáticas e da comunicação (TIC), para o desenvolvimento social inclusivo no país.   “Este sucesso é um momento feliz para rememorar os anos de serviço de todos os associados da rede de HLK/MCS em favor dos jovens em estado de perigo. É um momento para alegrar-se pelo reconhecimento recebido”, disse o padre salesiano Prabhu, recordando-se do difícil trabalho desenvolvido até o momento há mais de 10 anos pela HLK/MCS.   O Fórum “YaR” está presente por meio de 73 centros em 19 estados e territórios da União (Índia) e empenha-se cotidianamente em recuperar crianças e adolescentes que estão em qualquer situação de risco social: meninos de rua, órfãos; trabalhadores; jovens detentos, doentes. O fórum “YaR” atende ao ano cerca de 200.000 crianças, adolescentes, jovens periclitantes, por meio dos seus 300 parceiros difundidos por toda a Índia.   InfoANS
A Obra Social Dom Bosco de Itaquera, na capital paulista, recebeu dia 18 de fevereiro a visita do padre Toni Rogger, da Instituição Salesiana da Suíça, Jugendhilfe Weltweit. Padre Toni visitou a obra acompanhado por outras pessoas vindas da Suiça, que também estão no país.   A organização suíça Jugendhilfe Weltweit colaborou com a construção de um dos prédios do Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo (CEDESP), onde são realizados os cursos profissionalizantes da Obra Social Dom Bosco e que foi inaugurado em 2008.   Os suíços ficaram admirados com os trabalhos desenvolvidos e com a quantidade de pessoas atendidas. Além de conhecerem o CEDESP, eles também visitaram o Centro de Formação e Cultura (CFC).   O grupo ainda vai conhecer outras instituições salesianas no país, passando por Porto Alegre, Recife e Manaus.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
O conselheiro geral para a Comunicação Social dos Salesianos de Dom Bosco, padre Filiberto Gonzáles Plasencia, chegou ao Brasil em 16 de fevereiro, para cumprir um roteiro de visitas por todas as Inspetorias dos Salesianos no Brasil. O conselheiro permanece no país até o próximo dia 8 de março e nesse período participará de diversas atividades em cada uma das inspetorias a serem visitadas.   O primeiro local visitado pelo conselheiro, já no dia 17 de fevereiro, foi a Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, em São Paulo, onde ele foi recepcionado pelo padre Edmilson Rodrigues, delegado para a Comunicação Social na Inspetoria. Um dos assuntos tratados durante a visita foi o trabalho que vem sendo realizado em âmbito inspetorial pelo Serviço de Animação para a Comunicação Social da inspetoria.   A passagem de padre Filiberto pelo Estado de São Paulo foi contemplada também por uma visita à Comunidade Canção Nova, na cidade de Cachoeira Paulista, e com uma celebração da missa dominical no Santuário Sagrado Coração de Jesus, na capital, junto aos padres Edmilson e Glauco Landim.   Durante a sua permanência no país, o conselheiro geral também visitará a sede da Conferência dos Salesianos de Dom Bosco do Brasil (CISBRASIL), entre os dias 5 e 8 de março. Em sua visita a sede, ele participará da apresentação dos projetos da Rede Salesiana Brasil (RSB) e da CISBRASIL; visitará a Universidade Católica de Brasília (UBC) e a ANEC (Associação Nacional de Educação Católica do Brasil).   Nesta segunda-feira, dia 18 de fevereiro, padre Feliberto partiu para Fortaleza para visitar a Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil. Mas o cronograma que o padre Filiberto deve cumprir inclui ainda passagens pelas Inspetorias de Campo Grande, MS; São Pio X, em Porto Alegre, RS; São Domingos Sávio, em Manaus, AM; e São João Bosco, em Belo Horizonte, MG.    
    A Pastoral da Aids do Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispo do Brasil (CNBB) realizou, entre os dias 15 e 17 de fevereiro, no Convento Madre Regina em Petrópolis, RJ, o retiro anual para os agentes e coordenadores da Pastoral da Aids. Nesse ano o tema do retiro foi "Jesus Cristo Encarnado".   O retiro contou com a pregação do padre Marcos Belizário Ferreira, pároco da Paróquia de São Conrado, no Rio de janeiro. Na ocasião ele apontou para o fortalecimento espiritual na Pastoral, em Família e na Sociedade e instigou os participantes a questionarem sua fé e o desenvolvimento dessa fé no trabalho pastoral e paroquial.   Os dias de retiro contribuíram para impulsionar a Pastoral da Aids na Arquidiocese do Rio de Janeiro e fortalecer a importância do trabalho Pastoral para todos os participantes.   Equipe Pastoral da Aids no RJ
Foi realizada,  no dia 16 de fevereiro, na sede episcopal de Tura, Nordeste da Índia, a sessão de encerramento do processo diocesano sobre a vida e as virtudes e sobre a fama de santidade do Servo de Deus, Dom Oreste Marengo, bispo missionário salesiano (1906-1998), iniciado no dia 12 de abril de 2007.   O ato oficial foi presidido por Dom Andrew R. Marak, bispo diocesano, que recordou com comoção como Dom Marengo o ajudou em sua caminhada cristã e vocacional nos momentos de prova e de dificuldade. Participaram da sessão Dom George Mamalassery, bispo emérito de Tura; os oficiais do processo; o postulador geral, padre Pierluigi Cameroni, SDB; o vice-postulador, padre Joseph Puthenpurakal, SDB; além de outras autoridades.   Dom Oreste Marengo frequentou o ginásio em Valdocco e em 1923 iniciou em Foglizzo o ano de noviciado. No mês de dezembro do mesmo ano partiu como missionário para o Assam, Índia, e terminou o noviciado em Shillong (Índia). O seu campo de trabalho, antes como sacerdote e depois como bispo, foram as tribos himalaias.   Trabalhador incansável e de grande humanidade, de fé sólida e de ardente paixão apostólica pela causa do Evangelho, para servir e melhor comunicar-se com o seu povo aprendeu numerosas línguas das várias etnias locais. Em 1951, em Turim, foi ordenado bispo da nova Diocese de Dibrugarh. Em 1964 foi transferido a Tezpur, e finalmente concluiu o seu ministério episcopal em Tura, onde foi administrador apostólico entre os anos de 1972 a 1978.   Até ao fim da sua longa vida, Dom Marengo foi um missionário heroico. Ícone vivente do bom Pastor, de um grupo glorioso de missionários salesianos como Dom Stefano Ferrando e padre Costantino Vendrame, ambos servos de Deus, que plantaram a Igreja e o carisma de Dom Bosco no Nordeste da Índia.   Com esse ato, o processo de beatificação passa agora à fase romana, ou seja: ao estudo do processo diocesano e ao juízo sobre o mérito da causa.   InfoANS
  Começou nesta segunda-feira, dia 18 de fevereiro, e seguirá até o próximo dia 21 de março, o Encontro para as Mestras de Noviças. Realizado na Casa Geral, em Roma,  Itália, o encontro traz o  título “O meu rosto caminhará com vocês" e conta com a participação de 27 mestras de noviças das Filhas de Maria Auxiliadora, dos vários noviciados do mundo, e mais três irmãs Missionárias da Encarnação.   A finalidade do encontro, promovido pelo Âmbito para a Formação, é oferecer às mestras uma oportunidade para qualificar-se e assumir o acompanhamento em estilo salesiano, como caminho privilegiado de formação das novas gerações de Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), chamadas hoje a constituir para si uma identidade carismática aberta e dinâmica, clara e legível.     Veja todos os temas que serão abordados no encontro no site das Filhas de Maria Auxiliadora   Filhas de Maria Auxiliadora
A Equipe de Comunicação da Campanha da Fraternidade (CF) 2013, formada por jovens que representam pastorais, movimentos, comunidades de todos os cantos do país, criou um espaço importante para a partilha das ações da Campanha. É o hotsite www.cf2013.org.br, que aliado aos perfis nas redes sociais, visa colaborar na mobilização da Igreja no Brasil na reflexão do tema “Fraternidade e Juventude”.   “Fundamentados no texto-base, vamos movimentar a CF 2013 com uma linguagem diferenciada, própria de nós jovens”, afirma a equipe na apresentação do hotsite. Além de oferecer os subsídios da Campanha, o espaço traz artigos e notícias sobre as iniciativas nos quatro cantos do país.   Os jovens podem colaborar com o hotsite, enviando a notícia de como está sendo realizada a Campanha em sua diocese, paróquia, congregação, movimento ou comunidade. Basta clicar na aba “Seja um correspondente”. A coordenação é da equipe “Jovens Conectados”, da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB.   A CF é uma proposta evangelizadora da Igreja Católica desenvolvida na Quaresma em preparação para a Páscoa. A Campanha tem a missão de despertar o espírito comunitário e cristão; educar para a vida em fraternidade; e renovar a consciência da responsabilidade social.   CNBB
Muita emoção marcou a chegada da Cruz Peregrina e do Ícone Mariano da Jornada Mundial da Juventude, na Igreja São Sebastião, em Ponta Grossa, no Paraná, no dia 14 de fevereiro. Os símbolos vieram de Guarapuava e chegaram a Igreja de São Sebastião às 18h, sendo acolhidos por mais de 1000 pessoas, entre eles, alguns jovens salesianos, como Maria Larissa Pereira Andruchiw e  Gabi Sanches, que participará da JMJ Rio2013, em julho.   Depois da acolhida, os símbolos seguiram em procissão pelas principais ruas da cidade com destino à Catedral. No local, todos acompanharam a celebração da santa missa, presidida pelo bispo diocesano, Dom Sergio Arthur Braschi.   Durante o segundo dia em que os símbolos permaneceram em Ponta Grossa, 15 de fevereiro, Dom Sergio Arthur Braschi presidiu uma missa na Igreja do Rosário, no centro da cidade, a celebração contou com a presença dos padres salesianos. Às 13h os jovens andaram com os símbolos até o terminal central de ônibus, passando pelo calçadão da Coronel Claudio, região central da cidade. O ato contou com a presença de mais de 500 pessoas e chamou a atenção de muitos que passavam pelo local.   Dom Sergio Arthur ajudou a levar a Cruz em diversos momentos e no final do trajeto gravou um depoimento para os jovens salesianos da paróquia. Do terminal central os símbolos seguiram em visita às entidades da cidade como casas de proteção a menores em risco e penitenciárias. As 18 hs, os símbolos foram levados para o Centro de Eventos da cidade, cedido pela prefeitura, onde foi realizado um show com a Banda Dominus e a cantora Adriana. À meia-noite de sábado foi realizada uma vigília até o horário da entrega da cruz e do ícone aos jovens de Londrina, PR, próximo destino dos símbolos.   Inspetoria Salesiana São Pio X  
Page 681 of 727
Uma pequena equipe guiada pelo historiador padre Francesco Motto, SDB, partiu nesta quarta-feira, dia 20 de fevereiro, da Itália para a Patagônia e o arquipélago da Terra do Fogo, no sul da América do Sul, para gravar uma docuficção - género cinematográfico que procura captar a realidade - sobre um acontecimento histórico de interesse eclesial e salesiano: o I Centenário do Levantamento de uma cruz monumental no ponto mais meridional da Patagônia, no Cabo Froward, situado na costa norte do estreito de Magalhães.   A primeira cruz erguida – feita por duas traves de ferro, de 12 metros, cuja haste vertical afundava três metros no terreno rochoso – foi inaugurada no dia 21 de dezembro de 1913, pelo salesiano do Uruguai, padre Luigi Heitor Salaberry, diretor do Instituto São José, de Punta Arenas. A cruz foi erguida por causa do 16º Centenário do Edito de Constantino, o Grande, de 313 D.C., que concedeu a liberdade religiosa em todo o Império Romano em virtude da vitória obtida sobre Maxêncio, depois do sonho da Santa Cruz e da visão “in hoc signo vinces” (sob este sinal vencerás).   Em 1943 o padre Luigi Heitor Salaberry benzeu uma segunda cruz, de cimento armado, que substituiu a anterior, parcialmente deteriorada com o tempo.  Em abril de 1987 essa cruz foi substituída por outra metálica; de estrutura tubular e 50 metros de altura, para celebrar a viagem apostólica do Papa João Paulo II ao Chile.   "A docuficção também será uma oportunidade para documentar com rigor histórico a heroica, ainda que desafortunada, atividade salesiana entre os índios da Patagônia meridional e das ilhas fueguinas", disse o padre Francesco Motto. Padre Motto espera realizar a pré-estreia do filme em dezembro deste ano, simultaneamente, em Punta Arenas, Chile, e em Turim, na Itália.   InfoANS  
Wednesday, 20 February 2013 14:46

Arquidiocese de Natal sedia o lançamento da CF 2013

Written by
No ano em que  a Jornada Mundial da Juventude é realizada no Brasil a Campanha da Fraternidade (CF) de 2013 vem com o tema: Fraternidade e Juventude e o lema: Eis-me aqui, envia-me (Is 6,8) e se propõe a olhar a realidade dos jovens, acolhendo-os com a riqueza de suas diversidades, propostas e potencialidades, para entendê-los e auxiliá-los neste contexto de profundo impacto cultural e de relações midiáticas, além de fazer-se solidária em seus sofrimentos e angústias, especialmente junto aos que mais sofrem com os desafios.   Nos dias 14 e 15 de fevereiro, a terra berço da Campanha da Fraternidade, recebeu autoridades da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o núncio apostólico no Brasil (representante do papa), Dom Giovanni D’Aniello, além de vários bispos da região Nordeste. No dia 14, toda a programação realizou-se em Nísia Floresta, RN, onde os bispos visitaram tanto o município como a comunidade Timbó. Já no dia 15 a programação foi em Natal, no Centro de Convenções, Via Costeira, onde foi realizado um seminário com a temática: “Igreja: fundamento de fraternidade”.   Cerca de 2.000 pessoas participaram do seminário; entre grupos, caravanas juvenis, não só de Natal, mas de cidades do Interior e estados vizinhos. A solenidade foi iniciada com o lançamento do Documentário dos 50 anos de CF e continuou com a programação durante todo o dia, com palestras que abordaram aspectos históricos da CF. Dunga, missionário da Canção Nova, foi um dos palestrantes do dia e abordou o tema da Campanha deste ano “Fraternidade e Juventude”. Em sua fala Dunga disse que a nossa igreja precisa acolher melhor os jovens, principalmente os que virão para a JMJ2013 No período da tarde padre Fábio de Melo falou sobre o lema da Campanha 2013: “Eis-me aqui, envia-me”. Após a palestra, ele realizou um show com sua banda, no encerramento celebrativo da programação, levando a todos muita emoção e fé.   Concelebração   Às 19h, do dia 15, ocorreu a Concelebração de abertura da Campanha da Fraternidade 2013 na Catedral Metropolitana de Natal. Logo no início os jovens da Pastoral da Juventude realizaram uma apresentação retratando a realidade dos jovens nos dias de hoje, trazendo um momento de reflexão para todos.   O celebrante, Dom Leonardo Steiner, disse em sua homilia, que somos todos aprendizes e fazedores da vontade do Pai, que somos protagonistas da civilização do amor e disse ainda: “Vivam com Jesus, Testemunhem o Jesus!” e incentivou todos a falarem: “Eis-me aqui, envia-me!”. Após a celebração todos continuaram na catedral para participar da vigília e adoração, que contou com a presença da cantora Eliana Ribeiro, da Comunidade Canção Nova.     Vários jovens participaram do momento inicial da vigília, trazendo para o altar, como oferta, o que representa a juventude católica. A palavra de Deus foi a primeira a entrar, com muita alegria, demonstrando que a juventude se firma cada vez mais na escritura bíblica, em seguida trouxeram as réplicas dos símbolos da JMJ, a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora, em seguida entraram trazendo os símbolos de cada movimento, grupos de jovens, grupos de oração em que a juventude está inserida na cidade. Por fim, e mais importante, entrou o Santíssimo Sacramento, que ficou exposto no Altar para ser adorado diante de tantos jovens que, com muito fervor, clamavam por misericórdia, pela paz do mundo inteiro, pelo amor fraterno entre as nações e tantos outros motivos que existem.   Coletiva   Ao mesmo tempo em que as palestras eram realizadas no salão nobre do Centro de Convenções, em uma sala reservada, houve uma coletiva de imprensa com Dom Leonardo Steiner, secretário geral da CNBB e bispo auxiliar de Brasília, e também com Dom Eduardo Pinheiro, presidente da Comissão para a Juventude da CNBB e bispo auxiliar de Campo Grande, MS.   Assista à entrevista realizada com Dom Eduardo Pinheiro na Vigilia de lançamento da Campanha da Fraternidade.     Dom Leonardo Steiner, explicou que o objetivo geral da campanha é acolher os jovens no contexto de mudança de época, propiciando caminhos para seu protagonismo no seguimento de Jesus Cristo, na vivência eclesial e na construção de uma sociedade fraterna fundamentada na cultura da vida, da justiça e da paz..   O presidente da Comissão para a Juventude da CNBB, Dom Eduardo Pinheiro, destacou que a renovação da Igreja Católica está intrinsecamente ligada à juventude. “Temos que perceber o jovem cada vez mais engajado no processo de renovação da igreja. É bom pensarmos o jovem como presente, no sentido de dom, mas também como presente, no sentido temporal, pois o jovem não é o futuro e, sim, o presente da sociedade”.   Carta de Dom Giovan D’ Aniello   O vigário-geral da Arquidiocese de Natal, padre Edilson Nobre, durante a solenidade de lançamento da CF leu uma carta enviada pelo núncio apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’aniello, em razão dos 50 anos da CF. Na carta, Dom Giovani agradece pelo convite de participar do lançamento e  fala sobre este momento em que vivemos. “Além de ser um momento comemorativo, será também de revisão da Campanha da Fraternidade, frisando a necessidade de um aprimoramento do conteúdo da Campanha para que esta possa ser sempre mais um “forte poder de evangelização”.   O vigário-geral falou também sobre a importância da participação dos jovens na JMJ como testemunhas vivas do Cristo. “Esse tema é para ser refletido e meditado: fazer discípulos e chamar outras pessoas para a comunhão e o convívio com o Senhor. Esse mandato, essa missão já esta anunciada nos Evangelhos. E, na verdade, só faz discípulo quem já é discípulo, quem convive com o Senhor”.   História   A Campanha da fraternidade foi uma das primeiras ações realizadas pela Arquidiocese de Natal que rapidamente se expandiu e hoje é realizada, anualmente, por todas as Dioceses e Arquidioceses do Brasil. A primeira Campanha foi realizada no município de Nísia Floresta, na comunidade rural Timbó, no dia 8 de abril de 1962, por iniciativa do então Administrador Apostólico, Dom Eugênio de Araújo Sales.   Niely Silva  
Wednesday, 20 February 2013 14:08

Programa de salesianos da Índia recebe certificado

Written by
A rede “Homelink/Missing Child Search Network” (HLK/MCS), promovida pelos salesianos da Índia, foi contemplada com o Certificado de Apreço 2013 - prêmio pela Inovação Social, criado pela Associação Nacional das Empresas de Software e Serviços (NASSCOM). O prêmio foi entregue no dia 13 de fevereiro, em Mumbai, na Índia, no fórum sobre a Liderança Indiana da NASSCOM e foi recebido pelo padre  salesiano, Joe Prabhu, diretor Nacional da rede HLK/MCS.   A rede HLK/MCS é um dos programas promovidos e organizados pelo Fórum Indiano “Don Bosco Young at Risk” (YaR), organização empenhada em servir os jovens em situação de risco da Ásia Meridional, e em influenciar as políticas do estado, nacionais e internacionais, que lhes digam respeito.   A NASSCOM é a primeira organização indiana que une e direciona as políticas públicas à indústria do software indiano. Ela decidiu premiar o sistema da rede HLK/MCS por seu grau de inovação e o uso das tecnologias informáticas e da comunicação (TIC), para o desenvolvimento social inclusivo no país.   “Este sucesso é um momento feliz para rememorar os anos de serviço de todos os associados da rede de HLK/MCS em favor dos jovens em estado de perigo. É um momento para alegrar-se pelo reconhecimento recebido”, disse o padre salesiano Prabhu, recordando-se do difícil trabalho desenvolvido até o momento há mais de 10 anos pela HLK/MCS.   O Fórum “YaR” está presente por meio de 73 centros em 19 estados e territórios da União (Índia) e empenha-se cotidianamente em recuperar crianças e adolescentes que estão em qualquer situação de risco social: meninos de rua, órfãos; trabalhadores; jovens detentos, doentes. O fórum “YaR” atende ao ano cerca de 200.000 crianças, adolescentes, jovens periclitantes, por meio dos seus 300 parceiros difundidos por toda a Índia.   InfoANS
A Obra Social Dom Bosco de Itaquera, na capital paulista, recebeu dia 18 de fevereiro a visita do padre Toni Rogger, da Instituição Salesiana da Suíça, Jugendhilfe Weltweit. Padre Toni visitou a obra acompanhado por outras pessoas vindas da Suiça, que também estão no país.   A organização suíça Jugendhilfe Weltweit colaborou com a construção de um dos prédios do Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo (CEDESP), onde são realizados os cursos profissionalizantes da Obra Social Dom Bosco e que foi inaugurado em 2008.   Os suíços ficaram admirados com os trabalhos desenvolvidos e com a quantidade de pessoas atendidas. Além de conhecerem o CEDESP, eles também visitaram o Centro de Formação e Cultura (CFC).   O grupo ainda vai conhecer outras instituições salesianas no país, passando por Porto Alegre, Recife e Manaus.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
O conselheiro geral para a Comunicação Social dos Salesianos de Dom Bosco, padre Filiberto Gonzáles Plasencia, chegou ao Brasil em 16 de fevereiro, para cumprir um roteiro de visitas por todas as Inspetorias dos Salesianos no Brasil. O conselheiro permanece no país até o próximo dia 8 de março e nesse período participará de diversas atividades em cada uma das inspetorias a serem visitadas.   O primeiro local visitado pelo conselheiro, já no dia 17 de fevereiro, foi a Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, em São Paulo, onde ele foi recepcionado pelo padre Edmilson Rodrigues, delegado para a Comunicação Social na Inspetoria. Um dos assuntos tratados durante a visita foi o trabalho que vem sendo realizado em âmbito inspetorial pelo Serviço de Animação para a Comunicação Social da inspetoria.   A passagem de padre Filiberto pelo Estado de São Paulo foi contemplada também por uma visita à Comunidade Canção Nova, na cidade de Cachoeira Paulista, e com uma celebração da missa dominical no Santuário Sagrado Coração de Jesus, na capital, junto aos padres Edmilson e Glauco Landim.   Durante a sua permanência no país, o conselheiro geral também visitará a sede da Conferência dos Salesianos de Dom Bosco do Brasil (CISBRASIL), entre os dias 5 e 8 de março. Em sua visita a sede, ele participará da apresentação dos projetos da Rede Salesiana Brasil (RSB) e da CISBRASIL; visitará a Universidade Católica de Brasília (UBC) e a ANEC (Associação Nacional de Educação Católica do Brasil).   Nesta segunda-feira, dia 18 de fevereiro, padre Feliberto partiu para Fortaleza para visitar a Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil. Mas o cronograma que o padre Filiberto deve cumprir inclui ainda passagens pelas Inspetorias de Campo Grande, MS; São Pio X, em Porto Alegre, RS; São Domingos Sávio, em Manaus, AM; e São João Bosco, em Belo Horizonte, MG.    
    A Pastoral da Aids do Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispo do Brasil (CNBB) realizou, entre os dias 15 e 17 de fevereiro, no Convento Madre Regina em Petrópolis, RJ, o retiro anual para os agentes e coordenadores da Pastoral da Aids. Nesse ano o tema do retiro foi "Jesus Cristo Encarnado".   O retiro contou com a pregação do padre Marcos Belizário Ferreira, pároco da Paróquia de São Conrado, no Rio de janeiro. Na ocasião ele apontou para o fortalecimento espiritual na Pastoral, em Família e na Sociedade e instigou os participantes a questionarem sua fé e o desenvolvimento dessa fé no trabalho pastoral e paroquial.   Os dias de retiro contribuíram para impulsionar a Pastoral da Aids na Arquidiocese do Rio de Janeiro e fortalecer a importância do trabalho Pastoral para todos os participantes.   Equipe Pastoral da Aids no RJ
Foi realizada,  no dia 16 de fevereiro, na sede episcopal de Tura, Nordeste da Índia, a sessão de encerramento do processo diocesano sobre a vida e as virtudes e sobre a fama de santidade do Servo de Deus, Dom Oreste Marengo, bispo missionário salesiano (1906-1998), iniciado no dia 12 de abril de 2007.   O ato oficial foi presidido por Dom Andrew R. Marak, bispo diocesano, que recordou com comoção como Dom Marengo o ajudou em sua caminhada cristã e vocacional nos momentos de prova e de dificuldade. Participaram da sessão Dom George Mamalassery, bispo emérito de Tura; os oficiais do processo; o postulador geral, padre Pierluigi Cameroni, SDB; o vice-postulador, padre Joseph Puthenpurakal, SDB; além de outras autoridades.   Dom Oreste Marengo frequentou o ginásio em Valdocco e em 1923 iniciou em Foglizzo o ano de noviciado. No mês de dezembro do mesmo ano partiu como missionário para o Assam, Índia, e terminou o noviciado em Shillong (Índia). O seu campo de trabalho, antes como sacerdote e depois como bispo, foram as tribos himalaias.   Trabalhador incansável e de grande humanidade, de fé sólida e de ardente paixão apostólica pela causa do Evangelho, para servir e melhor comunicar-se com o seu povo aprendeu numerosas línguas das várias etnias locais. Em 1951, em Turim, foi ordenado bispo da nova Diocese de Dibrugarh. Em 1964 foi transferido a Tezpur, e finalmente concluiu o seu ministério episcopal em Tura, onde foi administrador apostólico entre os anos de 1972 a 1978.   Até ao fim da sua longa vida, Dom Marengo foi um missionário heroico. Ícone vivente do bom Pastor, de um grupo glorioso de missionários salesianos como Dom Stefano Ferrando e padre Costantino Vendrame, ambos servos de Deus, que plantaram a Igreja e o carisma de Dom Bosco no Nordeste da Índia.   Com esse ato, o processo de beatificação passa agora à fase romana, ou seja: ao estudo do processo diocesano e ao juízo sobre o mérito da causa.   InfoANS
  Começou nesta segunda-feira, dia 18 de fevereiro, e seguirá até o próximo dia 21 de março, o Encontro para as Mestras de Noviças. Realizado na Casa Geral, em Roma,  Itália, o encontro traz o  título “O meu rosto caminhará com vocês" e conta com a participação de 27 mestras de noviças das Filhas de Maria Auxiliadora, dos vários noviciados do mundo, e mais três irmãs Missionárias da Encarnação.   A finalidade do encontro, promovido pelo Âmbito para a Formação, é oferecer às mestras uma oportunidade para qualificar-se e assumir o acompanhamento em estilo salesiano, como caminho privilegiado de formação das novas gerações de Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), chamadas hoje a constituir para si uma identidade carismática aberta e dinâmica, clara e legível.     Veja todos os temas que serão abordados no encontro no site das Filhas de Maria Auxiliadora   Filhas de Maria Auxiliadora
A Equipe de Comunicação da Campanha da Fraternidade (CF) 2013, formada por jovens que representam pastorais, movimentos, comunidades de todos os cantos do país, criou um espaço importante para a partilha das ações da Campanha. É o hotsite www.cf2013.org.br, que aliado aos perfis nas redes sociais, visa colaborar na mobilização da Igreja no Brasil na reflexão do tema “Fraternidade e Juventude”.   “Fundamentados no texto-base, vamos movimentar a CF 2013 com uma linguagem diferenciada, própria de nós jovens”, afirma a equipe na apresentação do hotsite. Além de oferecer os subsídios da Campanha, o espaço traz artigos e notícias sobre as iniciativas nos quatro cantos do país.   Os jovens podem colaborar com o hotsite, enviando a notícia de como está sendo realizada a Campanha em sua diocese, paróquia, congregação, movimento ou comunidade. Basta clicar na aba “Seja um correspondente”. A coordenação é da equipe “Jovens Conectados”, da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB.   A CF é uma proposta evangelizadora da Igreja Católica desenvolvida na Quaresma em preparação para a Páscoa. A Campanha tem a missão de despertar o espírito comunitário e cristão; educar para a vida em fraternidade; e renovar a consciência da responsabilidade social.   CNBB
Muita emoção marcou a chegada da Cruz Peregrina e do Ícone Mariano da Jornada Mundial da Juventude, na Igreja São Sebastião, em Ponta Grossa, no Paraná, no dia 14 de fevereiro. Os símbolos vieram de Guarapuava e chegaram a Igreja de São Sebastião às 18h, sendo acolhidos por mais de 1000 pessoas, entre eles, alguns jovens salesianos, como Maria Larissa Pereira Andruchiw e  Gabi Sanches, que participará da JMJ Rio2013, em julho.   Depois da acolhida, os símbolos seguiram em procissão pelas principais ruas da cidade com destino à Catedral. No local, todos acompanharam a celebração da santa missa, presidida pelo bispo diocesano, Dom Sergio Arthur Braschi.   Durante o segundo dia em que os símbolos permaneceram em Ponta Grossa, 15 de fevereiro, Dom Sergio Arthur Braschi presidiu uma missa na Igreja do Rosário, no centro da cidade, a celebração contou com a presença dos padres salesianos. Às 13h os jovens andaram com os símbolos até o terminal central de ônibus, passando pelo calçadão da Coronel Claudio, região central da cidade. O ato contou com a presença de mais de 500 pessoas e chamou a atenção de muitos que passavam pelo local.   Dom Sergio Arthur ajudou a levar a Cruz em diversos momentos e no final do trajeto gravou um depoimento para os jovens salesianos da paróquia. Do terminal central os símbolos seguiram em visita às entidades da cidade como casas de proteção a menores em risco e penitenciárias. As 18 hs, os símbolos foram levados para o Centro de Eventos da cidade, cedido pela prefeitura, onde foi realizado um show com a Banda Dominus e a cantora Adriana. À meia-noite de sábado foi realizada uma vigília até o horário da entrega da cruz e do ícone aos jovens de Londrina, PR, próximo destino dos símbolos.   Inspetoria Salesiana São Pio X  
Page 681 of 727