Padre Wolfgang Gruen, SDB, faz parte da chamada “segunda geração” de salesianos. Doutor honoris causa em Ciências Teológicas e Bíblicas pela Università Pontificia Salesiana (UPS) de Roma e professor aposentado da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), padre Gruen, ao conceder essa entrevista ao Boletim Salesiano, não se limitou a reproduzir a história aprendida em livros. Na contagem do tempo e no resgate da história, seu relato traz como apêndice uma filigrana da riqueza salesiana, e que diz respeito à distância temporal entre nós e o Santo dos Jovens. “Há uma primeira geração de salesianos, que é a dos que conviveram com Dom Bosco. Aos 86 anos, eu sou sobrevivente da segunda geração, dos que conviveram com salesianos da primeira, ouviram suas experiências com o santo. Os demais são da terceira geração. Meu primeiro inspetor, quando eu ainda era menino, aluno do Salesian College de Londres, Battersea, foi o padre Eneias Tozzi, ex-aluno de Dom Bosco. Contou-me como se tornou aluno do Santo; mais tarde, no meu noviciado, em 1943, encontrei essa história nas Memórias Biográficas de Dom Bosco. Como aluno do Santa Rosa de Niterói, confessava-me religiosamente toda semana com o padre Frederico Gioia, também ex-aluno de Dom Bosco”, rememora padre Gruen. Segue a íntegra da entrevista concedida por padre Wolfgang Gruen ao Boletim Salesiano, a partir da questão: “Na sua visão e experiência, qual foi a importância da chegada dos salesianos no Brasil e, também, qual foi a grande contribuição dos salesianos para o país?”.  
Publicado em Salesianidade
  A área de Manaus está organizando a tradicional Manifestação Mariana Salesiana que ocorre no mês de maio. Este ano o evento será realizado no dia 25 de maio, com concentração no Centro Educacional Mazzarello no Alvorada I, zona Centro-Oeste, a partir das 16h. O evento tem por objetivo promover uma grande concentração de todas as casas das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) e Salesianos (SDB), de Manaus, que sairão pelas ruas louvando e bendizendo a presença de Maria, a Auxiliadora de Dom Bosco.   Este ano o evento tem como novidade o local de realização. Já há alguns anos o evento estava sendo organizado pela região do centro da cidade. A equipe organizadora, composta pelos animadores pastorais das casas, salesianos, FMA e leigos, decidiu deslocar o evento e com isso favorecer uma nova experiência em outra região da cidade.   O evento tem como tema inspirador a carta de Estreia do reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez. O tema do evento deste ano é: “Com Maria, vivamos o Evangelho da alegria” e o lema: “Alegra-te cheia de graça, o Senhor é contigo!” (Lc 1,28)   As atividades preparatórias já estão em andamento e, desde o dia 13 de abril, foi iniciada a peregrinação da imagem de Nossa Senhora Auxiliadora, que já percorre as casas salesianas de Manaus, para reforçar a preparação ao evento.   O objetivo do encontro é fazer um grande ato de louvor a Maria e reunir todos os participantes das casas salesianas encerrando o mês de Maio com um grande louvor a Maria.   Clique aqui para ver a programação da peregrinação da imagem de Maria Auxiliadora   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Publicado em Nacionais
As Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) estão se preparando para celebrar, a partir do mês de setembro de 2014, na Casa Geral, em Roma, o Capítulo Geral 23. O Capítulo foi oficialmente convocado por meio da circular de número 934, enviada pela madre Yvonne Reungoat, superiora geral do Instituto das FMA e traz o tema “Ser hoje com os jovens casa que evangeliza”. A irmã Clara Cazzuola foi escolhida para coordenar o capítulo.   O texto foi enviado para as FMA de todo o mundo para aprofundar o tema capitular, que está estruturado em torno de cinco núcleos temáticos: a realidade nos desafia; a chamada para uma Nova Evangelização; lugar Casa reunião e envio; Valdocco e Mornese: profética fonte; Qual casa para evangelizar hoje. Clique aqui para ler mais.   “O tema se situa no horizonte da nova evangelização e no contexto dos problemas ligados à falta de fé, de relações interpessoais, de referências significativas, de um ambiente onde sentir-se em casa”, consta na circular enviada. “A casa – continua a circular - na tradição salesiana é ambiente de família formado por FMA, jovens e leigos, é clima de corresponsabilidade que favorece o crescimento das pessoas, fortalece a alegria, é espaço de anúncio de Jesus e apelo vocacional . É experiência de comunhão no estilo do Sistema Preventivo, que dilata os horizontes da missão aos apelos da Igreja e da realidade. Nela, é importante que os jovens se sintam felizes e sejam conosco protagonistas ativos, envolvidos na missão evangelizadora, especialmente em meio a outros jovens”.   Leia a notícia na íntegra em InfoANS
Publicado em Internacionais
Padre Filiberto Gonzáles Plasencia, conselheiro geral para a Comunicação Social dos Salesianos de Dom Bosco, está no Brasil desde o dia 16 de fevereiro, cumprindo um roteiro de visitas em todas as obras salesianas do país. Após passar pela Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, em São Paulo, ele seguiu para Fortaleza e posteriormente viajou para o Recife, PE, onde participou do Encontro de Animação Pastoral. O evento foi realizado entre os dias 21 e 23 de fevereiro e envolveu as escolas ligadas à Inspetoria Salesiana do Nordeste.  Padre Filiberto, participou do segundo dia de atividades do Encontro de Animação Pastoral. Na ocasião, o salesiano proferiu palestra e falou aos representantes das casas sobre a importância da comunicação para a vivência diária com os jovens. “Um salesiano é um comunicador de seu Deus. Comunicar, assim como o amor, como crer, está no centro da vida de um ser humano inteligente”, disse o conselheiro.   Entre os dias 24 e 25 de fevereiro, padre Filiberto foi para Campo Grande, MS, para visitar a Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT). Em sua passagem pela região, padre Filiberto visitou o Museu das Culturas Dom Bosco (MCDB) e o campus da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). No dia 25 de fevereiro, na sede da Missão Salesiana de Mato Grosso, o conselheiro se reuniu com Jornalistas, Publicitários, Radialistas e Relações Públicas, que atuam nas presenças da Missão Salesiana de Mato Grosso. No encontro, padre Filiberto agradeceu aos profissionais de comunicação que trabalham na inspetoria e pediu o empenho de todos na superação dos principais desafios do setor.   No dia 26 de fevereiro, padre Filiberto chegou à Inspetoria de Porto Alegre, RS, onde permanece até hoje, dia 28 de fevereiro.  Durante a sua visita, padre Filiberto se encontrou com a Equipe de Comunicação da Inspetoria, na Casa Inspetorial das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA). No encontro, o conselheiro falou sobre os princípios fundamentais que regem a comunicação, baseado no Sistema Salesiano de Comunicação Social. Disse que precisamos "humanizar a comunicação". Citou Dom Bosco como modelo de comunicador, porque ele olhava para os jovens e via com o coração. Padre Filiberto também abordou temas mais práticos e técnicos da comunicação. Citou quatro aspectos importantes na comunicação salesiana: animação, formação, informação e produção. Finalizando os trabalhos, lançou um desafio para 2015, ano que será celebrado os 200 anos do nascimento de Dom Bosco. O desafio consiste em inculturar Dom Bosco na arte musical, na escultura e na pintura. Para isso, convidar artistas que façam obras de arte, tendo como modelo Dom Bosco aqui no Sul e no restante do Brasil.   Padre Filiberto passará ainda pelas inspetorias de São Domingos Sávio, em Manaus, AM; e São João Bosco, em Belo Horizonte, MG.   RSE Informa/Missão Salesiana de Mato Grosso/ Inspetoria Salesiana São Pio X
Publicado em Nacionais
Foi realizada,  no dia 16 de fevereiro, na sede episcopal de Tura, Nordeste da Índia, a sessão de encerramento do processo diocesano sobre a vida e as virtudes e sobre a fama de santidade do Servo de Deus, Dom Oreste Marengo, bispo missionário salesiano (1906-1998), iniciado no dia 12 de abril de 2007.   O ato oficial foi presidido por Dom Andrew R. Marak, bispo diocesano, que recordou com comoção como Dom Marengo o ajudou em sua caminhada cristã e vocacional nos momentos de prova e de dificuldade. Participaram da sessão Dom George Mamalassery, bispo emérito de Tura; os oficiais do processo; o postulador geral, padre Pierluigi Cameroni, SDB; o vice-postulador, padre Joseph Puthenpurakal, SDB; além de outras autoridades.   Dom Oreste Marengo frequentou o ginásio em Valdocco e em 1923 iniciou em Foglizzo o ano de noviciado. No mês de dezembro do mesmo ano partiu como missionário para o Assam, Índia, e terminou o noviciado em Shillong (Índia). O seu campo de trabalho, antes como sacerdote e depois como bispo, foram as tribos himalaias.   Trabalhador incansável e de grande humanidade, de fé sólida e de ardente paixão apostólica pela causa do Evangelho, para servir e melhor comunicar-se com o seu povo aprendeu numerosas línguas das várias etnias locais. Em 1951, em Turim, foi ordenado bispo da nova Diocese de Dibrugarh. Em 1964 foi transferido a Tezpur, e finalmente concluiu o seu ministério episcopal em Tura, onde foi administrador apostólico entre os anos de 1972 a 1978.   Até ao fim da sua longa vida, Dom Marengo foi um missionário heroico. Ícone vivente do bom Pastor, de um grupo glorioso de missionários salesianos como Dom Stefano Ferrando e padre Costantino Vendrame, ambos servos de Deus, que plantaram a Igreja e o carisma de Dom Bosco no Nordeste da Índia.   Com esse ato, o processo de beatificação passa agora à fase romana, ou seja: ao estudo do processo diocesano e ao juízo sobre o mérito da causa.   InfoANS
Publicado em Internacionais
Foi celebrado, no último dia 28 de janeiro, os 125 anos da chegada dos salesianos no Equador. Os primeiros missionários desembarcaram em Guaiaquil no dia 12 de janeiro de 1888 e chegaram a Quito no dia 28 do mesmo mês. Dom Bosco, que faleceria três dias depois, em 31 de janeiro de 1888, ainda teve tempo de saber da chegada dos missionários e lhes enviou a sua bênção.   Para celebrar a data, foram inaugurados novos espaços do “Grupo Editorial Salesiano” nos quais se reúnem as obras salesianas de comunicação social: LNS, Abya Yala e Audiovisuales Don Bosco. Na mesma sede será instalado também o Centro Salesiano de Publicações “José Ruaro”, responsável pelas revistas “Ser Joven”, “Ser Familia”, “Anunciar”, “Ser Peques” e “Luz del Domingo”.   Padre Marcelo Farfán, inspetor do Equador, presidiu a cerimônia de bênção dos espaços, que contou com a participação de muitos salesianos, funcionários e membros das obras de comunicação salesiana. Doutora Viviana Montalvo, vice-reitora da sede de Quito da Universidade Politécnica Salesiana, conduziu o brinde, no qual enfatizou que os salesianos puderam realizar todos os seus projetos graças ao trabalho conjunto e à grande contribuição das pessoas que os acompanham desde a sua chegada ao Equador.   Por ocasião do 125° aniversário de presença salesiana no país, também foi iniciada e benzida à nova comunidade da Casa Inspetorial salesiana, dedicada ao Sagrado Coração de Jesus, advinda da unificação das comunidades de El Girón e da velha Casa Inspetorial, processo iniciado em agosto de 2011.   Os ambientes da nova comunidade estão abertos a todos os salesianos da Inspetoria e oferecerão maior comodidade aos salesianos com precário estado de saúde: tudo foi possível graças ao trabalho cooperativo de muitas pessoas, sob a coordenação do ecônomo inspetorial, padre Alfredo Espinoza.   InfoANS
Publicado em Internacionais
  O Lar Dom Bosco, em Porto Alegre, RS, iniciou as suas atividades em 2013 com um planejamento diferenciado para o período de férias escolares: o Plano Verão.   Trata-se de um conjunto de atividades planejadas para os meses de janeiro e fevereiro, visando atender aos educandos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. As atividades são sempre no turno da tarde e têm por objetivo continuar possibilitando o protagonismo juvenil, a integração e o combate à ociosidade e à exposição aos riscos sociais, que se agravam principalmente na ausência do período escolar. Fazem parte do projeto atividades pedagógicas, de cultura, lazer e esportes, além de passeios e atividades externas.   O Lar Dom Bosco atende diariamente, neste período, cerca de trinta educandos dos seis aos dezessete anos, fornecendo almoço e o lanche da tarde. É um projeto para continuar com a pedagogia de Dom Bosco, vivendo o cotidiano com alegria.
Publicado em Ação Social
No quarto e último sábado deste mês, próximo dia 26, ocorrerá na Catedral de Natal o primeiro Ilumina Fé, abrindo a fase de preparação da arquidiocese para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que será realizada de 23 a 28 de julho deste ano, no Rio de Janeiro.   O Ilumina Fé terá a periodicidade mensal e começará às 22h, com a Santa Missa da Juventude. Após a Santa Missa, será implantado o Terço da Juventude na Arquidiocese e seguirá com Catequese para a Jornada. O ponto máximo da noite iniciará às 2h com exposição e adoração ao Santíssimo Sacramento, seguindo com a Vigília dos Jovens Adoradores até às 6h. Ao longo da noite, haverá animação com ministérios de música, formação com o YouCat, momentos de adoração, agradecimento e de louvor.   Trata-se de um evento de iniciativa do coordenador do Setor da Juventude da Arquidiocese de Natal, tendo assim o próprio setor como parceiro, contando com o apoio e planejamento de jovens voluntários da JMJ e da Semana Missionária, além de outros jovens e casais que se dispuseram a organizar e executar algo para todos os jovens da nossa arquidiocese, sendo um momento ideal para a integração dos jovens para a JMJ, bem como de formação e preparação para os seus voluntários.   O objetivo é continuar com esse projeto mesmo após a Jornada. “Acredito que o Ilumina Fé será uma excelente oportunidade de conversão, solidificação da fé e perseverança da caminhada dos nossos jovens.”, afirma o coordenador e idealizador do evento, o diácono Inácio Lopes.   Jovens Conectados
Publicado em Nacionais
Bruno Rennó, de 29 anos, que estudou no Instituto São José, em Resende, RJ, de 1998 a 2002, foi convocado para fazer parte da equipe que está representando o Brasil no “Birding Rally Challange”, o Desafio Mundial de Observação de Aves, no Peru. O evento começou no dia 27 de novembro e vai até a próxima sexta-feira, 7 de dezembro. Bruno é biólogo e, além de atuar na observação de pássaros, trabalha com projetos de consultoria ambiental e pesquisas na UFRJ (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro).   O desafio é uma iniciativa de empresas de ecoturismo e hotéis do Peru, com o objetivo de promover a observação de aves no país. Reúne equipes do Brasil, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra e África do Sul. Cada equipe tem quatro integrantes. Todas as despesas, entre transporte, alimentação e hospedagem, são por conta da organização do evento. Paraísos naturais como a reserva de Tambodata e a Amazônia Peruana estão entre os destinos dos observadores. O grupo que identificar o maior número de espécies será o vencedor.   A delegação brasileira embarcou no dia 26 de novembro, com Cassiano Zaparoli, Eduardo Welfort, Frederico Costa e o ex-aluno da Rede, Bruno Rennó. Ele conta que recebeu a convocação por e-mail, do líder da equipe, Cassiano Zaparoli, guia famoso no Pantanal e com grande influência no mercado internacional. Bruno já tinha trabalhado com Cassiano em projetos no Parque Nacional do Itatiaia, no Sul do estado do Rio de Janeiro. A vasta experiência com observação de aves foi determinante para a escolha do biólogo. “Fiquei surpreso e muito feliz, a gente não espera que o nosso trabalho tenha uma repercussão tão grande”, comemora Bruno, que destaca também a dificuldade que encontrariam no Peru. “É outro país, tem muitas espécies que nós não estamos habituados, espécies que nem existem por aqui, por isso será um desafio importante”.   Para lidar com o desafio, ele conta que precisou se preparar, intensificando os estudos e pesquisando espécies típicas do Peru. O biólogo recorreu à internet e a livros especializados em aves da América do Sul. A parte física também é muito exigida. “Acordar às 3 da manhã, tomar café às 4 e encarar um dia inteiro de atividades ... essa é a rotina do desafio, porque precisamos percorrer a maior área possível nesse período”, explica o ex-aluno salesiano. Segundo Bruno, a audição deve estar apurada, porque os pássaros serão identificados mais pela vocalização do que pela visão.   Descoberta da vocação   O interesse de Bruno pelas aves começou em uma Feira de Ciências no Instituto São José, em 1998, na 7ª série do ensino fundamental. Desde então, nunca mais largou a paixão. Ele afirma que a observação de aves vem crescendo no Brasil, ganhando novos adeptos a cada ano e se destacando no setor ambiental como atividade saudável e interessante. Apesar do Desafio Internacional no Peru ser uma competição, Bruno ressalta que a equipe brasileira está participando com o espírito de contemplação. “Mais importante que competir é contemplar as maravilhas da natureza e, principalmente, observar as aves no ambiente natural, pois é esse o principal ideal que move o observador de aves", conclui o biólogo.   RSE Informa  
Publicado em Internacionais
Entre os dias 23 e 25 de novembro a comunidade de Ji-Paraná, em Rondônia, realizou o segundo Retiro das Santas Missões Populares. A acolhida contou com mais de 800 missionários das paróquias  Nossa Senhora de Fátima e São José.   A primeira noite do retiro foi marcada por cantos, apresentações, além de relatos e testemunhos das ações realizadas durante os últimos cinco meses: como foi o trabalho de movimentar as comunidades no interior e na cidade; o crescimento da participação das pessoas nas celebrações e a transmissão dos valores da Fé e da valorização da pessoa humana.   Durante o retiro os participantes expuseram quais objetivos ainda não foram alcançados, os erros e falhas cometidos e como corrigi-los. A atividade foi concluída com o planejamento do trabalho que deverá ser feito até o mês de maio de 2013.   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Publicado em Nacionais
Página 11 de 12
  Padre Wolfgang Gruen, SDB, faz parte da chamada “segunda geração” de salesianos. Doutor honoris causa em Ciências Teológicas e Bíblicas pela Università Pontificia Salesiana (UPS) de Roma e professor aposentado da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas), padre Gruen, ao conceder essa entrevista ao Boletim Salesiano, não se limitou a reproduzir a história aprendida em livros. Na contagem do tempo e no resgate da história, seu relato traz como apêndice uma filigrana da riqueza salesiana, e que diz respeito à distância temporal entre nós e o Santo dos Jovens. “Há uma primeira geração de salesianos, que é a dos que conviveram com Dom Bosco. Aos 86 anos, eu sou sobrevivente da segunda geração, dos que conviveram com salesianos da primeira, ouviram suas experiências com o santo. Os demais são da terceira geração. Meu primeiro inspetor, quando eu ainda era menino, aluno do Salesian College de Londres, Battersea, foi o padre Eneias Tozzi, ex-aluno de Dom Bosco. Contou-me como se tornou aluno do Santo; mais tarde, no meu noviciado, em 1943, encontrei essa história nas Memórias Biográficas de Dom Bosco. Como aluno do Santa Rosa de Niterói, confessava-me religiosamente toda semana com o padre Frederico Gioia, também ex-aluno de Dom Bosco”, rememora padre Gruen. Segue a íntegra da entrevista concedida por padre Wolfgang Gruen ao Boletim Salesiano, a partir da questão: “Na sua visão e experiência, qual foi a importância da chegada dos salesianos no Brasil e, também, qual foi a grande contribuição dos salesianos para o país?”.  
Publicado em Salesianidade
  A área de Manaus está organizando a tradicional Manifestação Mariana Salesiana que ocorre no mês de maio. Este ano o evento será realizado no dia 25 de maio, com concentração no Centro Educacional Mazzarello no Alvorada I, zona Centro-Oeste, a partir das 16h. O evento tem por objetivo promover uma grande concentração de todas as casas das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) e Salesianos (SDB), de Manaus, que sairão pelas ruas louvando e bendizendo a presença de Maria, a Auxiliadora de Dom Bosco.   Este ano o evento tem como novidade o local de realização. Já há alguns anos o evento estava sendo organizado pela região do centro da cidade. A equipe organizadora, composta pelos animadores pastorais das casas, salesianos, FMA e leigos, decidiu deslocar o evento e com isso favorecer uma nova experiência em outra região da cidade.   O evento tem como tema inspirador a carta de Estreia do reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez. O tema do evento deste ano é: “Com Maria, vivamos o Evangelho da alegria” e o lema: “Alegra-te cheia de graça, o Senhor é contigo!” (Lc 1,28)   As atividades preparatórias já estão em andamento e, desde o dia 13 de abril, foi iniciada a peregrinação da imagem de Nossa Senhora Auxiliadora, que já percorre as casas salesianas de Manaus, para reforçar a preparação ao evento.   O objetivo do encontro é fazer um grande ato de louvor a Maria e reunir todos os participantes das casas salesianas encerrando o mês de Maio com um grande louvor a Maria.   Clique aqui para ver a programação da peregrinação da imagem de Maria Auxiliadora   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Publicado em Nacionais
As Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) estão se preparando para celebrar, a partir do mês de setembro de 2014, na Casa Geral, em Roma, o Capítulo Geral 23. O Capítulo foi oficialmente convocado por meio da circular de número 934, enviada pela madre Yvonne Reungoat, superiora geral do Instituto das FMA e traz o tema “Ser hoje com os jovens casa que evangeliza”. A irmã Clara Cazzuola foi escolhida para coordenar o capítulo.   O texto foi enviado para as FMA de todo o mundo para aprofundar o tema capitular, que está estruturado em torno de cinco núcleos temáticos: a realidade nos desafia; a chamada para uma Nova Evangelização; lugar Casa reunião e envio; Valdocco e Mornese: profética fonte; Qual casa para evangelizar hoje. Clique aqui para ler mais.   “O tema se situa no horizonte da nova evangelização e no contexto dos problemas ligados à falta de fé, de relações interpessoais, de referências significativas, de um ambiente onde sentir-se em casa”, consta na circular enviada. “A casa – continua a circular - na tradição salesiana é ambiente de família formado por FMA, jovens e leigos, é clima de corresponsabilidade que favorece o crescimento das pessoas, fortalece a alegria, é espaço de anúncio de Jesus e apelo vocacional . É experiência de comunhão no estilo do Sistema Preventivo, que dilata os horizontes da missão aos apelos da Igreja e da realidade. Nela, é importante que os jovens se sintam felizes e sejam conosco protagonistas ativos, envolvidos na missão evangelizadora, especialmente em meio a outros jovens”.   Leia a notícia na íntegra em InfoANS
Publicado em Internacionais
Padre Filiberto Gonzáles Plasencia, conselheiro geral para a Comunicação Social dos Salesianos de Dom Bosco, está no Brasil desde o dia 16 de fevereiro, cumprindo um roteiro de visitas em todas as obras salesianas do país. Após passar pela Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora, em São Paulo, ele seguiu para Fortaleza e posteriormente viajou para o Recife, PE, onde participou do Encontro de Animação Pastoral. O evento foi realizado entre os dias 21 e 23 de fevereiro e envolveu as escolas ligadas à Inspetoria Salesiana do Nordeste.  Padre Filiberto, participou do segundo dia de atividades do Encontro de Animação Pastoral. Na ocasião, o salesiano proferiu palestra e falou aos representantes das casas sobre a importância da comunicação para a vivência diária com os jovens. “Um salesiano é um comunicador de seu Deus. Comunicar, assim como o amor, como crer, está no centro da vida de um ser humano inteligente”, disse o conselheiro.   Entre os dias 24 e 25 de fevereiro, padre Filiberto foi para Campo Grande, MS, para visitar a Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT). Em sua passagem pela região, padre Filiberto visitou o Museu das Culturas Dom Bosco (MCDB) e o campus da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). No dia 25 de fevereiro, na sede da Missão Salesiana de Mato Grosso, o conselheiro se reuniu com Jornalistas, Publicitários, Radialistas e Relações Públicas, que atuam nas presenças da Missão Salesiana de Mato Grosso. No encontro, padre Filiberto agradeceu aos profissionais de comunicação que trabalham na inspetoria e pediu o empenho de todos na superação dos principais desafios do setor.   No dia 26 de fevereiro, padre Filiberto chegou à Inspetoria de Porto Alegre, RS, onde permanece até hoje, dia 28 de fevereiro.  Durante a sua visita, padre Filiberto se encontrou com a Equipe de Comunicação da Inspetoria, na Casa Inspetorial das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA). No encontro, o conselheiro falou sobre os princípios fundamentais que regem a comunicação, baseado no Sistema Salesiano de Comunicação Social. Disse que precisamos "humanizar a comunicação". Citou Dom Bosco como modelo de comunicador, porque ele olhava para os jovens e via com o coração. Padre Filiberto também abordou temas mais práticos e técnicos da comunicação. Citou quatro aspectos importantes na comunicação salesiana: animação, formação, informação e produção. Finalizando os trabalhos, lançou um desafio para 2015, ano que será celebrado os 200 anos do nascimento de Dom Bosco. O desafio consiste em inculturar Dom Bosco na arte musical, na escultura e na pintura. Para isso, convidar artistas que façam obras de arte, tendo como modelo Dom Bosco aqui no Sul e no restante do Brasil.   Padre Filiberto passará ainda pelas inspetorias de São Domingos Sávio, em Manaus, AM; e São João Bosco, em Belo Horizonte, MG.   RSE Informa/Missão Salesiana de Mato Grosso/ Inspetoria Salesiana São Pio X
Publicado em Nacionais
Foi realizada,  no dia 16 de fevereiro, na sede episcopal de Tura, Nordeste da Índia, a sessão de encerramento do processo diocesano sobre a vida e as virtudes e sobre a fama de santidade do Servo de Deus, Dom Oreste Marengo, bispo missionário salesiano (1906-1998), iniciado no dia 12 de abril de 2007.   O ato oficial foi presidido por Dom Andrew R. Marak, bispo diocesano, que recordou com comoção como Dom Marengo o ajudou em sua caminhada cristã e vocacional nos momentos de prova e de dificuldade. Participaram da sessão Dom George Mamalassery, bispo emérito de Tura; os oficiais do processo; o postulador geral, padre Pierluigi Cameroni, SDB; o vice-postulador, padre Joseph Puthenpurakal, SDB; além de outras autoridades.   Dom Oreste Marengo frequentou o ginásio em Valdocco e em 1923 iniciou em Foglizzo o ano de noviciado. No mês de dezembro do mesmo ano partiu como missionário para o Assam, Índia, e terminou o noviciado em Shillong (Índia). O seu campo de trabalho, antes como sacerdote e depois como bispo, foram as tribos himalaias.   Trabalhador incansável e de grande humanidade, de fé sólida e de ardente paixão apostólica pela causa do Evangelho, para servir e melhor comunicar-se com o seu povo aprendeu numerosas línguas das várias etnias locais. Em 1951, em Turim, foi ordenado bispo da nova Diocese de Dibrugarh. Em 1964 foi transferido a Tezpur, e finalmente concluiu o seu ministério episcopal em Tura, onde foi administrador apostólico entre os anos de 1972 a 1978.   Até ao fim da sua longa vida, Dom Marengo foi um missionário heroico. Ícone vivente do bom Pastor, de um grupo glorioso de missionários salesianos como Dom Stefano Ferrando e padre Costantino Vendrame, ambos servos de Deus, que plantaram a Igreja e o carisma de Dom Bosco no Nordeste da Índia.   Com esse ato, o processo de beatificação passa agora à fase romana, ou seja: ao estudo do processo diocesano e ao juízo sobre o mérito da causa.   InfoANS
Publicado em Internacionais
Foi celebrado, no último dia 28 de janeiro, os 125 anos da chegada dos salesianos no Equador. Os primeiros missionários desembarcaram em Guaiaquil no dia 12 de janeiro de 1888 e chegaram a Quito no dia 28 do mesmo mês. Dom Bosco, que faleceria três dias depois, em 31 de janeiro de 1888, ainda teve tempo de saber da chegada dos missionários e lhes enviou a sua bênção.   Para celebrar a data, foram inaugurados novos espaços do “Grupo Editorial Salesiano” nos quais se reúnem as obras salesianas de comunicação social: LNS, Abya Yala e Audiovisuales Don Bosco. Na mesma sede será instalado também o Centro Salesiano de Publicações “José Ruaro”, responsável pelas revistas “Ser Joven”, “Ser Familia”, “Anunciar”, “Ser Peques” e “Luz del Domingo”.   Padre Marcelo Farfán, inspetor do Equador, presidiu a cerimônia de bênção dos espaços, que contou com a participação de muitos salesianos, funcionários e membros das obras de comunicação salesiana. Doutora Viviana Montalvo, vice-reitora da sede de Quito da Universidade Politécnica Salesiana, conduziu o brinde, no qual enfatizou que os salesianos puderam realizar todos os seus projetos graças ao trabalho conjunto e à grande contribuição das pessoas que os acompanham desde a sua chegada ao Equador.   Por ocasião do 125° aniversário de presença salesiana no país, também foi iniciada e benzida à nova comunidade da Casa Inspetorial salesiana, dedicada ao Sagrado Coração de Jesus, advinda da unificação das comunidades de El Girón e da velha Casa Inspetorial, processo iniciado em agosto de 2011.   Os ambientes da nova comunidade estão abertos a todos os salesianos da Inspetoria e oferecerão maior comodidade aos salesianos com precário estado de saúde: tudo foi possível graças ao trabalho cooperativo de muitas pessoas, sob a coordenação do ecônomo inspetorial, padre Alfredo Espinoza.   InfoANS
Publicado em Internacionais
  O Lar Dom Bosco, em Porto Alegre, RS, iniciou as suas atividades em 2013 com um planejamento diferenciado para o período de férias escolares: o Plano Verão.   Trata-se de um conjunto de atividades planejadas para os meses de janeiro e fevereiro, visando atender aos educandos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. As atividades são sempre no turno da tarde e têm por objetivo continuar possibilitando o protagonismo juvenil, a integração e o combate à ociosidade e à exposição aos riscos sociais, que se agravam principalmente na ausência do período escolar. Fazem parte do projeto atividades pedagógicas, de cultura, lazer e esportes, além de passeios e atividades externas.   O Lar Dom Bosco atende diariamente, neste período, cerca de trinta educandos dos seis aos dezessete anos, fornecendo almoço e o lanche da tarde. É um projeto para continuar com a pedagogia de Dom Bosco, vivendo o cotidiano com alegria.
Publicado em Ação Social
No quarto e último sábado deste mês, próximo dia 26, ocorrerá na Catedral de Natal o primeiro Ilumina Fé, abrindo a fase de preparação da arquidiocese para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que será realizada de 23 a 28 de julho deste ano, no Rio de Janeiro.   O Ilumina Fé terá a periodicidade mensal e começará às 22h, com a Santa Missa da Juventude. Após a Santa Missa, será implantado o Terço da Juventude na Arquidiocese e seguirá com Catequese para a Jornada. O ponto máximo da noite iniciará às 2h com exposição e adoração ao Santíssimo Sacramento, seguindo com a Vigília dos Jovens Adoradores até às 6h. Ao longo da noite, haverá animação com ministérios de música, formação com o YouCat, momentos de adoração, agradecimento e de louvor.   Trata-se de um evento de iniciativa do coordenador do Setor da Juventude da Arquidiocese de Natal, tendo assim o próprio setor como parceiro, contando com o apoio e planejamento de jovens voluntários da JMJ e da Semana Missionária, além de outros jovens e casais que se dispuseram a organizar e executar algo para todos os jovens da nossa arquidiocese, sendo um momento ideal para a integração dos jovens para a JMJ, bem como de formação e preparação para os seus voluntários.   O objetivo é continuar com esse projeto mesmo após a Jornada. “Acredito que o Ilumina Fé será uma excelente oportunidade de conversão, solidificação da fé e perseverança da caminhada dos nossos jovens.”, afirma o coordenador e idealizador do evento, o diácono Inácio Lopes.   Jovens Conectados
Publicado em Nacionais
Bruno Rennó, de 29 anos, que estudou no Instituto São José, em Resende, RJ, de 1998 a 2002, foi convocado para fazer parte da equipe que está representando o Brasil no “Birding Rally Challange”, o Desafio Mundial de Observação de Aves, no Peru. O evento começou no dia 27 de novembro e vai até a próxima sexta-feira, 7 de dezembro. Bruno é biólogo e, além de atuar na observação de pássaros, trabalha com projetos de consultoria ambiental e pesquisas na UFRJ (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro).   O desafio é uma iniciativa de empresas de ecoturismo e hotéis do Peru, com o objetivo de promover a observação de aves no país. Reúne equipes do Brasil, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra e África do Sul. Cada equipe tem quatro integrantes. Todas as despesas, entre transporte, alimentação e hospedagem, são por conta da organização do evento. Paraísos naturais como a reserva de Tambodata e a Amazônia Peruana estão entre os destinos dos observadores. O grupo que identificar o maior número de espécies será o vencedor.   A delegação brasileira embarcou no dia 26 de novembro, com Cassiano Zaparoli, Eduardo Welfort, Frederico Costa e o ex-aluno da Rede, Bruno Rennó. Ele conta que recebeu a convocação por e-mail, do líder da equipe, Cassiano Zaparoli, guia famoso no Pantanal e com grande influência no mercado internacional. Bruno já tinha trabalhado com Cassiano em projetos no Parque Nacional do Itatiaia, no Sul do estado do Rio de Janeiro. A vasta experiência com observação de aves foi determinante para a escolha do biólogo. “Fiquei surpreso e muito feliz, a gente não espera que o nosso trabalho tenha uma repercussão tão grande”, comemora Bruno, que destaca também a dificuldade que encontrariam no Peru. “É outro país, tem muitas espécies que nós não estamos habituados, espécies que nem existem por aqui, por isso será um desafio importante”.   Para lidar com o desafio, ele conta que precisou se preparar, intensificando os estudos e pesquisando espécies típicas do Peru. O biólogo recorreu à internet e a livros especializados em aves da América do Sul. A parte física também é muito exigida. “Acordar às 3 da manhã, tomar café às 4 e encarar um dia inteiro de atividades ... essa é a rotina do desafio, porque precisamos percorrer a maior área possível nesse período”, explica o ex-aluno salesiano. Segundo Bruno, a audição deve estar apurada, porque os pássaros serão identificados mais pela vocalização do que pela visão.   Descoberta da vocação   O interesse de Bruno pelas aves começou em uma Feira de Ciências no Instituto São José, em 1998, na 7ª série do ensino fundamental. Desde então, nunca mais largou a paixão. Ele afirma que a observação de aves vem crescendo no Brasil, ganhando novos adeptos a cada ano e se destacando no setor ambiental como atividade saudável e interessante. Apesar do Desafio Internacional no Peru ser uma competição, Bruno ressalta que a equipe brasileira está participando com o espírito de contemplação. “Mais importante que competir é contemplar as maravilhas da natureza e, principalmente, observar as aves no ambiente natural, pois é esse o principal ideal que move o observador de aves", conclui o biólogo.   RSE Informa  
Publicado em Internacionais
Entre os dias 23 e 25 de novembro a comunidade de Ji-Paraná, em Rondônia, realizou o segundo Retiro das Santas Missões Populares. A acolhida contou com mais de 800 missionários das paróquias  Nossa Senhora de Fátima e São José.   A primeira noite do retiro foi marcada por cantos, apresentações, além de relatos e testemunhos das ações realizadas durante os últimos cinco meses: como foi o trabalho de movimentar as comunidades no interior e na cidade; o crescimento da participação das pessoas nas celebrações e a transmissão dos valores da Fé e da valorização da pessoa humana.   Durante o retiro os participantes expuseram quais objetivos ainda não foram alcançados, os erros e falhas cometidos e como corrigi-los. A atividade foi concluída com o planejamento do trabalho que deverá ser feito até o mês de maio de 2013.   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Publicado em Nacionais
Página 11 de 12