Sexta-Feira, 1° de novembro, partirá da Praça de São Pedro, em Roma, a 6ª edição da Corrida dos Santos. A manifestação de pedestrianismo, nascida para celebrar os valores do esporte e a recorrência de ‘Todos Os Santos’, é promovida pela Fundação ‘Dom Bosco no Mundo’ e se associa todos os anos a uma específica iniciativa humanitária: neste ano visará um projeto de prevenção sanitária nas Ilhas Salomão. Seu título é: “Um auxílio aos confins do mundo”.
Published in Internacionais
  Acaba de ser lançado o livro “Violência e Direitos Humanos: espaços da educação”, cujo organizador é o professor e coordenador da Cátedra UNESCO de Juventude Educação e Sociedade do Brasil, padre Geraldo Caliman. A publicação é resultado da contribuição de dezenas de pesquisadores, vários deles doutorandos da Universidade Católica de Brasília. O livro, publicado pela editora UNESCO - Liber Livro, analisa duas áreas conceituais: a questão do mal-estar social dos jovens manifestada em expressões de violência; e o lugar da educação entendido como espaço de prevenção.   Acontece/ Inspetoria São João Bosco
Published in Ação Social
Aquela segunda-feira, 10 de maio de 1999, amanheceu ensolarada. Era uma data especial: depois de nove meses, eles finalmente veriam a luz do dia. Ele saiu primeiro. Três minutos depois, foi a vez dela. E pronto: nasceram os gêmeos Gabriel e Renata Alves de Lima Capri, para felicidade do casal Lúcio e Roseti, que já tinham a pequena Débora em casa.   Hoje, 14 anos depois, eles continuam dando alegrias aos pais. Como filhos e também como atletas. No dia 22 de junho, representando o Instituto São José - Salesiano, os gêmeos do 9º Ano do ensino fundamental conquistaram duas medalhas nas competições de judô da etapa estadual dos Jogos Estudantis da Juventude, as antigas Olimpíadas Escolares, disputadas no Centro de Treinamento da Vila Militar, em Deodoro, no Rio de Janeiro. Renata foi a campeã na categoria ligeiro, com judocas de até 40 quilos, ao derrotar na final Débora da Silva, do Colégio Estadual José Paiva, do Rio. O resultado fez ainda do Salesiano o segundo lugar geral entre as meninas. Gabriel conquistou a medalha de prata. Foi o vice-campeão na categoria meio-leve, até 44 quilos, ao perder a decisão do ouro para Vitor Hugo de Almeida, também da capital fluminense. "Ele já é um adversário de longa data, sempre nos esbarramos em torneios. Já ganhei dele em outras oportunidades, mas desta vez não deu", disse Gabriel.   A medalha de ouro garantiu a Renata a vaga para representar o estado do Rio na fase nacional dos Jogos, em Natal, no Rio Grande do Norte, na primeira semana de setembro. Gabriel é o primeiro reserva, e se o campeão da categoria não puder participar, ele também vai para o Nordeste no segundo semestre. "Estamos muito felizes com esses resultados e orgulhosos em representar o Salesiano, uma escola onde sempre tivemos vontade de estudar", comemorou Renata. Na fase nacional, os três primeiros colocados de cada categoria ganham o direito de receber o benefício do "Bolsa Atleta" do Governo Federal, que paga cerca de R$ 800,00 por mês durante um ano para despesas e investimentos em esporte.   Esse é o maior evento estudantil esportivo do Brasil. Considerando as fases seletivas, reúnem dois milhões de atletas de 3.900 cidades do país. Em 2013, o evento mudou de nome: passou de "Olimpíadas Escolares" a "Jogos Escolares da Juventude". A mudança foi para preservar o uso do termo “Olimpíadas”, que é uma propriedade do COI (Comitê Olímpico Internacional). No estado do Rio, a competição conta com 13 mil alunos do ensino fundamental e médio de 437 escolas públicas e privadas de 55 municípios.   Saem as sapatilhas, entra o quimono   A história de Gabriel e Renata com o judô começou em 2005, quando eles tinham 6 anos e começaram a treinar na Academia Militar das Agulhas Negras. "Eu tinha muitos amigos que já faziam judô, e um dia fui ver uma aula. Gostei e pedi para meus pais me inscreverem", lembrou Gabriel. Renata chegou aos tatames de uma forma mais inusitada. Ela fazia balé, em uma sala ao lado dos treinos de judô. Quando terminava a aula, sempre dava uma "espiadinha" nos vizinhos. E de tanto espiar, acabou se interessando pelo esporte. "Entrei para os treinos e até cheguei a fazer balé e judô por um tempo. Mas quando meus pais disseram que era para eu escolher apenas uma escolinha, preferi o judô, já estava apaixonada", conta a adolescente. "Eu gostei da decisão dela, achava o balé muito violento", brinca o pai, militar do exército.   Desde então os dois não pararam de lutar. Ano passado, eles venceram a etapa estadual das Olimpíadas Escolares e chegaram à fase nacional, disputada na cidade mineira de Poços de Caldas. Renata terminou em quarto lugar, e Gabriel ficou na primeira fase. Foi uma experiência inesquecível. "A gente ficava no hotel junto com as outras delegações. Foram cinco dias sem contato com os pais, só se concentrando para as lutas", disse Gabriel. Renata, que já foi campeã brasileira regional, também tem boas lembranças do torneio. "São competições assim que nos animam a continuar treinando, porque nessa idade muitas vezes sentimos vontade de parar, mas com o incentivo dos nossos pais, do professor e das conquistas que alcançamos, percebemos que vale a pena insistir", afirmou a jovem.   Os pais estão cheios de orgulho. Lúcio, militar, e Roseti, professora, contam que no início não imaginavam que os filhos chegariam a esse nível. "Nosso objetivo era apenas que eles praticassem um esporte, mas eles foram evoluindo, os resultados foram aparecendo, e agora somos os maiores incentivadores desses dois", falou Lúcio. A mãe destaca o talento dos filhos. "Conhecemos muitos jovens nessa idade que fazem até musculação para melhorar o rendimento nas lutas, e eles não, é só o treino mesmo. E se assim já conseguem bons resultados em competições importantes, é porque levam jeito e podem ir muito mais longe", diz a professora, lembrando que a outra filha, Débora, de 15 anos, aluna do Salesiano, também treina judô, mas ainda não participa de competições.   Gabriel e Renata sonham com as Olimpíadas de 2020, mas a meta mais próxima é a faixa preta. Hoje na roxa, os gêmeos se dedicam para alcançar a marron, última antes da preta. "Pretendemos mudar até o fim do ano, e aí só vai ficar faltando um degrau para atingirmos nosso objetivo", disse Renata. Gabriel tem ainda um desejo e uma missão: vencer um adversário de outro estado e ajudar a irmã nos treinos para a fase nacional dos Jogos Estudantis da Juventude. "Ainda não tive a oportunidade de vencer um lutador de outro estado, mas treino forte e sei que essa hora vai chegar. Agora, incentivo a Renata na preparação para os Jogos em Natal, e fico em cima para ela pegar ainda mais firme nos treinos", disse Gabriel.   Gêmeos, atletas e companheiros. Gabriel e Renata formam uma dupla que ainda vai dar muito orgulho para os pais e para toda a família salesiana.   Assessoria de Comunicação Salesiano de Resende
Published in Nacionais
  Termina no próximo dia 31 de maio, sexta-feira, a primeira etapa para o recebimento eletrônico de projetos de organizações, movimentos e pastorais sociais, entre outros, que queiram solicitar apoio junto ao Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) 2013. Os recursos vão de R$ 10 mil a R$ 50 mil, dependendo da abrangência e experiência.   Resultado do gesto concreto da Campanha da Fraternidade (CF), promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o FNS 2013 apoia projetos sociais em todo Brasil, cujos trabalhos estejam relacionados com o tema da CF deste ano “Fraternidade e Juventude”.   O Fundo Nacional de Solidariedade é composto por 40% de toda arrecadação da Coleta Nacional da Solidariedade, realizada em todas as dioceses, paróquias e comunidades durante o Domingo de Ramos, dia em que cristãos e cristãs fazem memória à entrada de Jesus em Jerusalém. Os outros 60% da coleta permanecem em suas dioceses de origem e compõem o Fundo Diocesano de Solidariedade.   Para conferir o edital completo e o roteiro orientador clique aqui.   CNBB
Published in Nacionais
O Centro Juvenil São João Batista, em Poxoréu, MT, acolheu, no dia 4 de maio, a Ordenação Sacerdotal de Wender Souza dos Santos. A celebração Eucarística, na qual foi ordenado sacerdote a serviço da Igreja, pela oração consecratória e imposição das mãos de Dom Derek Byrne SPS, bispo diocesano de Guiratinga, MT, contou com a presença dos padres da Diocese de Guiratinga e de alguns salesianos da região.   Um dia após a ordenação sacerdotal, padre Wender celebrou a sua primeira missa na comunidade Nossa Senhora do Carmo (Vila Irantinópolis, Poxoréu, MT), onde sempre participava das celebrações com a sua família.   Missão Salesiana de Mato Grosso
Published in Nacionais
O reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, enviou à Congregação Salesiana uma nova carta circular intitulada: “Vocação e formação: dom e dever”. O documento pretende ilustrar a beleza e as exigências da vocação e formação salesiana, e ao mesmo tempo a atual situação de inconsistência vocacional. A carta se divide em duas partes fundamentais. Consistência e fidelidade vocacionais   O reitor-mor  realça a necessidade de ajudar os jovens irmãos a alcançar a consistência vocacional e ajudar aqueles que já fizeram opções definitivas a viverem a fidelidade vocacional. A fraqueza vocacional evidencia-se especialmente das estatísticas que o reitor-mor deseja tornar conhecidas por toda a Congregação para conscientizá-la dos problemas e ajudá-la assim a assumir responsabilidades.   Evidenciam-se dois aspectos complementares, causas fundamentais de uma inexistente consistência e fidelidade vocacionais:   • uma concepção errada de vocação;  por vezes, se identifica com um projeto pessoal motivado pelas exigências de autorrealização. Ao começar a caminhada da vida consagrada salesiana há, com frequência, motivações não-válidas ou débeis, por vezes também inconscientes; se não se cuida das motivações, será inevitável encaminhar-se para a fragilidade vocacional ou para a infidelidade; • a cultura em que se vive, que oferece oportunidades e também apresenta riscos. É sobretudo a visão antropológica que constitui a um só tempo um recurso e um desafio à caminhada vocacional. Trata-se da exigência de autenticidade, do sentido de liberdade, de historicidade, de contínua busca de experiências, de apreço pelas relações e pela afetividade, de dificuldades para a renúncia e para a fidelidade, em um contexto de pós-modernidade e multiculturalidade. Estes aspectos antropológicos, embora desafiadores, são imprescindíveis para uma vida consagrada que deseje ser plenamente humana e por isso acreditável.   Leia mais clicando aqui   InfoANS   Leia também: Refletir sobre os dados estatísticos de 2012
Published in Reitor-mor
Em 13 de maio de 1888, por meio da Lei Áurea, os negros no Brasil tiveram direito à liberdade. A princesa Isabel, abolia de vez a escravidão no país. Em 2013, contabilizamos 125 anos de abolição nacional. Mas como será que de fato aconteceu o processo de abolição da escravidão no Brasil? Quais eram as formas de resistência? Como era vida dos senhores? Suas formas de controle e poder?   A abolição será o centro dos debates do Seminário: O Movimento Abolicionista Brasileiro: Um Debate. O evento será realizado nos dias 14 e 15 de março na Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo. “Partimos do pressuposto de que o movimento abolicionista brasileiro possuiu um nível de organização tal que nos impede de caracterizá-lo apenas como meros grupos sociais dispersos contestando a ordem social vigente. Nesse sentido, podemos classificá-lo enquanto um legítimo movimento social, mais que isso, iremos além, podemos elevá-lo à categoria de primeiro movimento social brasileiro”, explica o organizador do evento, o professor do curso de Serviço Social da Católica, Isaias Alves.   As discussões vão contar com a participação de professores e pesquisadores sobre o assunto no país. Um deles é o doutor em História, professor adjunto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Ricardo Henrique Salles, interessado em estudos sobre a escravidão brasileira, principalmente no século XIX. Além dos assuntos diretamente ligados ao universo dos escravos. Clique aqui para ler a matéria completa   Inspetoria Salesiana São João Bosco
Published in Nacionais
Começou nesta quarta-feira, dia 13 de fevereiro, a peregrinação da relíquia de Dom Bosco pela Inspetoria Anjos da Guarda, na Áustria. A relíquia do Santo dos Jovens, inserida na estátua que o representa, visitará as obras salesianas do país até o próximo dia 22 de fevereiro.   “A visita da estátua de Dom Bosco não é um simples evento, mas um encontro com Dom Bosco, com o seu amor a Deus e aos Jovens, disse a Secretaria de Comunicação da Inspetoria austríaca - A Família Salesiana convida a conhecer, com coração aberto, este Santo fascinante. Sejamos testemunhas da fé em Jesus Cristo e demos as boas vindas a Dom Bosco à nossa terra!”.   A peregrinação teve início hoje, começo da Quaresma, durante a celebração na Catedral de Linz, presidida pelo bispo diocesano, Dom Ludwig Schwarz, salesiano. A relíquia ainda passará por: Vöcklabruck, Unterwaltersdorf, Viena, Graz, Klagenfurt, Salisburgo, Baumkirchen, Stams e Fulpmes.   Outras informações sobre a peregrinação da relíquia de Dom Bosco pela Áustria estão disponíveis no site www.1815-2015.at.   InfoANS
Published in Internacionais
O Colégio Salesiano Itajaí realiza, entre os dias 16 a 22 de novembro, a XXXVIII OLIS – Olimpíada para os alunos do Ensino Fundamental séries finais e Ensino Médio. A abertura do evento , em 16 de novembro, contou com a presença de todas as turmas, surpreendendo os organizadores. “Os alunos compareceram em peso, mostrando o quanto valorizam o esporte e este evento em especial”, afirma Gustavo Bussmann, coordenador de esportes. A abertura deste ano teve como pano de fundo os jogos olímpicos mundiais e cada uma das salas representou uma das modalidades da competição. A música "Imagine", de John Lennon, foi tocada pela equipe de música, representando o coro do colégio ao pedido de paz mundial . A abertura contou ainda com apresentações de dança dos alunos do ensino fundamental e terceirão. Neste ano o tema do evento foi “Com Dom Bosco ninguém fica parado”, valorizando a figura do fundador dos salesianos como incentivador dos esportes. Os jogos tiveram inicio já na noite de sexta-feira, 16 de novembro, e seguem durante a semana, nas modalidades de basquete, voleibol, handebol e futsal. Ao final de cada modalidade os alunos recebem as premiações. “Que bom ver todos competindo com alegria e entusiasmo. Dom Bosco fez-se presente no meio desta linda festa”, afirmou o diretor P. Arcangelo Deretti. Confira as fotos em http://www.salesianoitajai.g12.br/noticias/abertura-da-xxxviii-olis
Published in Nacionais
A Obra Social Dom Bosco de Itaquera, SP, comemorou, no último dia 05 de outubro,  os 71 anos do padre Rosalvino Moran Viñayo, fundador e atual diretor tesoureiro da obra social. Pela manhã, os funcionários da equipe administrativa prepararam um café da manhã especial para ele e para o irmão Arcângelo Longo, atual presidente da obra social, que também celebra o aniversário  no mesmo mês, dia 8.   Durante o dia, Pe. Rosalvino recebeu a visita de familiares e amigos com os quais almoçou. Estiveram presentes Paulo Máximo, subprefeito de Itaquera, Doutor José Aparecido Sanches Severo, delegado titular da 7ª Seccional de Itaquera, Domingos Sávio de Araújo, gerente administrativo da Odebrecht na obra do estádio do Corinthians e Gabriel Chalita. Pe.Rosalvino recebeu homenagens preparadas pelos educadores e educandos dos cursos profissionalizantes do CEDESP (Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo) e ficou muito emocionado com fotos, depoimentos e com canções que foram cantadas para ele.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Published in Nacionais
Page 2 of 3
Sexta-Feira, 1° de novembro, partirá da Praça de São Pedro, em Roma, a 6ª edição da Corrida dos Santos. A manifestação de pedestrianismo, nascida para celebrar os valores do esporte e a recorrência de ‘Todos Os Santos’, é promovida pela Fundação ‘Dom Bosco no Mundo’ e se associa todos os anos a uma específica iniciativa humanitária: neste ano visará um projeto de prevenção sanitária nas Ilhas Salomão. Seu título é: “Um auxílio aos confins do mundo”.
Published in Internacionais
  Acaba de ser lançado o livro “Violência e Direitos Humanos: espaços da educação”, cujo organizador é o professor e coordenador da Cátedra UNESCO de Juventude Educação e Sociedade do Brasil, padre Geraldo Caliman. A publicação é resultado da contribuição de dezenas de pesquisadores, vários deles doutorandos da Universidade Católica de Brasília. O livro, publicado pela editora UNESCO - Liber Livro, analisa duas áreas conceituais: a questão do mal-estar social dos jovens manifestada em expressões de violência; e o lugar da educação entendido como espaço de prevenção.   Acontece/ Inspetoria São João Bosco
Published in Ação Social
Aquela segunda-feira, 10 de maio de 1999, amanheceu ensolarada. Era uma data especial: depois de nove meses, eles finalmente veriam a luz do dia. Ele saiu primeiro. Três minutos depois, foi a vez dela. E pronto: nasceram os gêmeos Gabriel e Renata Alves de Lima Capri, para felicidade do casal Lúcio e Roseti, que já tinham a pequena Débora em casa.   Hoje, 14 anos depois, eles continuam dando alegrias aos pais. Como filhos e também como atletas. No dia 22 de junho, representando o Instituto São José - Salesiano, os gêmeos do 9º Ano do ensino fundamental conquistaram duas medalhas nas competições de judô da etapa estadual dos Jogos Estudantis da Juventude, as antigas Olimpíadas Escolares, disputadas no Centro de Treinamento da Vila Militar, em Deodoro, no Rio de Janeiro. Renata foi a campeã na categoria ligeiro, com judocas de até 40 quilos, ao derrotar na final Débora da Silva, do Colégio Estadual José Paiva, do Rio. O resultado fez ainda do Salesiano o segundo lugar geral entre as meninas. Gabriel conquistou a medalha de prata. Foi o vice-campeão na categoria meio-leve, até 44 quilos, ao perder a decisão do ouro para Vitor Hugo de Almeida, também da capital fluminense. "Ele já é um adversário de longa data, sempre nos esbarramos em torneios. Já ganhei dele em outras oportunidades, mas desta vez não deu", disse Gabriel.   A medalha de ouro garantiu a Renata a vaga para representar o estado do Rio na fase nacional dos Jogos, em Natal, no Rio Grande do Norte, na primeira semana de setembro. Gabriel é o primeiro reserva, e se o campeão da categoria não puder participar, ele também vai para o Nordeste no segundo semestre. "Estamos muito felizes com esses resultados e orgulhosos em representar o Salesiano, uma escola onde sempre tivemos vontade de estudar", comemorou Renata. Na fase nacional, os três primeiros colocados de cada categoria ganham o direito de receber o benefício do "Bolsa Atleta" do Governo Federal, que paga cerca de R$ 800,00 por mês durante um ano para despesas e investimentos em esporte.   Esse é o maior evento estudantil esportivo do Brasil. Considerando as fases seletivas, reúnem dois milhões de atletas de 3.900 cidades do país. Em 2013, o evento mudou de nome: passou de "Olimpíadas Escolares" a "Jogos Escolares da Juventude". A mudança foi para preservar o uso do termo “Olimpíadas”, que é uma propriedade do COI (Comitê Olímpico Internacional). No estado do Rio, a competição conta com 13 mil alunos do ensino fundamental e médio de 437 escolas públicas e privadas de 55 municípios.   Saem as sapatilhas, entra o quimono   A história de Gabriel e Renata com o judô começou em 2005, quando eles tinham 6 anos e começaram a treinar na Academia Militar das Agulhas Negras. "Eu tinha muitos amigos que já faziam judô, e um dia fui ver uma aula. Gostei e pedi para meus pais me inscreverem", lembrou Gabriel. Renata chegou aos tatames de uma forma mais inusitada. Ela fazia balé, em uma sala ao lado dos treinos de judô. Quando terminava a aula, sempre dava uma "espiadinha" nos vizinhos. E de tanto espiar, acabou se interessando pelo esporte. "Entrei para os treinos e até cheguei a fazer balé e judô por um tempo. Mas quando meus pais disseram que era para eu escolher apenas uma escolinha, preferi o judô, já estava apaixonada", conta a adolescente. "Eu gostei da decisão dela, achava o balé muito violento", brinca o pai, militar do exército.   Desde então os dois não pararam de lutar. Ano passado, eles venceram a etapa estadual das Olimpíadas Escolares e chegaram à fase nacional, disputada na cidade mineira de Poços de Caldas. Renata terminou em quarto lugar, e Gabriel ficou na primeira fase. Foi uma experiência inesquecível. "A gente ficava no hotel junto com as outras delegações. Foram cinco dias sem contato com os pais, só se concentrando para as lutas", disse Gabriel. Renata, que já foi campeã brasileira regional, também tem boas lembranças do torneio. "São competições assim que nos animam a continuar treinando, porque nessa idade muitas vezes sentimos vontade de parar, mas com o incentivo dos nossos pais, do professor e das conquistas que alcançamos, percebemos que vale a pena insistir", afirmou a jovem.   Os pais estão cheios de orgulho. Lúcio, militar, e Roseti, professora, contam que no início não imaginavam que os filhos chegariam a esse nível. "Nosso objetivo era apenas que eles praticassem um esporte, mas eles foram evoluindo, os resultados foram aparecendo, e agora somos os maiores incentivadores desses dois", falou Lúcio. A mãe destaca o talento dos filhos. "Conhecemos muitos jovens nessa idade que fazem até musculação para melhorar o rendimento nas lutas, e eles não, é só o treino mesmo. E se assim já conseguem bons resultados em competições importantes, é porque levam jeito e podem ir muito mais longe", diz a professora, lembrando que a outra filha, Débora, de 15 anos, aluna do Salesiano, também treina judô, mas ainda não participa de competições.   Gabriel e Renata sonham com as Olimpíadas de 2020, mas a meta mais próxima é a faixa preta. Hoje na roxa, os gêmeos se dedicam para alcançar a marron, última antes da preta. "Pretendemos mudar até o fim do ano, e aí só vai ficar faltando um degrau para atingirmos nosso objetivo", disse Renata. Gabriel tem ainda um desejo e uma missão: vencer um adversário de outro estado e ajudar a irmã nos treinos para a fase nacional dos Jogos Estudantis da Juventude. "Ainda não tive a oportunidade de vencer um lutador de outro estado, mas treino forte e sei que essa hora vai chegar. Agora, incentivo a Renata na preparação para os Jogos em Natal, e fico em cima para ela pegar ainda mais firme nos treinos", disse Gabriel.   Gêmeos, atletas e companheiros. Gabriel e Renata formam uma dupla que ainda vai dar muito orgulho para os pais e para toda a família salesiana.   Assessoria de Comunicação Salesiano de Resende
Published in Nacionais
  Termina no próximo dia 31 de maio, sexta-feira, a primeira etapa para o recebimento eletrônico de projetos de organizações, movimentos e pastorais sociais, entre outros, que queiram solicitar apoio junto ao Fundo Nacional de Solidariedade (FNS) 2013. Os recursos vão de R$ 10 mil a R$ 50 mil, dependendo da abrangência e experiência.   Resultado do gesto concreto da Campanha da Fraternidade (CF), promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o FNS 2013 apoia projetos sociais em todo Brasil, cujos trabalhos estejam relacionados com o tema da CF deste ano “Fraternidade e Juventude”.   O Fundo Nacional de Solidariedade é composto por 40% de toda arrecadação da Coleta Nacional da Solidariedade, realizada em todas as dioceses, paróquias e comunidades durante o Domingo de Ramos, dia em que cristãos e cristãs fazem memória à entrada de Jesus em Jerusalém. Os outros 60% da coleta permanecem em suas dioceses de origem e compõem o Fundo Diocesano de Solidariedade.   Para conferir o edital completo e o roteiro orientador clique aqui.   CNBB
Published in Nacionais
O Centro Juvenil São João Batista, em Poxoréu, MT, acolheu, no dia 4 de maio, a Ordenação Sacerdotal de Wender Souza dos Santos. A celebração Eucarística, na qual foi ordenado sacerdote a serviço da Igreja, pela oração consecratória e imposição das mãos de Dom Derek Byrne SPS, bispo diocesano de Guiratinga, MT, contou com a presença dos padres da Diocese de Guiratinga e de alguns salesianos da região.   Um dia após a ordenação sacerdotal, padre Wender celebrou a sua primeira missa na comunidade Nossa Senhora do Carmo (Vila Irantinópolis, Poxoréu, MT), onde sempre participava das celebrações com a sua família.   Missão Salesiana de Mato Grosso
Published in Nacionais
O reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, enviou à Congregação Salesiana uma nova carta circular intitulada: “Vocação e formação: dom e dever”. O documento pretende ilustrar a beleza e as exigências da vocação e formação salesiana, e ao mesmo tempo a atual situação de inconsistência vocacional. A carta se divide em duas partes fundamentais. Consistência e fidelidade vocacionais   O reitor-mor  realça a necessidade de ajudar os jovens irmãos a alcançar a consistência vocacional e ajudar aqueles que já fizeram opções definitivas a viverem a fidelidade vocacional. A fraqueza vocacional evidencia-se especialmente das estatísticas que o reitor-mor deseja tornar conhecidas por toda a Congregação para conscientizá-la dos problemas e ajudá-la assim a assumir responsabilidades.   Evidenciam-se dois aspectos complementares, causas fundamentais de uma inexistente consistência e fidelidade vocacionais:   • uma concepção errada de vocação;  por vezes, se identifica com um projeto pessoal motivado pelas exigências de autorrealização. Ao começar a caminhada da vida consagrada salesiana há, com frequência, motivações não-válidas ou débeis, por vezes também inconscientes; se não se cuida das motivações, será inevitável encaminhar-se para a fragilidade vocacional ou para a infidelidade; • a cultura em que se vive, que oferece oportunidades e também apresenta riscos. É sobretudo a visão antropológica que constitui a um só tempo um recurso e um desafio à caminhada vocacional. Trata-se da exigência de autenticidade, do sentido de liberdade, de historicidade, de contínua busca de experiências, de apreço pelas relações e pela afetividade, de dificuldades para a renúncia e para a fidelidade, em um contexto de pós-modernidade e multiculturalidade. Estes aspectos antropológicos, embora desafiadores, são imprescindíveis para uma vida consagrada que deseje ser plenamente humana e por isso acreditável.   Leia mais clicando aqui   InfoANS   Leia também: Refletir sobre os dados estatísticos de 2012
Published in Reitor-mor
Em 13 de maio de 1888, por meio da Lei Áurea, os negros no Brasil tiveram direito à liberdade. A princesa Isabel, abolia de vez a escravidão no país. Em 2013, contabilizamos 125 anos de abolição nacional. Mas como será que de fato aconteceu o processo de abolição da escravidão no Brasil? Quais eram as formas de resistência? Como era vida dos senhores? Suas formas de controle e poder?   A abolição será o centro dos debates do Seminário: O Movimento Abolicionista Brasileiro: Um Debate. O evento será realizado nos dias 14 e 15 de março na Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo. “Partimos do pressuposto de que o movimento abolicionista brasileiro possuiu um nível de organização tal que nos impede de caracterizá-lo apenas como meros grupos sociais dispersos contestando a ordem social vigente. Nesse sentido, podemos classificá-lo enquanto um legítimo movimento social, mais que isso, iremos além, podemos elevá-lo à categoria de primeiro movimento social brasileiro”, explica o organizador do evento, o professor do curso de Serviço Social da Católica, Isaias Alves.   As discussões vão contar com a participação de professores e pesquisadores sobre o assunto no país. Um deles é o doutor em História, professor adjunto da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Ricardo Henrique Salles, interessado em estudos sobre a escravidão brasileira, principalmente no século XIX. Além dos assuntos diretamente ligados ao universo dos escravos. Clique aqui para ler a matéria completa   Inspetoria Salesiana São João Bosco
Published in Nacionais
Começou nesta quarta-feira, dia 13 de fevereiro, a peregrinação da relíquia de Dom Bosco pela Inspetoria Anjos da Guarda, na Áustria. A relíquia do Santo dos Jovens, inserida na estátua que o representa, visitará as obras salesianas do país até o próximo dia 22 de fevereiro.   “A visita da estátua de Dom Bosco não é um simples evento, mas um encontro com Dom Bosco, com o seu amor a Deus e aos Jovens, disse a Secretaria de Comunicação da Inspetoria austríaca - A Família Salesiana convida a conhecer, com coração aberto, este Santo fascinante. Sejamos testemunhas da fé em Jesus Cristo e demos as boas vindas a Dom Bosco à nossa terra!”.   A peregrinação teve início hoje, começo da Quaresma, durante a celebração na Catedral de Linz, presidida pelo bispo diocesano, Dom Ludwig Schwarz, salesiano. A relíquia ainda passará por: Vöcklabruck, Unterwaltersdorf, Viena, Graz, Klagenfurt, Salisburgo, Baumkirchen, Stams e Fulpmes.   Outras informações sobre a peregrinação da relíquia de Dom Bosco pela Áustria estão disponíveis no site www.1815-2015.at.   InfoANS
Published in Internacionais
O Colégio Salesiano Itajaí realiza, entre os dias 16 a 22 de novembro, a XXXVIII OLIS – Olimpíada para os alunos do Ensino Fundamental séries finais e Ensino Médio. A abertura do evento , em 16 de novembro, contou com a presença de todas as turmas, surpreendendo os organizadores. “Os alunos compareceram em peso, mostrando o quanto valorizam o esporte e este evento em especial”, afirma Gustavo Bussmann, coordenador de esportes. A abertura deste ano teve como pano de fundo os jogos olímpicos mundiais e cada uma das salas representou uma das modalidades da competição. A música "Imagine", de John Lennon, foi tocada pela equipe de música, representando o coro do colégio ao pedido de paz mundial . A abertura contou ainda com apresentações de dança dos alunos do ensino fundamental e terceirão. Neste ano o tema do evento foi “Com Dom Bosco ninguém fica parado”, valorizando a figura do fundador dos salesianos como incentivador dos esportes. Os jogos tiveram inicio já na noite de sexta-feira, 16 de novembro, e seguem durante a semana, nas modalidades de basquete, voleibol, handebol e futsal. Ao final de cada modalidade os alunos recebem as premiações. “Que bom ver todos competindo com alegria e entusiasmo. Dom Bosco fez-se presente no meio desta linda festa”, afirmou o diretor P. Arcangelo Deretti. Confira as fotos em http://www.salesianoitajai.g12.br/noticias/abertura-da-xxxviii-olis
Published in Nacionais
A Obra Social Dom Bosco de Itaquera, SP, comemorou, no último dia 05 de outubro,  os 71 anos do padre Rosalvino Moran Viñayo, fundador e atual diretor tesoureiro da obra social. Pela manhã, os funcionários da equipe administrativa prepararam um café da manhã especial para ele e para o irmão Arcângelo Longo, atual presidente da obra social, que também celebra o aniversário  no mesmo mês, dia 8.   Durante o dia, Pe. Rosalvino recebeu a visita de familiares e amigos com os quais almoçou. Estiveram presentes Paulo Máximo, subprefeito de Itaquera, Doutor José Aparecido Sanches Severo, delegado titular da 7ª Seccional de Itaquera, Domingos Sávio de Araújo, gerente administrativo da Odebrecht na obra do estádio do Corinthians e Gabriel Chalita. Pe.Rosalvino recebeu homenagens preparadas pelos educadores e educandos dos cursos profissionalizantes do CEDESP (Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo) e ficou muito emocionado com fotos, depoimentos e com canções que foram cantadas para ele.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Published in Nacionais
Page 2 of 3