Integração e participação para educar com qualidade

Saturday, 04 August 2012 11:37 Written by  Editorial Boletim Salesiano
Em Salvador, BA, os alunos das Escolas Profissionais Salesianas passam por um processo de integração ao Colégio Liceu Salesiano, experiência que tem trazido bons frutos para estudantes e educadores.

Localizadas no bairro de Nazaré, na Capital da Bahia, as Escolas Profissionais Salesianas de Salvador (EPSSAL) têm mais de 100 anos de história e constituem-se em um marco do desenvolvimento da sociedade baiana. Como afirma padre Rondon Ferreira, diretor do Colégio Liceu Salesiano de Salvador, no interior do qual funciona a instituição, “a história da EPSSAL é contada de forma simples, concreta e apaixonada pelos baianos que por ela passaram e que hoje estão trabalhando, casados e até ocupando um espaço na construção de uma sociedade mais justa e fraterna. A vida destes jovens que por aqui passaram ou passam são marcadas pela máxima que os faz serem verdadeiros ‘bons cristãos e honestos cidadãos’”.
A EPSSAL acolhe adolescentes em situação de pobreza, com o objetivo de capacitá-los como profissionais de artes gráficas, sempre com atenção à formação humana e à vivência da cidadania. Esse olhar implica em incentivar a autonomia pessoal e social do aluno para pensar um projeto de vida, o desenvolvimento de suas potencialidades para auto-realização, a orientação para escolha profissional, a inserção no mundo do trabalho e as posturas críticas, criativas e responsáveis.
Na busca por esses objetivos, e com o apoio da direção, foi iniciado um processo de maior integração dos alunos da EPSSAL com o Liceu Salesiano. O processo gradativo começou com a unificação do fardamento, seguida da inserção de jovens do sexo feminino e de um trabalho com os educadores do Liceu sobre a importância da obra social. “No Salesiano do Salvador os jovens da EPSSAL têm valor paritário aos demais. Atenção, carinho, afeto, zelo incondicional e tantos outros elementos são indispensáveis para que se sintam capazes de abrir o coração para amar, tenham capacidade e motivação para dialogar, num desejo e num movimento inquietantes de estabelecer íntima e profunda relação com Deus”, afirma o padre salesiano Marcos Antonio Silva de Souza, coordenador de Pastoral.

Esportes e preparação para o Enem

Hoje, a integração firma-se nos contatos diários, no pátio, entre os alunos; no engajamento dos educadores do Liceu na formação dos jovens da EPSSAL; e em cada participação desses jovens nas atividades de Pastoral (como Encontrão Jovem, Festival da Juventude, Vigília Jovem, entre outros).
É preciso destacar as atividades esportivas, que são realizadas conjuntamente e têm incluído os alunos da EPSSAL em eventos como: Nordestão, Jogos Internos, Copa SESC e COPESAL. “Ao praticarem esportes, os alunos da EPSSAL sentem-se muito mais valorizados e inseridos no contexto da escola em que estudam, à medida que entram em contato direto com os educadores do departamento de esportes, que são os mesmos da escola regular”, considera Ari Souza, coordenador de Esportes do Liceu.
Um dos convites mais recentes oriundos do Liceu foi para o treinamento para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O desempenho dos alunos da EPSSAL superou as expectativas dos educadores e a importância dessa atividade foi sentida pelos próprios estudantes, como destaca Adriane A. S. Lima, aluna da EPSSAL e do Colégio Modelo Luiz Eduardo Magalhães: “O treinamento do Enem aplicado no Colégio Salesiano do Salvador foi inesquecível e apropriado. Foi emocionante fazer uma prova como esta, um verdadeiro treinamento para o ENEM, do começo ao fim. Seria ótimo se todos os alunos de Salvador pudessem ter a mesma oportunidade”.

Formação profissional

A interação com o Liceu é feita sem descuidar da formação profissional de qualidade, centro da ação da EPSSAL. Ao longo do tempo a instituição passou por diversas etapas, primando sempre pela essência educativa do sistema preventivo vivenciado por Dom Bosco. Atualmente oferece os cursos: Design, Fotolito, Impressão, Corte, Encadernação e Acabamento Gráfico, em gráfica própria. Participam do projeto 70 jovens de 16 a 18 anos, de ambos os sexos, nos cursos matutinos e vespertinos. Todos frequentam os cursos no contra –turno escolar, cursado em escolas públicas.
Simultaneamente ao curso, os beneficiários do projeto participam de um espaço dialógico formativo com conteúdos de ética, cidadania, psicologia do trabalho, meio ambiente, desenvolvimento do raciocínio lógico, português instrumental, esportes, lazer cultural, Educação Física e Iniciação Musical.
O gestor da Gráfica, Daniel Torres, ex aluno salesiano, destaca que a EPSSAL foi totalmente reformulada a partir de 2009 e conta hoje com um novo curso de artes gráficas. “Os alunos desfrutam de uma estrutura completa que vai desde a formação técnica-humana até a integração com o alunado e com as atividades do Colégio Salesiano. É uma grande conquista para a obra idealizada por Dom Bosco com muito carinho”, considera.
Valorizando os participantes do projeto, a EPSSAL tem hoje, no quadro funcional da gráfica, vários jovens que concluíram cursos anteriores e que, hoje educadores, falam da importância de suas experiências. Pessoas como Michele Caroline Oliveira, hoje orçamentista da Gráfica Salesiana do Salvador, que relembra os momentos passados como aluna e afirma: “Vejo o quanto a filosofia salesiana ajudou a minha formação profissional e humana. Hoje, com enorme prazer de ser funcionária de uma instituição salesiana, tento mostrar àqueles que ingressam aqui o quanto é importante valorizar cada momento nesse lugar. Porque uma vez EPSSAL, sempre EPSSAL”.
Outro ex-aluno é o instrutor de corte Marcelo Menezes, que resume: “É gratificante ver a necessidade que os educandos têm de conquistar o seu espaço na sociedade; ver em seus rostos a vontade de aprender e a esperança de uma vida melhor, e saber que posso participar ativamente desse processo”.

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Integração e participação para educar com qualidade

Saturday, 04 August 2012 11:37 Written by  Editorial Boletim Salesiano
Em Salvador, BA, os alunos das Escolas Profissionais Salesianas passam por um processo de integração ao Colégio Liceu Salesiano, experiência que tem trazido bons frutos para estudantes e educadores.

Localizadas no bairro de Nazaré, na Capital da Bahia, as Escolas Profissionais Salesianas de Salvador (EPSSAL) têm mais de 100 anos de história e constituem-se em um marco do desenvolvimento da sociedade baiana. Como afirma padre Rondon Ferreira, diretor do Colégio Liceu Salesiano de Salvador, no interior do qual funciona a instituição, “a história da EPSSAL é contada de forma simples, concreta e apaixonada pelos baianos que por ela passaram e que hoje estão trabalhando, casados e até ocupando um espaço na construção de uma sociedade mais justa e fraterna. A vida destes jovens que por aqui passaram ou passam são marcadas pela máxima que os faz serem verdadeiros ‘bons cristãos e honestos cidadãos’”.
A EPSSAL acolhe adolescentes em situação de pobreza, com o objetivo de capacitá-los como profissionais de artes gráficas, sempre com atenção à formação humana e à vivência da cidadania. Esse olhar implica em incentivar a autonomia pessoal e social do aluno para pensar um projeto de vida, o desenvolvimento de suas potencialidades para auto-realização, a orientação para escolha profissional, a inserção no mundo do trabalho e as posturas críticas, criativas e responsáveis.
Na busca por esses objetivos, e com o apoio da direção, foi iniciado um processo de maior integração dos alunos da EPSSAL com o Liceu Salesiano. O processo gradativo começou com a unificação do fardamento, seguida da inserção de jovens do sexo feminino e de um trabalho com os educadores do Liceu sobre a importância da obra social. “No Salesiano do Salvador os jovens da EPSSAL têm valor paritário aos demais. Atenção, carinho, afeto, zelo incondicional e tantos outros elementos são indispensáveis para que se sintam capazes de abrir o coração para amar, tenham capacidade e motivação para dialogar, num desejo e num movimento inquietantes de estabelecer íntima e profunda relação com Deus”, afirma o padre salesiano Marcos Antonio Silva de Souza, coordenador de Pastoral.

Esportes e preparação para o Enem

Hoje, a integração firma-se nos contatos diários, no pátio, entre os alunos; no engajamento dos educadores do Liceu na formação dos jovens da EPSSAL; e em cada participação desses jovens nas atividades de Pastoral (como Encontrão Jovem, Festival da Juventude, Vigília Jovem, entre outros).
É preciso destacar as atividades esportivas, que são realizadas conjuntamente e têm incluído os alunos da EPSSAL em eventos como: Nordestão, Jogos Internos, Copa SESC e COPESAL. “Ao praticarem esportes, os alunos da EPSSAL sentem-se muito mais valorizados e inseridos no contexto da escola em que estudam, à medida que entram em contato direto com os educadores do departamento de esportes, que são os mesmos da escola regular”, considera Ari Souza, coordenador de Esportes do Liceu.
Um dos convites mais recentes oriundos do Liceu foi para o treinamento para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O desempenho dos alunos da EPSSAL superou as expectativas dos educadores e a importância dessa atividade foi sentida pelos próprios estudantes, como destaca Adriane A. S. Lima, aluna da EPSSAL e do Colégio Modelo Luiz Eduardo Magalhães: “O treinamento do Enem aplicado no Colégio Salesiano do Salvador foi inesquecível e apropriado. Foi emocionante fazer uma prova como esta, um verdadeiro treinamento para o ENEM, do começo ao fim. Seria ótimo se todos os alunos de Salvador pudessem ter a mesma oportunidade”.

Formação profissional

A interação com o Liceu é feita sem descuidar da formação profissional de qualidade, centro da ação da EPSSAL. Ao longo do tempo a instituição passou por diversas etapas, primando sempre pela essência educativa do sistema preventivo vivenciado por Dom Bosco. Atualmente oferece os cursos: Design, Fotolito, Impressão, Corte, Encadernação e Acabamento Gráfico, em gráfica própria. Participam do projeto 70 jovens de 16 a 18 anos, de ambos os sexos, nos cursos matutinos e vespertinos. Todos frequentam os cursos no contra –turno escolar, cursado em escolas públicas.
Simultaneamente ao curso, os beneficiários do projeto participam de um espaço dialógico formativo com conteúdos de ética, cidadania, psicologia do trabalho, meio ambiente, desenvolvimento do raciocínio lógico, português instrumental, esportes, lazer cultural, Educação Física e Iniciação Musical.
O gestor da Gráfica, Daniel Torres, ex aluno salesiano, destaca que a EPSSAL foi totalmente reformulada a partir de 2009 e conta hoje com um novo curso de artes gráficas. “Os alunos desfrutam de uma estrutura completa que vai desde a formação técnica-humana até a integração com o alunado e com as atividades do Colégio Salesiano. É uma grande conquista para a obra idealizada por Dom Bosco com muito carinho”, considera.
Valorizando os participantes do projeto, a EPSSAL tem hoje, no quadro funcional da gráfica, vários jovens que concluíram cursos anteriores e que, hoje educadores, falam da importância de suas experiências. Pessoas como Michele Caroline Oliveira, hoje orçamentista da Gráfica Salesiana do Salvador, que relembra os momentos passados como aluna e afirma: “Vejo o quanto a filosofia salesiana ajudou a minha formação profissional e humana. Hoje, com enorme prazer de ser funcionária de uma instituição salesiana, tento mostrar àqueles que ingressam aqui o quanto é importante valorizar cada momento nesse lugar. Porque uma vez EPSSAL, sempre EPSSAL”.
Outro ex-aluno é o instrutor de corte Marcelo Menezes, que resume: “É gratificante ver a necessidade que os educandos têm de conquistar o seu espaço na sociedade; ver em seus rostos a vontade de aprender e a esperança de uma vida melhor, e saber que posso participar ativamente desse processo”.

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.