Tuesday, 08 July 2014 10:52

Por conta e risco de uma Copa!

Written by
Uma importante contribuição que o torneio mundial de futebol, promovido pela Fifa, trouxe para a sociedade brasileira foi a desmistificação do clima de euforia e ilusão, ou de fetiche, a que durante décadas a nação esteve submetida. A beleza e a importância dos eventos esportivos são inquestionáveis. O papa Francisco não perdeu a ocasião de lembrar que este evento poderia potencializar uma “cultura do encontro” e favorecer o sentido de solidariedade, no qual os “fominhas individualistas” não deveriam ser prestigiados.
Tuesday, 06 May 2014 09:35

A luz de Cristo!

Written by
Durante a celebração litúrgica da Vigília Pascal, ouvimos com emoção, por três vezes, em tons diferentes, a linda aclamação: “Eis a luz de Cristo”. A penumbra com a qual as igrejas se revestem durante esta celebração quer significar a realidade obscura e desafiadora de uma sociedade que cultiva a cultura da morte. Com passos decididos, o presidente da celebração pascal, passando pelo meio do povo, caminha até altar. Neste ponto mais alto do templo, ostenta e apresenta para todos a luz que espanta todos os tipos de escuridão. O círio pascal, preparado para este momento, carrega a chama e a força de sua luminosidade colhida nas brasas do fogo novo abençoado no início da celebração. Este fogo novo pode significar também a autenticidade da proposta da clareza desta luz que ilumina a todos. Essa simbologia do fogo e da luz é por demais eloquente: a proposta do Reino pregada e autenticada por Jesus Cristo deverá ser a luz inconfundível para dar segurança aos seus discípulos e missionários. Quando a luz chega, as trevas não resistem. A luz aniquila a pretensão prepotente das trevas. Sem violência, ela tem a prerrogativa de simplesmente iluminar, esclarecer e dar condições para as melhores escolhas. Não faz barulho: explica! A humanidade, pela força da luz pascal, está definitivamente segura. Nem por isso, as pretensões das trevas ficaram eliminadas. Apresentar a luz é a tarefa permanente da Igreja de Jesus Cristo. Alguém, no início do cristianismo, teve um papel muito significativo: a Mãe do autor da Luz. Carregando em seu seio o menino-luz, de maneira muito empolgante, ela tornou-se uma irradiadora privilegiada desta luminosidade. Com muita propriedade ela pode cantar: “A minha alma engrandece o Senhor, pois ele fez grandes coisas em mim...”. Neste sentido, ela se apresenta como modelo e inspiradora para a Igreja que tem também a missão de ser “Luz dos Povos”! Enquanto acolhemos o décimo sucessor de Dom Bosco, o padre Ángel Fernández Artime, desejamos garantir a ele nosso apoio e fidelidade filial. E augurar a ele muita luz e sabedoria na animação e governo de nossa Família Salesiana.
Thursday, 06 March 2014 16:50

Entusiasmo diante da vida

Written by
O tema da Campanha da Fraternidade, desejado desde há muito, oferece uma oportunidade muito boa para enfrentarmos este silencioso e maléfico câncer da sociedade brasileira: o tráfico humano. Aliás, nossa história está marcada pela presença de sofisticadas e variadas formas de tráfico que envergonham qualquer cidadão minimamente consciente.
Monday, 06 January 2014 14:36

A alegria do Evangelho

Written by
No dia da festa litúrgica de Cristo Rei de 2013, a humanidade foi premiada com um precioso dom: a exortação apostólica do papa Francisco sobre o anúncio do Evangelho no mundo atual: A alegria do Evangelho. Acompanhamos com grande contentamento a repercussão obtida pela palavra do papa Francisco em todos os mais diversificados ambientes, países, culturas e religiões.
Thursday, 14 November 2013 11:45

Educar é preciso

Written by
Navegando pelas propostas  dos partidos políticos e  das organizações sociais e religiosas, encontramos uma unanimidade: educação é prioridade! Contudo, constatamos  que a escolha dessa prioridade, em muitos países, não gerou mudanças significativas para a vida das pessoas. A disponibilização dos assim chamados “bens de consumo” cresce cada vez mais e sempre acompanhada de inteligente e sedutora publicidade. O consumo e sua indústria publicitária oferecem tudo para que a pessoa possa saciar sua sede de felicidade. Entre tantas explicações, encontramos neste binômio “educação-consumismo” uma janela para enxergar/entender a contradição social em que vivemos. A prioridade educacional que não consegue ser traduzida em oferta concreta de sentido de vida acaba sendo apenas um produto a mais na diversificada e criativa prateleira dos “bens de consumo”. Muitas vezes, desejamos também identificar educação de qualidade com educação cara, reforçando, mais uma vez, que consumir esta educação gera status social. Os grandes educadores da história, entre os quais incluímos Dom Bosco com muita propriedade , apostaram na educação como uma importante estratégia de promoção, de evolução, de libertação e de felicidade. Neste sentido, podemos perceber que faltam em tantas comunidades educativas o prazer e a alegria de estudar. Estudar torna-se uma “tarefa” árdua, penosa e chata. Por outro lado, o horário de recreio e o horário de término das aulas são amplamente festejados e curtidos. Ciente dessa situação, a proposta salesiana de educação sempre valorizou o pátio e todas as demais atividades em que a aprendizagem seja algo prazeroso: o teatro, a banda, a fanfarra, a dança, a música, a poesia, o esporte! E mais: o protagonismo da educação fica por conta da comunidade, lugar onde todas as relações de desenvolvimento acontecem de modo natural e recíproco. Se na sala de aula privilegia-se a razão, nos demais ambientes podem ser valorizados a convivência, a solidariedade, a alegria e o entusiasmo de viver! Sem essa complementaridade entre razão, carinho, fé e fraternidade, nenhuma proposta educativa, por mais priorizada que seja, pode alcançar a mente e o coração humano. A felicidade continua morando ao lado! A vida, sendo um presente de Deus, pode se transformada por esta proposta educativa, como diria Dom Bosco, em um belo presente que cada educando pode oferecer ao Pai Criador!  
Sunday, 14 July 2013 18:18

Jovens, sempre jovens!

Written by
Escrevo estas linhas em junho, e dificilmente encontraremos uma pessoa de nosso país que não esteja se interrogando sobre o significado da movimentação juvenil, nascida neste mês e que se desdobra de maneira fulminante pelo país. Os jovens e suas originais maneiras de se expressar sempre foram os protagonistas das grandes mudanças: basta lembrar as movimentações estudantis de épocas e cores diferentes. Vivemos mais uma edição juvenil marcada por suas incontestáveis características: causas legítimas, expressões inovadoras, indignação e desejo de autenticidade. Não faltando, evidentemente, pretensões manipuladoras e oportunistas. Nas raízes, contudo, sempre encontramos muita vontade de mudar para melhor!
Entre os dias 19 e 25 de setembro estive em viagem a El Salvador, um pequeno país da América Central, rico de belos lugares e de um povo extraordinariamente feliz. Fui para o Encontro Continental de Comunicação Social, promovido pelo Dicastério de Comunicação Salesiana.  
O primeiro domingo do Advento é o primeiro dia do novo Ano Litúrgica para a Igreja Católica e, nesta ocasião, no Evangelho (Mc 13,33-37), Jesus encoraja os fiéis a ficar “atentos, porque não sabeis quando chegará o momento”.  
O trabalho missionário da Inspetoria de Mato Grosso é um ato de amor em que os resultados aparecem conforme o caminho vai sendo feito. A exemplo da mãe grávida, que espera pacientemente nove meses para o nascimento de seu filho, a vida nas aldeias xavante não acontece sobre atropelos e no frenesi da agitação de uma metrópole. Ela segue seu ritmo próprio, marcado pelo silêncio, pelo brincar das crianças, pela andança dos homens e das mulheres pela floresta, como pelos jogos, danças, cânticos, rituais.
Friday, 17 October 2014 21:11

O lugar de Maria na liturgia

Written by
A devoção mariana é uma realidade no meio de nosso povo. É o reflexo do amor que o mundo católico e ortodoxo tem pela Mãe de Jesus, Mãe de Deus e Mãe nossa. Essa devoção é comprovada pelos seus inúmeros títulos e santuários pelo mundo afora, e a expressão desse amor à Mãe celeste está em celebrações, ritos e procissões.
Page 11 of 31
Tuesday, 08 July 2014 10:52

Por conta e risco de uma Copa!

Written by
Uma importante contribuição que o torneio mundial de futebol, promovido pela Fifa, trouxe para a sociedade brasileira foi a desmistificação do clima de euforia e ilusão, ou de fetiche, a que durante décadas a nação esteve submetida. A beleza e a importância dos eventos esportivos são inquestionáveis. O papa Francisco não perdeu a ocasião de lembrar que este evento poderia potencializar uma “cultura do encontro” e favorecer o sentido de solidariedade, no qual os “fominhas individualistas” não deveriam ser prestigiados.
Tuesday, 06 May 2014 09:35

A luz de Cristo!

Written by
Durante a celebração litúrgica da Vigília Pascal, ouvimos com emoção, por três vezes, em tons diferentes, a linda aclamação: “Eis a luz de Cristo”. A penumbra com a qual as igrejas se revestem durante esta celebração quer significar a realidade obscura e desafiadora de uma sociedade que cultiva a cultura da morte. Com passos decididos, o presidente da celebração pascal, passando pelo meio do povo, caminha até altar. Neste ponto mais alto do templo, ostenta e apresenta para todos a luz que espanta todos os tipos de escuridão. O círio pascal, preparado para este momento, carrega a chama e a força de sua luminosidade colhida nas brasas do fogo novo abençoado no início da celebração. Este fogo novo pode significar também a autenticidade da proposta da clareza desta luz que ilumina a todos. Essa simbologia do fogo e da luz é por demais eloquente: a proposta do Reino pregada e autenticada por Jesus Cristo deverá ser a luz inconfundível para dar segurança aos seus discípulos e missionários. Quando a luz chega, as trevas não resistem. A luz aniquila a pretensão prepotente das trevas. Sem violência, ela tem a prerrogativa de simplesmente iluminar, esclarecer e dar condições para as melhores escolhas. Não faz barulho: explica! A humanidade, pela força da luz pascal, está definitivamente segura. Nem por isso, as pretensões das trevas ficaram eliminadas. Apresentar a luz é a tarefa permanente da Igreja de Jesus Cristo. Alguém, no início do cristianismo, teve um papel muito significativo: a Mãe do autor da Luz. Carregando em seu seio o menino-luz, de maneira muito empolgante, ela tornou-se uma irradiadora privilegiada desta luminosidade. Com muita propriedade ela pode cantar: “A minha alma engrandece o Senhor, pois ele fez grandes coisas em mim...”. Neste sentido, ela se apresenta como modelo e inspiradora para a Igreja que tem também a missão de ser “Luz dos Povos”! Enquanto acolhemos o décimo sucessor de Dom Bosco, o padre Ángel Fernández Artime, desejamos garantir a ele nosso apoio e fidelidade filial. E augurar a ele muita luz e sabedoria na animação e governo de nossa Família Salesiana.
Thursday, 06 March 2014 16:50

Entusiasmo diante da vida

Written by
O tema da Campanha da Fraternidade, desejado desde há muito, oferece uma oportunidade muito boa para enfrentarmos este silencioso e maléfico câncer da sociedade brasileira: o tráfico humano. Aliás, nossa história está marcada pela presença de sofisticadas e variadas formas de tráfico que envergonham qualquer cidadão minimamente consciente.
Monday, 06 January 2014 14:36

A alegria do Evangelho

Written by
No dia da festa litúrgica de Cristo Rei de 2013, a humanidade foi premiada com um precioso dom: a exortação apostólica do papa Francisco sobre o anúncio do Evangelho no mundo atual: A alegria do Evangelho. Acompanhamos com grande contentamento a repercussão obtida pela palavra do papa Francisco em todos os mais diversificados ambientes, países, culturas e religiões.
Thursday, 14 November 2013 11:45

Educar é preciso

Written by
Navegando pelas propostas  dos partidos políticos e  das organizações sociais e religiosas, encontramos uma unanimidade: educação é prioridade! Contudo, constatamos  que a escolha dessa prioridade, em muitos países, não gerou mudanças significativas para a vida das pessoas. A disponibilização dos assim chamados “bens de consumo” cresce cada vez mais e sempre acompanhada de inteligente e sedutora publicidade. O consumo e sua indústria publicitária oferecem tudo para que a pessoa possa saciar sua sede de felicidade. Entre tantas explicações, encontramos neste binômio “educação-consumismo” uma janela para enxergar/entender a contradição social em que vivemos. A prioridade educacional que não consegue ser traduzida em oferta concreta de sentido de vida acaba sendo apenas um produto a mais na diversificada e criativa prateleira dos “bens de consumo”. Muitas vezes, desejamos também identificar educação de qualidade com educação cara, reforçando, mais uma vez, que consumir esta educação gera status social. Os grandes educadores da história, entre os quais incluímos Dom Bosco com muita propriedade , apostaram na educação como uma importante estratégia de promoção, de evolução, de libertação e de felicidade. Neste sentido, podemos perceber que faltam em tantas comunidades educativas o prazer e a alegria de estudar. Estudar torna-se uma “tarefa” árdua, penosa e chata. Por outro lado, o horário de recreio e o horário de término das aulas são amplamente festejados e curtidos. Ciente dessa situação, a proposta salesiana de educação sempre valorizou o pátio e todas as demais atividades em que a aprendizagem seja algo prazeroso: o teatro, a banda, a fanfarra, a dança, a música, a poesia, o esporte! E mais: o protagonismo da educação fica por conta da comunidade, lugar onde todas as relações de desenvolvimento acontecem de modo natural e recíproco. Se na sala de aula privilegia-se a razão, nos demais ambientes podem ser valorizados a convivência, a solidariedade, a alegria e o entusiasmo de viver! Sem essa complementaridade entre razão, carinho, fé e fraternidade, nenhuma proposta educativa, por mais priorizada que seja, pode alcançar a mente e o coração humano. A felicidade continua morando ao lado! A vida, sendo um presente de Deus, pode se transformada por esta proposta educativa, como diria Dom Bosco, em um belo presente que cada educando pode oferecer ao Pai Criador!  
Sunday, 14 July 2013 18:18

Jovens, sempre jovens!

Written by
Escrevo estas linhas em junho, e dificilmente encontraremos uma pessoa de nosso país que não esteja se interrogando sobre o significado da movimentação juvenil, nascida neste mês e que se desdobra de maneira fulminante pelo país. Os jovens e suas originais maneiras de se expressar sempre foram os protagonistas das grandes mudanças: basta lembrar as movimentações estudantis de épocas e cores diferentes. Vivemos mais uma edição juvenil marcada por suas incontestáveis características: causas legítimas, expressões inovadoras, indignação e desejo de autenticidade. Não faltando, evidentemente, pretensões manipuladoras e oportunistas. Nas raízes, contudo, sempre encontramos muita vontade de mudar para melhor!
Entre os dias 19 e 25 de setembro estive em viagem a El Salvador, um pequeno país da América Central, rico de belos lugares e de um povo extraordinariamente feliz. Fui para o Encontro Continental de Comunicação Social, promovido pelo Dicastério de Comunicação Salesiana.  
O primeiro domingo do Advento é o primeiro dia do novo Ano Litúrgica para a Igreja Católica e, nesta ocasião, no Evangelho (Mc 13,33-37), Jesus encoraja os fiéis a ficar “atentos, porque não sabeis quando chegará o momento”.  
O trabalho missionário da Inspetoria de Mato Grosso é um ato de amor em que os resultados aparecem conforme o caminho vai sendo feito. A exemplo da mãe grávida, que espera pacientemente nove meses para o nascimento de seu filho, a vida nas aldeias xavante não acontece sobre atropelos e no frenesi da agitação de uma metrópole. Ela segue seu ritmo próprio, marcado pelo silêncio, pelo brincar das crianças, pela andança dos homens e das mulheres pela floresta, como pelos jogos, danças, cânticos, rituais.
Friday, 17 October 2014 21:11

O lugar de Maria na liturgia

Written by
A devoção mariana é uma realidade no meio de nosso povo. É o reflexo do amor que o mundo católico e ortodoxo tem pela Mãe de Jesus, Mãe de Deus e Mãe nossa. Essa devoção é comprovada pelos seus inúmeros títulos e santuários pelo mundo afora, e a expressão desse amor à Mãe celeste está em celebrações, ritos e procissões.
Page 11 of 31