Nesta quarta-feira, 20 de novembro, é comemorado em todo o mundo o Dia Internacional dos Direitos da Criança, data que desde 2009, também foi associada com o Dia Mundial de Oração e Ação pelas Crianças. Para esta ocasião, o reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, enviou uma mensagem na qual ele convida toda a Família Salesiana a “promover o direito à educação para todos os meninos e meninas em todo o mundo como uma ferramenta para combater e prevenir o casamento precoce”.
Published in Reitor-mor
  A um mês e um dia do anúncio da renúncia ao ministério petrino de Bento XVI, depois de dez Congregações gerais, hoje, 12 de março, abre-se oficialmente o Conclave para a eleição do 266° Pontífice da história da Igreja. Entre os 115 cardeais ingressam na Capela Sistina há também quatro salesianos.   “Os Cardeais da Santa Igreja Romana constituem um Colégio especial ao qual compete assegurar a eleição do Romano Pontífice, de acordo com o direito especial” – reza o cânon 349, do Código de Direito Canônico. Os membros que atualmente compõem o colégio cardinalício são 207, mas 90 desses têm mais de 80 anos e, portanto, não participarão do Conclave.    A grande maioria dos cardeais que votarão na  Capela Sistina provêm do clero diocesano (97). São 18 os que pertencem a Ordens e Congregações religiosas: Escalabriniana, Sulspiciana, Lazarista, Redentorista, dos padres de Schoenstatt, dos Oblatos de Maria Imaculada e da Ordem maronita da B. V. Maria, como também da Companhia de Jesus, por causa da renúncia do arcebispo de Jacarta. Dois cardeais representam os dominicanos. Os Franciscanos estarão presentes com quatro membros (três frades menores e um frade capuchinho).   Quatro púrpuras, por fim, também dos Filhos de Dom Bosco. Trata-se dos cardeais Tarcísio Bertone, 78 anos, secretário de Estado do Vaticano e Camerlengo; Raffaele Farina, 79 anos, arquivista e bibliotecário emérito de Santa Igreja Romana; Angelo Amato, 74 anos, prefeito da Congregação das Causas dos Santos; e Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga, 70 anos, arcebispo de Tegucigalpa, Honduras.   O cardeal Bertone fez a primeira profissão salesiana no ano de 1950 e foi ordenado sacerdote no 1960. Docente de Direito Canônico na Pontifícia Universidade Salesiana, foi arcebispo de Vercelli e de Gênova e secretário da Congregação para a Doutrina da Fé quando o cardeal Joseph Ratzinger era seu prefeito. João Paulo II fê-lo cardeal em 2003 e o Papa Bento XVI o nomeou secretário de Estado, em 2006.   O cardeal Farina entrou para o noviciado salesiano em Portici, em 1948, e foi ordenado sacerdote em 1958. Historiador da Igreja, foi docente e reitor magnífico da Pontifícia Universidade Salesiana, de Roma. Desde 1997 serviu na Cúria Romana, primeiro como prefeito da Biblioteca Apostólica Vaticana e depois, desde 2007, como arquivista e bibliotecário da Santa Igreja Romana. No mesmo ano foi criado cardeal por Bento XVI. Em 2012 apresentou a demissão do seu encargo.   O cardeal Amato professou os primeiros votos em 1956 e foi ordenado sacerdote em 1967. Foi professor de Teologia Dogmática e decano da Faculdade de Teologia na Universidade Pontifícia Salesiana e um prolífico escritor. Em 2002 sucedeu ao então Dom Bertone como secretário da Congregação para a Doutrina da Fé, trabalhando também ele com o então cardeal Ratzinger. Em 2008 foi nomeado prefeito da Congregação das Causas dos Santos. O Papa Bento XVI o nomeou cardeal em 2010.   O cardeal Rodríguez Maradiaga fez-se salesiano em 1961 e foi ordenado sacerdote em 1970. Foi professor de Escola Superior e professor de Teologia. Em 1978 recebeu a consagração episcopal como auxiliar de Tegucigalpa. Foi secretário geral da Conferência Episcopal Latino-Americana (CELAM), junto à qual desempenhou numerosos encargos no decorrer dos anos, assumindo em 1995 também a presidência. Desde 1993 é arcebispo de Tegucigalpa. Foi nomeado cardeal em 2001 por João Paulo II. Desde 2007 é o presidente de ‘Caritas Internationalis’.   InfoANS
Published in Internacionais
Na manhã do sábado, dia 9 de março, o Centro Inspetorial, na Capital paulista, recebeu o primeiro de quatro encontros inspetoriais de Comunicação programados para o ano de 2013. Com a assessoria de Ana Cosenza, editora do Boletim Salesiano e assessora de imprensa da Rede Salesiana de Escolas (RSE), a atividade teve como foco a melhoria da produção jornalística e reuniu mais de 30 colaboradores que trabalham nas áreas de Comunicação e Marketing das presenças salesianas.   O encontro começou com uma saudação do delegado para a Comunicação Social, padre Edmilson Moraes, que falou da vocação do comunicador. “A vocação de comunicador é de cada um. Não esperem um convite dos padres, diretores ou de outras pessoas para iniciarem um trabalho com a comunicação, mas tomem a iniciativa de ir ao encontro e assumir essa vocação”, afirmou.   Falando para um público heterogêneo, formado por profissionais e voluntários atuantes nas diversas frentes da Inspetoria de Nossa Senhora Auxiliadora (paróquias, obras sociais, escolas e universidade), a editora, Ana Cosenza, abordou técnicas de redação jornalística, utilizando exemplos provenientes das próprias realidades salesianas. Partindo do conceito básico, ela falou das características da notícia, das informações que não podem faltar em um bom texto e dos principais erros cometidos, entre outras informações. “O que é importante este ano, daqui a cinco anos é esquecido”, afirmou sobre a importância da notícia como preservação da história. A editora do Boletim Salesiano também deu dicas de fotografia, pontuando noções de enquadramento, iluminação, contextualização da foto e regra dos terços.   O encontro contou ainda com uma apresentação da Rede Salesiana de Comunicação Social (RESCOM) e uma troca de experiências entre os participantes das diversas presenças salesianas, que indicou que não há uma fórmula pronta para o sucesso, mas que é possível desenvolver boas estratégias locais que podem ser potencializadas por meio de planejamento, que, inclusive, será o tema do próximo Encontro Inspetorial de Comunicação Social, a ser realizado no dia 15 de junho.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Published in Nacionais
  Para incentivar a doação de sangue na comunidade, o Colégio São Paulo, Santa Catarina, trará pela primeira vez à cidade de Ascurra uma unidade móvel de coleta do Centro de Hematologia e Hematoterapia de Santa Catarina (Hemosc). Sob o tema “Uma gota de sangue para o futuro”, a campanha é iniciativa dos alunos salesianos Jerusa Venturi, Gabrielli Moraes, Matheus Venturi e integra a XVI Mostra de Ciências da escola, a ser realizada nos dias 27 e 28 de setembro. A unidade móvel será instalada em frente à escola, no dia 27, e funcionará das 8h às 16h30min. Leia mais em RSE Informa
Published in Nacionais
Nesta quarta-feira, 20 de novembro, é comemorado em todo o mundo o Dia Internacional dos Direitos da Criança, data que desde 2009, também foi associada com o Dia Mundial de Oração e Ação pelas Crianças. Para esta ocasião, o reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, enviou uma mensagem na qual ele convida toda a Família Salesiana a “promover o direito à educação para todos os meninos e meninas em todo o mundo como uma ferramenta para combater e prevenir o casamento precoce”.
Published in Reitor-mor
  A um mês e um dia do anúncio da renúncia ao ministério petrino de Bento XVI, depois de dez Congregações gerais, hoje, 12 de março, abre-se oficialmente o Conclave para a eleição do 266° Pontífice da história da Igreja. Entre os 115 cardeais ingressam na Capela Sistina há também quatro salesianos.   “Os Cardeais da Santa Igreja Romana constituem um Colégio especial ao qual compete assegurar a eleição do Romano Pontífice, de acordo com o direito especial” – reza o cânon 349, do Código de Direito Canônico. Os membros que atualmente compõem o colégio cardinalício são 207, mas 90 desses têm mais de 80 anos e, portanto, não participarão do Conclave.    A grande maioria dos cardeais que votarão na  Capela Sistina provêm do clero diocesano (97). São 18 os que pertencem a Ordens e Congregações religiosas: Escalabriniana, Sulspiciana, Lazarista, Redentorista, dos padres de Schoenstatt, dos Oblatos de Maria Imaculada e da Ordem maronita da B. V. Maria, como também da Companhia de Jesus, por causa da renúncia do arcebispo de Jacarta. Dois cardeais representam os dominicanos. Os Franciscanos estarão presentes com quatro membros (três frades menores e um frade capuchinho).   Quatro púrpuras, por fim, também dos Filhos de Dom Bosco. Trata-se dos cardeais Tarcísio Bertone, 78 anos, secretário de Estado do Vaticano e Camerlengo; Raffaele Farina, 79 anos, arquivista e bibliotecário emérito de Santa Igreja Romana; Angelo Amato, 74 anos, prefeito da Congregação das Causas dos Santos; e Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga, 70 anos, arcebispo de Tegucigalpa, Honduras.   O cardeal Bertone fez a primeira profissão salesiana no ano de 1950 e foi ordenado sacerdote no 1960. Docente de Direito Canônico na Pontifícia Universidade Salesiana, foi arcebispo de Vercelli e de Gênova e secretário da Congregação para a Doutrina da Fé quando o cardeal Joseph Ratzinger era seu prefeito. João Paulo II fê-lo cardeal em 2003 e o Papa Bento XVI o nomeou secretário de Estado, em 2006.   O cardeal Farina entrou para o noviciado salesiano em Portici, em 1948, e foi ordenado sacerdote em 1958. Historiador da Igreja, foi docente e reitor magnífico da Pontifícia Universidade Salesiana, de Roma. Desde 1997 serviu na Cúria Romana, primeiro como prefeito da Biblioteca Apostólica Vaticana e depois, desde 2007, como arquivista e bibliotecário da Santa Igreja Romana. No mesmo ano foi criado cardeal por Bento XVI. Em 2012 apresentou a demissão do seu encargo.   O cardeal Amato professou os primeiros votos em 1956 e foi ordenado sacerdote em 1967. Foi professor de Teologia Dogmática e decano da Faculdade de Teologia na Universidade Pontifícia Salesiana e um prolífico escritor. Em 2002 sucedeu ao então Dom Bertone como secretário da Congregação para a Doutrina da Fé, trabalhando também ele com o então cardeal Ratzinger. Em 2008 foi nomeado prefeito da Congregação das Causas dos Santos. O Papa Bento XVI o nomeou cardeal em 2010.   O cardeal Rodríguez Maradiaga fez-se salesiano em 1961 e foi ordenado sacerdote em 1970. Foi professor de Escola Superior e professor de Teologia. Em 1978 recebeu a consagração episcopal como auxiliar de Tegucigalpa. Foi secretário geral da Conferência Episcopal Latino-Americana (CELAM), junto à qual desempenhou numerosos encargos no decorrer dos anos, assumindo em 1995 também a presidência. Desde 1993 é arcebispo de Tegucigalpa. Foi nomeado cardeal em 2001 por João Paulo II. Desde 2007 é o presidente de ‘Caritas Internationalis’.   InfoANS
Published in Internacionais
Na manhã do sábado, dia 9 de março, o Centro Inspetorial, na Capital paulista, recebeu o primeiro de quatro encontros inspetoriais de Comunicação programados para o ano de 2013. Com a assessoria de Ana Cosenza, editora do Boletim Salesiano e assessora de imprensa da Rede Salesiana de Escolas (RSE), a atividade teve como foco a melhoria da produção jornalística e reuniu mais de 30 colaboradores que trabalham nas áreas de Comunicação e Marketing das presenças salesianas.   O encontro começou com uma saudação do delegado para a Comunicação Social, padre Edmilson Moraes, que falou da vocação do comunicador. “A vocação de comunicador é de cada um. Não esperem um convite dos padres, diretores ou de outras pessoas para iniciarem um trabalho com a comunicação, mas tomem a iniciativa de ir ao encontro e assumir essa vocação”, afirmou.   Falando para um público heterogêneo, formado por profissionais e voluntários atuantes nas diversas frentes da Inspetoria de Nossa Senhora Auxiliadora (paróquias, obras sociais, escolas e universidade), a editora, Ana Cosenza, abordou técnicas de redação jornalística, utilizando exemplos provenientes das próprias realidades salesianas. Partindo do conceito básico, ela falou das características da notícia, das informações que não podem faltar em um bom texto e dos principais erros cometidos, entre outras informações. “O que é importante este ano, daqui a cinco anos é esquecido”, afirmou sobre a importância da notícia como preservação da história. A editora do Boletim Salesiano também deu dicas de fotografia, pontuando noções de enquadramento, iluminação, contextualização da foto e regra dos terços.   O encontro contou ainda com uma apresentação da Rede Salesiana de Comunicação Social (RESCOM) e uma troca de experiências entre os participantes das diversas presenças salesianas, que indicou que não há uma fórmula pronta para o sucesso, mas que é possível desenvolver boas estratégias locais que podem ser potencializadas por meio de planejamento, que, inclusive, será o tema do próximo Encontro Inspetorial de Comunicação Social, a ser realizado no dia 15 de junho.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Published in Nacionais
  Para incentivar a doação de sangue na comunidade, o Colégio São Paulo, Santa Catarina, trará pela primeira vez à cidade de Ascurra uma unidade móvel de coleta do Centro de Hematologia e Hematoterapia de Santa Catarina (Hemosc). Sob o tema “Uma gota de sangue para o futuro”, a campanha é iniciativa dos alunos salesianos Jerusa Venturi, Gabrielli Moraes, Matheus Venturi e integra a XVI Mostra de Ciências da escola, a ser realizada nos dias 27 e 28 de setembro. A unidade móvel será instalada em frente à escola, no dia 27, e funcionará das 8h às 16h30min. Leia mais em RSE Informa
Published in Nacionais