Durante o ano de 2020, as obras da Rede Salesiana Brasil de Ação Social tiveram de redobrar os esforços e contaram com a ajuda de benfeitores e benfeitoras para continuar levando esperança e cidadania a milhares de crianças e jovens em todo o país.    
Published in Ação Social
A Campanha da Fraternidade em 2020 traz como tema “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e, como lema, “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34).  
Published in Igreja
  A Obra Social São João Bosco (OSSJB ) de Campinas, SP, lança um novo portal na web (www.ossjb.org.br). O site tem um novo conceito em seu layout, e novidades na sua parte funcional.
Published in Ação Social
Delegações de religiosas de todo o mundo foram recebidas pelo Papa Francisco na manhã desta quarta-feira, 8 de maio, na Sala Paulo VI, no Vaticano. As 800 irmãs, delegadas de 1900 diferentes Congregações, se reuniram nos últimos dias na Assembleia Plenária da União Internacional das Superioras Gerais, em Roma. Com elas, estava também o cardeal João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedade de Vida Apostólica, a quem Papa Francisco agradeceu logo no início de seu discurso. Dom João esteve domingo, 5, na Assembleia,  em um debate e celebrando uma missa para as irmãs.   Centralidade de Cristo, autoridade como serviço de amor, e ouvir a Mãe-Igreja. Estas foram as três principais indicações sugeridas pelo Papa às religiosas, ao se dirigir a elas. “O que seria da Igreja sem vocês? Faltaria o carinho, a maternidade, a ternura, a intuição das mães. Queridas irmãs, fiquem certas de que eu as acompanho de perto, rezo por vocês, mas por favor, rezem também por mim!”, pediu Francisco.   O Papa também lembrou que “adorar e servir são dois comportamentos que não se separam, mas caminham sempre juntos; e disse que obediência é ouvir a vontade de Deus e aceitar que a obediência passe por meio das mediações humanas”. E completou: “Lembrem-se que a relação autoridade/obediência se insere no contexto maior do mistério da Igreja e constitui uma atuação especial de sua função mediadora”.   Outra questão recomendada para a reflexão das religiosas foi a pobreza, que – disse – não è a pobreza teórica: “A pobreza teórica não nos interessa, a pobreza se aprende tocando a carne de Cristo pobre”; e insistiu na necessidade de que as religiosas sejam espiritualmente fecundas e neste sentido, ‘sejam mães’ e não ‘solteironas’.   Acesse o site da CNBB para ler a matéria na íntegra 
Published in Internacionais
Nesta quarta-feira,  20 de março, a abertura do IV Fórum de IES Católicas realizou-se  com a reflexão do grão-chanceler da PUC Minas e arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, ele citou que cada instituição de Ensino Superior católica é um instrumento indispensável para que a Igreja sirva, ensine o Evangelho e encontre caminhos.   O IV Fórum de IES Católicas, acontece até esta sexta-feira, 22 de março, no auditório 3 do prédio 43 do campus Coração Eucarístico da Universidade, com o tema central Fraternidade e Juventude Universitária. A ocasião foi aberta com a apresentação do Coral PUC Minas, sob a regência do maestro Marco Antônio Drumond. O evento é preparatório para o Congresso Mundial de Universidades Católicas, que a PUC Minas sediará de 18 a 21 de julho, com o tema Novos Tempos, Novos Sentidos.   Também participaram da abertura do evento, dirigentes de instituições e de entidades da área, o padre José Marinoni; o presidente da Câmara de Ensino Superior da Anec, o reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães; o diretor da Anec e reitor da Universidade Católica Dom Bosco, irmão Frederico Unterberger; e o presidente Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), do Conselho Superior da Anec e reitor da PUC Goiás, professor Wolmir Therezio Amado.   Leia a notícia na íntegra no portal da ANEC  
Published in Nacionais
  “Ninguém nasce odiando alguém por sua cor, raça ou religião. Se nós aprendemos a odiar, podemos também aprender a ensinar a amar” (Nelson Mandela).   O resgate que a Campanha da Fraternidade faz revela a riqueza de diferentes saberes que ajudam na formação da identidade dos indivíduos e das sociedades. A CF, durante os seus 50 anos de existência, abordou temas centrais da sociedade brasileira e de abrangência planetária. Por isso, é de extrema relevância que os espaços educacionais mergulhem nos temas propostos por cada CF e contribuam para que o mundo se torne cada vez melhor e a vida se efetive com qualidade para todos. O tema escolhido para 2013, ”Fraternidade e Juventude”, tem tudo a ver com a razão de ser da escola salesiana, que é prestar um serviço de excelência à juventude, centrado na missão de “evangelizar educando e educar evangelizando”. Tendo em vista a importância da prática da fraternidade nos processos educativos, esse texto analisa os desafios da sociedade na atualidade e a importância dos referenciais para a formação da identidade. Formação que, segundo a CF, se efetiva a partir de relações fraternas e que fortalece a esperança das juventudes.  
Published in Educação
O Centro de Formação Vicente Cañas, em Luziânia, GO, recebe, entre os dias 20 e 23 de novembro, o Congresso dos 40 anos do Conselho Indigenista Missionário (CIMI). Com o tema "Raiz, Identidade e Missão", o encontro reúne cerca de 200 participantes, dentre missionários, lideranças indígenas e defensores da causa, que debatem o histórico da luta pelos direitos indígenas. A Missão Salesiana do Mato Grosso Grosso (MSMT) está sendo representada pelo mestre Mário Bordignon, da casa de Sagrado Coração Meruri.   O congresso é realizado no momento em que os povos indígenas adquirem visibilidade no cenário nacional por suas posturas em defesa dos seus direitos e na busca do resgate de parte dos territórios que lhes pertenceram. Esse também é um período em que o poder do agronegócio se manifesta violentamente contra as manifestações das diferentes comunidades e busca as mais diversas formas para cercear o acesso aos direitos das comunidades indígenas.   A Comisão Pastoral da Terra (CPT) é representada no encontro por Flávio Lazzarin, da Coordenação Nacional, Inaldo Serejo, da CPT Maranhão, e Antônio Canuto, da Secretaria Nacional.   Missão Salesiana do Mato Grosso    
Published in Nacionais
Com o objetivo de “reavivar o fogo missionário” foi realizado no Colégio Santa Inês, em São Paulo, SP, entre os dias 13 e 15 de setembro, um encontro destinado a um grupo de Filhas de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas) no Brasil, que têm entre 10 e 25 anos de profissão religiosa. No primeiro dia do encontro, a irmã Suzana Rocca instigou o grupo, com simplicidade e alegria, a refletir sobre como superar os próprios limites e enfrentar a vida com mais leveza e positividade. Irmã Maria Américo Rolim, conselheira geral para a formação, também conversou com as participantes levando-as a uma reflexão pessoal e comunitária sobre a importância de empreender um caminho para reavivar a identidade carismática.   No último dia de encontro, a irmã Vani Moreira, de Belo Horizonte, desenvolveu o tema: “Mística e Profecia em Dom Bosco e Madre Mazzarello”, partindo das relações biográficas onde está descrito como os dois santos viviam a profecia em relação ao próprio tempo e a seu contexto histórico. 
Published in Nacionais
Durante o ano de 2020, as obras da Rede Salesiana Brasil de Ação Social tiveram de redobrar os esforços e contaram com a ajuda de benfeitores e benfeitoras para continuar levando esperança e cidadania a milhares de crianças e jovens em todo o país.    
Published in Ação Social
A Campanha da Fraternidade em 2020 traz como tema “Fraternidade e vida: dom e compromisso” e, como lema, “Viu, sentiu compaixão e cuidou dele” (Lc 10,33-34).  
Published in Igreja
  A Obra Social São João Bosco (OSSJB ) de Campinas, SP, lança um novo portal na web (www.ossjb.org.br). O site tem um novo conceito em seu layout, e novidades na sua parte funcional.
Published in Ação Social
Delegações de religiosas de todo o mundo foram recebidas pelo Papa Francisco na manhã desta quarta-feira, 8 de maio, na Sala Paulo VI, no Vaticano. As 800 irmãs, delegadas de 1900 diferentes Congregações, se reuniram nos últimos dias na Assembleia Plenária da União Internacional das Superioras Gerais, em Roma. Com elas, estava também o cardeal João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedade de Vida Apostólica, a quem Papa Francisco agradeceu logo no início de seu discurso. Dom João esteve domingo, 5, na Assembleia,  em um debate e celebrando uma missa para as irmãs.   Centralidade de Cristo, autoridade como serviço de amor, e ouvir a Mãe-Igreja. Estas foram as três principais indicações sugeridas pelo Papa às religiosas, ao se dirigir a elas. “O que seria da Igreja sem vocês? Faltaria o carinho, a maternidade, a ternura, a intuição das mães. Queridas irmãs, fiquem certas de que eu as acompanho de perto, rezo por vocês, mas por favor, rezem também por mim!”, pediu Francisco.   O Papa também lembrou que “adorar e servir são dois comportamentos que não se separam, mas caminham sempre juntos; e disse que obediência é ouvir a vontade de Deus e aceitar que a obediência passe por meio das mediações humanas”. E completou: “Lembrem-se que a relação autoridade/obediência se insere no contexto maior do mistério da Igreja e constitui uma atuação especial de sua função mediadora”.   Outra questão recomendada para a reflexão das religiosas foi a pobreza, que – disse – não è a pobreza teórica: “A pobreza teórica não nos interessa, a pobreza se aprende tocando a carne de Cristo pobre”; e insistiu na necessidade de que as religiosas sejam espiritualmente fecundas e neste sentido, ‘sejam mães’ e não ‘solteironas’.   Acesse o site da CNBB para ler a matéria na íntegra 
Published in Internacionais
Nesta quarta-feira,  20 de março, a abertura do IV Fórum de IES Católicas realizou-se  com a reflexão do grão-chanceler da PUC Minas e arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, ele citou que cada instituição de Ensino Superior católica é um instrumento indispensável para que a Igreja sirva, ensine o Evangelho e encontre caminhos.   O IV Fórum de IES Católicas, acontece até esta sexta-feira, 22 de março, no auditório 3 do prédio 43 do campus Coração Eucarístico da Universidade, com o tema central Fraternidade e Juventude Universitária. A ocasião foi aberta com a apresentação do Coral PUC Minas, sob a regência do maestro Marco Antônio Drumond. O evento é preparatório para o Congresso Mundial de Universidades Católicas, que a PUC Minas sediará de 18 a 21 de julho, com o tema Novos Tempos, Novos Sentidos.   Também participaram da abertura do evento, dirigentes de instituições e de entidades da área, o padre José Marinoni; o presidente da Câmara de Ensino Superior da Anec, o reitor da PUC Minas e bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, professor Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães; o diretor da Anec e reitor da Universidade Católica Dom Bosco, irmão Frederico Unterberger; e o presidente Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (Crub), do Conselho Superior da Anec e reitor da PUC Goiás, professor Wolmir Therezio Amado.   Leia a notícia na íntegra no portal da ANEC  
Published in Nacionais
  “Ninguém nasce odiando alguém por sua cor, raça ou religião. Se nós aprendemos a odiar, podemos também aprender a ensinar a amar” (Nelson Mandela).   O resgate que a Campanha da Fraternidade faz revela a riqueza de diferentes saberes que ajudam na formação da identidade dos indivíduos e das sociedades. A CF, durante os seus 50 anos de existência, abordou temas centrais da sociedade brasileira e de abrangência planetária. Por isso, é de extrema relevância que os espaços educacionais mergulhem nos temas propostos por cada CF e contribuam para que o mundo se torne cada vez melhor e a vida se efetive com qualidade para todos. O tema escolhido para 2013, ”Fraternidade e Juventude”, tem tudo a ver com a razão de ser da escola salesiana, que é prestar um serviço de excelência à juventude, centrado na missão de “evangelizar educando e educar evangelizando”. Tendo em vista a importância da prática da fraternidade nos processos educativos, esse texto analisa os desafios da sociedade na atualidade e a importância dos referenciais para a formação da identidade. Formação que, segundo a CF, se efetiva a partir de relações fraternas e que fortalece a esperança das juventudes.  
Published in Educação
O Centro de Formação Vicente Cañas, em Luziânia, GO, recebe, entre os dias 20 e 23 de novembro, o Congresso dos 40 anos do Conselho Indigenista Missionário (CIMI). Com o tema "Raiz, Identidade e Missão", o encontro reúne cerca de 200 participantes, dentre missionários, lideranças indígenas e defensores da causa, que debatem o histórico da luta pelos direitos indígenas. A Missão Salesiana do Mato Grosso Grosso (MSMT) está sendo representada pelo mestre Mário Bordignon, da casa de Sagrado Coração Meruri.   O congresso é realizado no momento em que os povos indígenas adquirem visibilidade no cenário nacional por suas posturas em defesa dos seus direitos e na busca do resgate de parte dos territórios que lhes pertenceram. Esse também é um período em que o poder do agronegócio se manifesta violentamente contra as manifestações das diferentes comunidades e busca as mais diversas formas para cercear o acesso aos direitos das comunidades indígenas.   A Comisão Pastoral da Terra (CPT) é representada no encontro por Flávio Lazzarin, da Coordenação Nacional, Inaldo Serejo, da CPT Maranhão, e Antônio Canuto, da Secretaria Nacional.   Missão Salesiana do Mato Grosso    
Published in Nacionais
Com o objetivo de “reavivar o fogo missionário” foi realizado no Colégio Santa Inês, em São Paulo, SP, entre os dias 13 e 15 de setembro, um encontro destinado a um grupo de Filhas de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas) no Brasil, que têm entre 10 e 25 anos de profissão religiosa. No primeiro dia do encontro, a irmã Suzana Rocca instigou o grupo, com simplicidade e alegria, a refletir sobre como superar os próprios limites e enfrentar a vida com mais leveza e positividade. Irmã Maria Américo Rolim, conselheira geral para a formação, também conversou com as participantes levando-as a uma reflexão pessoal e comunitária sobre a importância de empreender um caminho para reavivar a identidade carismática.   No último dia de encontro, a irmã Vani Moreira, de Belo Horizonte, desenvolveu o tema: “Mística e Profecia em Dom Bosco e Madre Mazzarello”, partindo das relações biográficas onde está descrito como os dois santos viviam a profecia em relação ao próprio tempo e a seu contexto histórico. 
Published in Nacionais