Termina nesta sexta-feira, dia 08 de março, o “Quinquênio”, encontro destinado para jovens salesianos com até cinco anos de ordenação presbiteral ou votos perpétuos. O encontro teve início no dia 04 de março, na Casa Retiros São José dos Redentoristas, em Belo Horizonte, e conta com a participação de 37 salesianos de todo o Brasil.   Um dos assuntos abordados já no primeiro dia do encontro foi a espiritualidade, tema desenvolvido pelo padre salesiano Geraldo Martins Lisboa, que falou sobre a conversão sob a ótica salesiana, tendo como base a carta do reitor-mor, padre Pascual Chávez, em preparação ao Capítulo Geral 27. Outro tema debatido no encontro foi a Dimensão Humana, assunto dirigido pelo professor doutor  William Cesar Castilho Pereira, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas).   “É um momento de reflexão sobre como estou colocando em prática em uma comunidade de vida ativa tudo aquilo que recebi na formação (religiosa) inicial. Além de ser um momento de rever Salesianos que há muito tempo não conversamos por causta da distância e do trabalho exercido nas inspetorias”, conta o padre Edmilson Moraes, um dos participantes do encontro.   Ainda está previsto na programação do “Quinquênio” passeios de confraternização, avaliação do encontro e momentos de partilha entre os participantes.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Publicado em Nacionais
Nos dias 1º e 2 de março, o Polo Recife da Rede Salesiana de Escolas (RSE) realizou o 1º encontro de formação presencial para coordenadores e equipes de pastoral das escolas do polo. Realizado no Colégio Dom Bosco de Parnamirim, RN, o encontro foi conduzido por Antônio Boeing, assessor de pastoral da Rede, e Sônia Itoz, membro da equipe de pastoral da RSE. O objetivo foi fortalecer a formação dos educadores, refletindo sobre o Sistema Preventivo à Luz do Evangelho e sua aplicabilidade no cotidiano da escola em pastoral.   Os assessores refletiram sobre a necessidade do educador ser também um pesquisador, que concilie a dimensão religiosa e o contexto cultural. Outro tema discutido foi “a educação e a evangelização para aprender a crer-transcender". Segundo a gestora do Polo Recife, Valéria Rodrigues, “os participantes destacaram o encontro como bastante positivo”. Cada escola pôde apresentar o trabalho diário da pastoral e houve também um espaço destinado aos educadores que concluíram e os que ainda estão concluindo o curso de pós-graduação em Pastoral Escolar promovido pela RSE em parceria com a UCB (Universidade Católica de Brasília).   “Por fim, os assessores enfatizaram que fazer pastoral na escola é a ação desenvolvida em favor da vida plena de forma bem projetada, daí a importância de um projeto de pastoral bem estruturado que focalize a perspectiva evangelizadora dentro de um processo da formação integral”, relata a gestora.   RSE  Informa
Publicado em Nacionais
A Associação das ex-alunas e ex-alunos das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) do Instituto Maria Auxiliadora (IMA), de Porto Velho, RO, está com nova diretoria para o triênio 2013 – 2015. Em 2012 o grupo completou 64 anos de existência e, no último dia 15 de dezembro, Maria do Socorro Rocha Medeiros tomou posse como nova presidente. No posto de vice-presidente está Ana Júlia Souza Almeida. O evento foi realizado nas dependências do colégio.   O processo de troca de diretoria começou no dia 28 de novembro e foi concluído com a cerimônia de tomada de posse e confraternização. Na ocasião, padre Sinval Marques Pereira, delegado da Família Salesiana, abençoou os integrantes da nova diretoria. A presidente anterior, Auxiliadora Lobato Ugo, e os demais membros da antiga diretoria foram homenageados por meio de  mensagens de agradecimento pelo serviço oferecido.    Dentre os objetivos da nova diretoria está o resgate das ex-alunas e ex-alunos mais jovens para fazer crescer e fortalecer o grupo.   Inspetoria Laura Vicunã
Publicado em Nacionais
Faleceu nesta quinta-feira, 10 de janeiro, aos 79 anos o padre salesiano Jorge Parovel. Vítima de um tumor, padre Jorge estava internado há alguns dias no hospital do Pênfigo, em Campo Grande, MS. O enterro foi realizado  no Cemitério Santo Antônio em Campo Grande.   Nascido em 18 de agosto de 1933 na cidade de Capodistria, Italia, padre Jorge veio como missionário para o Mato Grosso em 1949 com apenas 16 anos. Aqui fez seu noviciado e toda formação salesiana. Sua primeira profissão religiosa ocorreu no dia 31 de janeiro de 1951 e sua ordenação sacerdotal foi realizada em 8 de dezembro de 1960.   Trabalhou em várias casas da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT). Foi diretor, ecônomo, conselheiro de estudos, coordenador da pastoral, pároco, capelão das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), confessor e diretor espiritual. Sempre dedicado e empenhado nos serviços a ele confiados. Atualmente estava ligado à comunidade salesiana do Colégio Salesiano Dom Bosco e Paróquia São João Bosco.   Nesses últimos anos, já com a saúde debilitada, dedicou seu tempo livre na organização e tradução das cartas mortuárias dos irmãos salesianos da MSMT, trabalho que vinha realizando com competência a responsabilidade, mas que a morte o impediu de completar.   Missão Salesiana do Mato Grosso
Publicado em Nacionais
A Inspetoria São João Bosco (ISJB) iniciou em 2012 o voluntariado vocacional. Os jovens Anderson Nunes, Patrick Costa, Moisés Rafael, Lucas Daniel, Gutielles Santos, Luiz Gustavo, Diego da Silva e Giovani Junior irão morar nas comunidades salesianas de Araxá e Barbacena, MG e Ceilândia, DF. Terão a oportunidade de vivenciar o dia a dia dos salesianos e serão acompanhados pelos mesmos, juntamente com o Sistema Salesiano de Orientação Vocacional (SSOV). Segundo o delegado do SSOV, o salesiano José Ricardo Mole, “o voluntário vocacionado é um jovem que se sente chamado à vida religiosa salesiana e se coloca em atitude de discernimento, dispondo-se a residir numa comunidade salesiana e a trabalhar como voluntário na ação educativa e pastoral salesiana”. O jovem, antes de ingressar na comunidade de voluntariado vocacional, precisa ser acompanhado externamente pelo SSOV, recebendo visitas em casa, participando das convivências vocacionais e do estágio vocacional com duração de sete dias.
Publicado em Nacionais
O jornal El Comercio, do Peru, em artigo publicado dia 16 de janeiro, focalizou o empenho do padre salesiano Luigi Bolla Sartori, que há 28 anos trabalha como missionário nas comunidades da população indígena ashuar. Retomando a história de padre Bolla, El Comercio inicia pela sua chegada ao Equador, como missionário proveniente da Itália. No Equador,o missionário aprendeu a língua ashuar e, a partir de 1954, dedicou-se a ensiná-la. “Pedi aos meus superiores, em 1971, que me deixassem viver como eles. Não segundo o estilo de um missionário tradicional, mas segundo o estilo dos indígenas. Comecei a viver em suas casas, a vestir-me como eles, a comer como eles”, relembra padre Bolla. O missionário passou depois ao Peru, em 1984, para servir às comunidades ashuar de Loreto e das outras tribos: Huambisa, Candoshi e Quíchua. Afirma que a sua missão é a de comunicar a mensagem evangélica e que isto implica remediar também a todas as necessidades do ser humano.
Publicado em Internacionais
Página 4 de 4
Termina nesta sexta-feira, dia 08 de março, o “Quinquênio”, encontro destinado para jovens salesianos com até cinco anos de ordenação presbiteral ou votos perpétuos. O encontro teve início no dia 04 de março, na Casa Retiros São José dos Redentoristas, em Belo Horizonte, e conta com a participação de 37 salesianos de todo o Brasil.   Um dos assuntos abordados já no primeiro dia do encontro foi a espiritualidade, tema desenvolvido pelo padre salesiano Geraldo Martins Lisboa, que falou sobre a conversão sob a ótica salesiana, tendo como base a carta do reitor-mor, padre Pascual Chávez, em preparação ao Capítulo Geral 27. Outro tema debatido no encontro foi a Dimensão Humana, assunto dirigido pelo professor doutor  William Cesar Castilho Pereira, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas).   “É um momento de reflexão sobre como estou colocando em prática em uma comunidade de vida ativa tudo aquilo que recebi na formação (religiosa) inicial. Além de ser um momento de rever Salesianos que há muito tempo não conversamos por causta da distância e do trabalho exercido nas inspetorias”, conta o padre Edmilson Moraes, um dos participantes do encontro.   Ainda está previsto na programação do “Quinquênio” passeios de confraternização, avaliação do encontro e momentos de partilha entre os participantes.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Publicado em Nacionais
Nos dias 1º e 2 de março, o Polo Recife da Rede Salesiana de Escolas (RSE) realizou o 1º encontro de formação presencial para coordenadores e equipes de pastoral das escolas do polo. Realizado no Colégio Dom Bosco de Parnamirim, RN, o encontro foi conduzido por Antônio Boeing, assessor de pastoral da Rede, e Sônia Itoz, membro da equipe de pastoral da RSE. O objetivo foi fortalecer a formação dos educadores, refletindo sobre o Sistema Preventivo à Luz do Evangelho e sua aplicabilidade no cotidiano da escola em pastoral.   Os assessores refletiram sobre a necessidade do educador ser também um pesquisador, que concilie a dimensão religiosa e o contexto cultural. Outro tema discutido foi “a educação e a evangelização para aprender a crer-transcender". Segundo a gestora do Polo Recife, Valéria Rodrigues, “os participantes destacaram o encontro como bastante positivo”. Cada escola pôde apresentar o trabalho diário da pastoral e houve também um espaço destinado aos educadores que concluíram e os que ainda estão concluindo o curso de pós-graduação em Pastoral Escolar promovido pela RSE em parceria com a UCB (Universidade Católica de Brasília).   “Por fim, os assessores enfatizaram que fazer pastoral na escola é a ação desenvolvida em favor da vida plena de forma bem projetada, daí a importância de um projeto de pastoral bem estruturado que focalize a perspectiva evangelizadora dentro de um processo da formação integral”, relata a gestora.   RSE  Informa
Publicado em Nacionais
A Associação das ex-alunas e ex-alunos das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) do Instituto Maria Auxiliadora (IMA), de Porto Velho, RO, está com nova diretoria para o triênio 2013 – 2015. Em 2012 o grupo completou 64 anos de existência e, no último dia 15 de dezembro, Maria do Socorro Rocha Medeiros tomou posse como nova presidente. No posto de vice-presidente está Ana Júlia Souza Almeida. O evento foi realizado nas dependências do colégio.   O processo de troca de diretoria começou no dia 28 de novembro e foi concluído com a cerimônia de tomada de posse e confraternização. Na ocasião, padre Sinval Marques Pereira, delegado da Família Salesiana, abençoou os integrantes da nova diretoria. A presidente anterior, Auxiliadora Lobato Ugo, e os demais membros da antiga diretoria foram homenageados por meio de  mensagens de agradecimento pelo serviço oferecido.    Dentre os objetivos da nova diretoria está o resgate das ex-alunas e ex-alunos mais jovens para fazer crescer e fortalecer o grupo.   Inspetoria Laura Vicunã
Publicado em Nacionais
Faleceu nesta quinta-feira, 10 de janeiro, aos 79 anos o padre salesiano Jorge Parovel. Vítima de um tumor, padre Jorge estava internado há alguns dias no hospital do Pênfigo, em Campo Grande, MS. O enterro foi realizado  no Cemitério Santo Antônio em Campo Grande.   Nascido em 18 de agosto de 1933 na cidade de Capodistria, Italia, padre Jorge veio como missionário para o Mato Grosso em 1949 com apenas 16 anos. Aqui fez seu noviciado e toda formação salesiana. Sua primeira profissão religiosa ocorreu no dia 31 de janeiro de 1951 e sua ordenação sacerdotal foi realizada em 8 de dezembro de 1960.   Trabalhou em várias casas da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT). Foi diretor, ecônomo, conselheiro de estudos, coordenador da pastoral, pároco, capelão das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), confessor e diretor espiritual. Sempre dedicado e empenhado nos serviços a ele confiados. Atualmente estava ligado à comunidade salesiana do Colégio Salesiano Dom Bosco e Paróquia São João Bosco.   Nesses últimos anos, já com a saúde debilitada, dedicou seu tempo livre na organização e tradução das cartas mortuárias dos irmãos salesianos da MSMT, trabalho que vinha realizando com competência a responsabilidade, mas que a morte o impediu de completar.   Missão Salesiana do Mato Grosso
Publicado em Nacionais
A Inspetoria São João Bosco (ISJB) iniciou em 2012 o voluntariado vocacional. Os jovens Anderson Nunes, Patrick Costa, Moisés Rafael, Lucas Daniel, Gutielles Santos, Luiz Gustavo, Diego da Silva e Giovani Junior irão morar nas comunidades salesianas de Araxá e Barbacena, MG e Ceilândia, DF. Terão a oportunidade de vivenciar o dia a dia dos salesianos e serão acompanhados pelos mesmos, juntamente com o Sistema Salesiano de Orientação Vocacional (SSOV). Segundo o delegado do SSOV, o salesiano José Ricardo Mole, “o voluntário vocacionado é um jovem que se sente chamado à vida religiosa salesiana e se coloca em atitude de discernimento, dispondo-se a residir numa comunidade salesiana e a trabalhar como voluntário na ação educativa e pastoral salesiana”. O jovem, antes de ingressar na comunidade de voluntariado vocacional, precisa ser acompanhado externamente pelo SSOV, recebendo visitas em casa, participando das convivências vocacionais e do estágio vocacional com duração de sete dias.
Publicado em Nacionais
O jornal El Comercio, do Peru, em artigo publicado dia 16 de janeiro, focalizou o empenho do padre salesiano Luigi Bolla Sartori, que há 28 anos trabalha como missionário nas comunidades da população indígena ashuar. Retomando a história de padre Bolla, El Comercio inicia pela sua chegada ao Equador, como missionário proveniente da Itália. No Equador,o missionário aprendeu a língua ashuar e, a partir de 1954, dedicou-se a ensiná-la. “Pedi aos meus superiores, em 1971, que me deixassem viver como eles. Não segundo o estilo de um missionário tradicional, mas segundo o estilo dos indígenas. Comecei a viver em suas casas, a vestir-me como eles, a comer como eles”, relembra padre Bolla. O missionário passou depois ao Peru, em 1984, para servir às comunidades ashuar de Loreto e das outras tribos: Huambisa, Candoshi e Quíchua. Afirma que a sua missão é a de comunicar a mensagem evangélica e que isto implica remediar também a todas as necessidades do ser humano.
Publicado em Internacionais
Página 4 de 4