Foi inaugurado no último dia 11 de fevereiro em Alta Floresta, MT, o centro local de Salesianos Cooperadores (SSCC), “Mamãe Margarida”. A inauguração foi marcada pela presença de um grupo de cinco aspirantes a Salesianos Cooperadores que fizeram a sua Promessa, durante a celebração Eucarística presidida pelo padre salesiano, Orozimbo de Paula, na Comunidade Sagrada Família da Paróquia Santa Cruz, no mesmo município. O grupo há algum tempo vinha sendo acompanhado na sua formação pelas Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) da Comunidade Irmã Teresa Valsé, em Alta Floresta.
Publicado em Nacionais
Foi concluída neste domingo, 15 de dezembro, a 6ª Assembleia Nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé (POPF), que teve início no último dia 12, em Brasília, Distrito Federal. “Temos uma valiosa mensagem para comunicar: Jesus Cristo e a Boa Notícia do Reino de Deus. Esta mensagem destina-se em especial aos que ainda não a conhecem. Por isso comunicação e missão têm tudo a ver”, disse em palestra o secretário da Pontifícia União Missionária, padre Jaime Carlos Patias, ao falar do tema “Comunicação e Missão”.
Publicado em Nacionais
O trabalho da ordem católica dos salesianos, que há 90 anos atua no Espírito Santo – 70 deles em Vitória – foi destacado em sessão especial realizada pela Assembleia Legislativa do estado, no dia 25 de setembro.
Publicado em Nacionais
Que as sociedades em todo mundo assegurem o respeito, as liberdades fundamentais, direitos humanos e condições dignas de vida a todos os migrantes e refugiados, essa é a finalidade do Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, celebrado no último dia 13 de janeiro. O papa Bento XVI publicou uma mensagem por ocasião do Dia Mundial do Migrante e do Refugiado 2013, cujo tema é “migrações: peregrinação de fé e de esperança”.   Na mensagem, o Sumo Pontífice se inspira na Gaudium et Spes, pois o Concílio Vaticano II marca um momento decisivo para a pastoral dos migrantes e dos itinerantes. O Concílio destaca a dimensão de uma Igreja que caminha com os homens. Por isso, a necessidade urgente de fazer-se próximo de cada homem, entre eles, o trabalhador estrangeiro injustamente desprezado ou exilado.   No texto, Bento XVI afirma que “os fluxos migratórios são um fenômeno impressionante pela quantidade de pessoas envolvidas, pelas problemáticas sociais, econômicas, políticas, culturais e religiosas que levanta, pelos desafios dramáticos que coloca à comunidade nacional e internacional”.   Ainda na mensagem, é citado que a Igreja, pela “própria missão que lhe foi confiada por Cristo”, é chamada a prestar particular atenção e solicitude, de modo a acolher e acompanhar “a inserção integral dos migrantes, requerentes de asilo e refugiados no novo contexto sociocultural, sem descuidar a dimensão religiosa, essencial para a vida de cada pessoa".   O bispo de Caxias do Sul, RS, Dom Alessandro Ruffinoni, que recentemente foi nomeado por Bento XVI membro do Pontifício Conselho para os Migrantes e os Itinerantes falou sobre a beleza da mensagem do santo padre. “A mensagem do Papa é muito bonita, começando pelo título ‘Migrações: peregrinação de fé e de esperança’. De fato, as migrações são um fenômeno que exige muita fé por parte do migrante. Acreditar que é possível mudar a sua vida, é possível melhorar, com a esperança de um futuro melhor para ele e sua família. E também uma esperança de que o país escolhido seja um país que acolhe, porque este é o grande desafio do migrante: ser acolhido, ter um espaço, ter confiança nele. Antes de tudo, se trata de uma pessoa e como pessoa merece esta confiança, este respeito e esta acolhida”, comentou o bispo.   Leia mais em CNBB
Publicado em Internacionais
A partir do estudo de imagens de várias civilizações como: Romana, Grega, Bizantina, Islâmica, os alunos do 1o ano do Ensino Médio do Instituto Coração de Jesus (ICJ) de Santo André, SP, escolheram as bases para o desenvolvimento de quadros de miçangas (pequenas bolinhas utilizadas na confecção de bijuterias e bordados em tecidos). O professor de Artes do ICJ, Osmar Gonçalves, explica que cada imagem foi ampliada manualmente pelo educando e passada parauma tela. A partir daí, eles trabalharam as cores da imagem com miçangas. Segundo o professor, a ideia foi mostrar aos alunos que, mesmo com um material simples, é possível criar trabalhos excelentes e com qualidade única.
Publicado em Nacionais
Foi inaugurado no último dia 11 de fevereiro em Alta Floresta, MT, o centro local de Salesianos Cooperadores (SSCC), “Mamãe Margarida”. A inauguração foi marcada pela presença de um grupo de cinco aspirantes a Salesianos Cooperadores que fizeram a sua Promessa, durante a celebração Eucarística presidida pelo padre salesiano, Orozimbo de Paula, na Comunidade Sagrada Família da Paróquia Santa Cruz, no mesmo município. O grupo há algum tempo vinha sendo acompanhado na sua formação pelas Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) da Comunidade Irmã Teresa Valsé, em Alta Floresta.
Publicado em Nacionais
Foi concluída neste domingo, 15 de dezembro, a 6ª Assembleia Nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé (POPF), que teve início no último dia 12, em Brasília, Distrito Federal. “Temos uma valiosa mensagem para comunicar: Jesus Cristo e a Boa Notícia do Reino de Deus. Esta mensagem destina-se em especial aos que ainda não a conhecem. Por isso comunicação e missão têm tudo a ver”, disse em palestra o secretário da Pontifícia União Missionária, padre Jaime Carlos Patias, ao falar do tema “Comunicação e Missão”.
Publicado em Nacionais
O trabalho da ordem católica dos salesianos, que há 90 anos atua no Espírito Santo – 70 deles em Vitória – foi destacado em sessão especial realizada pela Assembleia Legislativa do estado, no dia 25 de setembro.
Publicado em Nacionais
Que as sociedades em todo mundo assegurem o respeito, as liberdades fundamentais, direitos humanos e condições dignas de vida a todos os migrantes e refugiados, essa é a finalidade do Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, celebrado no último dia 13 de janeiro. O papa Bento XVI publicou uma mensagem por ocasião do Dia Mundial do Migrante e do Refugiado 2013, cujo tema é “migrações: peregrinação de fé e de esperança”.   Na mensagem, o Sumo Pontífice se inspira na Gaudium et Spes, pois o Concílio Vaticano II marca um momento decisivo para a pastoral dos migrantes e dos itinerantes. O Concílio destaca a dimensão de uma Igreja que caminha com os homens. Por isso, a necessidade urgente de fazer-se próximo de cada homem, entre eles, o trabalhador estrangeiro injustamente desprezado ou exilado.   No texto, Bento XVI afirma que “os fluxos migratórios são um fenômeno impressionante pela quantidade de pessoas envolvidas, pelas problemáticas sociais, econômicas, políticas, culturais e religiosas que levanta, pelos desafios dramáticos que coloca à comunidade nacional e internacional”.   Ainda na mensagem, é citado que a Igreja, pela “própria missão que lhe foi confiada por Cristo”, é chamada a prestar particular atenção e solicitude, de modo a acolher e acompanhar “a inserção integral dos migrantes, requerentes de asilo e refugiados no novo contexto sociocultural, sem descuidar a dimensão religiosa, essencial para a vida de cada pessoa".   O bispo de Caxias do Sul, RS, Dom Alessandro Ruffinoni, que recentemente foi nomeado por Bento XVI membro do Pontifício Conselho para os Migrantes e os Itinerantes falou sobre a beleza da mensagem do santo padre. “A mensagem do Papa é muito bonita, começando pelo título ‘Migrações: peregrinação de fé e de esperança’. De fato, as migrações são um fenômeno que exige muita fé por parte do migrante. Acreditar que é possível mudar a sua vida, é possível melhorar, com a esperança de um futuro melhor para ele e sua família. E também uma esperança de que o país escolhido seja um país que acolhe, porque este é o grande desafio do migrante: ser acolhido, ter um espaço, ter confiança nele. Antes de tudo, se trata de uma pessoa e como pessoa merece esta confiança, este respeito e esta acolhida”, comentou o bispo.   Leia mais em CNBB
Publicado em Internacionais
A partir do estudo de imagens de várias civilizações como: Romana, Grega, Bizantina, Islâmica, os alunos do 1o ano do Ensino Médio do Instituto Coração de Jesus (ICJ) de Santo André, SP, escolheram as bases para o desenvolvimento de quadros de miçangas (pequenas bolinhas utilizadas na confecção de bijuterias e bordados em tecidos). O professor de Artes do ICJ, Osmar Gonçalves, explica que cada imagem foi ampliada manualmente pelo educando e passada parauma tela. A partir daí, eles trabalharam as cores da imagem com miçangas. Segundo o professor, a ideia foi mostrar aos alunos que, mesmo com um material simples, é possível criar trabalhos excelentes e com qualidade única.
Publicado em Nacionais