III Encontro Nacional da Rede Salesiana de Paróquias e Santuários Destaque

Segunda, 19 Setembro 2022 15:08 Escrito por  Missão Salesiana de Mato Grosso
O evento foi realizado no Núcleo Bandeirante, DF, entre 16 e 18 de setembro, com a presença de párocos e vigários


O III Encontro Nacional da Rede Salesiana de Paróquias e Santuários teve como objetivo o estudo e aprofundamento do documento “Paróquias e santuários confiados aos salesianos”, proposto pelo Setor para a Pastoral Juvenil Salesiana da Congregação.

Participam cerca de 60 pessoas, entre párocos, vigários e leigos das paróquias e santuários confiados aos Salesianos no Brasil.

Atualmente, os Salesianos no país administram 72 paróquias (sendo sete delas paróquia-santuário) e outros sete santuários (sendo três deles basílicas). Igualmente, sete são paróquias indígenas e uma universitária.

No sábado, 17 de setembro, o inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso, padre Ricardo Carlos, presidiu a missa no Santuário Dom Bosco, para todos os participantes do encontro.

Entre as diversas discussões realizadas, uma delas foi referente aos desafios do mundo juvenil, visto que a “paróquia é um espaço privilegiado de evangelização dos jovens”: educação, mundo do trabalho/qualificação dos jovens, experiências religiosas “menos institucionais”, sexualidade e relações familiares/novos modelos de família.

Ao final do encontro, foram traçados alguns compromissos assumidos para serem cumpridos durante o biênio (2023-2024). Foram apontados oito itens, dos quais se podem destacar:

Superar, dado que a paróquia/santuário são confiados à comunidade religiosa salesiana, a perigosa tendência de “fatiamento/fracionamento pastoral” como se a missão salesiana se organizasse localmente em “nichos” que não dialogam entre si e, dessa maneira, na comunidade local, cada religioso responde, de forma autônoma e com tons de individualismo, por uma “fatia” da pastoral segundo os vários ambientes pastorais salesianos (escola, obra social, oratório, paróquia e ensino superior);

Garantir que em cada paróquia salesiana, sem ferir as opções e prioridades diocesanas, se desenvolvam/cresçam ações que explicitem, decisiva e corajosamente, a identidade salesiana da comunidade;

Fortalecer processos que garantam o crescimento, qualitativa e quantitativamente, dos grupos juvenis, com especial atenção ao serviço de animação vocacional e à metodologia própria da Congregação Salesiana e que no Brasil é denominada Articulação da Juventude Salesiana.

 

Fonte: Missão Salesiana de Mato Grosso

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Terça, 20 Setembro 2022 17:57

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.


III Encontro Nacional da Rede Salesiana de Paróquias e Santuários Destaque

Segunda, 19 Setembro 2022 15:08 Escrito por  Missão Salesiana de Mato Grosso
O evento foi realizado no Núcleo Bandeirante, DF, entre 16 e 18 de setembro, com a presença de párocos e vigários


O III Encontro Nacional da Rede Salesiana de Paróquias e Santuários teve como objetivo o estudo e aprofundamento do documento “Paróquias e santuários confiados aos salesianos”, proposto pelo Setor para a Pastoral Juvenil Salesiana da Congregação.

Participam cerca de 60 pessoas, entre párocos, vigários e leigos das paróquias e santuários confiados aos Salesianos no Brasil.

Atualmente, os Salesianos no país administram 72 paróquias (sendo sete delas paróquia-santuário) e outros sete santuários (sendo três deles basílicas). Igualmente, sete são paróquias indígenas e uma universitária.

No sábado, 17 de setembro, o inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso, padre Ricardo Carlos, presidiu a missa no Santuário Dom Bosco, para todos os participantes do encontro.

Entre as diversas discussões realizadas, uma delas foi referente aos desafios do mundo juvenil, visto que a “paróquia é um espaço privilegiado de evangelização dos jovens”: educação, mundo do trabalho/qualificação dos jovens, experiências religiosas “menos institucionais”, sexualidade e relações familiares/novos modelos de família.

Ao final do encontro, foram traçados alguns compromissos assumidos para serem cumpridos durante o biênio (2023-2024). Foram apontados oito itens, dos quais se podem destacar:

Superar, dado que a paróquia/santuário são confiados à comunidade religiosa salesiana, a perigosa tendência de “fatiamento/fracionamento pastoral” como se a missão salesiana se organizasse localmente em “nichos” que não dialogam entre si e, dessa maneira, na comunidade local, cada religioso responde, de forma autônoma e com tons de individualismo, por uma “fatia” da pastoral segundo os vários ambientes pastorais salesianos (escola, obra social, oratório, paróquia e ensino superior);

Garantir que em cada paróquia salesiana, sem ferir as opções e prioridades diocesanas, se desenvolvam/cresçam ações que explicitem, decisiva e corajosamente, a identidade salesiana da comunidade;

Fortalecer processos que garantam o crescimento, qualitativa e quantitativamente, dos grupos juvenis, com especial atenção ao serviço de animação vocacional e à metodologia própria da Congregação Salesiana e que no Brasil é denominada Articulação da Juventude Salesiana.

 

Fonte: Missão Salesiana de Mato Grosso

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Terça, 20 Setembro 2022 17:57

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.