Solenidade do Sagrado Coração de Jesus Destaque

Terça, 05 Junho 2018 12:40 Escrito por  Redação Boletim Salesiano
Solenidade do Sagrado Coração de Jesus Imagem do Sagrado Coração de Jesus, na Basílica de Maria Auxiliadora, em Turim, Itália Foto: Bolletinno Salesiano
A Igreja celebra a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus na sexta-feira da semana seguinte à Festa de Corpus Christi. Este ano de 2024, será no próximo dia 7 de junho.

O coração é mostrado na Escritura como símbolo do amor de Deus. No Calvário o soldado abriu o lado de Cristo com a lança (Jo 19,34). Diz a Liturgia que “aberto o seu Coração divino, foi derramado sobre nós torrentes de graças e de misericórdia”. Jesus é a Encarnação viva do Amor de Deus, e seu Coração é o símbolo desse Amor. Por isso, encerrando um conjunto de grandes Festas (Páscoa, Ascensão, Pentecostes, Santíssima Trindade, Corpus Christi), a liturgia nos leva a contemplar o Coração de Jesus.

 

Este sagrado Coração é a imagem do amor de Jesus por cada um de nós. É a expressão daquilo que São Paulo disse: “Eu vivi na fé do Filho de Deus, que me amou e se entregou a si mesmo por mim” (Gl 2,20). É o convite a que cada um de nós retribua a Jesus este amor, vivendo segundo a Sua vontade e trabalhando com a Igreja pela salvação das almas.

 

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Quinta, 06 Junho 2024 13:22

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.


Solenidade do Sagrado Coração de Jesus Destaque

Terça, 05 Junho 2018 12:40 Escrito por  Redação Boletim Salesiano
Solenidade do Sagrado Coração de Jesus Imagem do Sagrado Coração de Jesus, na Basílica de Maria Auxiliadora, em Turim, Itália Foto: Bolletinno Salesiano
A Igreja celebra a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus na sexta-feira da semana seguinte à Festa de Corpus Christi. Este ano de 2024, será no próximo dia 7 de junho.

O coração é mostrado na Escritura como símbolo do amor de Deus. No Calvário o soldado abriu o lado de Cristo com a lança (Jo 19,34). Diz a Liturgia que “aberto o seu Coração divino, foi derramado sobre nós torrentes de graças e de misericórdia”. Jesus é a Encarnação viva do Amor de Deus, e seu Coração é o símbolo desse Amor. Por isso, encerrando um conjunto de grandes Festas (Páscoa, Ascensão, Pentecostes, Santíssima Trindade, Corpus Christi), a liturgia nos leva a contemplar o Coração de Jesus.

 

Este sagrado Coração é a imagem do amor de Jesus por cada um de nós. É a expressão daquilo que São Paulo disse: “Eu vivi na fé do Filho de Deus, que me amou e se entregou a si mesmo por mim” (Gl 2,20). É o convite a que cada um de nós retribua a Jesus este amor, vivendo segundo a Sua vontade e trabalhando com a Igreja pela salvação das almas.

 

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Quinta, 06 Junho 2024 13:22

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.