Comunicação: Jovens realizam Missão de Comunicação na Amazônia

Tuesday, 17 September 2019 15:13 Written by  Flávio Medeiros
Durante quatro dias, jovens da Signis Brasil vão colaborar na capacitação de comunicadores populares em diocese da região amazônica. Saiba mais no Boletim Salesiano!



No cuidado da Casa Comum: comunicadores pela cultura de paz e transformação social’
. Este é o tema da missão de comunicação na Amazônia que acontece de 19 a 22 de setembro, na Paróquia São Francisco de Paula, na cidade de Muaná-ilha do Marajó no Pará. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Diocese de Ponta de Pedras, Associação de Comunicação Católica-Signis Brasil e a Rede de Notícias da Amazônia.

Foram selecionados sete jovens, integrantes da SIGNIS Brasil Jovem, que atuarão durante os quatro dias de missão com comunicadores que colaboram nas diversas iniciativas de comunicação da diocese, particularmente nas quatro rádios diocesanas. Os missionários também irão fomentar o desenvolvimento do senso crítico de crianças e jovens através das atividades de exibição de filmes e debates em escolas públicas da região.

Para o presidente da Signis Brasil, frei João Romanini, o grande desafio dos jovens participantes da missão será, primeiramente, se colocarem à serviço, sensíveis às realidades humanas. Diante deste cenário, segundo o frei, nada melhor do que uma missão para gerar conversão. “Os jovens sempre trazem a novidade e nós queremos fazer com que, além deles serem protagonistas da sua comunicação, favoreçam que as comunidades inseridas também sejam sujeitos das suas realidades, da preservação e, principalmente, da vivência do Evangelho, a partir do Papa Francisco e de seus ensinamentos."

Com base no conjunto de atividades programadas, estima-se que sejam atingidas um total de 250 pessoas, entre comunicadores populares ligados a Fundação Itaguary de Comunicação, que administra as quatro rádios da diocese; lideranças e agentes das pastorais e movimentos e moradores das cidades que compõem a área da diocese.

“O encontro é significativo para nós, da Diocese de Ponta de Pedras, pois o mesmo representa o fortalecimento e engajamento dos agentes de comunicação na vida da comunidade e da sociedade em geral, contribuindo para uma melhor formação das lideranças que atuam nos diversos grupos, pastorais e movimentos das nossas comunidades”, ressalta o padre Carlindo Pinho de Souza, presidente da Fundação Itaguary de Comunicação.

Metodologia e programação –A Missão de Comunicação na Amazônia será desenvolvida dentro da dinâmica Conhecer/Construir/Celebrar. Neste sentido, a metodologia proposta para a missão estrutura-se a partir da perspectiva dialógica, o principal eixo norteador da dinâmica comunicacional da Igreja, que se vale da lógica da cultura do encontro proposta pelo Papa Francisco.

O projeto missionário tem como objetivo principal proporcionar a formação para o uso crítico e consciente dos meios e tecnologias da comunicação pelos comunicadores populares da diocese de Ponta de Pedras, bem como a leitura crítica da mídia pelos membros da comunidade.

Jéssica Santos é jornalista da Rede de Notícias da Amazônia e uma das jovens envolvidas na Missão: “A ideia de fazer parte da equipe nos remete a fatores fundamentais da comunicação, como Cristo quer que nos comuniquemos, mas acima de tudo de valorização da vida, valorização da pessoa. A certeza de que o nosso trabalho vai ficar, vai ser plantado uma semente e que nós vamos colher bons frutos. Principalmente no Marajó, que é uma região de certa forma com muitos problemas, então a gente levar um pouco de conhecimento daquilo que a gente tem, de outra realidade pra população que ali habita, com toda certeza vai ser de grande importância, não só para eles, mas pra gente também.” 

Dentro da programação da Missão é proposta a visita em escolas, meios de comunicação da diocese, comunidades eclesiais e formação em diversas áreas da comunicação que serão aplicadas pelos jovens missionários.

As formações acontecerão no formato de trilhas de conhecimento distribuídas na criação de texto jornalístico, jornal mural, linguagem e produção de rádio, noções de fotografia, gravação de vídeos e a utilização de redes sociais digitais.

Serviço

O que? Projeto ‘Missão de Comunicação na Amazônia’

Quando? 19 e 22 de setembro

Contato imprensa

Franklin Machado - This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. – (48) 9696-4144

Jéssica Maia – This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. (11) 95205-4224

Matheus Coimbra - This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. (85) 9234-9038

 

Fonte: Flávio Medeiros

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Tuesday, 17 September 2019 15:26

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Comunicação: Jovens realizam Missão de Comunicação na Amazônia

Tuesday, 17 September 2019 15:13 Written by  Flávio Medeiros
Durante quatro dias, jovens da Signis Brasil vão colaborar na capacitação de comunicadores populares em diocese da região amazônica. Saiba mais no Boletim Salesiano!



No cuidado da Casa Comum: comunicadores pela cultura de paz e transformação social’
. Este é o tema da missão de comunicação na Amazônia que acontece de 19 a 22 de setembro, na Paróquia São Francisco de Paula, na cidade de Muaná-ilha do Marajó no Pará. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Diocese de Ponta de Pedras, Associação de Comunicação Católica-Signis Brasil e a Rede de Notícias da Amazônia.

Foram selecionados sete jovens, integrantes da SIGNIS Brasil Jovem, que atuarão durante os quatro dias de missão com comunicadores que colaboram nas diversas iniciativas de comunicação da diocese, particularmente nas quatro rádios diocesanas. Os missionários também irão fomentar o desenvolvimento do senso crítico de crianças e jovens através das atividades de exibição de filmes e debates em escolas públicas da região.

Para o presidente da Signis Brasil, frei João Romanini, o grande desafio dos jovens participantes da missão será, primeiramente, se colocarem à serviço, sensíveis às realidades humanas. Diante deste cenário, segundo o frei, nada melhor do que uma missão para gerar conversão. “Os jovens sempre trazem a novidade e nós queremos fazer com que, além deles serem protagonistas da sua comunicação, favoreçam que as comunidades inseridas também sejam sujeitos das suas realidades, da preservação e, principalmente, da vivência do Evangelho, a partir do Papa Francisco e de seus ensinamentos."

Com base no conjunto de atividades programadas, estima-se que sejam atingidas um total de 250 pessoas, entre comunicadores populares ligados a Fundação Itaguary de Comunicação, que administra as quatro rádios da diocese; lideranças e agentes das pastorais e movimentos e moradores das cidades que compõem a área da diocese.

“O encontro é significativo para nós, da Diocese de Ponta de Pedras, pois o mesmo representa o fortalecimento e engajamento dos agentes de comunicação na vida da comunidade e da sociedade em geral, contribuindo para uma melhor formação das lideranças que atuam nos diversos grupos, pastorais e movimentos das nossas comunidades”, ressalta o padre Carlindo Pinho de Souza, presidente da Fundação Itaguary de Comunicação.

Metodologia e programação –A Missão de Comunicação na Amazônia será desenvolvida dentro da dinâmica Conhecer/Construir/Celebrar. Neste sentido, a metodologia proposta para a missão estrutura-se a partir da perspectiva dialógica, o principal eixo norteador da dinâmica comunicacional da Igreja, que se vale da lógica da cultura do encontro proposta pelo Papa Francisco.

O projeto missionário tem como objetivo principal proporcionar a formação para o uso crítico e consciente dos meios e tecnologias da comunicação pelos comunicadores populares da diocese de Ponta de Pedras, bem como a leitura crítica da mídia pelos membros da comunidade.

Jéssica Santos é jornalista da Rede de Notícias da Amazônia e uma das jovens envolvidas na Missão: “A ideia de fazer parte da equipe nos remete a fatores fundamentais da comunicação, como Cristo quer que nos comuniquemos, mas acima de tudo de valorização da vida, valorização da pessoa. A certeza de que o nosso trabalho vai ficar, vai ser plantado uma semente e que nós vamos colher bons frutos. Principalmente no Marajó, que é uma região de certa forma com muitos problemas, então a gente levar um pouco de conhecimento daquilo que a gente tem, de outra realidade pra população que ali habita, com toda certeza vai ser de grande importância, não só para eles, mas pra gente também.” 

Dentro da programação da Missão é proposta a visita em escolas, meios de comunicação da diocese, comunidades eclesiais e formação em diversas áreas da comunicação que serão aplicadas pelos jovens missionários.

As formações acontecerão no formato de trilhas de conhecimento distribuídas na criação de texto jornalístico, jornal mural, linguagem e produção de rádio, noções de fotografia, gravação de vídeos e a utilização de redes sociais digitais.

Serviço

O que? Projeto ‘Missão de Comunicação na Amazônia’

Quando? 19 e 22 de setembro

Contato imprensa

Franklin Machado - This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. – (48) 9696-4144

Jéssica Maia – This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. (11) 95205-4224

Matheus Coimbra - This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. (85) 9234-9038

 

Fonte: Flávio Medeiros

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Tuesday, 17 September 2019 15:26

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.