Coreia do Sul: Ilha de Jeju dá as boas-vindas a primeira comunidade salesiana

Monday, 16 December 2019 14:51 Written by  Agência Info Salesiana
O Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, aprovou a constituição canônica da primeira comunidade salesiana na Ilha de Jeju, a maior da Coreia, após dois anos do primeiro convite.


Isidore-Sumbisori é um lar para jovens em dificuldade. Foi fundado em outubro de 2018 pela comunidade salesiana que ainda hoje administra o local, quando o padre Michael Leidon Joseph, presidente do Conselho Diretivo da IDA (Associação Isidore de Desenvolvimento (‘Isidore Development Association’), convidou os salesianos à ilha de Jeju. Atualmente, na casa Isidore-Sumbisori vivem dois salesianos e cinco adolescentes. O patrono da comunidade é o salesiano São Luís Versiglia, bispo.

"Sumbisori" é a palavra coreana para o som da respiração após uma imersão longa e profunda das haenyeo (as mulheres mergulhadoras da ilha de Jeju). "Assim como às mergulhadoras é prometido ar fresco após o tempo passado nas profundezas, da mesma maneira esperamos que nossos meninos passem, bravamente, por esse período de resistência, para um dia deixarem as profundezas das águas e respirarem um sopro de esperança junto com São João Bosco", explica a comunidade da ilha de Jeju.

Graças a boas relações humanas e à sábia e humilde abordagem pastoral, o padre Gabriel Oh, salesiano da casa inspetorial de Seul, ganhou a confiança e o reconhecimento do clero local, composto por 40 sacerdotes em 24 paróquias com 62 mil católicos dentro de uma população de 650 mil habitantes.

Hoje a ilha de Jeju conta também com a presença de duas irmãs da Caridade de Jesus, das Filhas de Maria Auxiliadora, além de dois centros de Salesianos Cooperadores.

Na ilha de Jeju se fazem orações para que o carisma de Dom Bosco seja sempre partilhado em benefício dos jovens em dificuldade.


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Coreia do Sul: Ilha de Jeju dá as boas-vindas a primeira comunidade salesiana

Monday, 16 December 2019 14:51 Written by  Agência Info Salesiana
O Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, aprovou a constituição canônica da primeira comunidade salesiana na Ilha de Jeju, a maior da Coreia, após dois anos do primeiro convite.


Isidore-Sumbisori é um lar para jovens em dificuldade. Foi fundado em outubro de 2018 pela comunidade salesiana que ainda hoje administra o local, quando o padre Michael Leidon Joseph, presidente do Conselho Diretivo da IDA (Associação Isidore de Desenvolvimento (‘Isidore Development Association’), convidou os salesianos à ilha de Jeju. Atualmente, na casa Isidore-Sumbisori vivem dois salesianos e cinco adolescentes. O patrono da comunidade é o salesiano São Luís Versiglia, bispo.

"Sumbisori" é a palavra coreana para o som da respiração após uma imersão longa e profunda das haenyeo (as mulheres mergulhadoras da ilha de Jeju). "Assim como às mergulhadoras é prometido ar fresco após o tempo passado nas profundezas, da mesma maneira esperamos que nossos meninos passem, bravamente, por esse período de resistência, para um dia deixarem as profundezas das águas e respirarem um sopro de esperança junto com São João Bosco", explica a comunidade da ilha de Jeju.

Graças a boas relações humanas e à sábia e humilde abordagem pastoral, o padre Gabriel Oh, salesiano da casa inspetorial de Seul, ganhou a confiança e o reconhecimento do clero local, composto por 40 sacerdotes em 24 paróquias com 62 mil católicos dentro de uma população de 650 mil habitantes.

Hoje a ilha de Jeju conta também com a presença de duas irmãs da Caridade de Jesus, das Filhas de Maria Auxiliadora, além de dois centros de Salesianos Cooperadores.

Na ilha de Jeju se fazem orações para que o carisma de Dom Bosco seja sempre partilhado em benefício dos jovens em dificuldade.


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.