Nigéria: uma oração pela paz para um país em crise

Tuesday, 27 October 2020 15:59 Written by  Agência Info Salesiana
Jovens Centro Juvenil Don Bosco, de Iju, expressam solidariedade às vítimas de Lekki, em Lagos, na Nigéria.


Em sintonia com os protestos contra a brutalidade da polícia, os jovens do Centro Juvenil Don Bosco, de Iju - próximo a maior cidade do continente, Lagos, com mais de 20 milhões de habitantes -, reuniram-se para um momento de oração a fim de invocar a Deus os dons da paz, da justiça e da reconciliação. Eles também expressaram solidariedade às vítimas de Lekki, um pedágio próximo a Lagos onde, durante a madrugada de 21 de outubro, foram mortos diversos jovens que protestavam contra a polícia.


“Se queremos ver aquela grande Nigéria com que todos sonhamos, nós, salesianos, devemos fazer mais, no sentido de conscientizar e formar criticamente nossos jovens para que se comprometam, de forma ativa e positiva, com a política”, disse o padre Ekugbah Chikezie, SDB, salesiano nigeriano que participou do momento de oração e solidariedade.


De acordo com a Agência Fides, o motivo dos últimos acontecimentos e protestos sangrentos foi o assassinato de um jovem nigeriano pelo "Esquadrão Especial Anti-Roubo" (SARS), registrado num vídeo que viralizou nas redes sociais nigerianas no início de outubro. A unidade policial da SARS acumula episódios de abusos frequentemente constatados e já era particularmente indigesta para grande parte da população.


Assim, os manifestantes que estavam usando a hashtag #EndSARS nas redes sociais foram às ruas, exigindo que a unidade especial fosse dissolvida e solicitando a reforma profunda da polícia, o processo aos oficiais responsáveis pela morte dos nigerianos desarmados e uma indenização às famílias das vítimas.


As demandas dos manifestantes rapidamente se estenderam e se tornaram amplas críticas à corrupção, incompetência e impunidade do Governo, enquanto os abusos dos direitos humanos e o mal-estar econômico continuam na Nigéria.
Em resposta aos protestos, a SARs foi dissolvida pelo governo, mas no dia 13 de outubro o chefe da polícia nigeriana anunciou a formação de uma nova unidade policial, a Special Weapons and Tactics (SWAT), que deverá assumir as operações da SARS. Para muitos, no entanto, trata-se apenas uma mudança de nome da antiga unidade, portanto as manifestações continuam e, em muitos estados da federação nigeriana, foi decretado o toque de recolher.


O Papa Francisco, após o Angelus de domingo, 25 de outubro, também expressou sua preocupação com a situação na Nigéria. “Acompanho com particular preocupação as notícias provenientes da Nigéria. Rezemos a Deus para que todas as formas de violência sejam sempre evitadas na busca constante da harmonia social através da promoção da justiça e do bem comum”, disse o Pontífice.



Fonte: Agência Info Salesiana



Rate this item
(0 votes)
Last modified on Tuesday, 27 October 2020 16:05

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Nigéria: uma oração pela paz para um país em crise

Tuesday, 27 October 2020 15:59 Written by  Agência Info Salesiana
Jovens Centro Juvenil Don Bosco, de Iju, expressam solidariedade às vítimas de Lekki, em Lagos, na Nigéria.


Em sintonia com os protestos contra a brutalidade da polícia, os jovens do Centro Juvenil Don Bosco, de Iju - próximo a maior cidade do continente, Lagos, com mais de 20 milhões de habitantes -, reuniram-se para um momento de oração a fim de invocar a Deus os dons da paz, da justiça e da reconciliação. Eles também expressaram solidariedade às vítimas de Lekki, um pedágio próximo a Lagos onde, durante a madrugada de 21 de outubro, foram mortos diversos jovens que protestavam contra a polícia.


“Se queremos ver aquela grande Nigéria com que todos sonhamos, nós, salesianos, devemos fazer mais, no sentido de conscientizar e formar criticamente nossos jovens para que se comprometam, de forma ativa e positiva, com a política”, disse o padre Ekugbah Chikezie, SDB, salesiano nigeriano que participou do momento de oração e solidariedade.


De acordo com a Agência Fides, o motivo dos últimos acontecimentos e protestos sangrentos foi o assassinato de um jovem nigeriano pelo "Esquadrão Especial Anti-Roubo" (SARS), registrado num vídeo que viralizou nas redes sociais nigerianas no início de outubro. A unidade policial da SARS acumula episódios de abusos frequentemente constatados e já era particularmente indigesta para grande parte da população.


Assim, os manifestantes que estavam usando a hashtag #EndSARS nas redes sociais foram às ruas, exigindo que a unidade especial fosse dissolvida e solicitando a reforma profunda da polícia, o processo aos oficiais responsáveis pela morte dos nigerianos desarmados e uma indenização às famílias das vítimas.


As demandas dos manifestantes rapidamente se estenderam e se tornaram amplas críticas à corrupção, incompetência e impunidade do Governo, enquanto os abusos dos direitos humanos e o mal-estar econômico continuam na Nigéria.
Em resposta aos protestos, a SARs foi dissolvida pelo governo, mas no dia 13 de outubro o chefe da polícia nigeriana anunciou a formação de uma nova unidade policial, a Special Weapons and Tactics (SWAT), que deverá assumir as operações da SARS. Para muitos, no entanto, trata-se apenas uma mudança de nome da antiga unidade, portanto as manifestações continuam e, em muitos estados da federação nigeriana, foi decretado o toque de recolher.


O Papa Francisco, após o Angelus de domingo, 25 de outubro, também expressou sua preocupação com a situação na Nigéria. “Acompanho com particular preocupação as notícias provenientes da Nigéria. Rezemos a Deus para que todas as formas de violência sejam sempre evitadas na busca constante da harmonia social através da promoção da justiça e do bem comum”, disse o Pontífice.



Fonte: Agência Info Salesiana



Rate this item
(0 votes)
Last modified on Tuesday, 27 October 2020 16:05

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.