Filipinas: a resposta salesiana à emergência no Vale Cagayan

Thursday, 26 November 2020 15:58 Written by  Agência Info Salesiana
Diante das devastações provocadas pelo tufão “Vamco”, os salesianos começaram a organizar uma grande rede de colaboração.


O tufão “Vamco”, conhecido nas Filipinas como “Ulisses”, atingiu o país na segunda semana de novembro, causando devastação e grandes estragos nas províncias de Cagayan e Isabela. Inundações violentas atingiram ruas e casas, obrigando milhares de pessoas a passarem a noite nos telhados de suas habitações enquanto aguardavam desesperadamente os socorros. Os efeitos do tufão deixaram pelo menos 73 vítimas e atingiram mais de três milhões de pessoas, sem contar o enorme prejuízo econômico e produtivo. Também foram grandes às iniciativas de solidariedade e o empenho promovidos pelos salesianos na ocasião, que contaram com uma contribuição excepcional de seus jovens.


Enquanto a notícia do tufão e de sua devastação se espalhava, o Instituto Técnico Dom Bosco, de Makati, organizou, em 14 de novembro, uma arrecadação de fundos para ajudar as vítimas da enchente. A organização inicial estava sendo conduzida pelo padre Juvelan Samia SDB, animador da Pastoral do Instituto, junto com a Arquidiocese de Tuguegarao, mas logo foi se ampliando por meio de uma colaboração com o Coletivo Tuguegarao.


Água potável, alimentos, produtos de higiene pessoal e roupas começaram a chegar em massa no domingo, 15 de novembro. O primeiro caminhão (de dez rodas), lotado de produtos de socorro foi enviado a Tuguegarao na tarde de segunda-feira, 16 de novembro, graças à ajuda de alguns migrantes internos e jovens voluntários das paróquias São João Bosco e Santo Ildefonso, que ajudaram ao longo da semana.


As doações em dinheiro e em espécie começaram a chegar ao Centro Don Bosco Makati a partir de terça-feira, dia 17. A grande quantidade de itens arrecadados permitiu à coordenação salesiana lotar mais um caminhão de dez rodas, com gêneros básicos no dia 19 de novembro e enviá-lo aos territórios mais devastados. No mesmo dia, os responsáveis pela iniciativa humanitária fizeram um acordo com a transportadora Air Asia para o envio, por via aérea, de uma quantidade considerável de itens de socorro. Na mesma noite, um caminhão recolheu os produtos arrecadados para levá-los ao embarque de um vôo fretado para o Vale Cagayan.


Na sexta-feira, 20 de novembro, outro caminhão (de seis rodas) deixou o posto de coleta salesiano, carregado de mercadorias destinadas à população carente de Tuguegarao. No dia seguinte, sábado, 21 de novembro, membros do Regimento de Operações Civis e Militares do Exército das Filipinas conduziram 18 caminhões carregados de água, roupas e livros (doados pela editora salesiana Don Bosco Press).


Por fim, na segunda e na terça-feira seguintes, dias 23 e 24 de novembro, outros cinco caminhões levaram roupa e caixas d’água para as áreas devastadas pelo Vamco.


Assim foi concluída a operação de resgate, que durou uma semana e permitiu à Comunidade Educativo-Pastoral Dom Bosco Makati trabalhar como ‘bons cristãos e honestos cidadãos’ em favor dos irmãos necessitados.


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Filipinas: a resposta salesiana à emergência no Vale Cagayan

Thursday, 26 November 2020 15:58 Written by  Agência Info Salesiana
Diante das devastações provocadas pelo tufão “Vamco”, os salesianos começaram a organizar uma grande rede de colaboração.


O tufão “Vamco”, conhecido nas Filipinas como “Ulisses”, atingiu o país na segunda semana de novembro, causando devastação e grandes estragos nas províncias de Cagayan e Isabela. Inundações violentas atingiram ruas e casas, obrigando milhares de pessoas a passarem a noite nos telhados de suas habitações enquanto aguardavam desesperadamente os socorros. Os efeitos do tufão deixaram pelo menos 73 vítimas e atingiram mais de três milhões de pessoas, sem contar o enorme prejuízo econômico e produtivo. Também foram grandes às iniciativas de solidariedade e o empenho promovidos pelos salesianos na ocasião, que contaram com uma contribuição excepcional de seus jovens.


Enquanto a notícia do tufão e de sua devastação se espalhava, o Instituto Técnico Dom Bosco, de Makati, organizou, em 14 de novembro, uma arrecadação de fundos para ajudar as vítimas da enchente. A organização inicial estava sendo conduzida pelo padre Juvelan Samia SDB, animador da Pastoral do Instituto, junto com a Arquidiocese de Tuguegarao, mas logo foi se ampliando por meio de uma colaboração com o Coletivo Tuguegarao.


Água potável, alimentos, produtos de higiene pessoal e roupas começaram a chegar em massa no domingo, 15 de novembro. O primeiro caminhão (de dez rodas), lotado de produtos de socorro foi enviado a Tuguegarao na tarde de segunda-feira, 16 de novembro, graças à ajuda de alguns migrantes internos e jovens voluntários das paróquias São João Bosco e Santo Ildefonso, que ajudaram ao longo da semana.


As doações em dinheiro e em espécie começaram a chegar ao Centro Don Bosco Makati a partir de terça-feira, dia 17. A grande quantidade de itens arrecadados permitiu à coordenação salesiana lotar mais um caminhão de dez rodas, com gêneros básicos no dia 19 de novembro e enviá-lo aos territórios mais devastados. No mesmo dia, os responsáveis pela iniciativa humanitária fizeram um acordo com a transportadora Air Asia para o envio, por via aérea, de uma quantidade considerável de itens de socorro. Na mesma noite, um caminhão recolheu os produtos arrecadados para levá-los ao embarque de um vôo fretado para o Vale Cagayan.


Na sexta-feira, 20 de novembro, outro caminhão (de seis rodas) deixou o posto de coleta salesiano, carregado de mercadorias destinadas à população carente de Tuguegarao. No dia seguinte, sábado, 21 de novembro, membros do Regimento de Operações Civis e Militares do Exército das Filipinas conduziram 18 caminhões carregados de água, roupas e livros (doados pela editora salesiana Don Bosco Press).


Por fim, na segunda e na terça-feira seguintes, dias 23 e 24 de novembro, outros cinco caminhões levaram roupa e caixas d’água para as áreas devastadas pelo Vamco.


Assim foi concluída a operação de resgate, que durou uma semana e permitiu à Comunidade Educativo-Pastoral Dom Bosco Makati trabalhar como ‘bons cristãos e honestos cidadãos’ em favor dos irmãos necessitados.


Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.