IV ENEL discute estratégias de gestão nas escolas da RSE

Wednesday, 22 May 2013 15:59 Written by  RSE Informa
IV ENEL discute estratégias de gestão nas escolas da RSE RSE Informa
A RSE realizou, nos dias 20 a 22 de maio, em Brasília, DF, o IV Encontro Nacional dos Ecônomos Locais da RSE (IV ENEL). Sob a perspectiva de que é preciso “animar gerenciando e gerenciar animando, de forma participativa e corresponsável, o acompanhamento dos sujeitos da comunidade educativo-pastoral”, o encontro teve como objetivo a formação dos administradores locais e a consolidação da RSE, com vistas a aprofundar a competência gerencial nas unidades da Rede.   Participaram do IV ENEL todos os ecônomos/administradores locais das escolas da RSE e os gestores dos polos regionais. Também marcaram presença no evento, como convidados, os ecônomos das inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco (SDB) e das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) e a diretoria da Rede Salesiana Brasil.   Ao longo do encontro foram debatidos assuntos como: a estratégia pastoral dos ecônomos na Rede Salesiana de Escolas, a gestão por meio do sistema “Esemtia”, o que é e como utilizar o Centro de Serviços Compartilhados, o novo material didático digital da RSE e como se posicionar em relação à questão da filantropia.   Programação   O IV ENEL teve início na tarde de 20 de maio com a apresentação das “Oportunidades para o futuro da RSE", feita pelos diretores-executivos da RSE, padre Nivaldo Luiz Pessinatti e irmã Ivanette Duncan de Miranda. Na ocasião, os diretores apontaram que a perspectiva para a RSE nos próximos anos é utilizar e desenvolver cada vez mais, os recursos digitais. Nesse sentido, ressaltaram os investimentos já realizados pela RSE para a aquisição e ampliação desses recursos e destacaram as mudanças que serão necessárias para a continuidade do projeto nos próximos três anos.   Em seguida, na primeira palestra do evento, irmã Dorcelina Rampi, FMA, e padre José Adão da Silva, SDB, conduziram o tema “Estratégia pastoral do Ecônomo da Escola/RSE”. Os palestrantes reafirmaram a perspectiva do carisma salesiano, cuja missão é educar e evangelizar a juventude, enfatizando que o impulso para a gestão eficiente dos recursos na RSE está na força desse carisma, e não nas metas de lucratividade. Assim, faz-se necessária uma maior aproximação, nas unidades da Rede, entre o setor administrativo e a Pastoral, bem como a elaboração de projetos administrativos e de expansão de recursos em diálogo e comunhão com o Projeto Pedagógico Pastoral da escola.   Fechando os trabalhos do dia, a assessora pedagógica da RSE, Kátia Smole, falou sobre “Avaliação Institucional na RSE e o Administrativo”.   O segundo dia do encontro, 21 de maio, teve continuidade com a palestra do assessor administrativo da Rede, Paulo Cunha. A partir do tema “Gestão Educacional nas escolas da RSE", Paulo ressaltou três aspectos: como trabalhar em rede, os resultados alcançados pela RSE e as ações de gestão educacional. No primeiro ponto, o assessor demonstrou, com exemplos de escolas analisadas em todos os polos da RSE, que otimizar os processos administrativos, aumentar o controle e reduzir custos são ações que funcionam de maneira interligada com o compartilhamento da qualidade e das boas práticas e com o fortalecimento dos objetivos comuns na escola.   No segundo item, Paulo apresentou os resultados alcançados pelas escolas que colocaram em prática o Plano de Ação e Metas e pelo grupo piloto do Centro de Serviços Compartilhados (CSC). De uma maneira geral, essas escolas conseguiram uma redução expressiva nos custos e, portanto, um incremento significativo nos recursos disponíveis para outros investimentos. Por fim, o assessor ressaltou como a implantação do CSC e da ferramenta “Esemtia” podem colaborar – e já estão colaborando em algumas unidades - no processo de gestão de recursos das escolas. Seguindo a estratégia já adotada durante o Encontro Nacional da Rede Salesiana de Escolas (ENARSE), a palestra foi reforçada com cases de sucesso na área, com os exemplos do Liceu Salesiano Leão XIII de Rio Grande, RS, apresentados por padre Osvaldo Bisewski, e do Colégio Dom Bosco de Fortaleza, CE, apresentado por Ana Paula Monteiro.   Centro de Serviços Compartilhados   Os participantes do ENEL aprofundaram em seguida as reflexões sobre o Centro de Serviços Compartilhados (CSC). As discussões foram conduzidas por Fábio Kowalski e Robespierre Sá, gestor administrativo da RSE. Os assessores destacaram os desafios da gestão compartilhada no sentido de ampliar a competitividade no ambiente empresarial, otimizar os custos e buscar a excelência nos processos operacionais que são comuns, visando a assegurar maior eficiência e ganhos de valor aos associados. Foram apresentados os resultados de uma pesquisa, realizada em 2007 com empresas de diversos ramos de atividade, sobre as vantagens de adotar o CSC. Em seguida, os assessores ampliaram a análise dos resultados obtidos no grupo piloto de oito escolas da RSE que adotaram o CSC no início deste ano.   Nas escolas da Rede, o CSC tem como objetivos padronizar e otimizar as áreas de recursos humanos, sistemas e infraestrutura. Assim, na análise sobre os resultados obtidos nos dois primeiros meses de implantação no grupo piloto, foram considerados os setores de contabilidade, departamento pessoal e ERP (Sistema de Gestão Administrativa e Financeira). Os debates trataram dos desafios encontrados e dos avanços conquistados nesse período, partindo da prática para explicar o CSC e a proposta de sua implementação de maneira mais global nas unidades da RSE.   Material Didático Digital   Durante a tarde, Cintia Lapa, Paulo Simeão e Edevaldo Gaudêncio falaram sobre “As novas tecnologias e o Material Didático Digital da RSE". O novo material didático digital será implantado gradativamente nas escolas da Rede, entre 2014 e 2016. Será oferecido de maneira integrada ao Portal Futurum e vai contemplar: Espaço Caleidoscópio, com atividades e recursos para a educação infantil; Livro Digital, que além do conteúdo do livro impresso, permite também a abertura de conteúdos extra, vídeos do Youtube, glossários, entre outros recursos (para professores e alunos); e Caderno Interativo, com a possibilidade de que professores, alunos e pais façam o acompanhamento diário, em tempo real, das atividades realizadas. A proposta inclui ainda o “Esentia”, uma plataforma integrada que oferece um conjunto de soluções para o processo de gestão acadêmica e pedagógica.   Nesse ponto de discussão, a necessidade de que as escolas se preparem para a adoção do Material Didático Digital foi enfatizada, obtendo os recursos tecnológicos necessários para que a implantação do projeto possa ser efetivada.   Conclusão dos trabalhos   No terceiro e último dia do IV ENEL, 22 de maio, a pauta de discussões iniciou-se com a apresentação do Curso de Gestão Escolar, oferecido em parceria com a Universidade Católica de Brasília (UCB). Em seguida,  a infraestrutura tecnológica oferecida às escolas da RSE foi avaliada, com especial atenção aos recursos disponíveis no Portal Futurum. O último ponto do encontro diz respeito à atualização das questões relativas à filantropia.   RSE Informa
Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 22 May 2013 17:43

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


IV ENEL discute estratégias de gestão nas escolas da RSE

Wednesday, 22 May 2013 15:59 Written by  RSE Informa
IV ENEL discute estratégias de gestão nas escolas da RSE RSE Informa
A RSE realizou, nos dias 20 a 22 de maio, em Brasília, DF, o IV Encontro Nacional dos Ecônomos Locais da RSE (IV ENEL). Sob a perspectiva de que é preciso “animar gerenciando e gerenciar animando, de forma participativa e corresponsável, o acompanhamento dos sujeitos da comunidade educativo-pastoral”, o encontro teve como objetivo a formação dos administradores locais e a consolidação da RSE, com vistas a aprofundar a competência gerencial nas unidades da Rede.   Participaram do IV ENEL todos os ecônomos/administradores locais das escolas da RSE e os gestores dos polos regionais. Também marcaram presença no evento, como convidados, os ecônomos das inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco (SDB) e das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) e a diretoria da Rede Salesiana Brasil.   Ao longo do encontro foram debatidos assuntos como: a estratégia pastoral dos ecônomos na Rede Salesiana de Escolas, a gestão por meio do sistema “Esemtia”, o que é e como utilizar o Centro de Serviços Compartilhados, o novo material didático digital da RSE e como se posicionar em relação à questão da filantropia.   Programação   O IV ENEL teve início na tarde de 20 de maio com a apresentação das “Oportunidades para o futuro da RSE", feita pelos diretores-executivos da RSE, padre Nivaldo Luiz Pessinatti e irmã Ivanette Duncan de Miranda. Na ocasião, os diretores apontaram que a perspectiva para a RSE nos próximos anos é utilizar e desenvolver cada vez mais, os recursos digitais. Nesse sentido, ressaltaram os investimentos já realizados pela RSE para a aquisição e ampliação desses recursos e destacaram as mudanças que serão necessárias para a continuidade do projeto nos próximos três anos.   Em seguida, na primeira palestra do evento, irmã Dorcelina Rampi, FMA, e padre José Adão da Silva, SDB, conduziram o tema “Estratégia pastoral do Ecônomo da Escola/RSE”. Os palestrantes reafirmaram a perspectiva do carisma salesiano, cuja missão é educar e evangelizar a juventude, enfatizando que o impulso para a gestão eficiente dos recursos na RSE está na força desse carisma, e não nas metas de lucratividade. Assim, faz-se necessária uma maior aproximação, nas unidades da Rede, entre o setor administrativo e a Pastoral, bem como a elaboração de projetos administrativos e de expansão de recursos em diálogo e comunhão com o Projeto Pedagógico Pastoral da escola.   Fechando os trabalhos do dia, a assessora pedagógica da RSE, Kátia Smole, falou sobre “Avaliação Institucional na RSE e o Administrativo”.   O segundo dia do encontro, 21 de maio, teve continuidade com a palestra do assessor administrativo da Rede, Paulo Cunha. A partir do tema “Gestão Educacional nas escolas da RSE", Paulo ressaltou três aspectos: como trabalhar em rede, os resultados alcançados pela RSE e as ações de gestão educacional. No primeiro ponto, o assessor demonstrou, com exemplos de escolas analisadas em todos os polos da RSE, que otimizar os processos administrativos, aumentar o controle e reduzir custos são ações que funcionam de maneira interligada com o compartilhamento da qualidade e das boas práticas e com o fortalecimento dos objetivos comuns na escola.   No segundo item, Paulo apresentou os resultados alcançados pelas escolas que colocaram em prática o Plano de Ação e Metas e pelo grupo piloto do Centro de Serviços Compartilhados (CSC). De uma maneira geral, essas escolas conseguiram uma redução expressiva nos custos e, portanto, um incremento significativo nos recursos disponíveis para outros investimentos. Por fim, o assessor ressaltou como a implantação do CSC e da ferramenta “Esemtia” podem colaborar – e já estão colaborando em algumas unidades - no processo de gestão de recursos das escolas. Seguindo a estratégia já adotada durante o Encontro Nacional da Rede Salesiana de Escolas (ENARSE), a palestra foi reforçada com cases de sucesso na área, com os exemplos do Liceu Salesiano Leão XIII de Rio Grande, RS, apresentados por padre Osvaldo Bisewski, e do Colégio Dom Bosco de Fortaleza, CE, apresentado por Ana Paula Monteiro.   Centro de Serviços Compartilhados   Os participantes do ENEL aprofundaram em seguida as reflexões sobre o Centro de Serviços Compartilhados (CSC). As discussões foram conduzidas por Fábio Kowalski e Robespierre Sá, gestor administrativo da RSE. Os assessores destacaram os desafios da gestão compartilhada no sentido de ampliar a competitividade no ambiente empresarial, otimizar os custos e buscar a excelência nos processos operacionais que são comuns, visando a assegurar maior eficiência e ganhos de valor aos associados. Foram apresentados os resultados de uma pesquisa, realizada em 2007 com empresas de diversos ramos de atividade, sobre as vantagens de adotar o CSC. Em seguida, os assessores ampliaram a análise dos resultados obtidos no grupo piloto de oito escolas da RSE que adotaram o CSC no início deste ano.   Nas escolas da Rede, o CSC tem como objetivos padronizar e otimizar as áreas de recursos humanos, sistemas e infraestrutura. Assim, na análise sobre os resultados obtidos nos dois primeiros meses de implantação no grupo piloto, foram considerados os setores de contabilidade, departamento pessoal e ERP (Sistema de Gestão Administrativa e Financeira). Os debates trataram dos desafios encontrados e dos avanços conquistados nesse período, partindo da prática para explicar o CSC e a proposta de sua implementação de maneira mais global nas unidades da RSE.   Material Didático Digital   Durante a tarde, Cintia Lapa, Paulo Simeão e Edevaldo Gaudêncio falaram sobre “As novas tecnologias e o Material Didático Digital da RSE". O novo material didático digital será implantado gradativamente nas escolas da Rede, entre 2014 e 2016. Será oferecido de maneira integrada ao Portal Futurum e vai contemplar: Espaço Caleidoscópio, com atividades e recursos para a educação infantil; Livro Digital, que além do conteúdo do livro impresso, permite também a abertura de conteúdos extra, vídeos do Youtube, glossários, entre outros recursos (para professores e alunos); e Caderno Interativo, com a possibilidade de que professores, alunos e pais façam o acompanhamento diário, em tempo real, das atividades realizadas. A proposta inclui ainda o “Esentia”, uma plataforma integrada que oferece um conjunto de soluções para o processo de gestão acadêmica e pedagógica.   Nesse ponto de discussão, a necessidade de que as escolas se preparem para a adoção do Material Didático Digital foi enfatizada, obtendo os recursos tecnológicos necessários para que a implantação do projeto possa ser efetivada.   Conclusão dos trabalhos   No terceiro e último dia do IV ENEL, 22 de maio, a pauta de discussões iniciou-se com a apresentação do Curso de Gestão Escolar, oferecido em parceria com a Universidade Católica de Brasília (UCB). Em seguida,  a infraestrutura tecnológica oferecida às escolas da RSE foi avaliada, com especial atenção aos recursos disponíveis no Portal Futurum. O último ponto do encontro diz respeito à atualização das questões relativas à filantropia.   RSE Informa
Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 22 May 2013 17:43

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.