Missão e voluntariado internacional

Thursday, 24 October 2013 14:39 Written by  Editorial Boletim Salesiano
Missão e voluntariado internacional ANS ImageBank: Formação de professores no Sudão
O VIS (Voluntariado Internacional pelo Desenvolvimento) e o VIDES (Voluntariado Internacional de Desenvolvimento e Educação Social) são exemplos de solidariedade e ação missionária além-fronteiras.

Na década de 1980, quando em todo o mundo sentiam-se os efeitos da desigualdade social e econômica, com consequências especialmente graves para as crianças e os jovens, a Família Salesiana deu sua resposta com duas iniciativas irmãs, voltadas para a implementação de projetos de cooperação e solidariedade internacional. O VIS, sigla em italiano para Voluntariado Internacional pelo Desenvolvimento, foi fundado pelos Salesianos de Dom Bosco em 1986. E o VIDES (Voluntariado Internacional de Desenvolvimento e Educação Social), organizado pelo Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, nasceu em 1987.

Embora coordenados pelos SDB e pelas FMA, os dois organismos funcionam de maneira independente. São ONGs voltadas ao desenvolvimento humano e social, baseadas na ação solidária que atravessa as fronteiras nacionais e vai ao encontro dos que mais necessitam de ajuda, especialmente crianças, adolescentes, jovens e mulheres em situação de risco social. Outra característica comum às duas organizações é o incentivo ao voluntariado internacional, para o qual os jovens e adultos participantes recebem formação adequada, orientação e suporte.

 

VIS

O Voluntariado Internacional pelo Desenvolvimento (VIS) é um organismo autônomo, mas inspirado no sistema preventivo de Dom Bosco. Atua principalmente no setor educativo, em países pobres ou em desenvolvimento, com programas direcionados a: educar e instruir crianças, adolescentes e jovens; assistir e reabilitar crianças em situação de rua e ex-soldados mirins (uma triste realidade em países que viveram guerras civis); e promover os direitos humanos, em especial das crianças e dos adolescentes.

Um exemplo recente do tipo de atividade desenvolvida pelo VIS é o projeto “Água para a Vida”, realizando em conjunto com a ONG Ampelos em Meki, na Etiópia. Nesta área rural do país, a comunidade sofre com a falta crônica de água potável e está em grave situação de insegurança alimentar. O projeto visa melhorar a qualidade de vida dos cerca de 3 mil habitantes, com a perfuração de um poço que garanta água para as famílias e a agricultura, o fornecimento do material técnico necessário para o cultivo dos campos e a organização da comunidade em grupos e cooperativas.

Outro exemplo, também na África, foi o Curso de Formação para Professores, promovido pela ONG salesiana no Sudão, em setembro. Por meio desse curso, 53 educadores receberam o atestado – reconhecido nacionalmente - que os habilita ao ensino profissionalizante, o que vai possibilitar a melhoria na qualidade dos cursos profissionais no país.

Assim, as ações do VIS buscam ir além da assistência, permitindo um desenvolvimento real das comunidades a partir de suas próprias capacidades. Para sustentar essas ações, o VIS busca sensibilizar a opinião pública principalmente na Itália, mas também em outros países da União Europeia, além de favorecer o voluntariado internacional desenvolvido com profissionalismo educativo. Atualmente, o VIS está presente em 53 países do mundo, com projetos de cooperação para o desenvolvimento. Merece destaque também a atividade do VIS em favor dos direitos humanos: a ONG foi uma das primeiras organizações internacionais a abrir um escritório para esta área, em 2002. E, na Itália, o VIS é sócio-fundador, em 2001 - e desde de 2006 porta-voz -, do Comitê para a Promoção e Proteção dos Direitos Humanos, a rede de 52 ONGs e associações italianas constituídas para a viabilizar uma instituição nacional de tutela e promoção dos direitos humanos.

Mais informações no site do VIS.

 

VIDES

Fundado na Itália com o nome de Voluntariado Internacional Mulher, Desenvolvimento e Educação, o VIDES é uma entidade com status consultivo na Organização das Nações Unidas (ONU). Está presente hoje em 42 países, inclusive o Brasil, desde 1994, onde recebeu o nome de Voluntariado Internacional de Desenvolvimento e Educação Social. A sede em Belo Horizonte, MG, foi aberta com a missão de “promover o voluntariado educativo, por meio da abertura intercultural e interreligiosa, comprometido com a vida e a prática da solidariedade, em favor de mulheres, crianças e jovens em situação de risco social”.

Em âmbito internacional, o VIDES atua na defesa dos direitos humanos, em particular das crianças, mulheres e jovens; na promoção do voluntariado, tanto local como em outros países; e no incentivo ao protagonismo dos jovens como cidadãos ativos e responsáveis. Ao longo de 26 anos de existência, o VIDES já envolveu em ações de voluntariado mais de cinco mil jovens.

No Brasil, o VIDES tem uma atenção especial à formação dos jovens voluntários, que passam por cursos e “campos de formação”, de maneira a estarem preparado para desenvolver o voluntariado de maneira comprometida e eficaz. As ações dos voluntários são realizadas em comunidades carentes, aqui mesmo no Brasil ou em outros países, em geral em obras mantidas pelas FMA. O país também recebe voluntários do VIDES de outras nações.

Mais informações no site do VIDES

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 29 August 2014 12:03

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Missão e voluntariado internacional

Thursday, 24 October 2013 14:39 Written by  Editorial Boletim Salesiano
Missão e voluntariado internacional ANS ImageBank: Formação de professores no Sudão
O VIS (Voluntariado Internacional pelo Desenvolvimento) e o VIDES (Voluntariado Internacional de Desenvolvimento e Educação Social) são exemplos de solidariedade e ação missionária além-fronteiras.

Na década de 1980, quando em todo o mundo sentiam-se os efeitos da desigualdade social e econômica, com consequências especialmente graves para as crianças e os jovens, a Família Salesiana deu sua resposta com duas iniciativas irmãs, voltadas para a implementação de projetos de cooperação e solidariedade internacional. O VIS, sigla em italiano para Voluntariado Internacional pelo Desenvolvimento, foi fundado pelos Salesianos de Dom Bosco em 1986. E o VIDES (Voluntariado Internacional de Desenvolvimento e Educação Social), organizado pelo Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, nasceu em 1987.

Embora coordenados pelos SDB e pelas FMA, os dois organismos funcionam de maneira independente. São ONGs voltadas ao desenvolvimento humano e social, baseadas na ação solidária que atravessa as fronteiras nacionais e vai ao encontro dos que mais necessitam de ajuda, especialmente crianças, adolescentes, jovens e mulheres em situação de risco social. Outra característica comum às duas organizações é o incentivo ao voluntariado internacional, para o qual os jovens e adultos participantes recebem formação adequada, orientação e suporte.

 

VIS

O Voluntariado Internacional pelo Desenvolvimento (VIS) é um organismo autônomo, mas inspirado no sistema preventivo de Dom Bosco. Atua principalmente no setor educativo, em países pobres ou em desenvolvimento, com programas direcionados a: educar e instruir crianças, adolescentes e jovens; assistir e reabilitar crianças em situação de rua e ex-soldados mirins (uma triste realidade em países que viveram guerras civis); e promover os direitos humanos, em especial das crianças e dos adolescentes.

Um exemplo recente do tipo de atividade desenvolvida pelo VIS é o projeto “Água para a Vida”, realizando em conjunto com a ONG Ampelos em Meki, na Etiópia. Nesta área rural do país, a comunidade sofre com a falta crônica de água potável e está em grave situação de insegurança alimentar. O projeto visa melhorar a qualidade de vida dos cerca de 3 mil habitantes, com a perfuração de um poço que garanta água para as famílias e a agricultura, o fornecimento do material técnico necessário para o cultivo dos campos e a organização da comunidade em grupos e cooperativas.

Outro exemplo, também na África, foi o Curso de Formação para Professores, promovido pela ONG salesiana no Sudão, em setembro. Por meio desse curso, 53 educadores receberam o atestado – reconhecido nacionalmente - que os habilita ao ensino profissionalizante, o que vai possibilitar a melhoria na qualidade dos cursos profissionais no país.

Assim, as ações do VIS buscam ir além da assistência, permitindo um desenvolvimento real das comunidades a partir de suas próprias capacidades. Para sustentar essas ações, o VIS busca sensibilizar a opinião pública principalmente na Itália, mas também em outros países da União Europeia, além de favorecer o voluntariado internacional desenvolvido com profissionalismo educativo. Atualmente, o VIS está presente em 53 países do mundo, com projetos de cooperação para o desenvolvimento. Merece destaque também a atividade do VIS em favor dos direitos humanos: a ONG foi uma das primeiras organizações internacionais a abrir um escritório para esta área, em 2002. E, na Itália, o VIS é sócio-fundador, em 2001 - e desde de 2006 porta-voz -, do Comitê para a Promoção e Proteção dos Direitos Humanos, a rede de 52 ONGs e associações italianas constituídas para a viabilizar uma instituição nacional de tutela e promoção dos direitos humanos.

Mais informações no site do VIS.

 

VIDES

Fundado na Itália com o nome de Voluntariado Internacional Mulher, Desenvolvimento e Educação, o VIDES é uma entidade com status consultivo na Organização das Nações Unidas (ONU). Está presente hoje em 42 países, inclusive o Brasil, desde 1994, onde recebeu o nome de Voluntariado Internacional de Desenvolvimento e Educação Social. A sede em Belo Horizonte, MG, foi aberta com a missão de “promover o voluntariado educativo, por meio da abertura intercultural e interreligiosa, comprometido com a vida e a prática da solidariedade, em favor de mulheres, crianças e jovens em situação de risco social”.

Em âmbito internacional, o VIDES atua na defesa dos direitos humanos, em particular das crianças, mulheres e jovens; na promoção do voluntariado, tanto local como em outros países; e no incentivo ao protagonismo dos jovens como cidadãos ativos e responsáveis. Ao longo de 26 anos de existência, o VIDES já envolveu em ações de voluntariado mais de cinco mil jovens.

No Brasil, o VIDES tem uma atenção especial à formação dos jovens voluntários, que passam por cursos e “campos de formação”, de maneira a estarem preparado para desenvolver o voluntariado de maneira comprometida e eficaz. As ações dos voluntários são realizadas em comunidades carentes, aqui mesmo no Brasil ou em outros países, em geral em obras mantidas pelas FMA. O país também recebe voluntários do VIDES de outras nações.

Mais informações no site do VIDES

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 29 August 2014 12:03

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.