“Adoções a distância” auxilia crianças mais pobres

Thursday, 01 September 2016 11:08 Written by  InfoANS
O Reino de Kazembe foi um estado africano situado à margem do rio Luapala, onde  é hoje a Zâmbia. Na obra salesiana missionária desse lugar, trabalha um missionário polonês, o padre Slawomir Bartodziej. Desde 2014 ele é o encarregado do programa “Adoções à distância”.

Muitas crianças não têm dinheiro para comer, não podem ir à escola e muito menos pagar uma mensalidade ou usar um uniforme. Mas, graças a benfeitores, elas têm agora a possibilidade de aprender a ler e escrever, conhecer seu país, aprender inglês ou uma profissão. As necessidades são muitas. E os salesianos se multiplicam para ajudar os mais pobres, fazendo-os aproveitar das oportunidades que já existem.

 

Josephine é católica e pertence ao oratório de Kazembe. Está no 7º ano do 1º grau. Vive com seus pais e suas três irmãs e três irmãos. Foi incluída no programa “Adoção a distância”. Antes disso, soube-se, que a criança tinha sido vendida pelos pais a um senhor de 34 anos, por 300 kwacha (30 dólares). Então um dia o padre Slawomir foi à casa da menina para falar com a mãe, que por sua vez, pediu perdão à filha e rompeu o contrato com aquele senhor.

 

Por que os pais haviam feito isso? Um dos motivos desse tipo de decisão é a pobreza, extrema em que vivem. Agora, Josephine pode ficar tranquila até ao fim dos seus estudos, porque conta com o apoio do “Adoções a distância”. A menina mora longe da obra salesiana, a cerca de uma hora do local; apesar disso é sempre a primeira a chegar, seja para participar da Eucaristia das 7h da manhã ou para participar do oratório, no período da tarde.

 

“Uma das maiores alegrias é poder ver essa nuvem de crianças virem felizes à escola em suas camisas brancas, declara o missionário. Graças ao programa de “Adoções a distância”, vejo brilhar a esperança também nos olhos dos seus pais”, afirma o padre Slawomir.

 

InfoANS

 

 

 

 

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Thursday, 01 September 2016 20:23

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


“Adoções a distância” auxilia crianças mais pobres

Thursday, 01 September 2016 11:08 Written by  InfoANS
O Reino de Kazembe foi um estado africano situado à margem do rio Luapala, onde  é hoje a Zâmbia. Na obra salesiana missionária desse lugar, trabalha um missionário polonês, o padre Slawomir Bartodziej. Desde 2014 ele é o encarregado do programa “Adoções à distância”.

Muitas crianças não têm dinheiro para comer, não podem ir à escola e muito menos pagar uma mensalidade ou usar um uniforme. Mas, graças a benfeitores, elas têm agora a possibilidade de aprender a ler e escrever, conhecer seu país, aprender inglês ou uma profissão. As necessidades são muitas. E os salesianos se multiplicam para ajudar os mais pobres, fazendo-os aproveitar das oportunidades que já existem.

 

Josephine é católica e pertence ao oratório de Kazembe. Está no 7º ano do 1º grau. Vive com seus pais e suas três irmãs e três irmãos. Foi incluída no programa “Adoção a distância”. Antes disso, soube-se, que a criança tinha sido vendida pelos pais a um senhor de 34 anos, por 300 kwacha (30 dólares). Então um dia o padre Slawomir foi à casa da menina para falar com a mãe, que por sua vez, pediu perdão à filha e rompeu o contrato com aquele senhor.

 

Por que os pais haviam feito isso? Um dos motivos desse tipo de decisão é a pobreza, extrema em que vivem. Agora, Josephine pode ficar tranquila até ao fim dos seus estudos, porque conta com o apoio do “Adoções a distância”. A menina mora longe da obra salesiana, a cerca de uma hora do local; apesar disso é sempre a primeira a chegar, seja para participar da Eucaristia das 7h da manhã ou para participar do oratório, no período da tarde.

 

“Uma das maiores alegrias é poder ver essa nuvem de crianças virem felizes à escola em suas camisas brancas, declara o missionário. Graças ao programa de “Adoções a distância”, vejo brilhar a esperança também nos olhos dos seus pais”, afirma o padre Slawomir.

 

InfoANS

 

 

 

 

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Thursday, 01 September 2016 20:23

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.