Rússia: entre muçulmanos e ortodoxos

Tuesday, 24 January 2017 16:07 Written by  Info ANS
Diz-se que Moscou, na Rússia, é um estado dentro de um estado. Segundo dados oficiais, Moscou tem 15 milhões de habitantes, ou 20 milhões, segundo dados não oficiais. Ali vivem os russos mais ricos. O país tem poucos católicos comparando com os ortodoxos. Contando todas as paróquias há uma média de 70.000 fiéis da Igreja Católica.

Nessa cidade, os salesianos mantêm o Lar Infantil da Divina Providência, onde vivem 32 crianças e adolescentes em idade escolar (7 a 18 anos). Vivem no lar sobretudo por causa da situação difícil de suas famílias. Provêm de países e ambientes diversos. Uma parte deles é das antigas repúblicas da União Soviética – Quirguizistão, Tajiquistão, Uzbequistão. Mas a maior parte é de famílias ortodoxas. Alguns nem são batizados; e a terça parte deles é de muçulmanos. Há um ano vivem na casa duas crianças católicas.

 

As crianças dividem-se em quatro grupos chamados ‘famílias’. Cada ‘família’ tem o seu dormitório, banheiro, cozinha e sala de estudo. Cada ‘família’ é acompanhada por um educador que vive com as crianças e os adolescentes, e cuida deles 24 horas por dia. No Lar também trabalham dois salesianos – o padre Krzysztof Calaba, da Polônia, e o padre Petros Petrosjan, da Geórgia.

 

As crianças e os adolescentes são auxiliados no estudo, mas principalmente no desenvolvimento de seus talentos e habilidades. Para tanto têm à disposição aulas de teatro, sala de música, sala de informática e ambientes para o esporte.

 

A educação fundamenta-se nos valores cristãos. “Queremos formar nas crianças a consciência de que são amados por Deus. Não temos receio de compartilhar os valores cristãos e, junto com o padre Petros, celebramos todos os dias a Eucaristia para os funcionários. Proporcionamos ‘boas tardes’ e orações a todos”, afirma o padre Krzysztof, para logo em seguida explicar: “Não pretendemos que se coloquem do nosso lado, nem fazê-los católicos. As religiões dos alunos são monoteístas. Todas ensinam os mesmos valores: respeito e perdão. Quando cumprimento os cristãos, faço o sinal da cruz na fronte; quanto aos demais, ponho a mão na cabeça. A todos desejo bom dia”.

Fonte: Info ANS

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 25 January 2017 15:53

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Rússia: entre muçulmanos e ortodoxos

Tuesday, 24 January 2017 16:07 Written by  Info ANS
Diz-se que Moscou, na Rússia, é um estado dentro de um estado. Segundo dados oficiais, Moscou tem 15 milhões de habitantes, ou 20 milhões, segundo dados não oficiais. Ali vivem os russos mais ricos. O país tem poucos católicos comparando com os ortodoxos. Contando todas as paróquias há uma média de 70.000 fiéis da Igreja Católica.

Nessa cidade, os salesianos mantêm o Lar Infantil da Divina Providência, onde vivem 32 crianças e adolescentes em idade escolar (7 a 18 anos). Vivem no lar sobretudo por causa da situação difícil de suas famílias. Provêm de países e ambientes diversos. Uma parte deles é das antigas repúblicas da União Soviética – Quirguizistão, Tajiquistão, Uzbequistão. Mas a maior parte é de famílias ortodoxas. Alguns nem são batizados; e a terça parte deles é de muçulmanos. Há um ano vivem na casa duas crianças católicas.

 

As crianças dividem-se em quatro grupos chamados ‘famílias’. Cada ‘família’ tem o seu dormitório, banheiro, cozinha e sala de estudo. Cada ‘família’ é acompanhada por um educador que vive com as crianças e os adolescentes, e cuida deles 24 horas por dia. No Lar também trabalham dois salesianos – o padre Krzysztof Calaba, da Polônia, e o padre Petros Petrosjan, da Geórgia.

 

As crianças e os adolescentes são auxiliados no estudo, mas principalmente no desenvolvimento de seus talentos e habilidades. Para tanto têm à disposição aulas de teatro, sala de música, sala de informática e ambientes para o esporte.

 

A educação fundamenta-se nos valores cristãos. “Queremos formar nas crianças a consciência de que são amados por Deus. Não temos receio de compartilhar os valores cristãos e, junto com o padre Petros, celebramos todos os dias a Eucaristia para os funcionários. Proporcionamos ‘boas tardes’ e orações a todos”, afirma o padre Krzysztof, para logo em seguida explicar: “Não pretendemos que se coloquem do nosso lado, nem fazê-los católicos. As religiões dos alunos são monoteístas. Todas ensinam os mesmos valores: respeito e perdão. Quando cumprimento os cristãos, faço o sinal da cruz na fronte; quanto aos demais, ponho a mão na cabeça. A todos desejo bom dia”.

Fonte: Info ANS

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 25 January 2017 15:53

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.