Grupo de voluntários da FSDB realiza missão no Rio Negro

Wednesday, 26 April 2017 11:07 Written by  Comunicação da Pastoral / Faculdade Salesiana Dom Bosco
Grupo de acadêmicos e colaboradores da Faculdade Salesiana Dom Bosco participou de uma ação de voluntariado missionário junto às comunidades indígenas de Santa Isabel do Rio Negro, no interior da Amazônia.

Entre as linhas de ação do plano estratégico da Pastoral Juvenil Salesiana (PJS) 2015-2018, está o favorecer o acolhimento e o engajamento do jovem na comunidade educativa pastoral. Para isso, o plano propõe que se facilite as experiências de associativismo e voluntariado.

Atendendo a este apelo, a Faculdade Salesiana Dom Bosco (FSDB), com sede em Manaus, AM, tem oferecido a seus acadêmicos a experiência do voluntariado missionário, que sempre é realizada no período do recesso acadêmico. Este ano, o voluntariado foi realizado em Santa Isabel do Rio Negro – cidade com uma população predominantemente indígena, no Amazonas.

Coordenada pelo padre Raimundo Marcelo Maciel, diretor de pastoral, a equipe foi composta por dois acadêmicos (Tarciara Bussons, do curso de Gestão de Ambiente e Heidison Brazão, do curso de Serviço Social) e por dois colaboradores (Ceila Lima, secretária de pastoral e Daniele de Paula, bibliotecária). Junto com o grupo estavam três voluntárias de Bariloche, na Argentina: Vanessa Zapata, Patrícia Carranca e Cintia Puchy.

Durante duas semanas, de 6 a 22 de janeiro, o grupo realizou uma colônia de férias e visitas às comunidades do interior. Foi uma oportunidade para conhecer pessoas que vivem de maneira simples, conservando tradições e valores da vida indígena e cabocla.

 

Preparando a missão

A missão começou muito antes da chegada a Santa Isabel. Foram meses de preparação com formações, retiros, missas e outros encontros a fim de envolver espiritualmente os participantes. Também foram realizadas várias atividades para levantar subsídios para a missão, com venda de rifas, bingos, churrasco e outros. Todo esse esforço foi recompensado com a ajuda dos próprios acadêmicos, professores, colaboradores da faculdade e de amigos que custearam as passagens. Um destaque foi a iniciativa dos alunos de pós-graduação que arrecadaram alimentos. Com eles foi possível servir o lanche na colônia de férias, tanto em Santa Isabel como no Centro Juvenil de São Gabriel da Cachoeira.

Em 6 de janeiro, os missionários saíram de Manaus, AM do porto São Raimundo, de barco expresso para Santa Isabel em uma viajem que durou 18h. Acolhidos pela comunidade salesiana e pelos jovens da pastoral juvenil, os missionários passaram dias marcantes em Santa Isabel. “Foi uma experiência que ficou gravada na mente e no coração. Os jovens que conhecemos, as comunidades no interior, as pessoas que nos acolhiam, a comunidade salesiana, tudo e todos nos ensinaram e nos ajudaram a viver uma experiência profunda do amor de Deus por meio do voluntariado. Alegrou ver tantas crianças e jovens na colônia de férias. Eles são animados, participativos e cheios de entusiasmo. Foram momentos em que reinou o espirito salesiano, o espirito de Dom Bosco”, relatou Tarciara.

 

Uma experiência que todo jovem deveria fazer

Para o voluntario Heidison, participar da missão “valeu a pena”: “Nos empenhamos muito para ir a Santa Isabel. Os custos com a viajem são caros devido à distância, assim realizamos diversos eventos a fim de arrecadar fundos, graças a Deus muitos nos ajudaram e a faculdade sempre nos apoiou. Mas ver a missão realizada, a alegria dos jovens, conviver com as comunidades do interior, tudo isso nos faz perceber o quanto vale a pena cada esforço. Essa é uma experiência que todo jovem devia fazer”, declarou ele.

Vinda da Argentina, Cintia Puchy falou do seu trabalho como voluntária missionária: “O voluntariado é uma experiência formidável. Visitar as comunidades do interior foi algo que me marcou muito. Foram diversos os sentimentos, um pouco de tristeza por ver a realidade desafiante de algumas comunidades, mas ao mesmo tempo, feliz e grata por poder realizar essa missão e ser presença de Deus para os outros”, disse Cintia.

Para o coordenador da missão, o padre salesiano Raimundo Marcelo, esse trabalho missionário transformou cada membro do grupo. “Todos voltaram de Santa Isabel gratos pela experiência que fizeram. Gratos a Deus que nos faz experimentar a sua bondade no encontro com o outro, gratos a todos que nos ajudaram e também a todos que encontramos em Santa Isabel e nos permitiram fazer parte de suas vidas. Eles nos ensinaram muito com sua simplicidade, acolhida e fé. Realmente fazer o bem nos faz bem!”, finalizou padre Marcelo.

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Grupo de voluntários da FSDB realiza missão no Rio Negro

Wednesday, 26 April 2017 11:07 Written by  Comunicação da Pastoral / Faculdade Salesiana Dom Bosco
Grupo de acadêmicos e colaboradores da Faculdade Salesiana Dom Bosco participou de uma ação de voluntariado missionário junto às comunidades indígenas de Santa Isabel do Rio Negro, no interior da Amazônia.

Entre as linhas de ação do plano estratégico da Pastoral Juvenil Salesiana (PJS) 2015-2018, está o favorecer o acolhimento e o engajamento do jovem na comunidade educativa pastoral. Para isso, o plano propõe que se facilite as experiências de associativismo e voluntariado.

Atendendo a este apelo, a Faculdade Salesiana Dom Bosco (FSDB), com sede em Manaus, AM, tem oferecido a seus acadêmicos a experiência do voluntariado missionário, que sempre é realizada no período do recesso acadêmico. Este ano, o voluntariado foi realizado em Santa Isabel do Rio Negro – cidade com uma população predominantemente indígena, no Amazonas.

Coordenada pelo padre Raimundo Marcelo Maciel, diretor de pastoral, a equipe foi composta por dois acadêmicos (Tarciara Bussons, do curso de Gestão de Ambiente e Heidison Brazão, do curso de Serviço Social) e por dois colaboradores (Ceila Lima, secretária de pastoral e Daniele de Paula, bibliotecária). Junto com o grupo estavam três voluntárias de Bariloche, na Argentina: Vanessa Zapata, Patrícia Carranca e Cintia Puchy.

Durante duas semanas, de 6 a 22 de janeiro, o grupo realizou uma colônia de férias e visitas às comunidades do interior. Foi uma oportunidade para conhecer pessoas que vivem de maneira simples, conservando tradições e valores da vida indígena e cabocla.

 

Preparando a missão

A missão começou muito antes da chegada a Santa Isabel. Foram meses de preparação com formações, retiros, missas e outros encontros a fim de envolver espiritualmente os participantes. Também foram realizadas várias atividades para levantar subsídios para a missão, com venda de rifas, bingos, churrasco e outros. Todo esse esforço foi recompensado com a ajuda dos próprios acadêmicos, professores, colaboradores da faculdade e de amigos que custearam as passagens. Um destaque foi a iniciativa dos alunos de pós-graduação que arrecadaram alimentos. Com eles foi possível servir o lanche na colônia de férias, tanto em Santa Isabel como no Centro Juvenil de São Gabriel da Cachoeira.

Em 6 de janeiro, os missionários saíram de Manaus, AM do porto São Raimundo, de barco expresso para Santa Isabel em uma viajem que durou 18h. Acolhidos pela comunidade salesiana e pelos jovens da pastoral juvenil, os missionários passaram dias marcantes em Santa Isabel. “Foi uma experiência que ficou gravada na mente e no coração. Os jovens que conhecemos, as comunidades no interior, as pessoas que nos acolhiam, a comunidade salesiana, tudo e todos nos ensinaram e nos ajudaram a viver uma experiência profunda do amor de Deus por meio do voluntariado. Alegrou ver tantas crianças e jovens na colônia de férias. Eles são animados, participativos e cheios de entusiasmo. Foram momentos em que reinou o espirito salesiano, o espirito de Dom Bosco”, relatou Tarciara.

 

Uma experiência que todo jovem deveria fazer

Para o voluntario Heidison, participar da missão “valeu a pena”: “Nos empenhamos muito para ir a Santa Isabel. Os custos com a viajem são caros devido à distância, assim realizamos diversos eventos a fim de arrecadar fundos, graças a Deus muitos nos ajudaram e a faculdade sempre nos apoiou. Mas ver a missão realizada, a alegria dos jovens, conviver com as comunidades do interior, tudo isso nos faz perceber o quanto vale a pena cada esforço. Essa é uma experiência que todo jovem devia fazer”, declarou ele.

Vinda da Argentina, Cintia Puchy falou do seu trabalho como voluntária missionária: “O voluntariado é uma experiência formidável. Visitar as comunidades do interior foi algo que me marcou muito. Foram diversos os sentimentos, um pouco de tristeza por ver a realidade desafiante de algumas comunidades, mas ao mesmo tempo, feliz e grata por poder realizar essa missão e ser presença de Deus para os outros”, disse Cintia.

Para o coordenador da missão, o padre salesiano Raimundo Marcelo, esse trabalho missionário transformou cada membro do grupo. “Todos voltaram de Santa Isabel gratos pela experiência que fizeram. Gratos a Deus que nos faz experimentar a sua bondade no encontro com o outro, gratos a todos que nos ajudaram e também a todos que encontramos em Santa Isabel e nos permitiram fazer parte de suas vidas. Eles nos ensinaram muito com sua simplicidade, acolhida e fé. Realmente fazer o bem nos faz bem!”, finalizou padre Marcelo.

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.