Encerrado processo diocesano da causa do Servo de Deus Dom Oreste Marengo

Tuesday, 19 February 2013 13:52 Written by  InfoANS
Encerrado processo diocesano da causa do Servo de Deus Dom Oreste Marengo InfoANS
Foi realizada,  no dia 16 de fevereiro, na sede episcopal de Tura, Nordeste da Índia, a sessão de encerramento do processo diocesano sobre a vida e as virtudes e sobre a fama de santidade do Servo de Deus, Dom Oreste Marengo, bispo missionário salesiano (1906-1998), iniciado no dia 12 de abril de 2007.   O ato oficial foi presidido por Dom Andrew R. Marak, bispo diocesano, que recordou com comoção como Dom Marengo o ajudou em sua caminhada cristã e vocacional nos momentos de prova e de dificuldade. Participaram da sessão Dom George Mamalassery, bispo emérito de Tura; os oficiais do processo; o postulador geral, padre Pierluigi Cameroni, SDB; o vice-postulador, padre Joseph Puthenpurakal, SDB; além de outras autoridades.   Dom Oreste Marengo frequentou o ginásio em Valdocco e em 1923 iniciou em Foglizzo o ano de noviciado. No mês de dezembro do mesmo ano partiu como missionário para o Assam, Índia, e terminou o noviciado em Shillong (Índia). O seu campo de trabalho, antes como sacerdote e depois como bispo, foram as tribos himalaias.   Trabalhador incansável e de grande humanidade, de fé sólida e de ardente paixão apostólica pela causa do Evangelho, para servir e melhor comunicar-se com o seu povo aprendeu numerosas línguas das várias etnias locais. Em 1951, em Turim, foi ordenado bispo da nova Diocese de Dibrugarh. Em 1964 foi transferido a Tezpur, e finalmente concluiu o seu ministério episcopal em Tura, onde foi administrador apostólico entre os anos de 1972 a 1978.   Até ao fim da sua longa vida, Dom Marengo foi um missionário heroico. Ícone vivente do bom Pastor, de um grupo glorioso de missionários salesianos como Dom Stefano Ferrando e padre Costantino Vendrame, ambos servos de Deus, que plantaram a Igreja e o carisma de Dom Bosco no Nordeste da Índia.   Com esse ato, o processo de beatificação passa agora à fase romana, ou seja: ao estudo do processo diocesano e ao juízo sobre o mérito da causa.   InfoANS
Rate this item
(0 votes)
Last modified on Tuesday, 19 February 2013 14:03

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Encerrado processo diocesano da causa do Servo de Deus Dom Oreste Marengo

Tuesday, 19 February 2013 13:52 Written by  InfoANS
Encerrado processo diocesano da causa do Servo de Deus Dom Oreste Marengo InfoANS
Foi realizada,  no dia 16 de fevereiro, na sede episcopal de Tura, Nordeste da Índia, a sessão de encerramento do processo diocesano sobre a vida e as virtudes e sobre a fama de santidade do Servo de Deus, Dom Oreste Marengo, bispo missionário salesiano (1906-1998), iniciado no dia 12 de abril de 2007.   O ato oficial foi presidido por Dom Andrew R. Marak, bispo diocesano, que recordou com comoção como Dom Marengo o ajudou em sua caminhada cristã e vocacional nos momentos de prova e de dificuldade. Participaram da sessão Dom George Mamalassery, bispo emérito de Tura; os oficiais do processo; o postulador geral, padre Pierluigi Cameroni, SDB; o vice-postulador, padre Joseph Puthenpurakal, SDB; além de outras autoridades.   Dom Oreste Marengo frequentou o ginásio em Valdocco e em 1923 iniciou em Foglizzo o ano de noviciado. No mês de dezembro do mesmo ano partiu como missionário para o Assam, Índia, e terminou o noviciado em Shillong (Índia). O seu campo de trabalho, antes como sacerdote e depois como bispo, foram as tribos himalaias.   Trabalhador incansável e de grande humanidade, de fé sólida e de ardente paixão apostólica pela causa do Evangelho, para servir e melhor comunicar-se com o seu povo aprendeu numerosas línguas das várias etnias locais. Em 1951, em Turim, foi ordenado bispo da nova Diocese de Dibrugarh. Em 1964 foi transferido a Tezpur, e finalmente concluiu o seu ministério episcopal em Tura, onde foi administrador apostólico entre os anos de 1972 a 1978.   Até ao fim da sua longa vida, Dom Marengo foi um missionário heroico. Ícone vivente do bom Pastor, de um grupo glorioso de missionários salesianos como Dom Stefano Ferrando e padre Costantino Vendrame, ambos servos de Deus, que plantaram a Igreja e o carisma de Dom Bosco no Nordeste da Índia.   Com esse ato, o processo de beatificação passa agora à fase romana, ou seja: ao estudo do processo diocesano e ao juízo sobre o mérito da causa.   InfoANS
Rate this item
(0 votes)
Last modified on Tuesday, 19 February 2013 14:03

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.