Obra Salesiana lança aplicativo da União pela Vida em Corumbá

Wednesday, 18 September 2019 12:29 Written by  RSB – Social e Jornal Diário Corumbaense, com informações da Câmara Municipal de Corumbá-MS
Com o aplicativo é possível fazer doações para obras sociais salesianas como a CRIPAM de Corumbá. Saiba mais no Boletim Salesiano!


Quem desejar apoiar a obra social salesiana Casa de Recuperação Infantil Padre Antônio Muller (CRIPAM), em Corumbá, MS, terá uma importante ferramenta para fazer doações: o novo aplicativo da União pela Vida (UPV).

O lançamento do aplicativo da UPV ocorreu na noite de terça-feira, 17 de setembro, no Hotel Nacional, em Corumbá, MS. A iniciativa conta com apoio da Câmara Municipal de Vereadores de Corumbá que, em 16 de setembro, por iniciativa do presidente da Casa de Leis, Roberto Gomes Façanha, abriu espaço durante sessão ordinária para apresentação da ferramenta, além de convidar a população a participar da obra. A apresentação foi feita pela assistente pessoal da CRIPAM, Márcia Cândia Mendes Ribeiro.

Conforme a coordenadora geral de projetos sociais da instituição, Luciene da Costa Cunha, o novo sistema chega através da União pela Vida, um movimento da Rede Salesiana Brasil de Ação Social (RSB-Social), da qual a entidade faz parte. “Através dessa organização, a CRIPAM será beneficiada com um aplicativo, dando a possibilidade para todo o Brasil colaborar com a sustentabilidade dos seus projetos, ou seja, a captação de recursos. Qualquer pessoa física ou empresa poderá fazer a sua doação, dessa forma, todos poderemos ter a responsabilidade social com crianças e jovens em situação de vulnerabilidade”, disse Luciene ao Diário Corumbaense.

Ela ainda reforça que o novo aplicativo vem somar com os trabalhos realizados pela CRIPAM. “Com a facilidade e comodidade, queremos auxiliar essas pessoas na hora das doações, para que elas possam assumir a responsabilidade social por esta causa junto às crianças e adolescentes, independentemente da quantia que for doada, pois o mínimo do mínimo, para nós da CRIPAM, representa muito”, esclareceu, reforçando a importância dessa corrente do bem. “Precisamos irradiar essa força em favor da vida”, completou.

Luciene ainda revelou que a primeira doação para a obra foi no valor de R$ 150,00. “Essa foi a primeira doação do aplicativo. Cada pessoa pode ser a ponte para mais um, criando assim, possibilidades e oportunidades para as nossas crianças e adolescentes”, destacou. O aplicativo da União pela Vida já está disponível para as plataformas Android e iOS. Conheça mais sobre a UPV pelo site: upv.org.br.

Atualmente, a CRIPAM trabalha com “dois braços”: a Casa de Acolhimento Marisa Pagge atende crianças de zero a cinco anos e 11 meses. Já o Centro de Apoio Infanto-Juvenil (CAIJ) recebe cerca de 600 crianças e adolescentes de 4 a 17 anos e 11 meses.


Sobre a obra

A Casa de Recuperação Infantil Padre Antônio Müller, surgiu em 1996 com a finalidade de auxiliar na recuperação de crianças de zero a seis anos desnutridas. Também, em abril de 1996, com o falecimento do padre, as atividades foram interrompidas. No entanto, no mesmo ano, os voluntários, estimulados pela Diocese de Corumbá, reabriram o local, denominando-o de Casa de Recuperação Infantil Padre Antônio Müller. Hoje, a entidade funciona no bairro Cristo Redentor, em sede própria, inaugurada em 2002.

Porém, em 1999 foi iniciado o acolhimento institucional na segunda unidade denominada Casa Irmã Marisa Pagge. É uma casa de acolhida com espaço para 10 crianças vítimas de agressão ou abandono, encaminhadas pelo Juizado da Infância e Adolescência. Essas crianças são acolhidas com muito carinho, recebem acompanhamento psicológico, enquanto uma equipe de reinserção faz o acompanhamento familiar para retorno à família ou ingresso a família substituta.

Já no Centro de Apoio Infanto Juvenil (CAIJ), onde são acolhidas 600 crianças e adolescentes, são oferecidos apoio escolar, oficinas de música, dança, capoeira, fanfarra, panificação, teatro, esporte, artes plásticas e artes manuais. Nesta instituição, eles também recebem apoio alimentar, acompanhamento psicossocial, escolar e fortalecimento dos vínculos familiares.

As áreas de atuação da obra seguem ação complementar à escola, acolhimento institucional, atenção à família, formação profissional, práticas esportivas, promoção da cultura e proteção à infância.

 

RSB – Social e Jornal Diário Corumbaense, com informações da Câmara Municipal de Corumbá-MS

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 18 September 2019 14:18

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Obra Salesiana lança aplicativo da União pela Vida em Corumbá

Wednesday, 18 September 2019 12:29 Written by  RSB – Social e Jornal Diário Corumbaense, com informações da Câmara Municipal de Corumbá-MS
Com o aplicativo é possível fazer doações para obras sociais salesianas como a CRIPAM de Corumbá. Saiba mais no Boletim Salesiano!


Quem desejar apoiar a obra social salesiana Casa de Recuperação Infantil Padre Antônio Muller (CRIPAM), em Corumbá, MS, terá uma importante ferramenta para fazer doações: o novo aplicativo da União pela Vida (UPV).

O lançamento do aplicativo da UPV ocorreu na noite de terça-feira, 17 de setembro, no Hotel Nacional, em Corumbá, MS. A iniciativa conta com apoio da Câmara Municipal de Vereadores de Corumbá que, em 16 de setembro, por iniciativa do presidente da Casa de Leis, Roberto Gomes Façanha, abriu espaço durante sessão ordinária para apresentação da ferramenta, além de convidar a população a participar da obra. A apresentação foi feita pela assistente pessoal da CRIPAM, Márcia Cândia Mendes Ribeiro.

Conforme a coordenadora geral de projetos sociais da instituição, Luciene da Costa Cunha, o novo sistema chega através da União pela Vida, um movimento da Rede Salesiana Brasil de Ação Social (RSB-Social), da qual a entidade faz parte. “Através dessa organização, a CRIPAM será beneficiada com um aplicativo, dando a possibilidade para todo o Brasil colaborar com a sustentabilidade dos seus projetos, ou seja, a captação de recursos. Qualquer pessoa física ou empresa poderá fazer a sua doação, dessa forma, todos poderemos ter a responsabilidade social com crianças e jovens em situação de vulnerabilidade”, disse Luciene ao Diário Corumbaense.

Ela ainda reforça que o novo aplicativo vem somar com os trabalhos realizados pela CRIPAM. “Com a facilidade e comodidade, queremos auxiliar essas pessoas na hora das doações, para que elas possam assumir a responsabilidade social por esta causa junto às crianças e adolescentes, independentemente da quantia que for doada, pois o mínimo do mínimo, para nós da CRIPAM, representa muito”, esclareceu, reforçando a importância dessa corrente do bem. “Precisamos irradiar essa força em favor da vida”, completou.

Luciene ainda revelou que a primeira doação para a obra foi no valor de R$ 150,00. “Essa foi a primeira doação do aplicativo. Cada pessoa pode ser a ponte para mais um, criando assim, possibilidades e oportunidades para as nossas crianças e adolescentes”, destacou. O aplicativo da União pela Vida já está disponível para as plataformas Android e iOS. Conheça mais sobre a UPV pelo site: upv.org.br.

Atualmente, a CRIPAM trabalha com “dois braços”: a Casa de Acolhimento Marisa Pagge atende crianças de zero a cinco anos e 11 meses. Já o Centro de Apoio Infanto-Juvenil (CAIJ) recebe cerca de 600 crianças e adolescentes de 4 a 17 anos e 11 meses.


Sobre a obra

A Casa de Recuperação Infantil Padre Antônio Müller, surgiu em 1996 com a finalidade de auxiliar na recuperação de crianças de zero a seis anos desnutridas. Também, em abril de 1996, com o falecimento do padre, as atividades foram interrompidas. No entanto, no mesmo ano, os voluntários, estimulados pela Diocese de Corumbá, reabriram o local, denominando-o de Casa de Recuperação Infantil Padre Antônio Müller. Hoje, a entidade funciona no bairro Cristo Redentor, em sede própria, inaugurada em 2002.

Porém, em 1999 foi iniciado o acolhimento institucional na segunda unidade denominada Casa Irmã Marisa Pagge. É uma casa de acolhida com espaço para 10 crianças vítimas de agressão ou abandono, encaminhadas pelo Juizado da Infância e Adolescência. Essas crianças são acolhidas com muito carinho, recebem acompanhamento psicológico, enquanto uma equipe de reinserção faz o acompanhamento familiar para retorno à família ou ingresso a família substituta.

Já no Centro de Apoio Infanto Juvenil (CAIJ), onde são acolhidas 600 crianças e adolescentes, são oferecidos apoio escolar, oficinas de música, dança, capoeira, fanfarra, panificação, teatro, esporte, artes plásticas e artes manuais. Nesta instituição, eles também recebem apoio alimentar, acompanhamento psicossocial, escolar e fortalecimento dos vínculos familiares.

As áreas de atuação da obra seguem ação complementar à escola, acolhimento institucional, atenção à família, formação profissional, práticas esportivas, promoção da cultura e proteção à infância.

 

RSB – Social e Jornal Diário Corumbaense, com informações da Câmara Municipal de Corumbá-MS

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 18 September 2019 14:18

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.