Papua Nova Guiné: 40 anos de missão salesiana

Friday, 03 July 2020 16:03 Written by  Agência Info Salesiana
Diversas celebrações marcaram os 40 anos da chegada dos primeiros missionários salesianos em Papua Nova Guiné, no mês de junho.


Em junho de 1980, os primeiros missionários salesianos desembarcaram na Papua Nova Guiné. Para comemorar o 40º aniversário deste evento, foram realizadas diversas celebrações em todo o território da Visitadoria Bem-Aventurado Filipe Rinaldi, da Papua Nova Guiné e Ilhas Salomão, no mês de junho.

Uma solene eucaristia, animada pelo lema "Honrar o passado, celebrar o presente, imaginar o futuro", foi presidida pelo bispo de Kerema, o salesiano dom Peter Baquero, no dia 13 de junho. Durante a homilia, o prelado exortou os salesianos a "reconhecer a presença de Deus em Araimiri e, acima de tudo, seguir os ensinamentos de Dom Bosco em todas as atividades pastorais, sociais e educativas".

A pandemia da Covid-19 limitou os preparativos e o número de participantes da celebração, mas “quisemos agradecer ao Senhor, com alegria e gratidão, pelo dom, dedicação e comprometimento dessas quatro décadas de presença salesiana em Araimiri", comentou o padre Dominic Kachira, SDB, vigário da Visitadoria.

Participaram da celebração vários Salesianos, inclusive das Filipinas, país de origem dos primeiros missionários, Filhas de Maria Auxiliadora, membros de outras congregações, leigos da Família Salesiana, ex-alunos, estudantes e amigos da obra salesiana.

Os pioneiros missionários, chegados há 40 anos, foram os padres Valeriano Barbero e Rolando Fernández e o coadjutor Joseph Kramar. Em uma mensagem gravada para a ocasião, o padre Barbero lembrou a cada salesiano que "não deve se sentir estrangeiro, mas ‘um’ com o povo", isto é, deve cultivar uma unidade de intenções humana, cultural, espiritual e pastoral.

A comunidade da escola secundária Dom Bosco, em Kokopo, também comemorou a chegada dos primeiros salesianos no país. A celebração ocorreu em 5 de junho e envolveu o corpo discente. Na ocasião, foi entoado um canto e realizada a leitura de alguns trechos do diário do padre Barbero para acompanhar a projeção de fotos daquela época: a malária, o lugar de missão, as lutas e as dificuldades encontradas pelos primeiros salesianos foram, assim, reveladas na presença dos alunos. Na data também foi comemorado o 30º aniversário do instituto.

A Visitadoria PGS foi reconhecida oficialmente há apenas quatro anos, no dia 7 de julho de 2016. Com menos de 50 salesianos, vindos de 16 países, ela ocupa um espaço entre as realidades mais jovens, mas também mais prósperas da Congregação.

"Paciência e zelo" foram, em resumo, o segredo do florescimento salesiano na Melanésia. "Ao celebrarmos o 40º aniversário da chegada dos primeiros salesianos, lembramos com gratidão todos os outros salesianos, que vieram de diferentes partes do mundo para trabalhar conosco", testemunha hoje o salesiano Sylvester Kuli, jovem da Papua Nova Guiné, atualmente em formação em Jerusalém.

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Papua Nova Guiné: 40 anos de missão salesiana

Friday, 03 July 2020 16:03 Written by  Agência Info Salesiana
Diversas celebrações marcaram os 40 anos da chegada dos primeiros missionários salesianos em Papua Nova Guiné, no mês de junho.


Em junho de 1980, os primeiros missionários salesianos desembarcaram na Papua Nova Guiné. Para comemorar o 40º aniversário deste evento, foram realizadas diversas celebrações em todo o território da Visitadoria Bem-Aventurado Filipe Rinaldi, da Papua Nova Guiné e Ilhas Salomão, no mês de junho.

Uma solene eucaristia, animada pelo lema "Honrar o passado, celebrar o presente, imaginar o futuro", foi presidida pelo bispo de Kerema, o salesiano dom Peter Baquero, no dia 13 de junho. Durante a homilia, o prelado exortou os salesianos a "reconhecer a presença de Deus em Araimiri e, acima de tudo, seguir os ensinamentos de Dom Bosco em todas as atividades pastorais, sociais e educativas".

A pandemia da Covid-19 limitou os preparativos e o número de participantes da celebração, mas “quisemos agradecer ao Senhor, com alegria e gratidão, pelo dom, dedicação e comprometimento dessas quatro décadas de presença salesiana em Araimiri", comentou o padre Dominic Kachira, SDB, vigário da Visitadoria.

Participaram da celebração vários Salesianos, inclusive das Filipinas, país de origem dos primeiros missionários, Filhas de Maria Auxiliadora, membros de outras congregações, leigos da Família Salesiana, ex-alunos, estudantes e amigos da obra salesiana.

Os pioneiros missionários, chegados há 40 anos, foram os padres Valeriano Barbero e Rolando Fernández e o coadjutor Joseph Kramar. Em uma mensagem gravada para a ocasião, o padre Barbero lembrou a cada salesiano que "não deve se sentir estrangeiro, mas ‘um’ com o povo", isto é, deve cultivar uma unidade de intenções humana, cultural, espiritual e pastoral.

A comunidade da escola secundária Dom Bosco, em Kokopo, também comemorou a chegada dos primeiros salesianos no país. A celebração ocorreu em 5 de junho e envolveu o corpo discente. Na ocasião, foi entoado um canto e realizada a leitura de alguns trechos do diário do padre Barbero para acompanhar a projeção de fotos daquela época: a malária, o lugar de missão, as lutas e as dificuldades encontradas pelos primeiros salesianos foram, assim, reveladas na presença dos alunos. Na data também foi comemorado o 30º aniversário do instituto.

A Visitadoria PGS foi reconhecida oficialmente há apenas quatro anos, no dia 7 de julho de 2016. Com menos de 50 salesianos, vindos de 16 países, ela ocupa um espaço entre as realidades mais jovens, mas também mais prósperas da Congregação.

"Paciência e zelo" foram, em resumo, o segredo do florescimento salesiano na Melanésia. "Ao celebrarmos o 40º aniversário da chegada dos primeiros salesianos, lembramos com gratidão todos os outros salesianos, que vieram de diferentes partes do mundo para trabalhar conosco", testemunha hoje o salesiano Sylvester Kuli, jovem da Papua Nova Guiné, atualmente em formação em Jerusalém.

 

Fonte: Agência Info Salesiana

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.