Semanas Missionárias: esperança, solidariedade e evangelização Destaque

Quinta, 14 Julho 2022 15:24 Escrito por  Inspetoria Nossa Senhora Aparecida
Tiveram início, no dia 3 de julho, as “Semanas Missionárias” da Inspetoria Nossa Senhora Aparecida, das irmãs salesianas (FMA), com sede em São Paulo.


As “Semanas Missionárias” são um projeto desenvolvido pela Articulação da Juventude Salesiana (AJS). A iniciativa é realizada anualmente e envolve adolescentes, jovens, educadores e religiosas do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora.

A edição 2022 conta com a adesão de 167 pessoas assim distribuídas: 107 jovens e adolescentes, 25 leigos, 18 candidatas/os à vida religiosa, 14 irmãs salesianas e três jovens em período de discernimento.

Depois de dois anos de pausa, por causa da pandemia da Covid-19, as semanas missionárias prometem muito envolvimento, não só por parte das comunidades e famílias, que vão acolher os diferentes grupos, mas sobretudo, por parte dos adolescentes, jovens e educadores que se dispuseram a viver esta experiência.

O trabalho de educação e evangelização da juventude, desenvolvido pelas irmãs salesianas da Inspetoria Nossa Senhora Aparecida, tem abrangência em cinco estados: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Alcance

As “Semanas Missionárias”, que se estenderão até dia 24 de julho, serão realizadas nas seguintes cidades: São José dos Campos, SP, na Paróquia Santa Rita; Guarapuava, PR, na periferia; Tambaú, SP, na Paróquia Santo Antônio; Guaratinguetá, SP, na Paróquia Puríssimo Coração de Maria; Americana, SP, na comunidade Madre Mazzarello; Morungaba, SP, nas comunidades São Judas Tadeu e Nossa Senhora de Lourdes; e em Rio do Sul, SC.

Igreja em saída

As “Semanas Missionárias” são uma excelente oportunidade para que jovens e educadores adultos sintam-se parte de uma “Igreja em saída”, movidos pela alegria do Evangelho, conforme o convite do Papa Francisco. São também uma resposta concreta às necessidades locais das comunidades eclesiais e aos desafios da evangelização.

No relato de uma das participantes, ela compartilha da sua surpresa quando foi apresentado ao seu grupo a realização da “Semana Missionária” na própria cidade; segundo a jovem foi um tanto frustrante porque ela imaginava que poderia viajar para bem mais longe, a fim de encontrar pessoas carentes do anúncio do evangelho em lugares remotos. Mas, no final, ela se convenceu de que “não adianta evangelizar quem está longe, quando perto de nós existem pessoas que ainda não conhecem o Evangelho”.

Formação e preparação

Os participantes das “Semanas Missionárias” tiveram encontros sistemáticos de formação e preparação nos últimos três meses. Depois, ocorreram as celebrações de envio, com a participação dos missionários, dos educadores adultos, familiares dos adolescentes e jovens, bem como membros das comunidades educativas.

As semanas missionárias são organizadas em atividades bem variadas: momentos de oração nas comunidades que acolhem os missionários, visitas às famílias, realização de oficinas e oratórios com as crianças e adolescentes do lugar, pastoral da escuta e momentos formativos, de revisão e avaliação entre os próprios missionários.

Como a pandemia reforçou muito a questão do distanciamento e do isolamento, neste ano de retomada das semanas missionárias é visível a ansiedade dos participantes, mas há que se destacar também a postura de alguns educadores adultos que se inscreveram como voluntários e decidiram dedicar alguns dias de suas férias escolares para apoiar os adolescentes e jovens neste trabalho de evangelização.

Outro ponto a ser destacado nas semanas missionárias é a atuação conjunta de adolescentes e jovens sem distinção de proveniência, ou seja, diversos grupos são formados por missionários, que frequentam tanto obras sociais quanto escolas particulares administradas pelas irmãs salesianas.

Evangelizar a juventude

A proposta da Articulação da Juventude Salesiana é para todos, é acessível a todos. Baseada na espiritualidade e na pedagogia salesiana, tem entre seus objetivos: evangelizar a juventude apresentando-lhe a pessoa Jesus Cristo, como Mestre, amigo, Senhor e Salvador; educar a juventude proporcionando-lhe um processo de crescimento humano; estimular nos jovens a capacidade de liderança e o protagonismo juvenil na Igreja e na sociedade; favorecer o desabrochar das potencialidades pessoais, convicções e valores.

 

Coração missionário

Neste ano, retomar as “Semanas Missionárias” é ainda mais significativo para as irmãs salesianas, pois no dia 5 de agosto, elas vão celebrar os 150 anos de fundação do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (1872 – 2022), que nasceu do coração missionário de São João Bosco e de Santa Maria Domingas Mazzarello, com um projeto bem específico voltado para a ação missionária e a evangelização, especialmente da juventude mais pobre e abandonada.

 

 

Fonte: Inspetoria Nossa Senhora Aparecida

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Quarta, 20 Julho 2022 10:30

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.


Semanas Missionárias: esperança, solidariedade e evangelização Destaque

Quinta, 14 Julho 2022 15:24 Escrito por  Inspetoria Nossa Senhora Aparecida
Tiveram início, no dia 3 de julho, as “Semanas Missionárias” da Inspetoria Nossa Senhora Aparecida, das irmãs salesianas (FMA), com sede em São Paulo.


As “Semanas Missionárias” são um projeto desenvolvido pela Articulação da Juventude Salesiana (AJS). A iniciativa é realizada anualmente e envolve adolescentes, jovens, educadores e religiosas do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora.

A edição 2022 conta com a adesão de 167 pessoas assim distribuídas: 107 jovens e adolescentes, 25 leigos, 18 candidatas/os à vida religiosa, 14 irmãs salesianas e três jovens em período de discernimento.

Depois de dois anos de pausa, por causa da pandemia da Covid-19, as semanas missionárias prometem muito envolvimento, não só por parte das comunidades e famílias, que vão acolher os diferentes grupos, mas sobretudo, por parte dos adolescentes, jovens e educadores que se dispuseram a viver esta experiência.

O trabalho de educação e evangelização da juventude, desenvolvido pelas irmãs salesianas da Inspetoria Nossa Senhora Aparecida, tem abrangência em cinco estados: São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Alcance

As “Semanas Missionárias”, que se estenderão até dia 24 de julho, serão realizadas nas seguintes cidades: São José dos Campos, SP, na Paróquia Santa Rita; Guarapuava, PR, na periferia; Tambaú, SP, na Paróquia Santo Antônio; Guaratinguetá, SP, na Paróquia Puríssimo Coração de Maria; Americana, SP, na comunidade Madre Mazzarello; Morungaba, SP, nas comunidades São Judas Tadeu e Nossa Senhora de Lourdes; e em Rio do Sul, SC.

Igreja em saída

As “Semanas Missionárias” são uma excelente oportunidade para que jovens e educadores adultos sintam-se parte de uma “Igreja em saída”, movidos pela alegria do Evangelho, conforme o convite do Papa Francisco. São também uma resposta concreta às necessidades locais das comunidades eclesiais e aos desafios da evangelização.

No relato de uma das participantes, ela compartilha da sua surpresa quando foi apresentado ao seu grupo a realização da “Semana Missionária” na própria cidade; segundo a jovem foi um tanto frustrante porque ela imaginava que poderia viajar para bem mais longe, a fim de encontrar pessoas carentes do anúncio do evangelho em lugares remotos. Mas, no final, ela se convenceu de que “não adianta evangelizar quem está longe, quando perto de nós existem pessoas que ainda não conhecem o Evangelho”.

Formação e preparação

Os participantes das “Semanas Missionárias” tiveram encontros sistemáticos de formação e preparação nos últimos três meses. Depois, ocorreram as celebrações de envio, com a participação dos missionários, dos educadores adultos, familiares dos adolescentes e jovens, bem como membros das comunidades educativas.

As semanas missionárias são organizadas em atividades bem variadas: momentos de oração nas comunidades que acolhem os missionários, visitas às famílias, realização de oficinas e oratórios com as crianças e adolescentes do lugar, pastoral da escuta e momentos formativos, de revisão e avaliação entre os próprios missionários.

Como a pandemia reforçou muito a questão do distanciamento e do isolamento, neste ano de retomada das semanas missionárias é visível a ansiedade dos participantes, mas há que se destacar também a postura de alguns educadores adultos que se inscreveram como voluntários e decidiram dedicar alguns dias de suas férias escolares para apoiar os adolescentes e jovens neste trabalho de evangelização.

Outro ponto a ser destacado nas semanas missionárias é a atuação conjunta de adolescentes e jovens sem distinção de proveniência, ou seja, diversos grupos são formados por missionários, que frequentam tanto obras sociais quanto escolas particulares administradas pelas irmãs salesianas.

Evangelizar a juventude

A proposta da Articulação da Juventude Salesiana é para todos, é acessível a todos. Baseada na espiritualidade e na pedagogia salesiana, tem entre seus objetivos: evangelizar a juventude apresentando-lhe a pessoa Jesus Cristo, como Mestre, amigo, Senhor e Salvador; educar a juventude proporcionando-lhe um processo de crescimento humano; estimular nos jovens a capacidade de liderança e o protagonismo juvenil na Igreja e na sociedade; favorecer o desabrochar das potencialidades pessoais, convicções e valores.

 

Coração missionário

Neste ano, retomar as “Semanas Missionárias” é ainda mais significativo para as irmãs salesianas, pois no dia 5 de agosto, elas vão celebrar os 150 anos de fundação do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (1872 – 2022), que nasceu do coração missionário de São João Bosco e de Santa Maria Domingas Mazzarello, com um projeto bem específico voltado para a ação missionária e a evangelização, especialmente da juventude mais pobre e abandonada.

 

 

Fonte: Inspetoria Nossa Senhora Aparecida

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Quarta, 20 Julho 2022 10:30

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.