Aluna salesiana é nota 1000 na redação do ENEM

Wednesday, 08 March 2017 14:08 Written by 
Aluna salesiana é nota 1000 na redação do ENEM Thaís de Oliveira e a professora de redação, Marijane Martins
Thaís de Oliveira, aluna do Colégio Salesiano São Gonçalo, faz parte do pequeno grupo de 77 jovens que tiraram a nota máxima em redação no exame realizado ano passado.

Em novembro do ano passado, cerca de 6,1 milhões de estudantes de todo o País prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). O resultado da prova de redação, que entre outros pontos mede a capacidade argumentativa e a clareza na exposição de ideias, foi chocante e ganhou repercussão nacional: mais de 84 mil pessoas tiraram zero e apenas 77 jovens alcançaram a nota máxima de 1000 pontos. Neste seleto grupo de estudantes “nota 1000” está Thaís Fonseca Lopes de Oliveira, 17, aluna do Colégio Salesiano São Gonçalo, em Cuiabá, MT.

“Fiquei muito feliz quando acessei as notas e vi que tinha tirado a nota máxima em redação, embora já esperasse uma boa nota por causa da preparação que tivemos ao longo do ano e por termos trabalhado o tema também”, conta Thaís. O tema da prova foi intolerância religiosa, um dos assuntos abordados nas aulas de redação do colégio em 2016. “Essa é uma questão extremamente importante para ampliar a conscientização e promover o respeito. Sou muito católica, mas respeito os que têm crenças diferentes da minha”, considera a aluna, que afirma não ter encontrado dificuldades para adaptar as discussões feitas em aula ao que foi solicitado no exame.

A nota de Thaís no ENEM foi suficiente para ingressar no curso de Direito, mas ela pretende estudar Medicina. Por isso, em 2017 permanece no Salesiano São Gonçalo, como aluna do cursinho pré-vestibular. “O ambiente aqui é o de uma família. Sempre fui acolhida e vir à escola faz com que eu me sinta bem. Só tenho a agradecer aos professores e à minha família, pois eles foram e são fundamentais”, completa a jovem.

 

Ênfase na redação

A excelente nota alcançada por Thaís é mérito da aluna, sem dúvida, mas reflete o trabalho preparatório para o ENEM, realizado pelo Colégio Salesiano São Gonçalo com os alunos do terceiro ano do ensino médio. “A redação vale muito no ENEM e é uma estratégia do colégio explorar bem essa matéria. Temos uma professora focada em redação, que dá aulas duas vezes por semana, além de outros três dias de plantão para dúvidas dos alunos”, explica Márcia Regina Pereira Maciel, orientadora educacional do terceiro ano do ensino médio.

A professora Marijane Martins trabalha as técnicas de redação e a reflexão sobre as temáticas mais constantes no ENEM, em geral nas áreas de política, economia, sociedade e meio ambiente, entre outras. O estudo é integrado, feito em parceria com os professores das outras disciplinas, especialmente Sociologia, Filosofia, História e Geografia. O investimento da escola dá resultados: além de Thaís, outros 80 alunos do colégio tiveram notas acima de 900 pontos na prova de redação. “A ênfase na redação vem como característica da interação das disciplinas e da proposta educacional do colégio. Através da redação o aluno expressa como é a formação conjunta que ele tem”, completa Luís César Dorileo, coordenador pedagógico do ensino médio.

 

Escola salesiana

A preparação para o ENEM vai além de passar conteúdos. “Por sermos uma instituição católica e salesiana, a gente cuida dos alunos como um todo”, prossegue Márcia Regina. Segundo ela, nessa área a atuação da Pastoral do colégio é fundamental, promovendo reuniões, grupos de oração e retiros. Nas “Jornadas”, os alunos são convidados a passar três dias em um ambiente retirado, a Casa dos Sonhos, para momentos de espiritualidade e reflexão. A participação é voluntária, mas o número de inscrições é grande, mesmo de alunos não católicos. “Encerramos a semana que antecede o ENEM sempre com uma missa. O exame gera ansiedade, medo e insegurança nos alunos. É um momento de angústia e a celebração dá uma força muito grande para eles”, considera ela.

Luís César concorda, e afirma que tanto a Pastoral como os professores se empenham para que os alunos estejam tranquilos e confiantes na hora da prova. “Os adolescentes sofrem muita pressão nessa época do ano. Então temos o cuidado de trabalhar a motivação, o entusiasmo dos alunos e o equilíbrio diante da prova do ENEM e de outros desafios que eles tiverem de enfrentar”, conclui o educador.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 26 April 2017 11:00

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Aluna salesiana é nota 1000 na redação do ENEM

Wednesday, 08 March 2017 14:08 Written by 
Aluna salesiana é nota 1000 na redação do ENEM Thaís de Oliveira e a professora de redação, Marijane Martins
Thaís de Oliveira, aluna do Colégio Salesiano São Gonçalo, faz parte do pequeno grupo de 77 jovens que tiraram a nota máxima em redação no exame realizado ano passado.

Em novembro do ano passado, cerca de 6,1 milhões de estudantes de todo o País prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). O resultado da prova de redação, que entre outros pontos mede a capacidade argumentativa e a clareza na exposição de ideias, foi chocante e ganhou repercussão nacional: mais de 84 mil pessoas tiraram zero e apenas 77 jovens alcançaram a nota máxima de 1000 pontos. Neste seleto grupo de estudantes “nota 1000” está Thaís Fonseca Lopes de Oliveira, 17, aluna do Colégio Salesiano São Gonçalo, em Cuiabá, MT.

“Fiquei muito feliz quando acessei as notas e vi que tinha tirado a nota máxima em redação, embora já esperasse uma boa nota por causa da preparação que tivemos ao longo do ano e por termos trabalhado o tema também”, conta Thaís. O tema da prova foi intolerância religiosa, um dos assuntos abordados nas aulas de redação do colégio em 2016. “Essa é uma questão extremamente importante para ampliar a conscientização e promover o respeito. Sou muito católica, mas respeito os que têm crenças diferentes da minha”, considera a aluna, que afirma não ter encontrado dificuldades para adaptar as discussões feitas em aula ao que foi solicitado no exame.

A nota de Thaís no ENEM foi suficiente para ingressar no curso de Direito, mas ela pretende estudar Medicina. Por isso, em 2017 permanece no Salesiano São Gonçalo, como aluna do cursinho pré-vestibular. “O ambiente aqui é o de uma família. Sempre fui acolhida e vir à escola faz com que eu me sinta bem. Só tenho a agradecer aos professores e à minha família, pois eles foram e são fundamentais”, completa a jovem.

 

Ênfase na redação

A excelente nota alcançada por Thaís é mérito da aluna, sem dúvida, mas reflete o trabalho preparatório para o ENEM, realizado pelo Colégio Salesiano São Gonçalo com os alunos do terceiro ano do ensino médio. “A redação vale muito no ENEM e é uma estratégia do colégio explorar bem essa matéria. Temos uma professora focada em redação, que dá aulas duas vezes por semana, além de outros três dias de plantão para dúvidas dos alunos”, explica Márcia Regina Pereira Maciel, orientadora educacional do terceiro ano do ensino médio.

A professora Marijane Martins trabalha as técnicas de redação e a reflexão sobre as temáticas mais constantes no ENEM, em geral nas áreas de política, economia, sociedade e meio ambiente, entre outras. O estudo é integrado, feito em parceria com os professores das outras disciplinas, especialmente Sociologia, Filosofia, História e Geografia. O investimento da escola dá resultados: além de Thaís, outros 80 alunos do colégio tiveram notas acima de 900 pontos na prova de redação. “A ênfase na redação vem como característica da interação das disciplinas e da proposta educacional do colégio. Através da redação o aluno expressa como é a formação conjunta que ele tem”, completa Luís César Dorileo, coordenador pedagógico do ensino médio.

 

Escola salesiana

A preparação para o ENEM vai além de passar conteúdos. “Por sermos uma instituição católica e salesiana, a gente cuida dos alunos como um todo”, prossegue Márcia Regina. Segundo ela, nessa área a atuação da Pastoral do colégio é fundamental, promovendo reuniões, grupos de oração e retiros. Nas “Jornadas”, os alunos são convidados a passar três dias em um ambiente retirado, a Casa dos Sonhos, para momentos de espiritualidade e reflexão. A participação é voluntária, mas o número de inscrições é grande, mesmo de alunos não católicos. “Encerramos a semana que antecede o ENEM sempre com uma missa. O exame gera ansiedade, medo e insegurança nos alunos. É um momento de angústia e a celebração dá uma força muito grande para eles”, considera ela.

Luís César concorda, e afirma que tanto a Pastoral como os professores se empenham para que os alunos estejam tranquilos e confiantes na hora da prova. “Os adolescentes sofrem muita pressão nessa época do ano. Então temos o cuidado de trabalhar a motivação, o entusiasmo dos alunos e o equilíbrio diante da prova do ENEM e de outros desafios que eles tiverem de enfrentar”, conclui o educador.

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 26 April 2017 11:00

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.