Histórias de mães pelo mundo

Tuesday, 16 May 2017 12:41 Written by  Missioni Don Bosco
Mary, Karla, Bana Konda e quiçá quantas mais. Milhões as mães que se sacrificam por amor. Neste mês de maio – mês da Mãe de Deus e no qual em muitos países do mundo se celebra o “Dia das Mães” – a Agência Salesiana de Notícias (InfoANS) traz alguns exemplos de mães corajosas, para a quais bastou um pequeno apoio, em momentos decisivos da vida, para tornarem-se motores de desenvolvimento tanto para os filhos, como para as comunidades.

“Mary Wambui Wainain, 67, 13 filhos, está sempre em movimento”, conta o padre Felice Molino, salesiano missionário em Nairóbi, no Quênia. “Pensa pela lenha, água, trato para as vaquinhas. Todos os seus filhos estudaram até o colegial. Hoje a filha Paulina me disse que se (eu) não lhe tivesse dado uma mãozinha, eles teriam feito, no máximo, metade do ensino fundamental I”, continua ele. Mary é conhecida de todos por sua bondade. Quando, por exemplo, se construía a igreja do povoado no alto da colina, levava nos ombros um bujão de 20 litros, percorrendo várias vezes por dia um caminho de 1 km, muito íngreme, para levar água para os pedreiros prepararem a massa.

 

Karla por sua vez tem 35 anos. Vive em San Benito Petén, Guatemala, com três filhos. Há dois anos, o marido abandonou a família e Karla, eterna dona de casa, estava... destruída: não sabia como manter os filhos e se sentia culpada pela fuga do marido. O trabalho de acompanhamento foi longo e árduo, mas com o apoio do padre Giampiero de Nardi, SDB, recuperou a autoestima e achou emprego. No ano passado os Salesianos lhe conseguiram uma bolsa de estudo: iniciou nada menos que o Curso de Pedagogia na Universidade: “Agora quer ser professora e ajuda em todas as atividades da Paróquia. Os filhos são a razão de ser de sua vida”, conclui o salesiano.

 

Há enfim Bana Konda, mãe de Memory e Silvia, duas adolescentes que vivem em um orfanato de Lusaka, Zâmbia. Era conhecida em todo o povoado de Luwingu pelo seu contínuo peditório... As filhas, nas ocasiões em que podiam passar o dia com a mãe, preferiam ficar no orfanato. Entretanto, faz apenas um ano, mudou completamente de vida: bastou que as Filhas de Maria Auxiliadora lhe dessem uns poucos quilos de sementes de feijão para que ela se refizesse em dignidade, mudando completamente a percepção tanto de si quanto do mundo. Agora vive totalmente ocupada em cuidar do seu pedaço de terra. “Basta pouco para mudar a vida de uma pessoa!”, destaca a irmã Elisa Tonello, FMA.

Fonte: Info ANS

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 17 May 2017 17:30

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Histórias de mães pelo mundo

Tuesday, 16 May 2017 12:41 Written by  Missioni Don Bosco
Mary, Karla, Bana Konda e quiçá quantas mais. Milhões as mães que se sacrificam por amor. Neste mês de maio – mês da Mãe de Deus e no qual em muitos países do mundo se celebra o “Dia das Mães” – a Agência Salesiana de Notícias (InfoANS) traz alguns exemplos de mães corajosas, para a quais bastou um pequeno apoio, em momentos decisivos da vida, para tornarem-se motores de desenvolvimento tanto para os filhos, como para as comunidades.

“Mary Wambui Wainain, 67, 13 filhos, está sempre em movimento”, conta o padre Felice Molino, salesiano missionário em Nairóbi, no Quênia. “Pensa pela lenha, água, trato para as vaquinhas. Todos os seus filhos estudaram até o colegial. Hoje a filha Paulina me disse que se (eu) não lhe tivesse dado uma mãozinha, eles teriam feito, no máximo, metade do ensino fundamental I”, continua ele. Mary é conhecida de todos por sua bondade. Quando, por exemplo, se construía a igreja do povoado no alto da colina, levava nos ombros um bujão de 20 litros, percorrendo várias vezes por dia um caminho de 1 km, muito íngreme, para levar água para os pedreiros prepararem a massa.

 

Karla por sua vez tem 35 anos. Vive em San Benito Petén, Guatemala, com três filhos. Há dois anos, o marido abandonou a família e Karla, eterna dona de casa, estava... destruída: não sabia como manter os filhos e se sentia culpada pela fuga do marido. O trabalho de acompanhamento foi longo e árduo, mas com o apoio do padre Giampiero de Nardi, SDB, recuperou a autoestima e achou emprego. No ano passado os Salesianos lhe conseguiram uma bolsa de estudo: iniciou nada menos que o Curso de Pedagogia na Universidade: “Agora quer ser professora e ajuda em todas as atividades da Paróquia. Os filhos são a razão de ser de sua vida”, conclui o salesiano.

 

Há enfim Bana Konda, mãe de Memory e Silvia, duas adolescentes que vivem em um orfanato de Lusaka, Zâmbia. Era conhecida em todo o povoado de Luwingu pelo seu contínuo peditório... As filhas, nas ocasiões em que podiam passar o dia com a mãe, preferiam ficar no orfanato. Entretanto, faz apenas um ano, mudou completamente de vida: bastou que as Filhas de Maria Auxiliadora lhe dessem uns poucos quilos de sementes de feijão para que ela se refizesse em dignidade, mudando completamente a percepção tanto de si quanto do mundo. Agora vive totalmente ocupada em cuidar do seu pedaço de terra. “Basta pouco para mudar a vida de uma pessoa!”, destaca a irmã Elisa Tonello, FMA.

Fonte: Info ANS

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Wednesday, 17 May 2017 17:30

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.