Simpósio Venerável Padre Rodolfo Komórek: “Um santo para toda a Igreja”

Tuesday, 15 October 2019 15:19 Written by  Com informações: SC Maria Inês de Souza Bruno
Evento divulgou a vida do “padre santo” por meio de palestras, debates, testemunhos, orações e visitas ao relicário.

 

Pela primeira vez na Diocese de São José dos Campos, SP, foi realizado na Paróquia Sagrada Família, nos dias 11 e 12 de outubro, o Simpósio “Venerável Padre Rodolfo Komórek - um santo para toda a igreja” que, deforma organizada e sistemática, apresentou um pouco da humanidade e da santidade do padre Rodolfo Komórek e da causa de beatificação deste grande sacerdote salesiano, que viveu nossa região na década de 40.

 

O simpósio reuniu especialistas e interessados na figura e na obra do venerável a fim de aprofundar a compreensão dos impactos e repercussões religiosas, sociais, culturais, históricas e humanitárias da sua vivência em São José dos Campos.

 

O evento teve início no dia 11 com a santa missa das 19h30 e a abertura oficial com o padre Justo Piccinini, inspetor da Inspetoria Salesiana de São Paulo. No dia 12 de outubro, o professor Edo Paiotti contou um pouco da história da cidade de São José dos Campos nos tempos do padre Rodolfo, seguido pelas palestras de dom Hilário Moser, SDB, bispo emérito,   e do doutor Hugo Ricardo, estudioso do padre Rodolfo. A missa de encerramento foi celebrada por dom José Valmor Cesar Teixeira, bispo da Diocese de São José dos Campos.

 

O evento foi promovido em uma parceria com a Diocese de São José dos Campos e a Congregação dos SDB (Salesianos de Dom Bosco), com o apoio do UNISAL (Centro Universitário Salesiano) e a Faculdade Católica de São José dos Campos.

 

        

Venerável Padre Rodolfo Komorék

        

O Venerável Padre Rodolfo foi um sacerdote de origem polonesa, da Congregação dos Salesianos de Dom Bosco, que viveu nove anos em São José dos Campos, onde faleceu em 11 de dezembro de 1949.

 

Muito antes de se tornar padre, o venerável já demonstrava sinais de santidade. Sua trajetória de vida está intimamente ligada a São José dos Campos, onde emprestou seu nome ao cemitério central, a uma rua no bairro Vila Ema e a um viaduto na cidade.

 

Nos anos vividos em São José dos Campos, desempenhou com dedicação ímpar suas funções sacerdotais, tendo vivenciado profunda caridade, de tal modo que sua generosidade, seu destacado altruísmo para com os enfermos e seu elevado espírito humanitário, além de várias outras virtudes vividas, fizeram-no muito conhecido e amado por toda a região como “o Padre Santo”.

 

Sua morte, em 11 dezembro de 1949, foi marcada pelas manifestações de carinho da população joseense.  Foi enterrado no cemitério do centro da cidade que recebeu seu nome em 2003. Seu túmulo é o mais visitado do local e fica sempre cheio de flores e velas, depositadas ali por devotos.

 

O processo de beatificação, iniciado em 31 de janeiro de 1964, encerrou-se em 1995, quando João Paulo II declarou o Padre Rodolfo Venerável. Agora, se espera algum milagre com vistas à beatificação.

 

Homenagens ao padre em São José dos Campos:

 

  1. Cemitério Municipal Padre Rodolfo Komórek na região central
  2. Rua Padre Rodolfo Komórek– Jardim Apolo II
  3. Viaduto Padre Rodolfo Komórek
  4. Memorial Padre Rodolfo Komórek, na Vila Ema
  5. Seminário Padre Rodolfo Komórek (em Taubaté)

 

Com informações: SC Maria Inês de Souza Bruno

 

Leia também: Salesianidade: "Um Santo para todos os tempos"

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Tuesday, 15 October 2019 15:29

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Simpósio Venerável Padre Rodolfo Komórek: “Um santo para toda a Igreja”

Tuesday, 15 October 2019 15:19 Written by  Com informações: SC Maria Inês de Souza Bruno
Evento divulgou a vida do “padre santo” por meio de palestras, debates, testemunhos, orações e visitas ao relicário.

 

Pela primeira vez na Diocese de São José dos Campos, SP, foi realizado na Paróquia Sagrada Família, nos dias 11 e 12 de outubro, o Simpósio “Venerável Padre Rodolfo Komórek - um santo para toda a igreja” que, deforma organizada e sistemática, apresentou um pouco da humanidade e da santidade do padre Rodolfo Komórek e da causa de beatificação deste grande sacerdote salesiano, que viveu nossa região na década de 40.

 

O simpósio reuniu especialistas e interessados na figura e na obra do venerável a fim de aprofundar a compreensão dos impactos e repercussões religiosas, sociais, culturais, históricas e humanitárias da sua vivência em São José dos Campos.

 

O evento teve início no dia 11 com a santa missa das 19h30 e a abertura oficial com o padre Justo Piccinini, inspetor da Inspetoria Salesiana de São Paulo. No dia 12 de outubro, o professor Edo Paiotti contou um pouco da história da cidade de São José dos Campos nos tempos do padre Rodolfo, seguido pelas palestras de dom Hilário Moser, SDB, bispo emérito,   e do doutor Hugo Ricardo, estudioso do padre Rodolfo. A missa de encerramento foi celebrada por dom José Valmor Cesar Teixeira, bispo da Diocese de São José dos Campos.

 

O evento foi promovido em uma parceria com a Diocese de São José dos Campos e a Congregação dos SDB (Salesianos de Dom Bosco), com o apoio do UNISAL (Centro Universitário Salesiano) e a Faculdade Católica de São José dos Campos.

 

        

Venerável Padre Rodolfo Komorék

        

O Venerável Padre Rodolfo foi um sacerdote de origem polonesa, da Congregação dos Salesianos de Dom Bosco, que viveu nove anos em São José dos Campos, onde faleceu em 11 de dezembro de 1949.

 

Muito antes de se tornar padre, o venerável já demonstrava sinais de santidade. Sua trajetória de vida está intimamente ligada a São José dos Campos, onde emprestou seu nome ao cemitério central, a uma rua no bairro Vila Ema e a um viaduto na cidade.

 

Nos anos vividos em São José dos Campos, desempenhou com dedicação ímpar suas funções sacerdotais, tendo vivenciado profunda caridade, de tal modo que sua generosidade, seu destacado altruísmo para com os enfermos e seu elevado espírito humanitário, além de várias outras virtudes vividas, fizeram-no muito conhecido e amado por toda a região como “o Padre Santo”.

 

Sua morte, em 11 dezembro de 1949, foi marcada pelas manifestações de carinho da população joseense.  Foi enterrado no cemitério do centro da cidade que recebeu seu nome em 2003. Seu túmulo é o mais visitado do local e fica sempre cheio de flores e velas, depositadas ali por devotos.

 

O processo de beatificação, iniciado em 31 de janeiro de 1964, encerrou-se em 1995, quando João Paulo II declarou o Padre Rodolfo Venerável. Agora, se espera algum milagre com vistas à beatificação.

 

Homenagens ao padre em São José dos Campos:

 

  1. Cemitério Municipal Padre Rodolfo Komórek na região central
  2. Rua Padre Rodolfo Komórek– Jardim Apolo II
  3. Viaduto Padre Rodolfo Komórek
  4. Memorial Padre Rodolfo Komórek, na Vila Ema
  5. Seminário Padre Rodolfo Komórek (em Taubaté)

 

Com informações: SC Maria Inês de Souza Bruno

 

Leia também: Salesianidade: "Um Santo para todos os tempos"

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Tuesday, 15 October 2019 15:29

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.